Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Aventuras com um garanhão

Autor: Solange
Categoria: Heterossexual
Data: 26/11/2006 15:30:37
Última revisão: 20/08/2010 21:11:10
Nota 6.14
Assuntos: Oral, Anal, Infidelidade
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou casada, loira, tenho 23 anos, 1,56m de altura, seios durinhos e médios, coxas grossas, bundinha arrebitada e muito tesão nesse corpinho sedutor. Casei-me com um ótimo rapaz, trabalhador, honesto, mas pouco romântico. Dedica-se extremamente ao trabalho, deixando-me sozinha com meus sonhos e fantasias sexuais.

Há cerca de três anos, mudou-se para perto de nossa casa um senhor de 40 e poucos anos. Alto, moreno, corpo atlético, másculo e charmoso, logo fez amizade com todas as mulheres da rua. Todas acham. “seu” Raul (nome fictício) o “pão” do pedaço. Sandra, uma vizinha, confidenciou-me que estava doida para dar o “seu” Raul. Achei isso uma loucura e tentei demovê-la dessa idéia maluca. Mas certa tarde vi Sandra entrando na casa de Raul.

Demorou umas duas horas lá dentro. Ao sair, vi algo diferente em seu rosto. Não perdi tempo e corri para a casa dela para saber o que tinha se passado. Sandra estava sentada na sala, com um ar de cansaço, mas feliz. Quando me avistou, foi logo dizendo que tinha realizado seu sonho: acabara de dar para o Raul. Contou com detalhes a maravilha que foi ter trepado com um homem que todas as mulheres da vizinhança desejavam. Ao ouvir o relato de Sandra, surpreendi-me esfregando minhas pernas e senti minha bocetinha toda molhada.

No dia seguinte, no mesmo horário, vi Sandra ir de novo à casa de Raul. Demorou-se, novamente, cerca de duas horas. Quando saiu de lá, veio direto ao meu encontro. Mostrou sua boceta toda arrombada e expelindo filetes de porra. Desta vez, porém, Sandra tinha um recado para mim. Raul queria ver-me no outro dia, no lugar dela. Ponderei, dissimulei, discuti até concordar com minha amiga. Confirmei que iria.

Naquela noite, quase não dormi, por causa da ansiedade de entregar-me a um macho tão desejado. À tarde, coloquei um shortinho branco e cavado, uma blusinha solta, sem o sutiã, e fui ao encontro de Raul. Ao chegar à porta de sua casa, nem precisei bater. Ela abriu-se e Raul fez sinal para que entrasse. Ele percebeu que eu estava nervosa e procurou acalmar-me dando um beijo na boca e acariciando minha bunda. Sem pronunciar uma palavra, levou-me para seu quarto, fazendo deitar-me na cama e acariciava suavemente o meu corpo.

Em seguida, tirou o shortinho, a blusinha e começou a beijar a bocetinha, que a essa altura já estava totalmente encharcada com os líquidos vaginais. Enquanto me chupava, apalpava meus seios, com as mãos firmes e fortes. Toda inerte, dominada pelo macho, eu delirava de tesão. Não foi preciso muito para eu atingir vários orgasmos seguidos.

Quando Raul achou que eu estava no ponto, livrou-se de suas roupas, mostrando-me um corpo lindo e o que havia de mais bonito nele: um caralho quase negro, longo, grosso, uma cabeça reluzente e enorme. Tremi de tesão. Peguei o cacetão com as duas mãos e levei-o à boca, o que nunca havia feito com o meu próprio marido. Mamei gostoso naquela ferramenta de prazer. No quarto, havia um espelho grande, em que eu podia ver-me inteira, subjugada por aquele macho atraente.

Raul puxou o cacete de meus lábios e eu, morrendo de desejo, abri-me toda para receber o que mais queria dentro de mim. Arreganhei bem as pernas e Raul pincelou entre elas o seu caralho. Foi introduzindo aos poucos a tora em minha bocetinha. Pensei que não iria suportar, mas pelo espelho vi que já tinha engolido quase tudo. Com uma estocada mais forte de Raul, senti que havia alojado na totalidade aquele membro avantajado dentro de mim. Num vaivém ritmado, demorado e gostoso, eu e Raul gozamos juntos. Ficamos agarrados um ao outro por alguns minutos. Assim que o cacetão foi diminuindo em minha fenda, Raul me ofereceu para chupá-lo novamente. Mamei até deixá-lo limpinho e no ponto de penetrar-me mais uma vez.

Só que, desta vez, Raul colocou-me de quatro e passou a esfregar sua enorme pica em meu cuzinho, que, por ser virgem, se contraía, com medo de suportar aquela verga. Notando meu temor, Raul apanhou um potinho com creme e passou a besuntar meu rabinho e seu caralho. Com toda a experiência, foi enfiando devagarinho o cacetão no meu rabo. Pelo espelho, eu assistia à bela cena da fêmea sendo penetrada por um verdadeiro macho. Quando a cabeça do cacete rompeu a barreira da entrada e eu passei a gritar de dor, Raul interrompeu a pressão, dando um tempo para que eu me acostumasse com o invasor. Foi forçando lentamente até que o caralhão começou a deslizar para dentro do meu rabinho com mais facilidade. Eu delirava. Em pouco tempo, estava rebolando na pica daquele homem, que, ao acelerar as fortes estocadas, derramou no fundo do meu cuzinho o seu precioso líquido.

