Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Ruiva Submissa

Autor: maurorj
Categoria: Heterossexual
Data: 27/11/2004 12:41:40
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Sou do RJ tenho 25 anos, branco olhos e cabelo castanho 1,70m 70kg. Este é o relato de algo que realmente aconteceu comigo, e merece ser registrado e compartilhado. Possui alguns ingredientes sadomasoquistas bem leves. Também é um convite a quem quiser entrar em contato para comentar, ou compartilhar historias e fantasias pessoais. Mulheres, tanto faz se solteiras ou casadas, de qualquer idade, que queiram experimentar algo parecido ou muitas outras fantasia. Meu mail [email protected] ICQ:Meu fraco são as coroas! Graças a nossa querida internet, que a todos liga e aproxima, tive o prazer de provar a delicia que é uma mulher experiente e fogosa. Quando amadurecem bem, são um vulcão! Como as melhores coisas da vida acontecem quando menos se espera, não podia ser diferente, vamos chama-la de Claudia, topei pela primeira vez com Claudia em uma dessas paginas de anúncios pessoais, ela mais de 40 anos, eu na época com, havia uma foto sua de rosto, ruivinha, olhos verdes, boca bonita, bem branquinha, mas alem da diferença de idade queria homens da sua idade, e mora em SC, não resisti e arrisquei, mandei para ela uma mensagem, ela respondeu, começamos a conversar por icq, no inicio despretensioso, ate que comecei a perguntar o que ela achava de sair com alguém da minha idade, quais suas fantasias, para meu espanto ela já havia saído com alguém ate mais novo, disse que adorava, acabamos numa transa virtual muito quente, Claudia adora ser submissa, gosta de sentir seu rosto queimar com um tapa bem dado, e é louca para levar uma surra de cinto. Fiquei doido com essa mulher, mas estávamos muito longe um do outro, mesmo assim mantivemos um contato constate, transávamos por tel, adorava escutar ela me contar de suas aventuras, louco para possui-la,. A vida foi passando, dois anos passaram, cada um levando sua vida, mas sempre em contato, uma amizade bem interessante, trocando idéias, fantasias, um incentivando ao outro em coloca-las em pratica, Claudia é uma mulher do jeito que gosto, apreciadora do bom sexo, como poucas sabe separar amor de desejo, não deixando que um atrapalhe o outro, com certeza se morássemos na mesma cidade seriamos amantes ate hoje, sem cobrar nada do outro, apenas curtindo bons momentos. Finalmente surge a oportunidade de passar o carnaval em SC, eu e mais dois amigos combinamos de ficar numa das varias pensões de Garopaba, na praia da Ferrugem, que recomendo a todos principalmente quem não curte samba, mas quer agitar todas as noites, opção não falta. Passamos todos os dias na Ferrugem, muitas gatinhas lindas, mas eu não podia deixar passar a oportunidade de conhecer aquela mulher, agora que estamos a apenas uma hora de distancia. Convenci meus amigos a passar a ultima noite em Florianópolis, expliquei meu esquema, eles medeixam no lugar onde combinei de encontrar Claudia, no inicio da tarde e a noite nos encontrariamos numa boate. Combinei com Claudia em um shopping quando aquela mulher se aproxima de mim eu fico estático, já tinha visto algumas fotos suas, mas nunca mostravam muito de seu corpo, tinha certeza que era muito bonita de rosto, mas era um mulherão a minha frente, 1,70m, pele bem branca e com sardas, coisa que adoro, seios médios, que descobri depois serem ainda empinadinhos e durinhos, coxas grossas e bem delineadas, resultado de caminhadas constantes e muita bicicleta, sei que parece mentira mas é a pura verdade, algo que vai ficar para sempre nas minhas memórias. Conversamos rapidamente, não tínhamos muito tempo, olhando um nos olhos do outro tínhamos certeza que não podíamos mais esperar o que já vínhamos fantasiando a tanto tempo, fomos direto para um motel, no caminho eu mal podia me conter admirando aquela mulher, suas coxas, imaginado-a nua, precisava descobrir se ela era tudo que dizia ser na cama. Já no quarto fiz o que fantasiava a tempos, nada de beijo na boca, arranquei toda sua roupa em segundos, queria Claudia nua imediatamente, dei-lhe um tapa forte no rosto como sempre me pedia ao telefone, este primeiro tapa alem de deixar a marca de minha mão aberta em seu rosto alvo, também marcou a mudança, de um sorriso pálido, demonstrando timidez, para um sorriso