Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Uma loirinha para o velho feio

Autor: Alfredo
Categoria: Heterossexual
Data: 17/09/2004 12:17:25
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou advogado de uma grande firma, e apesar de meus 60 anos, sou bastante saudavel. Poço dizer que sou um homem feio, mas isso nunca me atrapalhou em meus relacionamentos com as mulheres. Me chamo Alfredo e ano passado contratamos uma advogada, recém formada, Paola de 23 anos. Ela uma loirinha linda, cabelos longos, olhos azuis, magrinha, mas muito gostosa. Não trabalhavamos nos mesmos casos, mas eu sempre procurava um motivo para me aproximar dela e tentar conhece-la melhor. Paola parecia me ignorar e, para meu desespero, muitas vezes era grosseira comigo. Sentia claramente a sua repulsa por mim. Dela, eu apenas sabia que era casada ha poucos meses e que morava na zona sul, proximo a mim. Muitas vezes lhe ofereci carona para casa, mas ele nunca aceitou. O fim de ano chegou e como de costume a firma patrocinou um grande almoço de confraternização em um tradicional restaurante carioca. Estavamos todos sentados na grande mesa armada, e eu fiquei quase em frente a Paola. Olhava para ela se divertindo, conversando com todos, menos comigo. O almoço entrou tarde a dentro e Paola exagerou na bebida, ficando visivelmente fora de controle. Nossos companheiros de trabalho foram se retirando pouco a pouco e ficamos apenas em cinco. Alguem falou que Paola não estava em condições de ir embora sozinha e eu rapidamente disse que a levaria pois minha casa ficava proxima a dela. Ela me acompanhou até meu carro, mal se aguentando em pé. Quando finalmente entrou, se sentou imovel ao meu lado. Parecia estar desmaiada. Eu dirigia o carro, olhando para suas coxas expostas por sua curta saia e não resisti e resolvi acaricia-la. Aquilo me deu tanto tesão que eu resolvi arriscar. Mudei de direção e fui para um Motel. Estacionei o carro na garagem privativa e com alguma dificuldade tirei Paola do carro. Entramos no quarto e ela totalmente embreagada me perguntava aonde estava. Eu lhe respondi que estava em casa e que iria cuidar dela. Eu a deitei na cama e sabendo que aquela era minha grande oportunidade comecei a despi-la. Quase gosei na cueca só de ve-la apenas de calcinha. Paola era a mais linda mulher que havia visto nua. Retirei com cuidado sua calcinha e ela continuava sem ação, apena murmurando algumas palavras desconexas. Fiquei nu e me deitei ao seu lado alisando seu lindo corpo por inteiro. Minha pica, que não era nada modesta com seus 20 cm, latejava de tão dura. Beijei seu corpo inteiro, sentindo o gostoso perfume de sua pele. Não aguentei mais e fui para cima de seu corpo, me posicionando entre suas pernas, e comecei a forçar a penetraçao de meu caralhão em sua bucetinha nova. Pensei em parar para colocar uma camisinha mas não resisti e meti a cabeça do pau na bucetinha dela. Paola deu um gemidinho baixo, mas permaneceu imovel. Fiquei fazendo movimentos curtos e ela ficou molhadinha e então fui introzindo toda a minha pica em sua bucetinha apertadinha. Quando aumentei a velocidade e a força das penetrações ela sentiu a pressão e passou a gemer mais alto. Eu empurrava meu pirocão com muita furia e tesão em sua xaninha justa. Seus gritos aumentaram ainda mais e eu não pude controlar meu tesão e comecei a gosar. Enchi a bucetinha de Paola com minha porra. Me sentei na cama enquanto observava Paola de pernas abertas, com minha porra escorrendo de sua linda bucetinha. Aquilo me fez ficar de pau duro novamente e a coloquei virada com a bunda para cima. Coloquei dois travisseiros por baixo de seu quatril, de forma que seu bumbum ficasse bem empinado. Afastei suas pernas e meti novamente minha pica na sua bucetinha melecada. Foder olhando aquela bundinha linda, lisinha, me enchia de tesão como nunca e passei a fode-la como um animal. Ela só conseguia gritar e ainda não tinha noção do que estavamos fazendo. Novamente não me controlei e esporrei tudo o que pude em sua bucetinha. Já estava tarde e ajudei Paola, ainda embreagada, a tomar um banho. Ela já estava mais lúcida e quando percebeu o que havia acontecido começou a chorar. Saimos do motel e eu a dexei em casa. Paola estava sobre efeit

