Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Arrombamento e tanto

Autor: Márcia
Categoria: Heterossexual
Data: 18/09/2002 15:04:27
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual

Meu nome é Márcia, tenho 28 anos, morena clara, 1,70 m, 60 kg, e uma bunda bem avantajada que desperta o interesse dos homens, sou casada há 10 anos com kiko, 30 anos, um homem muito legal comigo mas que tem um defeito, viaja muito. Eu nunca havia traído o meu marido antes, porém, com tantas viagens seguidas, a gente começa a ficar um pouco necessitada por sexo.

Como nós havíamos mudado para uma casa nova, eu resolvi fazer algumas modificações para que ela ficasse a meu gosto. Uma das modificações era a instalação de prateleiras na sala, pois eu gosto de colocar as minhas fitas de vídeo. Para o serviço nós contratamos um marceneiro indicado pela minha irmã, pois ele já havia feito serviços para ela e ficou muito bom. Meu marido tratou do serviço com o homem, marcando o serviço para o dia seguinte, e me disse que era para eu ficar supervisionando a execução do serviço, pois ele precisava viajar novamente a trabalho. No dia seguinte o meu marido tinha viajado e o marceneiro foi a minha casa fazer o serviço de instalação das prateleiras. De cara eu já o achei atraente, era um negro muito bonito e bem alto, chamado Antonio, devia ter por baixo 1,90 m, e é claro não pude deixar de notar o volume em sua calça, o que me aguçou maus pensamentos, pois o pênis do meu marido é muito pequeno e aliada a secura por sexo, me fez imaginar ser possuída por aquele homão. Não planejei nada e nem pensei em realmente transar com ele efetivamente, pois tinha medo e vergonha de trair meu marido, pois casei virgem e recebi uma educação muito rígida. Antonio, trabalhava a todo vapor para terminar o serviço e então observei que ele estava suado imaginei que quisesse água, então cheguei nele e perguntei se queria beber algo ele disse que queria água, então fui buscar para ele. Quando ele foi pegar o copo da minha mão deixou cair a chave de fenda que estava segurando, então, eu abaixei para pegar e sem querer encostei a minha bunda em seu pau. Fiquei, um pouco constrangida com a situação, mas me excitou muito roçar naquele pênis imenso. O tesão me tomou conta, de tal forma que passei a encarar Antonio descaradamente, e ele notou o meu olhar cobiçador. Pensei em lhe dar uma deixa para ver se ele caía, se não entendesse, pararia por ali, pois eu não queria me arriscar cantando-o diretamente, além do que não sabia o que eu realmente queria, preferi contar com o destino. Então lhe disse que ia tomar banho com uma voz bem convidativa e que era para ele terminar o serviço. Entrei em meu quarto, e deixei a porta aberta, de propósito é claro, me despi e entrei no chuveiro. E não é que Antonio entendeu o recado, enquanto estava tomando banho percebi que ele me espiava. Acabei de sair do chuveiro, e quando fui entrar no quarto, o negão me agarrou por trás, estava nu, com o pau duro como pedra, e disse em meu ouvido, “você tem uma bunda muito gostosa” e encostou o seu pirocão nela. Me levou até a cama me pediu para chupar aquela tora. Era enorme, devia ter uns 28 cm.. Meio receosa, mas com muito tesão