Assim que Raul desengatou de mim, embora exausta, mamei novamente seu caralho, até gozar em minha boca. Pela primeira vez na minha vida, engoli a porra de um macho.

Foram quase três horas de transa com o garanhão. Ao ver as horas, voltei correndo para minha casa. Sandra estava lá, à minha espera, para ouvir detalhes da aventura. Contei-lhe que acabara de perder a virgindade na boca e no cu, e tinha sido maravilhoso. Rimos muito, felizes, e fui tomar banho, pois estava saindo porra por todos os buracos e meu marido estava para chegar. Quando saí do chuveiro, Emerson já estava em casa, na sala, tomando o seu uísque rotineiro. Beijei-o com entusiasmo e fui preparar o jantar.

A história começou há quase três anos e até hoje eu e Sandra somos amantes de Raul. Algumas vezes transamos individualmente com ele, outras, trepamos juntas. Nossos maridos são amigos de nosso macho, que, além de um perfeito garanhão, é também um ótimo vizinho, simpático e educado. E não é só eu e Sandra que gostamos de trepar com Raul. Minha irmã mais nova também entregou a ele o prazer de tirar o selo da sua virgindade. Raul o fez com muita competência. Ele é simplesmente incrível.

Comentários

20/02/2017 14:35:14
que delicia de conto, amei
12/05/2014 18:36:34
Nossa que delicia princesa. adorei me add pra conversarmo um pouco. email [email protected] Skype [email protected] whatsapp e face facebook.com/kunaguero.aguero.376
10/11/2013 12:42:41
vontade de te pegar putinha safada
13/09/2013 22:59:14
adoro ser safada assim que nem vc foi, quando aparece um vizinho discreto eu me entrego com prazer
28/11/2006 02:23:04
Esse raul tá com a bola toda!
27/11/2006 13:15:35
outro conto clonado ou reapresentado...assim, fica difícil e chato..nada a comentar...
26/11/2006 20:33:07
Hummm... Príapo... que conto mais forçado. Sei do seu empenho em deixar esse site mais interessante, mais esse seu conto aqui ficou devendo. Todo mundo da rua resolveu dar pro tal do Raul de repente. Enredo fraco.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos lesbicos strapon putinha vadia vagabunda fuder[email protected]Porno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozopornô doido chupando os mamilos da Dalvinhacoroa pede paRa marido que quer rola de negao dotadocontos eroticos arrombaram minhanega tarada por sexo oral e anal de b***** bem lisinha ela tem a garganta profunda engole toda a rola do bem dotado OiContoeroticosobrinhonovinhovideo de sexo narido xifrado com a comlhada escolaConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontosmenina fudedo com xortiu de dormivideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodawww.x10 porno incesto mãe e filha obrigando ao filho para transar com elasFelipe e Guilherme- Amor em Londredcontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadocontos gay caminhoneirocontos.eroticos avo.peludo idoso bigodecontos erotico minha esposa rabuda e meu tio 8contos anal c cavalos e tourosela me contou que tinha sentado na rola grossaputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namorouxx pornô quero ver minha vizinha casada bençãome mande vídeo pornô da mulher transando com cachorro bem dotado engatado comendo a bundinha dela e ela suspeitos foramcasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticossexo bengostoso uma lambida no grelo bem gostosocontos de sexo depilando a sograTHeo eTonnymeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosvideo mulher peito duro lavano carro pornomulher flaga sua amiga do rabao uma morena dando o cu para seu marido negao dotado com o penis de 030cm e da tambencontos eroticos tesao no filhosobrinha ainda sem peitinho 13 contoconsiquiu engoli uma pica enormemae gozou loucamente no pau de 25cm dp filho dotadpconto erotico gay colega de quartomulher cor de jambo anal classicoporno amador mulheres lanbendo o pao do homem devagarinho até gozardominadora scat merda bostamulheres nojona de tanto tesaocontos de crossdresser forçadolais minha enteada da xoxota apertadinha contos"mostra o seu que eu mostro o meu" vídeo pornoporno grátis cm gringa dando ate se amoleseresposa novinha do bundão grandão nua despeitoanais bruto elas tenta corre io pau entra masComtoseroticos cegredomulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cucontos de sinhazinha lesbica abusando de escravaporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhoxsvidio puta de rumelando buceta com salivadei a buceta na bicicleta contos eroticosconto porno lesbico praticando scatlactofilia com leite materno fetichevideos pornoinsetos filho fodendo mae prensadanora safadas descobri que sogro tem a pica enormepilha de vestido deu bobera com papai e a pica gozou na pomba porno inosentemae deita com filho ela nao resiste transaele goza na bucetaporno em familiamãe ensina a chupar um negro picudocontos casada seduzida pelo caseiro picudoa bucetinha depilada da minha mãe contosseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozvideos porno pai e filha novinha viperinavídeo sexos pimenta na boceta com patroa sádicapalavroespornobrasileirascontos eroticos de incesto no colobuceta de pombagiracontos eróticos xingando quando era enrabadanovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedosvídeos caseiro noiada no anal dói não dopeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesao