Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

PUTA DEMAIS II

Autor: Marcelo
Categoria: Heterossexual
Data: 30/10/2005 19:20:32
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Lá chegando, o grande problema, foi conseguir tirar o Renato de dentro do carro. Com muito esforço conseguimos levá-lo para o primeiro quarto da casa que era o que eles chamavam de escritório. Só deu tempo de deitá-lo na pequena cama ali existente e o cara pareceu morrer, de tão apagado que estava.

Saí de lá e a Rita estava me esperando na sala. Sugeriu que eu dormisse ali, que tinha mais um quarto e que eu poderia usá-lo. Seria melhor voltar só amnhão para a cidade e que eu poderia proveitar e passar o domingo com eles. Perguntei se não iria incomodar e ela, radiante, disse que não. Perguntou se eu queria um café e disse para ir ajudá-la a fazer, lá na cozinha. Senti cheiro de fumaça no ar...

Na cozinha en quanto punha a água para ferver, disse :

Posso lhe fazer uma pergunta ?

Claro, disse eu.

O que a Carla quis dizer com aquele comentário de 8 centímetros lá na boite ?

(tendo confirmado o cheiro de fumaça) respondi cinicamente, olhandop nos olhos dela : É que meu problema é o oposto do problema do Renato...

Como assim ?

É que enquanto o Renato sofre porque o pinto dele é pequeno, eu sofro porque o meu é muito grande e grosso. Não é qualquer mulher que gosta de ficar comigo...

Como assim, grande e grosso ?

Rita, são 22 cm de comprimento e 8cm de diâmetyro. Não é um pintinho qualquer...

Posso vê-lo ? Sempre tive tara por pau grande e fui casar logo com im cara que tem um pintinho de criança... Decidi casar virgem e muito me arrependi por isso. Quando descobri, já era tarde. Sempre fantasiei com paus grandes mas só vi um, de um tio muito safado que tenho, quando ainda tinha 14 anos. Mas ele só deixava eu pegar e chupar. Nunca quis enfiar em mim com medo de me machucar e arrumar confusão com meu pai.

Mas Rita e se o Renato acorda ?

Não tem o menor perigo. Bêbado do jeito que está, só depois do meio dia é que vai dar sinal de vida....

Mas aqui na cozinha é muito perigoso, disse eu.

A putona, então, rindo, disse :

Vamos para o meu quarto. Se aquele babaca acordar, vc sai pela janela e boa. Vamos que quero ver esse pauzão logo

E lá fomos nós. Demos uma passadinha pelo escritório e Renato parecia estar em com de tão apagado, não reagindo às diversas sacudidas que lhe demos.

Rita ia na frente, me puxando pela mão. Ao entrarmos no quarto, a mulher desvairou. Trancou a porta e mandava eu abaixar logo minhas caçãs que ela queria ver meu pauzão, a essa hora completamente duro.

Vai logo Pedro, me mostra essa pauzão que eu estou que não aguento mais.

Fiz sua vontade. Abaixei as calças e a cueca de uma única vez, e o bichão pulou ereto, majestoso para a frente. Ela mais do que depressa pediu :

Posso pegar ?

Claro, minha vaquinha. Sirva-se.

Rita endoidou. Pegou no meu pau e começou a punhetá-lo, aproximando-o da boca enquanto dizia:

Ai tio Beto, que saudades. Há quanto tempo eu não pegava nesse picão.

E começou a chupá-lo e lambê-lo com uma ânsia ainda desconhecida para mim. Era expert no assunto. Sua chupeta era maravilhosa e consegui resistir uns 15 minutos (senão ela ia dizer que também eu tenho ejaculação precoce.. rs, rs )mas foi o que deu para aguentar. Segurei-a pela cabeça e comecei a foder sua boca dizendo-lhe :

Chupa o pauzão do titio, chupa minha cadelinha. Vai tomar leitinho, vai ? E comecei a esporrar como um touro naquela boca vagabunda. A putona começou a chorar e só dizia :

Ai titio, que saudades. Dá leitinho para sua cachorrinha, dá ? E mamava sem parar, esfregando minha porra por todo seu rostinho... Ao mesmo tempo, percebi, estava com sua mão atolada em sua buceta, enfiando-a quase toda para dentro... Gozamos juntos e caímos em cima da cama do casal, completamente ofegantes...

Ouvimos um gemido e um chamado :

Rita, onde vc está ?

A voz do cornão estava completamente pastosa, de bêbado mas deu para ouvir. Ela se levantou e falou :

Tô aqui meu amor, já estou indo.