eu caí de boca. O chupei por algum tempo, e então ele me virou de bruços e disse “quero comer essa bunda gostosa”. Eu disse que não, que ia doer muito, além do que, não queria ficar arrombada, que tinha feito com o meu marido mas só porque o pênis dele é pequeno e não arregaça o ânus e sempre voltava ao normal após a relação. Antonio, insistiu muito, disse ser a sua especialidade e que se eu quisesse, ele coloraria só a cabeça do pau, me fazendo uma massagem nas costas e que eu iria gozar muito. Eu disse que então eu sentaria no seu pau, pois poderia sentar só o tanto que eu pudesse suportar, ele topou. Então coloquei o seu pau na porta do meu cu e tentei sentar, mal a pontinha da cabeça havia entrado e eu parei, não tinha coragem de continuar, mas mesmo assim tentei novamente, não consegui, doía, falei para ele que aquele pinto era muito grande e que não caberia nem mais um milímetro em meu cuzinho, então ele disse “deixa eu tentar por trás com você de bruços”, falei que não pois desta forma eu não conseguiria controlar a profundidade e a velocidade da penetração. Ele continuou insistindo, dizendo que estava doendo porque eu não estava fazendo direito, que o cuzinho se adapta a qualquer pau, e que iria colocar só a cabecinha na bunda ao mesmo tempo massageando as minhas costas e não ia doer nada ao contrário seria muito gostoso. Eu concordei com aquilo. Então me virei de bruços, Antonio veio por cima de mim e falou para eu afastar as minhas nádegas deixando bem a amostra o meu cuzinho pequenino, e, neste momento, senti ele encostar a cabeça do seu pauzão já salivada na portinha do meu cu. Até aí a sensação estava maravilhosa, mas quando ele enfiou aquela cabeçorra enorme em meu cuzinho eu me retesei toda com a invasão, senti muita dor mas mesmo assim, para não estragar o momento disse-lhe que se ele ficasse só daquela forma, só com a cabecinha sem se mexer estava bom, e que ele podia fazer a tal massagem. Ele me massageou por algum tempo, estava uma delícia. Então ele parou, encostou o seu peito em minhas costas, pôs o seu rosto ao lado do meu, e começou a beijar forte a minha nuca, a fungar em meu cangote, mexer os quadris, para que eu ficasse excitada e não percebesse que ele estava me penetrando mais um pouquinho. De repente, a dor aumentou bem, parecia que meus anéis estavam esticados ao máximo, então levei a mão atrás e vi que ele havia enfiado metade do pau. Foi ingenuidade minha acreditar que ele fosse se contentar em enfiar só a cabeça. Neste momento pensei em meu marido, o que ele acharia de sua mulher ali, de bruços com aquele negão montado em suas costas arrombando sem dó e servindo-se do meu cuzinho para gozar, mas não tinha mais volta, pois se eu desistisse a coisa poderia ficar feia pro meu lado. E Antonio mexendo os quadris balançando, com dificuldade aquele pinto em minha bunda, de um lado para outro e me perguntando: “tá gostando gostosa?” Com o que eu estava sentindo, não sabia se era dor ou prazer, eu não sabia se dizia sim ou não, de olhos fechados balançava levemente a cabeça como que um leve assentimento mas gemendo muito de dor, na verdade, só a metade, já era mais que suficiente, então, tinha medo de dizer gostava e ele enterrar tudo.

Mas Antonio não parou por aí, colou o seu beiço em minha boca me dando um beijo de língua e enterrou mais, então me desesperei, ergui as pernas encostando o calcanhar na sua bunda contraindo os pés, era uma reação inconsciente de querer tirar aquele monstrão do meu rabo e disse “aiiiii, tá doendo muito, tira um pouco Antonio”. Ele não me ouviu, continuava me beijando, fazendo massagem, para ver se eu me excitava, mas tava doendo muito, levei a mão atrás novamente e vi que ainda faltava mais uns 8 cm.., Tentava levantar o corpo mas esbarrava em seu peito, tentava apertar o meu corpo contra a cama para ver se o seu pênis saía um pouco mas não adiantava. Antonio decidido enterrou todo o resto, senti as bolas se esmagarem em minha xoxota. Então eu gritei novamente: “aiiiii, aiiii, ai meu cu, puta que pariu seu filho da puta”, a dor foi tão grande que enfiei a cara no travesseiro, só gemendo e com lágrimas nos olhos, pela dor achei que tinha estourado todo o meu rabo. Eu não estava sentindo prazer nenhum, apenas dor, Antonio não falava nada, e ficou bastante tempo colado em mim, encaixado, totalmente enterrado, mas imóvel, para que eu me acostumasse com aquele membro todo enterrado e sempre me dando selinhos na orelha, e eu continuei me contraindo um pouco, com as pernas levantadas. Antonio começou a bombar de leve por algum tempo, mas com muito cuidado pois o pinto a toda hora ameaçava sair de dentro, pois o meu cu é muito apertado, mas ele continuava forçando para dentro vi que ele forçava bastante, pois contraía a sua bunda e apertava cada vez mais a sua barriga em minhas costas buscando atingir o meu fundinho, sempre com aquele movimento lento, profundo e pesado me prendendo toda. Beijando as minhas costas e arfando, começou a acelerar os movimentos, eu estava com a cara enfiada no travesseiro, só gemendo esperando ele gozar logo para o meu martírio acabar. De tanto ele estocar o pau, meu ânus amorteceu, já não doía mais, apenas latejava, então parei de gemer. Para que, Antonio então começou a socar com toda força e velocidade, suas bolas batiam forte na minha xota minha bunda começou a arder, naquele momento senti que iria me arreganhar pra valer. Ele ficou bombando com aquela força por mais uns minutos, então senti ele arfando em meu cangote e vi que ele estava próximo do gozo, ele então me falou no meu ouvido “ahhhhh que delícia de cuzinho! Minha branquinha que cuzinho apertadinho você tem, vou gozar, vou te encher de porra como o seu maridinho nunca fez, vou inundar este cuzinho “ahhhhhhh”..., Então comecei a sentir o seu esperma, bem quente me inundando, uma, duas, três, quatro, cinco golfadas de porra, e suas estocadas foram diminuindo até parar totalmente. Ele continuou enterrado em meu cuzinho e me beijando a nunca e boca, agradecendo, a minha valentia por agüentar aquele picão, que poucas mulheres tinham conseguido tal feito, e ainda, disse que era a bunda mais gostosa que ele já havia comido. E eu, nunca tinha levado tanta porra na vida, senti o meu cu totalmente alagado com a porra do negão. E, aquilo, me excitou, apesar de tanto sacrifício, e de ter estourado pra valer o meu cuzinho, tinha proporcionado um imenso prazer àquele homem, como nunca havia feito antes, me fez me sentir uma mulher de verdade fazer aquele homem gozar como um touro em meu ânus.

Como me excitei, pedi para ele continuar todo enterrado prendendo o esperma e para continuar me beijando, levei a uma mão a boceta, a outra segurei a bunda dele apertando-o contra a minha e massageei o meu clitóris, e Antonio ficava com seu pinto enterrado até o fundo com as bolas encostadas na xana, fazendo movimentos circulares com o pinto, tocando o fundinho do meu rabinho que já não oferecia resistência, além do que, com aquele esperma todo em meu rabo seu pinto deslizava fácil. Então eu gozei, gozei muito mesmo, foi intenso eu gemi alto “ ãhh ãhh ãhh”, “que tesão de pinto” “ah meu negro querido quero você pra sempre enterrado, não saía nunca mais do meu cuzinho meu tesudo”.

Antonio viu que gozei, e começou a tirar a manjuba da minha bunda. Quando tirou tudo o seu esperma escorreu pelas minhas coxas e molhou todo o lençol, mas era tanto que eu ainda me sentia entupida de porra. O negro levantou olhou para minha bunda e disse “coitado do maridão”. “dona, vou acabar o meu serviço na sala” e voltou para sala. Eu ainda deitada na cama de bruços, com o corpo ainda mole pelo gozo, senti um vento entrar na bunda, então, levei a mão ao meu ânus, foi só então que eu tive noção do estrago, o pinto dele havia me arrombado de uma forma tal que eu enfiava quadro dedos e ainda sobrava um pouco. Assustada, corri para o banheiro olhar, fiquei observando a minha bunda no espelho do chão, e sair aquela porra toda, vi então aquele buraco vermelho, bem arrombado, no exato formato da cabeça do pinto do negão, parecia uma forma onde encaixa exatamente aquele pinto. Então me bateu um grande remorso, aconteceu o que eu não queria, estava arrombada, aliás muito arromba!