sacana, que mexeu com minha adrenalina. Joguei Claudia no chão, abri minha calça e já fui enfiando meu pau em sua boca gulosa, seus olhos brilhavam, ela estava onde sempre quis estar, a mercê de um macho, servindo seu homem, sua boca chupava meu pau com estrema habilidade, poucas vezes fui tão bem chupado, ela recebia meu pau na boca com facilidade, mesmo quando eu socava ele fundo em sua garganta. Prestes a gozar puxo ela pelos cabelos, colocando Claudia de pé contra a parede, tudo bruscamente, com violência, tratava ela como uma boneca, passei minha mão entre suas coxas e podia ver como isso a deixava tesuda, com sua boceta molhada, molhando suas pernas. Rapidamente coloquei a camisinha, cuspi em sua bundinha e meti em seu cú sem piedade, adorei escutar seu grito de dor, nunca tinha feito nada disso com uma mulher, e saber que ela sentia prazer com isso me animava ainda mais, Claudia gritava, dizia que eu a estava partindo ao meio se debatia, desesperada tentava subir pela parede, mas seu desespero apenas fazia com que meu pau se enterrasse cada vez mais, arranquei sangue de seu cuzinho, o que mais tarde ela me disse ter sido maravilhoso. Depois de castigar muito seu rabo troquei a camisinha, coloquei Claudia deitada na cama e tive uma visão que mexe comigo ate hoje, sua bocetinha ruiva, que tesão comer uma ruivinha completa, uma ruivinha de verdade, nunca meti com tanta vontade numa boceta, ver aquela boceta engolir minha vara era ótimo, e ainda por cima deliciosamente apertadinha, Claudia gemia de tesão, me agarrou, arranhando minhas costas, me puxa para perto de seu roto e sussurra em meu ouvido - O que esta achando de comer uma boceta ruivinha de verdade? Claro que achava uma delicia, eu tinha que meter com toda minha força e Claudia pedia mais, queria meu pau fundo em sua boceta, pedia para bater nela, nada mais sacana, alternar ritmicamente estocadas naquela boceta e fortes tapas naquele rosto bonito, branquinho, ia ficando cada vez mais vermelho. Não importava quão forte era a bofetada, a estocada em sua boceta ou cuzinho, nada tirava um sorriso de indescritível felicidade do rosto de Claudia. Claro que não podia deixar de ter aquela deusa montada em meu pau, ficar chupando seu seios durinhos enquanto seguro sua bundinha, sentindo Claudia subir e descer com forcar e gozar contraindo a boceta em meu pau. Claudia gritava escandalosamente de olhos fechados, a impossibilidade de ver seus lindos olhos verdes queimando de prazer era compensada pela vibração de seu corpo cravado em meu pau, por suas unhas cravadas em meu peito. Seu berros eram entrecortados pelo estalar de minhas mãos em bunda carnuda. Penetrei Claudia de 4 com direito a deixar minha mão e todos os meu dedos perfeitamente delineados em sua bunda carnuda, ate sua bunda se tornar duas radiantes bolar vermelhas e quentes, e o cuzinho recém arrombado ainda bem dilatado Que corpo delicioso, uma mulher por volta dos seus 45 anos, bem cuidada, barriga retinha,a cintura ainda estreita, culminando em ancas largas, bumbum de pele lisa. clara, e firme, o cabelo channel deixando descoberta sua nuca. Os seios por serem de médios para pequenos conservando uma firmeza de ninfeta, mal balançavam a cada investida de meu pau que só era detido ao chocar-se com seu útero. Para mim uma foda bem dada não preciso gozar 4, 5 ou vezes, gosto de controlar meu gozo, ficar metendo sem pressa, meu tesão aumenta só de ver uma mulher gozar no meu pau, só depois que minha gata esta bem molinha de tanto gozar e que finalmente gozo, e dessa vez não foi diferente, depois de quase meter uma hora inteira mandei ela me chupar, mais uma vez fui brindado com uma chupada perfeita, joguei toda minha porra em seu rosto que pegava fogo. Melhor ainda foi depois de toda essa selvageria, Claudia se aninha em meu peito, beija minha boca com carinho, beija todo meu corpo lentamente, como uma gueixa agradando seu senhor, fez questão de secar todo o suor de meu corpo com sua língua, vamos tomar um banho juntos e lá ela se mostra meiga, não permite que eu faça nada, me da um banho completo, ensaboando lentamente meu corpo, seu rosto radiante. Nada como o sorriso de uma mulher bem comida. Pena ter sido essa nossa única noite, isso no carnaval de 2000, e ainda não voltei a ver Claudia, mas ainda nos falamos, esse conto é para você lindinha, espero que goste.

E-mail= [email protected]

Comentários

barrilete
28/11/2004 06:58:21
Gostei. Você é tonto mesmo. Deixar esse vulcão lá em Floripa e voltar com seus amigos? Tinha que aproveitar mais meu filho...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


video de incesto nisseipornô doido corno Deixou o cara comer sua esposa e seu cuzinho na sequênciacasadoscontos eroticos meu professor me comeu.a filha assiste porno no quarto e mae e comida por outro e mae escuta barulho estranho e vai ver o que e e ve a filha se masturbandovideo pornor espetacular com mulheres ki sao loucas por homem de pica giganteúltimos contos eróticos gaycontos eróticos de entregador de agua como dona de casavodioporno de meninas que nao guento pau no cu.e beroContos.Ingravidei.minha.irmanelacareca contos eroticos de mullheres carecasConto uma vida incestuosa PT2.2novinha aser estuprada com padrasto aser disvirginado encuanto dormelouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraoCasa dos contos eróticos perfil pluto69porno mae e filha transformadas em puta contovocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmoconto minha esposa no onibusvideo novinha diz tio deixa eu chupar teu pirulito cabeçudocontos chantagiei a enteada e tirei seu cabasosedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidorebola. simone. pra. mim. gosa. jatou. de. pau. duromulher de corno trepando com peaozada no alojamentopadrasto enteada falei de sexo brasileiroxxvideos parada gay 2017 sao paulosexo com mae vadia potuguesa fuder com filhoTeste de felisidade aparesendo opinto e a pererecachantageou a coroa para se dar bemasxxxxxcommulheres chorando muito pedindocpra parar de botar no cuConto/patroa e empregada na cama amandoxvidios outros purai favoritosMaceio alagoas meninos mostrando o pênis duronegao com pica enorme assusta em despedida de solteiroComendo a garotinha contos eriticoContos de insesto. Irma gostosa e sua melhor amiga dando a buceta pro seu irmao roludo do pau grande e grosso e cabeçudo comer com vontade.Contos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempodando com dorbuceta pro pai irmaoconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestijogando video game pelado conto eroticoconto de casada putalactofilia com leite materno feticheContos.shortinho.curto.enlouquece.filhoconto de comendo cumasturbados na camos viodeos de sexos os dotadoes das piconascaderante. rabudas de. porto alegredavs contos eróticosporno rabuda pulando naravideos de cornos que aguarda ansioso sua esposa voltar pra casa escorrendo porra de outro toda melada na bucetaabaixar pornô mãezinha e Fininhoxvídeos 10 mamae fas cudoce mae efilhonora flaga sogro espiando ela no banho batendo punhetaContos eroticos incestos bato todos dias punhetas para minha filha paulaminha concunha morena gostosa que arrobeicomendo sogra encuanto dorme porno loiravídeo pornô com homem enfiando o braço todo no ânus da mulher despejando muito líquidoconto gay adoro ser esculachado por um machoContos eroticos entre padre e noviçaquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticoContos eroticos gay funk traficanteComtoseroticos cegredogarota ciclista bermufa socada na xanabussetas cuspindo porraxvideo sexo na praia de nudismo abricoame abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandoporno doido botou amames pra chorarver instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homenscontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramse eu tava afim de cozinha da minha cunhada mais nova aos berros XVídeosa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novocontos de sexo depilando a sogracontos a.freira viu meu pau50 tons de gizcobtoseroticos uma pequena apostaprovequei o papai e ele fodeumeconto sou crente casada carente provocando os pedreiroCONTOS GAYS ACABEI DANDO O CU PRO MEU INIMIGOhttp://zdorovsreda.ru/texto/201109691contos eroticos de incesto no coloirmã linda gostosa dando sua bucetinha virgem para o sermão do atadocontos apalpando sogra perto do sogroContos eroticos me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinho finalapaxonado pelo primo brutamontes 3 contos gaycontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadoSuse rego tomando na bucettamulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhoporno do padre fudeno casada comfusaporno mimnha filha e tao novimnha que nem petelho naceu aimdapornodoido sogra da cugrade a genro e filha na salaconto erotico minha filha se acidendo eu tive da banha nelaVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na bucetapornodoido pesso para dormir por que tenho medo de trovõesmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesxvideos primo cheira po mas prima e nao resistifrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaecontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadoconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandeCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHASmae do meu amigo gostosavideque ver conto erotico imao es piano imao novinha pelada