Fui atrás dela, pé ante pé, e vi que ela chegou junto dele, deu-lhe aquele beijo na boca e disse :

Durma amorzão . Amanhã nós nos falamos melhor.

O novo corno sorriu, chupou-lhe a boca num beijo escandaloso virou pro lado, dizendo :

Tchau amor. Vc beija como ninguém...

Voltamos para o quarto deles e ela disse :

Quero foder com vc...Mas amanhã o Renato vai querer transar. Se vc enfiar essa picona em mim, ele vai perceber a diferença...

Ao que eu disse :

Não seja por isso. Vou comer esse seu cuzinho lindo, pois ele disse-me que vcs não fazem sexo anal.

Vc é louco. Eu não vou aguentar isso no meu cu..

Aguenta sim. Pega um óleo qualquer aí e vamos tentar se vc não aguentar a gente para...

A putona saiu correndo para o banheiro e voltou com um tubo de óleo de amêndoa.

Se doer vc para ok ?

Ok. Vira de costas para mim.

Comecei a passar muito óleo naquele cuzinho apertadinho e introduzi, aos poucos, o meu dedo médio nela. Ela de costas para mim, inclinada para a frente, se apoiava nos joelhos e gemia sem parar...

Tá doendo... mas não para seu puto

Com muito cuidado introduzi o segundo dedo. Ela começou a arfar e a suar mas não saia daquela posição. Achei, após unas 10 minutos de massagem, que ela estava pronta.

Mandei, então :

Agora minha puta, vem sentando devagarzinho na pica do seu macho. Vc vai sentando conforme der, bem devagar, não temos prees. Vem minha putinha, vacona...

Ela veio de costas, encostou a cabeça da pica no cuzinho, suspirou e começou a se abaixar. Sentava um pouco, gemia, levantava. Vinha de novo, sentava, dava uma reboladinha, baixava mais um pouco, até que a cabeça entrou. Ela tentou se levantar mais eu não deixei, segurando-a pela cintura :

Calma putinha, o pior já foi. Agora vai rebolando a abaixando. Vai, vou arrebentar essas preguinhas que o cornão não estourou. Vai senta na picona do teu dono, sua puta, safada.

Asafada, chorava sem parar mais ia sentando cada vez mais, cetímetro a centímetro aquele cuzinho ia engolinda a minha geba..

Isso minha putinha, senta na pica do tio Beto senta. Vou fazer vc gozar pelo cu minha cadelona. O maridinho aí no quarto ao lado, e vc aqui dando abunda, sua safada...

Amulher enlouqueceu... Gemia sem parar, chorava e não parava de tocar uma bela siririca em si mesma.

Ai meu macho. Vc tá estourando o meu cu... Amanhã vou mandar o cornão chupar meu cu só para ele tomar sua porra grossa...

Enfim, ela sentou no meu colo. Mexia como se estivesse num rodeio e eu fosse um touro.

Dói muito, meu macho. Mas é bom ter uma pica de verdade dentro de meu cuzinho. Faz tua cadelinha gozar, faz tio Beto...

Segurei-a e levei-a para cama. Pus dois travesseiros embaixo dela na altura da cintura, pus sua mão direita em sua buceta e comecei a socar meu pauzão no fundo daquele cu gostoso, enquanto lhe dava vigorosas palmadas na bunda, dizendo :

Tá gostando de dar a bunda sua putinha ? Não tem pena do cornão deitado aí do lado não ? Vc é uma puta mesmo, uma bundeira safada... Goza minha putona, goza com minha pica nesse cuzão, sua vagabunda.

E tome palmada naquela bunda morena.

A vacona começou a gritar que era bom demais dar abunda, mas só para pauzão, que eu era o seu tio Beto,que ela sempre ia me dar a bunda...que estava adorando dar o cu juntinho do marido cornão...

Gozamos. Muito ! Eu esporrava sem parar naquele cu apertado. Ela, por sua vez, em transe só dizia para eu não parar de bater na bundinha dela, que ela merecia por ter sido má menina, que ela adorava gozar pelo cu, que eu era o macho da vida dela...

Quando consegui, afinal. tirar meu pau daquela bunda, ela recomeçou a chorar dizendo que estava doendo mas que era uma mulher feliz....

Fomos dormir, em quartos separados...

Pela manhã,preferi sair antes do corno acordar, para evitar ter que dar explicações...

mas foi apenas o início de uma relação que perdura até hoje, em que Rita faz tudo que mando, como boa cadela que é...

Essa estória continua....

Comentários

11/06/2011 12:54:07
8 cm de diametro,reflitam sobre isso,ele nao tem noçao nenhuma de tamanho
01/11/2009 18:39:34
sexsacionmal
Maduro
14/07/2006 09:37:28
Muito bom!Gostei do conto,bem escrito,excitante mesmo..pena que como todos os outros, vc tenha dito que tem um pinto enorme...ninguém mais tem pinto "normal"? País de jegues? nota 7
13/12/2005 04:36:48
nojentos......o inferno vai ser pouco para vcs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos dei o cu pro aluno cadeirantpriminhos na ferias do colejo fazem muita putariacontos eroticos meu padrasto cavaloconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariocontos de incestos e surubas esposa com minha cunhada e minha irma nudistashistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherporno safada batendo punheta pro ricardão na cama com o corno dormindo pornoContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picacontos eróticos fui da o cu e cagueistrapon sangue e bostafui enrabada/contosmulhe pelada putona do cuzao e budona so de vistido ruivapornô comendo a cunhada crioula do lado da esposa dormindocabeção cantando xeretandoquero ver um filme pornô porreta Mel com muita mulher gostosa tomando no c* de calcinha de ladinhocontos eróticos mulher endividadadando na borracharia de beira de estrada contos eróticos gayscontoseróticos invasão anal 3o playboy e o menino da favela casa dos contosvideos novinhas fazendo sequioso e gozandomeu padrasto me vigiava tomar banho um dia ele comeu meu cucoroas homens defloração vaginal relatoscdzinhas contos reaisconto erotico dei para um estranho na casa de swingbelo sexo dormindo de conchinha com a titiavideo de sexo ardente enxamas boa fodavideos de cornos que aguarda ansioso sua esposa voltar pra casa escorrendo porra de outro toda melada na bucetacontos de sexo raspei minha bucetasanporno irma louca pra da o cu pro irmao provoca ele ate ele come cu delasupersexomamãeconto tudo começou quando minha sobrinha de dez anos sentou no meu colocontos eu e meu irmao fudemos a mamãeirma no cio chupa tudo sem frescuraporno minha esposa chupou o pinto do agiota pra pagar minha dividacontos lukinhas22cmgozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarcoroa chora pos uma foda cm garotao xxvideos menorhistorias eroticas enteado bem dotado fudendo o cu vugem da madraatafudendo a auiliar da dentista no banheiro pornodoidoo caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cucomo fazer um sexo anal sem dor e sem sujar e a posição idealfiz minha esposa chupar seu pai enquanto fodiamosfilmes online porno com padrasto viu entiada virgens dormindo pelada e deixou a buseta dela rrasgadavidios oque casadas safadas fasem de gostoso de supresa pro maridoqueria ver vídeo de sexo com lindas coroas chorando e gritando no pau do negão dos peitão e bundão ela g****** junto com negão e o negão g****** junto com ela no pau ela g****** nos corre na gala chorando e gritando de dormamada babentanovınha transando com ırmaoprimo entra no quarto da prima incente nova e tira ha calcinha dela dormindo pornofoto de cafuçu com pau enorme de grosso e cabeçudotadinha chorou pra na da o cu xvidiox cabacolargandoo cu com um pepino grosso pornodoidocliente dando a buceta para os manobristasvideos de cunhada se esfregando no marido da irmacontos reais de sexo de ninfetosmulher estava fazendo hidrataçao de pele na cara nao percebeu o homem sexo pornocomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1° contosloira com a b***** desenhada na calça jeans e o negão ponhando pau no meioporno brasileira envolvendo ninfeta no celeiro da fazendabranqinha se esbarra na pica xvconto gay tiozao deu cucunhada e cunhado beberan e acabaran fasexo sexogostosa gordinhas tirando cabeçahistorias eroticas enteado bem dotado fudendo o cu vugem da madraataninfomaníaca viciada em zoofiliacontos eroticos os gang bang entre irmasadoro andar na rua c a cicinha enfiada rebolando contoabrir vídeo de pornô de negão mongolóide metendocontos eroticos safados de professoras madurasjantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornohistorias eroticas perdi minha virgindade anal e vaginalxsvideo de porno itiada fudeno com padrastoFutebol dos Heteros ? OU Nao ? cap 28porno conhada nao aquenta atentacao e trai o marido gosto de tomar leite de homemconto erotico gay negao pirocudo maltrata viado brancosexo oline depiladora não aguentaou ver o cliente de pau duro e caiu de bocafazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elefilme porno home reproduto