Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Na quadra de vôlei

Categoria: Heterossexual
Data: 16/07/2006 05:02:44
Nota -
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Na primeira vez em que o vi, através de uma foto, ele estava exatamente como agora: um uniforme azul escuro, modelando seu corpo moreno, perfeito, uma faixa na testa para proteger os olhos do suor, as mãos apoiadas na cintura, aguardando a continuação da partida, a rede de vôlei encobrindo parcialmente seu belo rosto. E como nessa primeira vez, tive os mesmos pensamentos: agarrar seus cabelos, beijar com paixão sua boca entreaberta, me esfregar em sua camisa molhada de suor, sentindo seu cheiro, seu gosto, seu calor, suas mãos me segurando firme, percorrendo todo meu corpo, me fazendo gemer, tremer e implorar... eu o deitava ali mesmo, na quadra, sentando-me em seu quadril, com as pernas em volta dele, levantando sua camisa, beijando sua barriga, seu peito, seu pescoço, apaixonadamente, com carinho, com volúpia, sentindo seu membro enrijecer embaixo de mim...

Ele me olhou, e reconheceu em meu olhar a fome, o desejo, aquela vontade louca que só ele sabe despertar... No início ficou surpreso, entre divertido e confuso, mas logo nossa sintonia se fez novamente, e eu reconheci no olhar dele os mesmos apelos que devia ter nos meus.

Ele fala baixo com um companheiro, e vai saindo da quadra, chamando-me apenas com seus olhos, e eu, como uma sonâmbula, me levanto e vou ao seu encontro, a respiração acelerada, o corpo todo pulsando, e uma languidez de desejo já realizado...

Nos reunimos fora do centro das atenções, e ele me pega pela mão, sem dizer nada, levando-me para os corredores do ginásio de esportes, e eu o sigo submissa, docilmente, pois há muito minha alma, meu corpo, meus sentimentos, tudo lhe pertence, e eu tenho a certeza que ao seu lado é onde sempre ansiei por ficar.

Entramos no vestiário, agora totalmente vazio, e ele me conduz ao último box... e apesar de ambos amarmos um banho, não temos tempo para isso agora, nossa urgência é grande demais...

Ele me abraça daquele jeito especial, que é exatamente como me faz sentir amada, segura, completa, como se fôssemos um só: com firmeza e carinho, doçura e masculinidade... ai! me derreto ao seu toque, estou ardendo, gemendo, tremendo de desejo... seu rosto expressa sua tara, sua respiração cada vez mais acelerada, sua voz me dizendo as palavras certas para abrirem todas as minhas comportas, suas mãos apressadas me despindo, sua boca me procurando, as minhas mãos arrancando suas roupas, numa dança sincronizada e louca de tesão...

Ele me vira de costas, apóio as mãos na parede de azulejos fria que esquentam imediatamente - sou fogo, loucura e desejo, nem sei mais se estou na terra ou no espaço, sinto apenas seu calor, seu corpo quente, ardendo tanto quanto o meu...

Inclino-me, cedendo aos nossos apelos, separando as pernas, uma boneca viva em suas mãos, que me direcionam, me guiam...

Seu membro duro, guiado por sua mão, fica tateando o caminho, brinca entre meus orifícios sedentos, pulsantes, se esfregando, me fazendo umedecer ainda mais, me deixando alucinada, quase explodindo num orgasmo apressado, e então, daquele seu jeito especial, começa a me penetrar com calma, aos poucos, cada centímetro deslizando com prazer, num vai-e-vem constante, enquanto sua mão segura meu sexo, seus dedos buscando os pontos certos, e então, em uma estocada firme, me preenche por inteiro, com seu membro teso e seus dedos experientes, no mesmo ritmo, na mesma batida ... aaaahhh! Eu gozo com um gemido profundo, me sinto flutuando num espaço sem fronteiras a não ser a do seu corpo, suas palavras ardentes no meu ouvido, me apoiando, me conduzindo, chamando para muito mais, a delícia de sua masculinidade que está nele todo, pele, corpo, membro, mãos...

Perco totalmente a noção de mundo, de espaço, de tudo, sou uma fêmea no cio, irracional, me viro, minha boca seca, sedenta, meus olhos luzindo em uma loucura animal, e ele então se faz dócil, submisso à fome que provoca, deita-se no chão frio unido a mim, se entregando e me puxando, e eu com minha mão o guio para meu sexo ardente, molhado, pulsante, e o sinto deslizando com firmeza, me penetrando, preenchendo, enquanto o aperto com minha maciez, até senti-lo totalmente parte de mim, e o gozo novamente vem... já não ouço mais nada, meu corpo é só prazer, deliro de desejos que imperam acima de tudo...

Ele me espera, assistindo as reações que causa em mim e que o excitam ainda mais, mas sabe que não precisa esperar muito.

Inicio então uma cavalgada louca, me esfregando, rebolando, gemendo, querendo cada vez mais, sentindo seu membro cada vez mais duro, maior, nossas vozes fazendo um coro de volúpia, eu o chamo e ele me chamas, nossos cheiros formando um só, nosso suor misturado, suas mãos passeando por meus seios, meus mamilos doendo de tão tesos, sinto ondas de prazer aumentando, crescendo, então o quero comigo, agora, nesse minuto, ele me segura pela cintura, nossos gemidos tornam-se gritos, e ambos então explodimos de prazer!

Sinto o seu gozo esguichando, me inundando, ambos pulsando ainda como um só...

Vou retornando à realidade... beijo sua boca deliciosa com todo meu amor, deito-me então em seu peito, plena, completa, saciada... fecho meus olhos, queria assim eternamente ficar... mas rindo de nossa loucura, começo a beijar novamente seu peito, pescoço, mordiscando de leve, enquanto vou me desprendendo, e sento-me ao seu lado, sorrindo, corada, feliz!

Ele então também se senta, com aquele olhar profundo, e me diz coisas que me inundam os olhos e o coração de felicidade, enquanto me abraça com carinho e amor...

Comentários

fernando
16/07/2006 22:35:16
leve, solto, romântico, quase real
léla
16/07/2006 15:05:41
muito gostoso de ler!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos amiga apostando o cucontos gay limpar a casabuceta d penuaraquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosas novas novia cenus estrupada pediu virgindadeContos Eróticos. Dona Veraporno gay com agente peniteciario sarados e gostosoxvidio empesaProdroto meti pau dura na buceta da entiada dorminosogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhaConto erotico- mete seu pauzudo, come a sua mae putaPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaiscoxando disfarsadamente e rabuda deixandocomendo sogra encuanto dorme porno loirasenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexocontos erotico gay brincando de verdade ou desafioContas de incesto mãe tarada descabacando filho a força com fotoxvidiovadia deu o cu dos paucinquentona brincando com pauzudo dentro do carrosou puta do meu tioXvideos barulhos q a chochota fas na hora do sexocontos a.freira viu meu paucomendo o primo a foçaxvideoshistoria porno gay paguei um boquete pro anivesarianteamoxoxota gtapunheta na infancia com amigoconto erótico de novinha q transou em acampamento evangéliconovilhas rebelados no paumenina novinha nao aqenta a pica e sangra a bucetinhaxxvido apontei sevageme comeram com meu irmao pauzudokero.buctavideo de sexo tia batendo uma descabacando sobrinhoarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudobocete nu travetiaporno loira olhos azuis coxa grossa rabo grande peituda cabelos longos metendo como uma cadela no cioGostosas de. Shortinho super detalhando a s partes intimas fotosXVídeos mulher chupa na chapoleta de idosonovinha tentando da o cuzinho virgem pro amigo tadinha da novinhaporno meti na minha irma com forca e fiz ela pular e gemermulher amarrada e sendo torturada pica do dotadonegaoZoofilia caes encangados em mulheresCONtos minha mae de calça legue com a buceta repartida ao meiocontos eroticos de 2017 dia 20 de abrilContos eróticos d homem com éguadesde novinha ja fudiaContos gangbang com tios e primosContos eróticos de incesto soníferoamigos do meu noivo me arombaram na sua despedida de solteiro contos eroticosconto gay tiozao deu cuvelho pauzudo machuca a casada a forcahttp//mulheres de camisola sem calcinha da.bucetinha peludinhasó os conjuntos regassado metendo gozando na bunda mais bonitagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetabiba boqueteras pornonorinha ve o pau do sogro duro e faz sexo com eleestourando com o cu da amadora e ela cagando no pauhttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701jantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornoContofeminino de dara xana pra caesnovińhas xvideo gozando sem fazer parulhoporno inventei um assalto para o comer minha mulherquero dois paus me fodendo corninhocomendo a sogra tatiane bem gostosopiranhona de espartilho e cintaconto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornoacordei galada de tanto gemer sonhei com uma ponba que me fez gemer video porno baixarpeguei a novinha magrinha porquê ela insistiucontos sobre chantagiei minha tia e q comicontos eróticos mulher dividindo o marido com gayquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulher