Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Sexo com os parentes do interior parte I

Categoria: Heterossexual
Data: 12/04/2007 15:34:45
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Apresentando-me, sou o “Curinga”, moreno claro, olhos castanhos, magro, não sou uma pessoa que seja notada pelo porte físico e sim, pela simpatia... Pelo bom humor.

Bom essa história aconteceu em meados de julho de 2006, não sei dizer os dias certos.

Sou de uma cidade metropolitana de Porto Alegre e fui passar uns dias na casa de uma tia minha que mora numa cidade do interior do RS.

Chegando fui recebido pela minha tia M, meu primo G, minha prima MY, minha prima R e seu marido L e seu filho F.

Minha tia é muito magrinha, como a gente diz por aqui “não tem nada em casa”; minha prima MY tem um corpo violão embora seja nova tem uns seios médios, uma bundinha tipo maçã e um rostinho angelical; minha prima R é meio gordinha, tipo ela está um pouco acima de seu peso, mas tem um bumbum bem redondinho e um par de seios que parecem dois melões.

Bom, nesse dia cheguei perto da hora do almoço, mal conversamos e fomos almoçar. Como era dia de semana todos trabalhavam durante o dia, só apareciam em casa na hora do almoço e após as 18h todos estão em casa, exceto o marido da minha prima – L - que trabalha em uma fazenda durante a semana e retorna à sua casa nos fins de semana.

Mas nesse dia ele foi resolver um problema na cidade e ficou por lá, ficamos conversando sobre vários assuntos, e em dado momento ele me contou que seu relacionamento com minha prima R estava meio turbulento e, como eu aparecia lá só de vez em quando seria fácil eu lhe ajudar.

Ele queria que eu conversasse com a sua esposa e descobrisse o que estava errado entre eles para voltar a ter paz no seu lar.

No começo da tarde ele já estava indo para a fazenda em que trabalhava mas, antes me pediu que ficasse em sua casa nos dias em que estivesse de férias por lá.

Aceitei o seu convite, ele se despediu e foi embora.

Já era 18h quando chegaram a minha tia M e minha prima R do trabalho e meus primos G e MY do colégio.

Conversamos e jantamos na casa da minha tia e depois disso, minha prima me convidou pra posar na casa dela, seu marido já tinha lhe pedido pra me convidar a ficar na sua casa. O filho dela pediu pra posar com a avó, minha tia.

Fomos para sua casa e conversando ela me perguntou como estavam os bailes na minha cidade, falei que estavam muito bons e que eu não perdia um. Ela me disse que não sabia dançar muito bem e que seu marido não a levava para bailes, e ela tinha muita vontade de sair pra dançar.

Eu lhe disse que levá-la para dançar ficaria meio estranho, mas que poderia lhe ensinar a dançar nesses dias em que eu estava lá, ela ficou muito feliz e disse que queria começar nesse mesmo dia, na verdade noite.

Bom, liguei o som e coloquei um CD que eu tinha com um pouco de cada ritmo para ela se habituar aos ritmos.

Resolvi ensinar só forró pra ela nessa noite.

Conforme ia dançando eu aproveitava pra tirar uma casquinha dela, deixei um dos braços em torno de sua cintura e repousei minha mão bem em cima do seu bumbum. Estávamos dançando quando de repente ela perde o equilíbrio e quase cai, eu segurei ela pelo seu bumbum, ela me agradeceu, mas me olhou meio estranha, eu pedi desculpa por tê-la lhe segurado de mal jeito, mas ela disse que não tinha problema.

Bom depois de uma hora de dança fomos dormir. Ela arrumou o quarto de hóspedes para mim e depois foi dormir no seu quarto. No meio da noite acordo louco de vontade de mijar e vou ao banheiro, quando entro dou de cara com a minha prima só de sutiã sentada no vaso, ela tenta se cobrir, mas aí eu já tinha visto sua buceta raspadinha.

Ela fica sem graça e fecha a porta. Depois de uns 3 minutos ela sai e eu entro, depois de mijar comecei a pensar na cena e meu pau ficou duro, aproveitei e bati uma. Saindo do banheiro dou de cara com minha prima novamente. Ela me pediu desculpas pela situação que havia acontecido e eu disse que não tinha problemas.

De repente ela olha para o meu pênis e arregala os olhos e diz:

- Meu Deus isso ta duro assim só de me ver?

Eu na maior cara-de-pau respondo que sim.

Ela chega mais perto de mim, agarra meu pênis e me dá um beijo bem molhado e me leva para o seu quarto.

Chegando lá a deito na cama, beijando-lhe muito, beijo todo o seu corpo com muito carinho e depois ela me dá um beijo bem molhado e bem demorado, em que ela suga a minha língua.

Tiro seu sutiã, depois vou beijando sua boca, seu queixo e vou descendo pela sua barriguinha, seu umbiguinho e finalmente para nos grandes lábios e começo a chupar, beijar e morder freneticamente. Ela começa a gemer intensamente, fala palavras desconexas, segura meu rosto contra sua buceta, eu devoro cada vez mais aquela buceta depilada. Não demora muito e ela goza, eu bebo todo o seu líquido docinho, e continuo chupando, mordendo e beijando aquela buceta, não demora muito e o gozo vem novamente.

Depois disso pedi a ela que retribuísse o carinho, então deitei na cama ele veio por cima de mim e começou a beijar meu pênis e, num ritmo frenético começou a fazer um vai e vem e eu delirava. Ela parecia uma fera insaciável, ela mordia, beijava e beliscava meu pênis, depois de mais ou menos uns dez minutos segurei-a pelos cabelos e gozei dentro da sua boquinha gulosa. Fi-la engolir, depois ela me disse que nunca tinha feito isso, mas como eu fui carinhoso com ela, ela decidiu retribuir.

Após isso, beijei-a demoradamente fazendo-a sentir o gostinho de sua própria xaninha.

Em pouco tempo a coloquei de quatro, e com muito carinho penetrei-a, com estocadas muito cadenciadas a fiz soltar inúmeros gemidos, estávamos em brasa, nossos corpos ardiam em chamas, o sabor do pecado era doce e muito saboroso.

Por horas e horas transamos alucinadamente, alternando em muitas posições, pra minha surpresa minha prima se revelou uma verdadeira atleta sexual.

Pra finalizar a noite acabamos no banheiro, nos deliciando com um belo banho, um ensaboando o corpo do outro nos divertimos muito. Ainda não tinha feito sexo anal com ela, e massageando-a muito eu imploro pra ela matar a minha vontade. Então ela faz um boquete deixando meu pau bem lambuzado, depois pega no armarinho um creme hidratante e lambuza ainda mais o meu pau. Eu tomo o creme de suas mãos e com dois dedos vou lambuzando o seu cuzinho com movimentos circulares, depois de deixá-lo bem lambuzado, aponto meu pau, e cm a cm, vou invadindo aquele cuzinho macio e virgem. Foi uma sensação tão prazerosa que depois de 15 minutos bombando, gozei me sentindo nas nuvens.

Minha prima deve ter sentido o mesmo, pois perdeu as forças e acabou sentando no piso em baixo da ducha do chuveiro exausta.

Continua...

Comentários

09/08/2009 15:30:13
muito bom gostei

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


xvideo ensinando boiarpapai penetrou a minha buçetinha virgem e sem pelinhosmundobicha.com brasil academicoscontos chantagiei a filha do pastorbicho preguiça fudendo zoofiliadoidinha pra meter com velhocontos eroticos estuprada pelo garimolhes pela porno vida de meninas de 19 anos olhar a buceta das julhersminha esposa branca e gorda dando o cu pro meu compadreistoria da netinha qui o banhava lavando su cuchupar buceta com estalos esposinha evangelicamamei contoscontos incesto mae gtslek que gosta de chupar paurelato erotico evangelica casada carente da buceta peluda greludafodida na balada/contoContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangconhado se aproveitando da conhada porreobesa da virilha toda assada pornôFoto picudo estotando a bucetinha da casadavilmer pornoo corno saia pela porta da e o amante entrava pela janela pornopai pono 15 etopo filiaMulher cagando na calsinhavideo pornofime porno marido infindo garrafa no cu da esposa sou casada e fui bolinada gosteisadomasoquismo porquinha choquemulher derramando enfiando um copo de cachaça na bucetaContos novinha cuzinho depósitofui arrombadomulheres bostas scatvideo de sexo afrosa com netadacontos de namorada no churrascomostrando buceta po amigo pater uma xvidiocontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosocontos eroticos gay virei chupeteiro dos senhorecontos eroticos amiga apostando o cuContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiamolequinhos emeninos de treze q quonze anos perdendo a virjindafe do cizinho pela primeira vez vidioscalça legui caladinha na casada xvideonovinha bebada faz se. xoi anal n quartbaixa lourinha cafungada com o negaofotos+de++buceta+com++calcinharelatos de minha sogra e muinto greluda e pentelhudadei a buceta na bicicleta contos eroticosmulheres estupradas por varios homens roludos ao extremoporno doido travetis fundenopornô amador conto erótico de mãe divorciadachupei lambi os pés da minha prima mais nova dormindocrossdress betinha 4Contos reais de sodomiaamarando a filha pra chupa buceta e mete a liga no buraco da buceta primeira vez que ela sente uma lingacontoseroticos/nicoleavelin/autoracontos erotico sobrinho pausudo so de sungamulher sendo mastrubada no honibos pro um estranhoXVídeos gay com truculênciamulher d buceta pequena engastada c pau grandemagrinhas soquem pauzao. de 30 cm filme de sexo pura selvageria de chupar e chupar agressivo mesmoconto gay meu colega aceitou da o cuxexoc calcinhas brancas mulheres bucetudascalcinhas casadas coroas grtando de dr no anal profundo e dptadosfodendo gestantesporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguiominha esposasuruba relatovisando dentro da bucetasseduzida por um estranho contos pornoxvidio no binha petdeno ocabadoxvideos viu mae dormindo de boca aberta e fico doidinhoquero assistir vídeo pornô estupro anal com vibradores e zoofilia misturadovisando dentro da bucetasvideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadahttp: // venus. workupload. com/ image/Siu76V3Uevangelicas na zoofilia com cachorro