Comentários

27/12/2012 19:44:45
Olha gostei viu!
marcelo
17/04/2006 23:22:38
Pelo relato a paola era vc seu viadão..vc deve ter ficado bebado e deu para o primeiro negão que apareceu e ai fica dizendo essas besteiras..analfabeto..
Alfredo, o mordomo
19/09/2004 06:31:14
Advogado. Sei, escrevendo Posso com Ç. Vai mentir assim na puta que o pariu.
Fabricio
18/09/2004 01:43:59
gostei...queria eu fazer isso com uma colega de trabalho casada mas muito gostosa e elegante.
17/09/2004 21:46:52
p´advogado, é no mínimo analfabeto.
eu
17/09/2004 19:41:12
Se fudeu velho otário ela cai botar um DNA no programa do ratinho e tu tais fudido!
marcos
17/09/2004 15:54:03
vai mentir prá outro ...seu velho gagá !!!!!
17/09/2004 15:25:22
Só assim para um doente como vc comer uma mulher

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


mulher querendo fazer zoofilia no Rio de Janeirocache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 apaixonado pelo meu primo brutamontes 2temporadaMULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOloirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deumulher.cal.fiudentalmulher cor de jambo anal classicotirei a virgindade dela contos eroticos de lesbicasporno vai fechar a janela fica prezarnabuceta vcaguentar amorAbusada de calça legueensopando o cuzinho com gelcontos tirei as pregas da coroa milionariaconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariotransandp no presidio com a maiindo embora achei um viado e fui comer seu cuzinhoezibi vizinhas goistozahomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carroChico não posta foto dela desce em pornô com As Panteras filme pornô com As Panteras 10vi um negao tonhao rasgamdo a xota da minha esposaCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOmae vai massagea o filho fica de boca aberta con o cacete do filhomadrinha coloca bumda buceta na cara da subrinha que ta de castigocontos de sexo as novinhas e os padrinhos picudos com jumentosvideos de garotas vendo bucetas em telao bem grande se masturbavídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhoconto erotico gay vaquejada capconto gay minha tia me transformou em sua empregadinhamulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadorpornô doido corno Deixou o cara comer sua esposa e seu cuzinho na sequênciaContos eróticos de incesto mãe tarada descabacando filho dotada com fotosver vidio reau casada levou uma pica tao grande na buceta ela chorroumeninas novinhas de mini saia e fio dentallindasmulher gosando de mas qe xega espirra lange.comvidios travetis nao aguetaoconto gay pirocudo da academiaincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videosconto erótico menina bebê pai e filha puta ninfeta gosta de mamar peituda casete tbmsubrinha olhando seu tiu nuvideo pono colocono shotinho diladinhomulher amarrada e sendo torturada pica do dotadonegaoporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufida Bom dia viadinhpscontos minha mae gravida do pedreiroconto sou crente casada carente provocando os pedreiroXvidio mulher asusta o maridoxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitocoisinha do pornô bumbum na nucax vde porno rebolando de calca no pinto duro orovideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadajapones enchendo cu da japinha dr liquido xvideocontos erotico minha esposa rabuda e meu tio 8bobeou o comedor meteu na negrasogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexoContos eroticos negao fudendo gostoso com a viuvaxvidiovadia deu o cu dos paucontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridomulheres passa margarina uma na outra peladasvideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recistiConto sexo anal casada estrupadacontos eróticos comendobucetao de sotinho q capui de fucamaiza e carolzinha trepanoquando voltei entrei no quarto da minha irmazinha e vi ela se mastubando dei uma bronca nela contos de incestoanythingpegando cachorro na rua pra praticar zoofiliaesposa de mente fertil pornoconto namorada putadespedida de solteiras com/mulheres casadas q se entregarao a putariacomendo a mileninha gostosinhavideos de pornodoido levou anovinha pr fode demadrugadaver videos d incestos baianinha gozano dentro da buceta