Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Colegial safadinha

Autor: Drio
Categoria: Heterossexual
Data: 25/07/2006 22:01:52
Nota 7.67
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Estava tomando um chopinho,meio puto da vida, quando de repente entra na lanchonete uma adolescente maravilhosa,acompanhada de outras duas amigas que regulavam a mesma idade, por volta dos dezessete ou dezoito anos, porem quem chamou a minha atenção foi aquela menina de olhos verdes, pele morena,cabelos negros. Era alta... Esguia, de pernas grossas e dava para perceber vendo-a de saia curta de colégio, as coxas maravilhosas que a peça do vestuário não conseguia esconder.Por sob a blusa muito branca com o emblema do colégio sobre o peito esquerdo,imaginei os lindos peitinhos de menina virgem que guardava. Um cara como eu, que freqüentando um circulo de amizades onde o que não falta é mulher gostosa pra eu azarar,senti um certo constrangimento por estar...Talvez influenciado pela bebida, comendo com os olhos aquela garota. Procurei disfarçar, pedi outra dose e quando o rapaz do balcão se afastava para atendê-las pude notar o cochicho das três e o sorriso da morena em minha direção, olhei por sobre os ombros como se alguém estivesse atrás de mim... Coisa que eu sabia que não existir por eu estar ocupando o ultimo banco, retribui o sorriso com um movimento de cabeça, ai vi que a da esquerda dava uma leve cotovelada na "minha morena" enquanto lanchavam percebi o jogo de sedução que ela estava fazendo e resolvi dar corda para ver até onde ia a brincadeira, terminado o lanche ela caminhou até o lavatório existente na lanchonete que ficava justamente atrás das minhas costas...Lavou as mãos, deu uma olhadinha no espelho da parede...Arrisquei uma olhada e vi que estava olhando para mim através do espelho, na mesma hora senti um tesão danado na ninfeta. Ao voltar para onde estavam as colegas, passou por trás de mim roçando o peitinho no meu braço que estava entre ela e o corredor, neste momento o meu pau deu um pulo dentro das calças e instintivamente levei a mão ao local coisa que não passou despercebido pelas amigas que riram com a minha reação. Terminado o lanche, pagaram e se despediram do balconista, ela deu uma breve olhada para mim e deu uma piscadela de olho, quase cai do banco em que estava sentado, elas saíram e eu peguei o copo em que estava bebendo e fui até a porta ver para onde estavam indo...Não fiquei surpreso quando a vi me acenar...Retribui ao cumprimento e as vi sumirem pela rua.Quando voltei ao meu lugar o rapaz da lanchonete me passou um papel onde tinha escrito um numero de celular e a marca de um beijo, paguei a conta deixando um real de caixinha para o rapaz que me agradeceu solicito dizendo-vai que é tua doutor.Sai dali com o pensamento voltado para a gata, ao chegar na rua pegue o meu celular e fiz a ligação, ouvi o toque do aparelho do outro lado, e ansioso esperei que ela atendesse...Quando ouvi a sua voz fiquei sem saber o que dizer, ela quebrou o silencio dizendo - Será que é quem eu estou pensando? Ao que respondi com outra pergunta - E quem você esta pensando que é? - Ocara gostosão da lanchonete. Mesmo pelo telefone eu me senti encabulado. Mas isso não vem ao caso, o fato é que ela prontamente pediu para eu esperá-la no dia seguinte na mesma hora no mesmo lugar que ai nós teríamos então muita coisa para conversar.Naquela noite eu não conseguia dormir e sai, encontrei alguns amigos e amigas que me chamaram para uma noitada de sacanagem, porem o meu pensamento estava na colegial e o que poderia acontecer entre nós dois. No dia seguinte, uma sexta feira, na hora certinha lá estava eu no mesmo lugar do dia anterior...Já tomava o terceiro chopinho quando ela surgiu mais linda ainda, a saia parecia mais curta e os pelinhos dourados nas coxas grossas e bem torneadas me deixaram louco de tesão...Com um sorriso cheio de malicia, aproximou-se disse um oi cheio de promessas e depositou um beijinho pra lá de carinhoso no meu rosto bem barbeado para a ocasião...Sentou-se e ao cruzar as maravilhosas pernas o fez de tal forma que não pude deixar de ver a calcinha branca que estava usando, na mesma hora o meu pau respondeu a visível provocação e se fez anunciar projetando um volume que ela não pode deixar de notar, e pela maneira que olhava percebi que gostou do que estava vendo. Perguntei o seu nome ao que respondeu dizendo chamar-se Helena, me apresentei falando o meu nome e minha profissão. Convidei-a sairmos dali, perguntei onde ela gostaria de ir, e ela disse que qualquer lugar seria ótimo e não tinha pressa de voltar pois seu pais tinham viajado para resolver um problema de um imóvel que haviam comprado e precisava de reformas, então eu a convidei a ir a minha casa, que era bem pretinho dali. Quando chegamos ela examinou com curiosidade minha residência, deixou aos livros que trazia nas mãos sobre o sofá amplo que tenho em minha sala e atiro-se sobre ele de costas sentindo a maciez e foi falando- Você deve pegar muitas mulheres aqui...sorri e disse - devez enquanto, sentei-me na beira deixando-a no canto, debrucei sobre aquela corpo divino e a beijei de leve nos lábios macios e com gosto de hortelã...Correndo as mãos pelo seu rosto fui descendo até ao seu pescoço e em seguida para os peitinhos durinhos já que não usava nada por baixo da blusa do colégio, a essa altura percebi que se arrepiara e os mamilos se eriçaram loucamente,dentro de minha calça a minha pica latejava de tanto tesão.Comecei a despi-la tirando a blusa e sem pressa beijei o seu peitinho...primeiro um enquanto bolinava o outro leves lambidas a levou soltar um suspiro de prazer, tirei a saia e quase não agüentei esperar para começar a beijar a sua bucetinha por cima da calcinha de renda branca que a essa altura já estava encharcada pelo melado que saia da sua racha o cheiro de sexo impregnou as minhas narinas que se delatavam ao sentir o cheiro da fêmea jovem e tesuda, me despi as pressas e desajeitada mente atirando as peças de roupa para todo lado...foi um alivio quando liberei a minha pica que de tão duro chegava a doer os olhos dela se arregalaram com a visão da ferramenta em riste que apontava para a sua direção, depois de deitá-la de forma conveniente ajoelhei entre aquelas coxas que eram ainda mais tentadoras que eu imaginara, iniciei uma mamada de buceta que a fez soluçar de prazer e ela logo começou a gozar na minha boca eu bebia o néctar do prazer como um bezerro faminto ela gozava sem parar, eu fui passando a língua no cuzinho dela enquanto ouvia ela dizer palavras de luxuria, coloquei-a de quatro no sofá e introduzi a minha língua primeiro em sua grutinha apertadinha e depois naquela bunda que parecia obra de um escultor talentoso, ela se virou para o meu lado de frente pegou o meu pau e começou a lamber o liquido que saia da cabeça e em seguida enfiou-a na boca e mamou no inicio sem muito jeito pois era grande demais porem em pouco tempo já estava tudo dentro indo até a garganta, eu sentido que ia gozar retirei e voltando a posição anterior de quatro no sofá pincelei a xaninha com a cabeça do pau e devagar fui forçando a entrada da sua bucetinha apertadinha ela virou a cabeça para trás e falou para eu ir divagar, aquelas palavras me deixou completamente louco e com uma estocada mais forte consegui penetrar com a minha vara a buceta de Helena... que a essa altura com lagrimas nos olhos e ardendo de tesão começou a rebolar a bunda dizendo... mete me arromba, me rasga, me fode macho gostoso, aumentando o movimento de vai e vem fui metendo toda a rola na buceta. Esta foi à primeira de muitas sacanagens que fiz com esta colegial safadinha.

Comentários

07/01/2010 18:48:28
incrivel
Flavio
02/08/2006 09:44:14
Essa é a fantasia de onze em cada dez homens. E você não é diferente. Valeu pelo conto, mesmo sem conseguir convencer da veracidade.
Fubas
27/07/2006 18:46:13
Que homem que não sonha com uma linda colegial? Valeu o conto, pois na verdade, não precisa ser verídico! Gostei.
matuto
26/07/2006 11:39:17
to querendo lê algo, que mim faça viajar na imaginação, mas ultimamente tem baixado é meu tesão.
valk
26/07/2006 09:08:24
Gente, por favor alguém me fale o que vamos fazer por que,de acordo com os comentários acima,eu sempre acho os contos que são escritos todos iguais, a história é sempre a mesma, nem tem como dizer que é um conto repetitivo, pois todos são iguais, não tem como dar nota 10 ou 0 por que o conteúdo da história é sempre a mesma, tem alguns que colocam mais ênfase ao relatar, mas é sempre tudo a mesma coisa.
PROFESSOR UNIVERSITÁRIO
26/07/2006 00:47:11
A FANTASIA É A SAÍDA PARA UMA PERSONALIDADE INSEGURA E PARA UMA MENTE CARENTE DE ESTÍMULO.EU,FUMANDO MEU GRANDE CACHIMBO,MEDITO NAS NECESSIDADES DO AUTOR DESTE POBRE TEXTO.NÃO CONSIGO CHEGARRR A UMA CONCLUSÃO SOBRE QUE NOTA ATRIBUIR.TALVEZ,NOTA 2 SEJA A MAIS JUSTA.
marta
26/07/2006 00:44:56
nossa ..conto repitido...