Da, meu cu nunca mais seria o mesmo, mesmo que voltasse um pouco. Se eu tivesse sentado em cima dele não deixaria me arrombar, pois não entraria nada além da cabecinha. Por outro lado nunca tive tanto prazer na vida, acho que o fato de estar levando uma pica daquele tamanho e pensando no estrago que ela vai proporcionar é o que dá o prazer, pinto que não arregaça não tem graça. Aconselho a todas as mulheres a deixar o homem penetrar e controlar a situação, pois eles são mais ousados, e não respeitam os limites, eles continuam bombando, fungando na nossa orelha e penetrando cada vez mais, até que a gente goze, coisa que, conscientemente nenhuma mulher faria, dada a dor inicial. Se eu tivesse sentado nele nunca teria sentido o prazer que tive no final, com aquele colosso enterrado em mim, gozando fartamente. Porém, ao mesmo tempo, olhando aquele imenso buraco que o negão deixou em meu cuzinho, fiquei com medo do meu marido descobrir o ocorrido, e muito preocupada pensando em quando o meu marido visse aquilo, o que ia dizer para ele quando fosse me comer, que um negão arrombou e encheu de porra o cuzinho de sua mulher? É claro que não né, precisava de uma mentirinha (hehehe).

Quando meu marido voltou e fomos transar, ele foi enfiar no meu ânus, e entrou tudo muito fácil, eu quase nem o senti, ele me perguntou porque o meu cu estava daquele jeito, e disse a ele que na sua ausência havia usado um consolo muito grande e que havia me empolgado um pouco. Ele aceitou a explicação. Porém, a transada não teve graça, só penso agora naquele membro do Antonio. Fiquei dependente do seu pau, é o único capaz de preencher totalmente o meu rabo, que já se adaptou com aquele membro, que nem forma com o pão. Tinha que vê-lo novamente, apesar de saber que ia ser arrombada de novo e que meu ânus ia ficar novamente como vi no espelho aquele dia, mas virou um vício, sei que o prazer será muito maior, e por isso não controlo mais o meu tesão, além do que o estrago já foi feito, não tenho mais nada a perder.

Comentários

21/09/2012 23:08:28
19/04/2010 22:17:07
excelente
23/10/2006 21:33:37
muito bom
23/10/2006 21:30:57
Excelente este conto. E o melhor que ja li. E dificil me escitar com algum conto, mas este me deixou de pau duro. Parabens
Dr. Jacinto Leite Norêgo
13/06/2005 04:28:14
Pobres vadias... Só prestam para isso.
Solange
12/06/2005 08:19:52
Gostei muito. Só quem já deu a bundinha sabe que o que voce relatou é assim mesmo. Sou casada e nós sempre transamos. Mas quando era solteira, eu tive um negão tambem. E sou lira. Aquele negão ficou para sempre em minha mente em minha bunda sua marca. Eles os negros são especialistas nisso. Eles nos abrem e nós só conseguimos ficar apaixomadas
Felipe
09/06/2005 13:16:29
Acho uma bobagem esse negocio de pau grande pau pequeno. Ja foi mais do que provado que tamanho de pau não é documento. Se fosse por isso não existiria homens negros cornos. Meu nome é Felipe, moro em Belém/Pa. Se alguma mulher quiser tirar suas duvidas referente a esse assunto é só entrar em contato comigo. Meu penis não é gigantesco, porém satisfaz e muito qualquer mulher, inclusive as mulheres que estão acustamadas a levarem pica de negões. [email protected]
ed
30/05/2005 15:55:37
conto bacana eu tambem gosto de comer um rabo nesse estilo e sempre as minas ficam viciadas!!!
gulosa
30/05/2005 13:41:02
Poxa Marcia, vc devia ter começado pela xota, ai ele teria ficado mais lubrificado, ja dei o rabo para um negão, não era tão grande, mas era grosso, fiquei com o cu duendo por alguns dias, mas o gostoso foi dar de novo, entrou bem gostoso, ai sim gozei feito louca, agora ele quer sempre, meu cu parece uma loca, não sinto nem o coco sair.....
Nando
18/05/2005 14:11:56
o conto é bom porem fantasia cú apertado levando tudo issoda um tempo
gerson pirocudo
13/05/2005 01:58:26
cinto muito pelo seu cú mas nem me ecitei com essa historia sem graça só o babaca do jhonnys magroman mesmo para gozar com uma história escrota dessa
jhonny piroca
12/05/2005 03:59:58
pÔ marcinha,gozei bunitu lendo sua historia,pena que teu cu ja era.
Lenny
20/04/2005 18:45:02
Esse tal de racista, tem um pau de 10 cm e nào entende que geneticamente somos privilegiados, se duvida dá o rabo para um negão. Os grandes arrombamentos anais são nossos...ah ah ah ah ah
s.w.a.t
17/04/2005 22:25:24
hm concerveja voce deve ter um rabinho magico branquela.
profeta
17/04/2005 22:24:31
cuzuda
como salame puro
08/04/2005 10:18:13
O professor de materiais dentarios da uninove do memorial e racista comunista e buda
racista
08/04/2005 10:16:05
Todo o preto é filho da puta e caga onde passa e a escoria da humanidade e deve ter piolho nos cabelhos bombril do saco e da cabeça com aaquela beiçola de chupar manga no edificio palace, seu macaco do caralho, seu impotente bosta
pdonho
08/04/2005 10:13:41
O meu penis e monstruoso parece uma porpeta de calabresa com requijão o do negao nao vale uma pissa
japa do pau grande
22/03/2005 11:04:39
pow, tu num viu foi nd, meu pau deve ser duas vezes maior que de negao aee
Piça
20/03/2005 01:55:15
Estou com a pistola dura e louco pra arrombar seu cuzinho também
barrilete
11/03/2005 06:48:49
Eu já falei que a mulherada tá trocando a buceta pelo cuzinho e faz tempo que isso acontece. Não é novidade prá ninguém. Qual mulher deixaria de lado a possibilidade de gozar ainda mais, dando o rabinho? Nenhuma. Todas dão e gostam. Parabéns, Márcia. E continue dando para seus amigos esse cuzinho arrombado. Tenho pena do seu marido que, querendo fazer isso, não vai nem encostar nas paredes do rabinho. Afinal, cu arrombado é arrombado mesmo. E só um pau grande é que vai resolver.
Betão
19/02/2005 02:39:55
Nossa fiquei com o maior tesão da sua bunda, parabéns por encarar o negão conta mais!!!
higo
31/01/2005 13:13:32
Fabi que tal o tec. da máquinar de lavar fazer um a reforma da sua maquina contato. [email protected]
Sandra
13/01/2005 12:48:55
Achei esse conto uma bosta. Não é excitante.
pegasus
05/01/2005 14:06:00
Marcia, seu conto é fenomenal.. muito bom, fazia tempo que nao me excitava tanto com um conto! finalmente um conto de qualidade!
Francisco
22/12/2004 04:04:28
Marcia gostaria de comer sua boceta,pois o cu ja esta arrombado.
Lindinha
05/12/2004 03:00:31
28cm, no cú. E ruim heim.Mentirooooooosa!!! Mas até q o conto é bom.
dr amor
09/11/2004 18:12:24
que locura que
claudia
07/11/2004 17:45:12
adorei seu conto pena q nao e verdade
Hayane
07/11/2004 16:16:52
Conto foda,gozei aki já
marquinhos
31/10/2004 10:56:47
quero te abrir todinha, quero fuder o seu cu pra valer
Edmar
30/10/2004 22:30:42
sou amante de contos a muitos anos desde 16 anos e agora com 21 leio muito mais, vc esta de parabens, poucos contos me faz gozar que nem este aqui me fez, meus 20 ficou até humilhado com esta negão, muito legal o seu conto,, nota 10
tymba
07/03/2004 18:18:33
minha cara que imaginação, sou louco pra trasar com uma gata assim.
lord
06/03/2004 16:42:36
vai se fechar flavia, este conto é demais. Achou ruim porque vc ficou com inveja da marcia e queria ser vc possuída pelo negão, né vagaba
fernando
29/02/2004 19:56:40
muito bom contos nota 9
arlysson
11/02/2004 16:51:10
se vc quer eu estou ao dipor 0xx
Otávio Alexandre
02/02/2004 00:12:22
Lindo conto.
Diogo Bruno
22/01/2004 17:16:40
Lindo conto
Márcio Marcelo
22/01/2004 17:16:26
Lindo conto
Marcelo Diogo
22/01/2004 17:16:09
Lindo conto
15/01/2004 16:42:55
QUANTOS NOMES RIDÍCULOS!!!!!
Alexandre Marcelo
15/01/2004 16:42:34
Conto lindo
Bruno Marcelo
15/01/2004 16:41:59
Conto lindo
Alexandre Otávio
15/01/2004 16:41:47
Conto lindo
Diogo Alexandre
15/01/2004 16:34:30
Primeiro essa explicasão foi demais se fosse eu voce ia levar uma táca tão grande que voce ia falar na hora quen tinha te arrombado, segundo essa mentira é muito grande
Flavia
28/12/2003 19:45:55
essa historia eh 1 bosta... jah vi mutas melhores, eu jah li todos os contos desse site e de outros, tah 1 merda!!!
Larissa
26/12/2003 13:01:09
Linda, adorei seu conto, desde 15 anos levo pirocas no cuzinho, e meu primeiro homem foi meu tio, ele parecia um cavalo, além de ter 23 cm, ele era muito grosso.
alex brasileiro
08/12/2003 19:41:51
Marcia pode ter a certeza valeu 10, sou especialista em ler contos e o foi extraordinário
Lima
26/11/2003 20:03:39
Marcinha, estou pronto para fazer uma reforma na sua bundinha, topas? Escreva-me.
Demolidor
18/07/2003 05:37:00
Vem Marcia deixa eu te mostrar o que um Homem de verdade pode fazer com uma mulher como vc, e ai vc aceita??????????????
pirocudo
10/10/2002 16:08:28
o que está precisando ser concertado em seu ap?
Fabi
19/09/2002 00:31:40
Cara Marcia... muito legal seu conto... tenho vontade de fazer algo assim, pena que nunca tenho sorte com reformas...nunca consegui um "material"convincente e empolgante! Espero que tenha sido real esse conto.....
Alessandro
18/09/2002 23:11:22
Mesmo conto que estava neste site em Março. O melhor que já li na minha opinião. Sempre vai valer 10....
L..
18/09/2002 20:46:23
Meu amante virtual vai adorar ler este conto,pois ele está louco p/ fazer o mesmo com o meu cuzinho!!!!!!!!!
crente
18/09/2002 19:18:13
marcinha...adorei seu conto...e vc virou uma vadia irremediável, agora, né?....tadinho do teu marido, aquele corno que não para em casa...rs....acho que vc é uma puta. um beijo na sua boca, escreva mais!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


pornocontoincestosmithlee pron vidoconto erotico pingando um gel no rabo da maecontos eroticos mulher casada bi sonia e suas amigascontos eróticos gosei no pal do sogro taradomuler jupendo a minha puta. gtacontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadoconto erótico menina timida mas cai de boca no pau tão novinha e peitudasogra en siste para o geiro comele em vidio pronocomendo o cuzinho com um guspinhoConto gay viagem Onibus leitotavinhomg casa dos contosporno gozando na bouca da filinha que dormiaMeu sogro me comeu a forca*pode estora bolinhas que parecem espinhas na bunda?*padrasto e intendenda gostosobrincando escanchada contos pornopais prende filha no quarto com irmão ele mete e gosa dentro da bucetameu irmão me viciou em chupar pau conto gayVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulherpono gay ply boi adolenti dando cu ategosaNo motel eu fudi a buceta e o cu virgem da minha sogra conto eroticocontos novinha corno gang putinha forçadaliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contosx videos casada safada dando para padrinhode casamentopprno padrasto saradao escuta entiada gemendomãe e filha fudendo com travesti de calcinhavideo pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamadescabaça. abuceta com udedo. ou naodebbrasil pornohistorias eroticas heretossexuaisaproveitando que o seu irmao nao ta em casa e dando assistencia pra cunhada video pornoTeste de felisidade aparesendo opinto e a pererecaconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexocirleia bucetudacontos eroticos ele esfolou meu rabinhoconto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudochantagiei minha irma casada contosxxvideo n paguei tive dar cu eterogayvidio de boquete profunda engolindo ate os badalosincesto ganhando chupada de aniversariocontos zoo dalmata.meu machocontos eroticos de quem perdeu a virgindade com a empregadapopa.da.bundagozarabinhos e xoxotinhas arrombados por picas super grossa e cabeçudavidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidovídeo pornô ginecologista idoso não resiste a bucetinha apertadinha da paciente e a estrupa forçaeu fico axanando que sou uma pessoa invejoso mais nao sou meus atos nao se dizem isso mais na minha cabeça eu pensso assim yahooarrumei um macho bem r***** pra f**** o c****** do meu marido contos gayamiguinhos gay loirinhos fazendo troca trmaes rabuda deu pro filhos e amigos de fio contosmarido fica bebado em churrasco e esposa fode com outroXsvideos artista pintando macho nucomadre milhadinha dando pra ocumpadre pornogarotocabelos grandes blusa pretaporno namorada nao gue da cu mai eu votetacontos bdsm enfiei uma agulha nos meus seioseu fui encoxada pelo meu sobrinho tarqdoporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contovideo porno amigo do meu marido me comeu e fingi que n percebifamilia suruba tufosconto de insetos de rasgando o cu apertadoVelho grisalho que gosta de comer um cuzinho em campos dos goitacazes meu cunhado tirou meu cabacinhode bruços sinto a cabeca entrando com forca no meu cuzinhorelato picante de esposa cavalona e marido pintudoporno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudomulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornominha esposa lavano abucetinhaconto siririca na despedida de solteiraenteada flagra transa de adoria participarcomtos eroticos incesto dei minha busetinha ainda sem pelinhos para um velhos muito pausudo e meu irmao descobrio e quis fuder meu cusinhovidio de puta lavano abuceta e tirano bora pra fora ver mulhe chutando bocetareginaFotos de marcelinho carioca nu pirocudocontos de sexo depilando a sografotos ato da novela a gata pauzudo picudoscontos bulinando minha tetinhasou casada e dei o cu para outro homemcontos de sexo raspei minha bucetacontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarComtos Eroticos filho de menor fodendo mae gostosonavideo. caseiro. de. sexo. mulher. covida. omarido. pra ir. na. casa. duma. amiga. muito. gostosa. ela. provoca. omarido. da. amiga. e. rola. sexo. com. os tres. gratismenino menoridade inocente porno gayVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosSexoloucoanimalexistem homem com penis mais de 40cmpunheta na infancia com amigoxvıdeo anal com novınhascafajeste chupando grelo grande avantajado