Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Minha Tia Simplesmente...

Autor: Evil Clown
Categoria: Heterossexual
Data: 09/03/2007 18:01:14
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual, Tia
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Mais uma vez agradeço pela leitura de minhas histórias, e gostaria muito de encontrar aqui uma mulher que queira me servir

(literalmente)de inspiração para mais uma história excitante, deixe seu recado e e-mail para comunicação, segue mais um relato verídico

cheio de sensualidade e prazer:

Minha vida depois destas três aventuras que tive, tomou um rumo totalmente avesso ao que era,este episódio aconteceu

realmente, foi a minha 1º experiência incestuosa, não vou revelar seu nome devido a possibilidade de descobrirem e ligarem a história a pessoa,

mas trata-se de uma pessoa muito especial para mim, vou denominá-la de "Tia" e trata-se de uma paraense fogosa e muito quente conforme vou contar

a seguir:

Estava trabalhando quando o telefone tocou:

-Alô!

-Sobrinho! Sou eu a Tia!! Se eu não ligo para vocês, vocês esquecem da gente mesmo, hein?

-Ô Tia desculpa! É que a vida anda tão atribulada que não se tem tempo nem pra respirar direito!

-Eu sei filho!! A Tia está só brincando! Ainda mais com criança pequena e sem carro fica tudo mais difícil,né?

-É verdade Tia! E o Tio como vai?

-Vai bem, filho! Ele este fim-de-semana vai viajar lá pra sua mãe,ver como anda o terreno! Se você e a sua esposa

e a filhinha quiserem vir pra cá! Eu vou estar sozinha, tá?

-Tá bom, Tia! Se der eu vou mesmo!

-Vem filho que eu morro de saudades de você! Um beijo!

-Outro Tia! Tchau!!

Desligando o telefone voltei a trabalhar,era sexta-feira e já estava terminando o dia,logo iria para casa, depois de uma semana

cansativa, ainda teria que chegar em casa e ajudar na faxina, como não tínhamos empregada, o negócio era dividir a labuta,

estava pensando nisso quando menos esperava já era a hora de ir embora, arrumei minhas coisas, passei o meu cartão de ponto e fui para o fretado, em mais ou menos

uma hora e vinte minutos estaria em casa.

Dormi o caminho inteiro e quando acordei, se não tivesse acordado iria passar do ponto, desci do ônibus e fui em direção a minha casa, chegando em casa, vi minha filha

e minha mulher, comemos um lanche e então ela disse:

-Amor! Amanhã eu vou visitar minha tia que chegou do interior, como não tem lugar no carro, você não fica triste de não ir?

-Claro que não! Euacho que eu vou visitar a minha tia também ela ligou hoje e disse que estava com saudades!

-Isso, vai e manda um beijo pra ela, e diga que na próxima a gente vai!

Terminamos de comer e começamos a limpar a casa em menos de duas horas terminamos e tomamos um bom banho e fomos dormir.

No dia seguinte acordamos cedo enquanto minha esposa e filha se arrumavam para sair pois iriam passar o dia fora, e eu também iria aproveitar

para sair cedo, pois aproveitaria e almoçaria com a minha tia também, tocou a campainha, era o carro que as levariam,nós nos despedimos e elas foram embora, eu

aproveitei e já peguei o caminho para ir visitar a minha Tia, peguei o metrô e no caminho fui pensando que algo dizia que aquele

não seria um dia normal.

Depois de vinte cinco minutos de metrô e de masi 15 minutos de ônibus, lá estava eu em frente ao prédio da minha Tia,iria

ser surpresa para ela, pois não tinha avisado, quando passava pelo porteiro que me reconheceu e com o sinal de mão fez

com que subisse direto, me dirigi ao hall dos elevadores e subi no elevador até o andar de minha Tia, abri a porta e caminhei até a porta,

quando ia tocar a campainha, percebi que o som estava bem alto dentro do apartamento,é claro que minha tia aproveitou que meu

tio não estava e se sentiu mais livre pra escutar suas músicas no volume, que gosta, e ela como uma boa paraense não negava

sua preferência pela Banda Calypso, que era o que estava rolando,achei engraçado e toquei a campainha, o som diminuiu um pouco

vi que o olho mágico tinha sido usado para identificar quem era, e logo em seguida ouvi o grito de minha tia de alegria ao constatar que era eu.

Escutei a porta sendo aberta rapidamente e ela apareceu dizendo:

-Sobrinho!!!...Filho!!...que bom!!...que legal!!...nossa! como eu estou feliz que você veio!!...entra...querido...entra!!

Entrei e ela me recebeu com vários beijos estralados na bochecha e um forte abraço, ela estava descontrolada de feliz por

eu estar ali, e eu acabei me empolgando também pela sua alegria:

-Que bom Tia!Fiquei feliz também, apesar de não ter avisado, resolvi aparecer!!

-Que é isso filho! Você pode vir a hora que você quiser!...Olha como eu estou?Toda desarrumada e descabelada!!

Demos muita risada por este comentário, minha tia estava de shorts bem curtinho e de top,minha tia apesar dos seus 54 anos, 1,59m um pouco acima do peso, devia

estar com uns 64 kg, tinha uma bunda bem grande,gostosa e redondinha e apesar da idade empinada e os seus seios estes eram um caso a parte, fartos, grandes, um dos

colos mais bonitos que eu já vi, quando iamos na praia não conseguia tirar os olhos deles, e suas côxas eram grossas e firmes, enfim

ela era daquelas mulheres que tinham o corpo voluptuoso, ou seja tudo o que um homem quer em exagero.Ao se virar para desligar o som notei que sua calcinha]

estava fincada no rabo, mas rapidamente desviei o olhar pois se tratava de minha Tia, ela não era irmã da minha mãe e sim o meu tio.Ela desligou o som, voltou-se para mm e disse:

-Senta meu amor! Me conta as novidades!!

Me sentei, ela sentou ao meu lado e seu decote mostrava aqueles maravilhosos seios, e começamos a conversar sobre tudo, trabalho,família,filha, esposa, notícias, filmes enfim

conversamos descontraidamente por umas duas horas, e a conversa foi se estreitando para um assunto que teria consequências inalteráveis:

-Então o Tio foi pra minha mãe? Por que a senhora não aproveitou e foi também?

De repente seu semblante mudou e ela disse:

-Ahhh...querido! As coisas não anadam muito bem ultimamente para eu e seu tio...melhor a gente mudar de assunto...

-Não Tia!...Por favor!...se abre comigo...que anda acontecendo...

-Seu tio é um homem maravilhoso...eu o amo muito....mas ultimamente...ele não...anda me procurando...na cama...mesmo...em

relação a carinhos...ele se afastou muito...Ai!snif! filho...isto é demais pra mim...snif!

E depois disso minha tia começoua chorar copiosamente, e eu a abraçei tentando de alguma forma a consolar, dizendo:

-Shhhh! Tia!...calma!...vocês já conversaram?...ele diz o que acontece?

Ela limpando as lágrimas disse :

-Não!...ele não fala nada ela até faz sexo comigo...mas ele entra em mim e logo já goza...vira e dorme...faz tempo que eu não sei

o que é um orgasmo...aquele de tremer...de sacudir...pôxa eu sou do Pará...sexo pra mim é que nem oxigênio!!

Fiquei meio desconfortável com aquelas revelações, não enxergava a minha tia como uma mulher que também sente prazer,ela era uma pessoa da família,

então você não imagina as coisas assim deste jeito, fica meio que imaculada a imagem de pessoas que você tem respeito.

-Sabe filho!...seu tio e eu nem sempre estivemos na mesma sintonia...acho que ensinei mais coisas pra ele...do que ele pra mim...

ele sempre foi meio recatado demais...eu não! quando eu me entregava pra ele...eu só sentia prazer se ele sentisse o dobro...o que ele queria...eu fazia...

tudo!!...é difícil encontrar uma mulher assim...hoje...que vive em prazer do homem...a minha criação foi assim...

-Sabe tia!hà poucos meses eu também estive com o mesmo problema!!

-Você??...nossa filho!!...mas vocês são tão jovens...por que?

-Ahh! Tia ...cúmes...desconfiança...stress...nossa eu tava desesperado, eu ia me separar!não estava me sentindo mais um homem completo!

minha auto-estima tava lá embaixo! Eu falhava direto!

-Meu Deus!...que coisa, hein filho!...você falhando não dá pra imaginar!...e o que você fez?

-Eu na verdade...não fiz nada...quem fez foi a vizinha!!

-O que?? Como assim?? a vizinha?

-Quando eu já estava no limite...ela apareceu querendo conversar...e durante a conversa ela acabou confessando que me desejava...e nós...

-Vocês transaram??

-Não tia, eu não classificaria como transar...imagine você com um homem que está ali pra simplesmente te satisfazer,sem culpa sem compromisso...apenas o sexo...

sem pudor...sem receio...sem censura...foi isso que nós fizemos ...ela me serviu de todas as maneiras...um dia inteiro só de sexo...sujo...

-Nossaa filho!!...Ai!...olha como eu fiquei arrepiada só do jeito que você falou...que loucura!

-Mas valeu Tia!...Minha auto-estima...voltou com força total...ela foi fundamental...seu corpo...seu sexo...

-Vocês usaram camisinha?

-Não foi carnal mesmo!...sem proteção...a gente queria sentir tudo...sem barreiras...

Percebi através da blusa de minha tia que ela estava super-excitada, seus mamilos pareciam que do jeito que estavam duros iriam furar o tecido e uma pequena mancha de umidade já se formava na altura de sua buceta;

comfesso que minha mente já começou a imaginar coisas, mas estava ali apenas relatando:

-Noossa!...mas e a sua mulher nem desconfia?

-Não! o que começou ali terminou ali também! Hoje quando nos encontramos é só Bom dia, Boa Tarde e Boa Noite!

-Meu filho! que história...mas...nossa...só de pensar já me dá um calor...não eu não seria capaz...

-Por que não Tia!...não tem nada a ver com sentimento...é só uma foda...uma trepada...

Caímos num riso nervoso, minha tia ficou vermelha com o têrmo e disse:

-Mas eu já tô velha...ninguém iria sentir isso que você sentiu pela sua vizinha, por mim...jamais..

-Tia...o que é isso...a senhora é jovem...bonita...e não posso deixar de confessar que o corpo que a senhora tem...deixa muita menininha no chinelo...

-Como assim??

-Tia...a senhora é do tipo...gostosona...daquelas que a gente fica imaginando pelada...

Ela deu uma risada gostosa, pra disfarçar disse:

-Menino...eu sou sua tia!!Como você me repara assim??

-Olha Tia a sua sorte é justamente esta...pois se eu estivesse aqui sozinho com a senhora...com seu marido viajando...e você provocando com este shortinho...humm...não sei não...

acho que eu arriscava...

O ambiente de repente se modificou com as minhas palavras,estávamos bem a vontade, minha Tia começou a me olhar de maneira bem lasciva e eu comecei a comer o seu corpo com os olhos descaradamente,

queria ver até onde iríamos:

-Hummm...então eu estou salva pelo fato de você ser o meu sobrinho...e de que isto te impede de alguma coisa?...

-Não...a senhora está salva por que eu não faria nada que a senhora não quisesse...só isso...

-Você já se masturbou pensando em mim?? Digo transando comigo??

-Até antes de casar toda vez que a gente se encontrava, em aniversário ou em algum encontro que a gente ia...a noite era fatal eu me acabar pensando na senhora Tia...quando eu via a senhora na praia de maiô...

noossa!...depois eu até ficava com remorso...da minha mente suja...e das coisas que eu fazia com a senhora...

Neste momento seus olhos brilharam e ela de uma mordidinha no lábio, não conseguindo disfarçar o tesão:

-Humm...nossa!...e eu nunca imaginava isto de você sobrinho...mas eram coisas tão sujas assim...que nós fazíamos na sua imaginação??...tipo o quê??

-Quer mesmo que eu fale?...de repente a senhora vai achar que eu estou faltando com respeito,,,pode não gostar!

-Não!...não vou pensar nada...só estou curiosa...pelo ter sido uma inspiração sexual...pra você...[

-Tia...a senhora na verdade é uma fantasia pra mim...eu sempre imaginei beijando sua boca...a senhora tem uma boca linda...carnuda...acho que o tio passa muito bem...

-Hummm...meu amor...você me beijava então...como?...fala pra mim!...fala pra Tia como??

E ela chegou bem perto de mim no sofá, ela respirava rápido,seu shortinho denunciava uma bola enorme de umidade, eu perguntei chegando meu rosto bem perto dela, minha boca estava quase colada nela:

-A...senhora...quer que eu fale??...ou quer que eu mostre??...

-Aii!...humm..fala, não!não!...mostra...mostra como você me beijava...

E ela ofereceu sua boca, e eu não resisti cai em pecado e comecei um beijo sôfrego,molhado, nossas língua sbrigavam e se enroscavam, eram beijos cheios de malícia e de tesão, ficamos no beijo por um bom tempo, ela gemia enquanto

me beijava, gemia muito,devia estar com um tesão descontrolado, interrompendo o beijo ela disse enquanto eu a mordia e sugava a sua orelha:

-Hummm...filho...Ahhh!...e o que mais você faziahh!...além de me beijar...assim...tão deliciosamente??...humm...gostoso!!!

-Na verdade era a senhora que fazia, asenhora ficava pelada e tirava minha roupa também!! e ai ...

Ela então se levantou me puxando do sofá e começou a tirar a minha camiseta, vendo o meu peito ela disse:

-Que homem maravilhoso você se tornou, filho!Em pensar que eu já te carreguei no colo...meu deus que loucura é esta? que eu estou fazendo?

Continuou beijando meu peito, agachando e descendo sua boca até a minha barriga e a mordendo, a situação estava tão excitante para mim, que eu tremia com seus beijos e mordidinhas o gemido que al soltava enquanto me acariciava, estava me tirando do sério, eu tremia a cada contato de sua boca e língua com a minha pele, se minha Tia tirasse minha bermuda e cueca estava temeroso em esporrar na sua cara,

estava cometendo um grande pecado, se as coisas conmtinuassem a seguir o rumo do jeito que estava, eu estava prestes a fuder a minha Tia, uma tara antiga, que se me fosse dada a chance, iria até o fim para satisfazer os

meus desejos, e pela cara da minha Tia e suas atitudes, haviam muitas facilidades para isso acontecer, foda-se o meu Tio, foda-se a família,foda-se o proibido, foda-se o respeito, chegando bem na minha bermuda ela olhou com uma

cara de descontrolada de prazer, de ansiedade e disse:

- O que eu fazia quando eu chegava até aqui?

Colocando a mão na fivela do cinto ela continuou me olhando com cara de êxtase e disse:

-Eu abria??

-Sim Tia você abria e tirava o meu pau pra fora!!

-Humm...assim??

E abriu a fuvela do cinto de minha bermuda, abriu o botão e o zíper, abaixando minha bermuda e a cueca ao mesmo tempo, meu pau que já esta doendo de tão duro se revelou em riste,os olhos da minha Tia brilharam, então ela disse:

-Ai, filho!!...que nós estamos fazendo...eu não...sei...se eu posso...querido...é...

Eu que já não separava mais a razão do coração,só queria ter a minha Tia, que respirava descompassadamente, diante do meu pau que pulsava intensamente a poucos centímetros do seu rosto disse:

-Tia...não é questão de poder ou não...e sim de querer...se a senhora falar que não quer eu levanto minha bermuda visto minha camiseta...vou embora e isto nunca aconteceu...

Ela me interrompeu bruscamente com os olhos marejados e gritando como se quisesse auto-afirmar pra si mesma:

-QUERO!!...QUERO MUITO!...EU PRECISO...TEM QUE SER COM VOCÊ...TEM QUE SER AGORA...SENÃO...EU VOU ENLOUQUECER..!!

Bruscamente ela se levantou entregou seu corpo ao meu abraço e sua boca sôfrega com um beijo urgente e carente, naquele momento eu percebi que não teria volta, iríamos entrar em um mundo, onde a luxúria seria a lei, ela era a minha tia, uma mulher que me viu nascer

que nutria um carinho sagrado por mim, e a partir daquele ato nada mais seria levado em conta, ela gemia com o meu beijo buscava minha língua, enquanto eu como um cego taeava e apalpava aquele corpo voluptuoso, jogando todo o respeito pro ar, iria comer a mulher do meu Tio sim, e

nela iria realizar todas as fantasias mais sujas que eu já tive, não era mais outra punheta, era reala e era a minha chance:

-Ohhhh! Filho...tira a minha roupa...se esfrega em mim...me faz mulher...me faça sentir mulher novamente...

Minhas mão desceram o seu shortinho apertado e estremeci quando minha mão entrou em contato comma pele de sua bunda, minha tia era macia era cheirosa, e sua bunda era deliciosa, fiquei um bom tempo acariciando e apertando enquanto nososo beijos estralavam,

peguei em sua calcinha e ela estrebeceu, estava fincada, que delícia, abaxeia de uma vez, e quase desmaiamos e urramos de prazer quando o meu cacete entro bem no meio de suas pernas, ela gemia e suspirava,a sensação de ter o meu pau no meio de suas pernas

ainda não me fazia crer que era real, ela então disse:

-Ahhh!filho !...era tão bom assim...quando você se masturbava pensando em mim??...hoje a tia vai te fazer gozar...hoje a tia vai te fazer gozar muito...

-Deixa eu te encoxar, Tia! por favor!!

Então ela se virou de costas e empinou sua bunda, eu e ela estávamos descontrolados, quando meu pau se acomodou bem no meio de seu rabo, eu urrei já não entendia o que era certo ou errado,

ela me puxou de enacontroa seu corpo e gemia dizendo:

-Meu Deus! que bom!...que pica grande...que delícia sentir ela pulsando...continua...amor...me encoxa...deixa eu esquentar essa vara...Ahhhh!

-Ohhh! Tia!...que gostosa essa bunda...tô quase gozando...mexe assim gostoso esse rabo...Ohhh!

-Hummm!...não goza não...filho...você vai gozar na minha boca...quero sentir o gosto do seu cacete...querido...mas tá muito bom...assimmmm!!!AHHHH!

ela então se virou e meu cace espetou sua barriga, eu então vi o seu top, e não resisti, comecei a tirar o seu top,e o que eu tantosa anos esperei, iria se concretizar,

os seios da minha tia seriam meus, quando seu top saiu por cima da cabeça seus seios encostaram no meu peito, minha tia soltou um gtemido triste e prolongado, acho que estava próxima de um orgamso:

-Meu deus!...são mais bonitos do que eu imaginava...como eu quero chupar estas tetas ...Tia...como eu quero!

-Ahhh! meu amor...chupa...morde...faz o que você quiser...sou sua...a Tia hoje é só suaahhh!!...AHHH!

Interrompi sua fala me lançando em seus seios e dando logas chupadas no que conseguia entrar em minha boca, minha tia ao sentir minha boca quente em seus mamilos, não resistiu, começou a gritar e o seu corpo a sacudir, estava tendo um orgasmo fortíssimo,

enaquento berrava e eu sugava e mordia seus seios alucinadadmente como se quisesse leite, ela entre lamentos e gemidos disse:

-Ahhh! Filhooo!...tô gozandoooo!!...tô gozandooo muitooo!!...ai!!...queridooo!...me deixa maluca mais...OHHHHH!

-Agora eu quero gozar também!! Quero gozar na sua boca Tia!

Ela então se agachou pegou no meu pau e começou uma chupada, mas não foi uma chupada qualquer, ela começou colocando a glande na sua boca que era quente, nossa! como era quente, e fazia movimentos circulares com a língua,

me arrancando gemidos e causando calafrios, não havia mais pudor entre nós a visão de ver meu cacete na boca da minha e ela gemendo demonstrando prazer em chupar meu pau,era...inenarrável, então depois de ter me feito sofrer bastante, ela engoliu mau caralho de uma vez,

fazendo-o bater no fundo de sua garganta, eu já estava entregue, não resistia mais, não conseguia nem falar, ela então apertando seus lábiose m volta do meu pau, comoeçou um sobe e desce rápido e cadenciado, fazendo uma pressão indescrítivelem todo o meu cacete,

eu não tinha controle, a visão do meu pau entrando e batendo em sua gargante e depois saindo até quase sair a glande, e ela ainda chupava as bolas do meu saco,e voltava com a mesma empolgação, sua boquete era de mulher vivida, que sabia retribuir o prazer que havia recebido em dobro,

parecia que ela acompanhava o tempo do meu pau pelas diversas pulsadas que el dava, o orgasmo estava vindo e incontroláve, a a partir do momento em que ela sentisse minha esporrada em sua boca, todas as leis familiares e sagradas estariam quebradas pra sempre,

eu e ela iríamos carregar este pecado para sempre, mas eu queria e ela mais ainda, o orgasmo veio e não deu tempo de avisá-la:

-Ti...tiohh!...vo....OHHH!...OHHHHHHHHH!...OHHHHHHHHHHH!...OOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!

Meu corpo tremia enlouquecidamente, eu só conseguia gritar e gemer, enquanto sofria o efeito do entorpecimento de meu corpo, minha tia enchia sua boca com uma sequência de jatos de porra que meu despejava, ela tentou engolir o que conseguia enquanto boa parte do esperma quente escorria pelo seu queixo

caindo em seus seios, minha porra saia em abundância, ela sorveu cada jato aproveitando para chupar o restante da minha pica, enquanto pequenos jatos ao final da minha ejaculação, chocavam-se em sua bochecha, testa e queixo, ao final ela ainda punhetando o excesso em seus seios espremendo e limpando a glande com a sua língua, me fez cair de joelhos a sua frente,

devido a sensibilidade,eu chorava de alegria e prazer estava fora de mim, vendo minha Tia toda suja com meu esperma,ewra um sonho sujo e indecente que eu realizava:

-Snif!...Tia...eu nunca alimentei que isto pudesse acontecer...snif!...mas a senhora o fez...Snif!...Obrigado Tia!...Meu Deus...como eu te quis, Tia...como eu te quis!

Ela em recebeu com um beijo e nem liguei se havia esperama meu ali na sua boca abeijei ávidamente, e vocês podem achar impossível, mas eu estava tão excitado com minha Tia, que meu pau endureceu de forma inexplicável, estávamos entregues a luxúria, o tapete da sala do apartamento dela, era um ringue onde

dois seres devassos travavam um embate, ela puxava meu corpo, me arranhava, gemia de prazer,beijava a minha boca enquanto eu me encaminhava para o meio de suas pernas, ela abriu suas pernas e quando eu apontava a cabeça do meu pau para os grandes lábios de sua buceta, ela disse:

-Filho!...Mete na tia, filho!...mete tudo...judia da minha buceta!...me fode com gosto...meu sobrinho,meu amor!!...enxarca a Tia com esta porra quente!...

Aquelas palavras funcionaram como um afrodisíaco potente, estoquei meu caralho de uma vez, fazendo-o sumir com força dentro da buceta da minha Tia, ela gritou de prazer e me arranhou as costa enquanto eu metia furiosamente, o cheiro de sexo empesteou a sala, e seus gemidos tristes acompanhavam as atoladas duras que ela recebia dentro dela,eu iria torturar ela por um bom tempo

queria esticar aquela sensação o máximo que pudesse, ela me ofereceu sua boca, e nos beijamos calorosamente, enquanto eu entrava e saia de dentro dela,as vezes eu parava de meter e só ficava fazendo ela sentir meu pau pulsar dentro dela, e ela gemia no meu ouvido e falava:

-Ohhh!filhooo!....como você é bom...tô sentindo sua pica inchando dentro de mim...goza dentro da Titia...meu amor!...goza toda sua porra quente dentro de mim...amor!!

Continuei a estocar dentro da minha Tia e ela era só prazer, gemia, gritava, falava sacanagem, e eu só curtindo a visão de ter minha tia em êxtase nas minhas mão, enquanto meu pau entrava e saia dentro, dela, estávamos totalemete banhados em suor, meu suor pingava em grossas gotas que caiam nos seus seios em movimento e molahados de suor,

nosso sexo era molhado e denso, foi mais do que necessário aquela visita, era predestinado que tudo isto estivesse acontecendo, e apesar de proibido estava sendo maravilhoso, comecei a acelerar os movimentos e a intensidade da cadência, minha tia já anunciava gemendo que seu orgasmo estava mais do que próximo, e eu não estava mais

conseguindo me controlar iria gozar dentro de minha Tia, como nunca gozei antes em outra mulher:

-Ohhh! Filhooo!...tô sentindo que você vai gozaaaar!...Ohhh!...Meu queridoo!...não segura mais nãããoo!...enche a titia com a sua porra quente...meu anjo!

-Ahhh! Tiaaa!...eu vou gozar sim....vou fazer você sentir minha porra dentro de você!!...vou realizar meu sonhoo!!!...OHHHH!!...OHHHHHHHH!...AAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!...OHHHHHHHAHHHHHHHH!!

E o orgasmo sacudiu-nos fortemente,minha tia fincou suas unhas em minhas costas,gemia e chorava copiosamente sentindo os jorros de porra que a invadiam,a sensação de gozar dentro de minha tia era indesacrítivel, eu forçava meu corpo e minha pica parecia que tocava bem no fundo de sua buceta,ficamos nos contorcendo ali, por muito tempo, ela gritava palavras desconvexas enquanto eu a enchia com meu esperma:

-OOOHHH!...FILHOOO!...VOCÊ ME FEZ SENTIR MULHER!!...COMO NUNCAAAAHHHH!...GOZAAAAA!...AMOOOORR!!...COMo É QUENTEEEE!!!OOOOOHHH...ANJOOOO!!

Desabei em cima de minha tia e ainda sentia as esporradas, ficamos arfando ali, não tinha forças pra sai de dentro dela, fiquei ali pensando, como seria dali para a frente, o que mudaria quando a encontrasse nas reuniões de família, iria sempre ter a imagem do nosso sexo, iria sempre escutá-la gemendo no meu ouvido,

iria sempre lembra da sua buceta apertando o meu pau devido ao orgasmo e a minha porra se alojando dentro dela, a queimando como o pecado que nos consumiria.Acabei adormecendo deixando o meu pau dentro dela.

Acho que dormimos umas 2 horas, quando acordei estava deitado ao lado dela e ela com sua cabeça em cima do meu peito, me olhando feliz, realizada e satisfeita:

-Tá com fome,Filho?

-Tô de...da senhora!

Ela sorriu emocionada, acho que fazia tempo que não se sentia tão desejada:

-É?...e o que eu posso te servir...alguma preferência...???

-Na verdade Tia, eu queria te foder assim, de ladinho deitada, posso??

-Vem filho!!! Me fode do jeito que você quiser, meu amor!!!

Ela começou a me beijar e já com o meu pau na mão, iniciou uma punheta maravilhosa, nem precisava, pois o meu caralho já estava duríssimo, eu alternava beijando sua boca e chupando seus seios, ela já não estava mais aguentando virou-se de costas

pra mim, enquanto eu me ajeitava atrás dela, deslizei muiha pica pelo mei de sua bunda ela com sua mão separou os grandes lábios e meu caraljho sumiu engolido pela sua buceta, ela soltou um gemido longo, enquanto eu puxava sua cintura de encontro ao meu pau, estocando

devagar mas com força, ela sacudia devido ao prazer da minha pica entrando e saindo, e virava para trás mostrando uma cara de puro êstase, ficamos assim nesta cadência acelerando e devagar até que denunciei que não estava aguentando:

-Ahhh! Tia!!...Meu Deus...vou gozaar!...vou gozaaar!!..

-Eu também!!...delícia!...eu também!...goooza...Tudooo! ...assimm!!OHHHHH!OHHHHHHH!

E jogando o seu rabaão pra trás pra que emu caralho ficasse bem dentro dela, despejei mais um jorro de porra que nos fez contorcer ainda mais de prazer, ela rebolava com o meu pau dentro dela derramando esperma enquanto eu gritava na sua orelha:

-OOOOOHHH!!!...SENTE MINHA PORRAAAA!!...SENTEEE!...TÔ GOZANDOOOO TIAAAAHHHH!!...TÔ GOZANDOOOO!!!

E ficamos ali sofrendo com o prazer até nossos corpos sossegarem, sai de dentro dela e ainda soltei um jato na dsua bunda, e ficamos ali arfando, até que ela disse:

-Filho! Tô morrendo de fome!!

-Eu também, tem alguma coisa pra comer?

-Eu vou fazer uma coisa bem gostosa pra nós, perai que eu vou vestir um roupão lá no quarto e já vou pra cozinha!

Ela se levantou e foi em direção ao quarto, ao ver o seu rebolar, não resisti e fui atrás dela, a peguei no meio do caminho a encoxando fortemente, ela então disse:

-Nossa filho!! Você não cansa??

-Como se a senhora me provoca...quero mais...quero foder esse rabo de quatro pra mim...todinho!!

Ela gargalhou e me puxando ainda atracado nela, me arrastou pro quarto, chegando lá ela deitou de bruços na cama e eu peguei os travesseiros para calçar por debaixo de sua barriga para que sua bunda ficasse bem empinada, ela separou com as mão mostrando um cúzinho

perfeito e maravilhoso, cai de língua nele, e ela começoua agemer e a reolar com minha língua dentro dela, ela disse:

-Aiii! filho!! que delícia ...pega o Ky no criado-mudo e mete esta pica...OOOHH! dentro de mim...

Obedecia a ela e peguei o tubo de lubrificante,lambuzei o meu dedo, e comecei a massagear seu lindo anelzinho para dilatar, ela rebolava no meu dedo enquanto seu cùzinho piscava fortemente apertando meu dedo,como ela tinha uma bunda grande, seu cù iria aguentar mais fácil a minha pica,

lambuzei então o meu caralho, e apontei para o anel que piscava sem parar, forcei um pouco e ela começou a gemer de dor, fiz nova pressão e o seu cú praticamente engoliu a cabeça do meu pau, ela disse:

-OHHHH! Filho!!...Por favor, meu amor!!...enterra o seu pau dentro da Tia...Por favor...meui anjo...goza no meu cúzinho!...AHHHHHH!

E fazendo uma força considerável para que a resistência fosse quebrada, depois de ela relaxar o Esfpincter meu pau começou a entrar lentamente, enaquanto ela se lamentava e chorava coipiosamente, foi avançando,rasgando-a literalmente até que minhas bolas baeram em sua bunda,

ela respirava descompassadamente soluçando com seu choro, enquanto eu deixava meu caralho enterrado no seu cú, para que se acostumasse, comecei então lentamente a puxar para fora até quase sair a cabeça e depois colocava com toda a força fazendo minhas bolas se chocarem violentamente com sua bunda,

a currada em minha Tia seria o fim deste episódio de devassidão e pecado, o meu gozo iria selar este momento, começamos a transpirar intensamente e a visão do cú da minha Tia engolindo, toda a minha pica, me enchia de excitação e dava forças para continuar a bombar deliciosamente dentro do seu cú,

seus gemidos entrecortados pela força de minhas estocadas era deliciosos de escutar, nosso suor misturando-se em suas costas provocavam calafrios de prazer, ela virou para trás com uma cara de extremo êxtase dizendo:

-Filhooo!! Meu amor ...olha pra mim...por favor olha pra mim...

E eu socando fortemente e acelerando a cadência, praticamente violentando o cú da minha Tia, comecei a sentir o orgasmo e olhando pra minha tia disse:

-Tiaa!...Aii!!...eu vou gozaaar no seu cú!...Meu Deus!...vou encher você de porra...tia...TiAHHHHHHHHHHHHHHH!!!...OHHHHHHHHHHHHH!!!...AAAAHHHH!...OHHHHHHHH!!

Agarrando em sua cintuara fincando o meu pau bem no fundo do seu cú olhando diretamente nos olhos dela,soltei o primeiro jato de porra enquanto ela gritava:

-EU TE AMO!...FILHO!!...EU TE AMOOOHHHHHH!!...MEU DEUSOOOOOOOOOHHHHHHH!!...AHHHHHHHHHHHHH!.AHHHHHHHHHHHH!

E ficamos ali tremendo vítimas de um orgasmo convulsivo, enquanto minha porra inundava seu cú, que sensaçaão maravoilhosa de tremer de prazer, e sentir o cú da minha tia, piscando e apertando meu pau espelindo o meu esperma dentro dela, ficamos ali

sofrendo e olhando nos olhos um do outro, minha tia chorava de feliciadade e passava a mão no meu rosto, dizendo entre os soluços . o quento me amava e o quanto eu era importante pra ela.

Ao juntar forças para sair de dentro dela seu cú expelia minha porra pra fora escorrendo pela sua bunda, nos beijamos e ficamos ali nos acariciando, até que decidimos comer, quando olhamos

no relógio nos espantamos com o horário, já passavam das 18:30 Hrs. ela toda suja e suada pediu ua pizza, e ainda neste meio tempo enquanto a pizza não chegava ela ainda deixou eu fazer uma maravilhosa espanhola em suas tetas que culminou em outro orgasmo

banhando todo o seu colo e pescoço, foi maravilhoso.

Comemos a pizza e depois fomos tomar um delicioso banho, ela não resistindo fez um maravilhoso boquete onde gozei intensamente em sua boca, e ela engolindo com prazer todo o meu esperma.

Me vesti a beijei quando estava saindo ela disse:

-Se eu me separar do seu tio, você viria viver comigo??

Comentários

04/05/2014 19:26:30
Não rolou mais nada entre vocês os dois?
09/03/2007 21:40:31
Adoro contos com tia Gatas,apareçam no msn! [email protected] Floripa-SC-centro

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


porno.padrasto.esculacha.panteras.xxlesbica fode a outra com dildo entroduzido na buceta e sentada na cadeirasbobiça no mato xxxContos trai meu marido com encanador roludomulher muito gostosa pedi varios para gozar no cuzinho muoto apetardovinha perdendo a virgindadefaminta engole a piroca do padrastosarrando a bundinha da minha filinhapornor doido batendo poleta na varanda sexoContos eroticos mamaeeee uii aiibrincando escanchada contos pornoassistindo filme com a tia e perder pra dica abraçadinho xvideoscontos vi minha mae caga no pauzao do negaoxvideo Comendo a Mulher do Meu Tio Cielyfudendo minha sogrinha e minha esposa me comendo gostoso contomulata safada gosto da vara do roludo e traiuXxxxxxVidio porno o negrao virado em mangavovô taradaporsexosFotos de travesti novonho trazandocontos erotecos garotinho no1 analhomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornovideo porno chamei meu genro para mim ajudar e dei para elecifra o marido no banheiro com amigo dele levantou a saia e o amigo do marido meteu no cu dela vídeo pornô doidonovinha deixou o tii passar a mao na bucetinha em troca de dinheiro12 mulheres se gozando muito asseste videocontos eroticas provoquei meu cunhadocontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anosContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes da prima dormindoscomi a minha tia pela primeira vezenteada dorme de conchinha com padrasto e e penetrada.porno incesto com muita seducaoirma durmindo e irmao enfia pinto na boca delaencubado flagrado dando o cuconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungacontos eroticos a crentinhaliberalina puta vídeo proibidovideo mulher peito duro lavano carro pornominha mae so' andava de roupao contos eroticosfui me depilar no salão e ganhei uma chupadabebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticosConto sexo anal casada estrupadaconto gay o Doce nas suas veias capítulo 2emtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexoconto erotico motorista do ubervidio gay dando cu gostoso dormir estrupo hugocontoprimeirafodaeu quero mais homem pelado no da cabeça da rola bem folgado lonadando uma Coçadinha na língua do negão safado cachorrãobuceta babando liquido transparenteconto eroticos palmada eu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmo pedreiro me comeu a forca!!contos eroticosmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosPadre não é homem conto eróticosfotos d mulheres so d calcinha box cm a buceta inchadapornô comendo a cunhada crioula do lado da esposa dormindocontos eróticos de doutor advogado e clienteconto erótico o meu cunhado me tornou sua putaporno nao percebi mas ela pegou no meu pauContos eroticosPerdendo as pregas bem novinhadescobri que meu namorado da o cu yahhovídeos de sexo de contos na sacristiazoofilia genicologista enfia alargador na buceta da noviaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebascontos eroticos minha namorada virgem e meu amigo pauzudoConto erotico gay mão bobaXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadapervertido passando a mao na bucetinhaXVídeos de debulha sercocoloquei duas bolinhas de golfe na bucetacú do neltinho arrombadogosando dentro da buceta d egua d raçaum uisque depois de um cigarro pornocontos de mulheres defecando em seus parceirosPorno contos mamaes iniciam suas bonequinhas no incesto todos juntinhos com papais dando leitinhos na camacontos de mulheres que virao cenas de casais transando e se masturbarao buseta.daclaudia.ranharpelego pauzudo nunao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gaypapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadafime porno pai infindo a mão no cu da filhacomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1° contosfiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosconto namorada putaconto erotico minha mae é uma piranhacontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhaConto herotico incerto completo mae i filhocontos de estupro sadomasoquismoconto erotico gay o policial e o garoto marrento #14Conto erótico sololupuscuckold adeptos