Jaunzim
26/07/2006 00:42:41
Absolutamente clichê. E tosco. E mal escrito também :/
O BRAÇO
26/07/2006 00:40:08
AÍ,AÍ VC ACORDOU COM O CACHORRO LAMBENDO SUA BOCA KKKKKKK
Patty-SP
25/07/2006 23:32:52
Mais um daqueles contos em que a mulher é linda e maravilhosa... Lamentável a falta de imaginação

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos erotico dei o meu cu a forca pro pedreiro caralhudocontos de surubas inesperadas com esposaporno doido faxineira obedientefilho da pica informo fudendo a buceta da mãe gostosaxvidio empesaporno doido so chupança de buceta. com muita fomeencoxada no metro xvdmulher gostosa dando para novinho cheia de tesao em sua casonacontos meu primo safado me vizitouvideo porno mae ve filho pelado e toma susto com tamanho do pauincesto lendo no colo do papaivídeo da Sarinha do homem lambendo pequena mulher a mulher lambendo o pau do homemna cama o lençol manchado revela o fato consumado fizemos um amor gostoso transando sexo faladoxsvideo Historias e relatos reais esposa pega marido dando o cu pro negraomeu corninho, fotosComi a garota tolinhaminha mãe irmã vovó conto eróticocontos de sexo depilada na praiapai pausudo fudeno o cusinho da filhatefone fixo de coroa rica tarada pra transa 40aninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contosspassou guspe e comeu meu cucontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maismulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliacoloquei um fil dental e dei meu filho video pornofui so dar uma alisadinha nao deu mandei pra dentro video casero pornoXvidiocomendo a novinha sem.ao menos tirar o chorte dela arrmbei o cuda mamãe/videos pornojudea. abuceta em estrupoContos erotic eunovinha escondida vendo irmao menor se mastubandovir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sogramulher se decepciona por pegar o marido d********* pro negãoporno de ananotamenininhao na siririca no banho escondidacontos eroticos entre irmas e irmaos de montes claros mgmulher beijando a mulher na boca pelada no titubearContos eroticos de mae da banho filho com braço e perna quebradacontos de sexo depilando a sograasmeniasnovinhas.nuavideos porno de casadas que escreve na bunda corno felis e fodi muntovídeo pornô novinha chupando p***** grande peituda gostosa patriciane nome delaconto erótico isentoTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticoeu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmesposa bunda ggg conto com negaoWww.mulheresemaridoscornos/porno video de incesto nisseichegou em casa filha foi pro pagode e genro ve mae coroa dormindo e vai elamesmo mete a peca filme pornomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoso primeiro amasso a gente nunca esquecemulher transando com convidado do marido por baixo da mesacontos de afilhada cavalona com padrinho coroa de pauzaowww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brcontos eróticos sobre cunhadabucetudaxvideo novinha gostosa tesão daquela P9frecando a paciencia do brutocadelas graudas no cio em zoo.casadoscontosconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorvideo porno padrasto enfiando a mão na buceta da sua enteada com sua mãe do lado sem ela percebercontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredepesquisar, na ora do sexo porque tem qui assobra dentro ds bucetaporno de joelvemmeu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosocontos eróticos mulher transando com negãorelatos de chuva douradacalçinha ate amarotada na bucetamulher buceta apertada chora fudendo ç negro dotadocontos eroticos mulher dopada e fudidacontos eroticos vania minha meia irma 2munhe engulido a gala sem tira u pau da pocamoreno sarado de sunga de bombeirogang gang varios machos da familia italiana fodendo minha filha putacontos incesto mae gtsgozei na bucetinha da minha cunhadinha que ficou muito brabavideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroagaroto sapeca .pornotira ochorte pica nela pornoXapeleta grosa nucu da loira xvideoxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elecontos eroticos de incesto seduzir meu pai sentando so de calcinha no coloirmalouca pra perdero cabaco pro irmarxv novinha brinca com cachorro e fica agarrda na picabaixar xvideo de aluna ta secando minha bucetagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscontos eróticos com marido bêbado e desconcentração bem dotadocontoserotecos minha mulher com bunda cheia de porratrai o meu maridomeu amigo me punehtoucontos bunduda do corno no pagode no sitiocomi a pmvidros prno insetos fodendo mae emprensada coroas do sapsapcontos porno clareira da cadela