Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

OITO MESES DE CADEIA... MAS AINDA SOU MACHO.

Um conto erótico de Estefanio
Categoria: Homossexual
Data: 16/04/2007 01:36:32
Nota 6.35
Assuntos: Homossexual, Gay

OITO MESES DE CADEIA... MAS AINDA SOU MACHO

Meu nome e Marcelo, tenho 22 anos, 1,76m, 73kg e sou muito macho, apesar do que vou relatar agora. Sempre fui da paz, mas naquele dia no ônibus acabei perdendo a paciência com aquela vadia grávida parada na minha frente. Eu tentando descer no meu ponto e ela intupindo o caminho. Taquei-le um chutaco na panca que ela afocinhou com tudo no chão. O ônibus parou e, para minha desgraça, um policial que estava parado no ponto já me mandava descer, depois que o pessoal me entregou dizendo: - prende esse bandido, seu guarda. O lugar dele e na cadeia.

Logo chegou o camburão e fui enfiado nele. Na cadeia, fui jogado numa cela com uns trinta mal-encarados. O guarda disse: - o turma, taqui um presentinho pra vocês. Este cara chutou a barriga de uma senhora grávida no ônibus e ela esta pra perder a criança. Eles me olharam sem dizer nada. Um deles veio na minha direção, um cara de um metro e setenta, mais ou menos, entroncado, com cara de mau. Fiz cara feia para ver se ele ficava longe. Levei uma porrada na boca que fiquei caído no chão sangrando. Perdi uns dois dentes. Logo veio um policial e me levou para a enfermaria. Duas horas depois eu estava de volta. Entrei na cela e o mesmo cara veio na minha direção. Ficou parado na minha frente, olhando pra mim. Baixei a cabeça em sinal de submissão. Ele me apontou um cobertor que estava estendido num varal dentro da cela e me disse para ir la pra trás. Fui. Ele foi atrás de mim, ficou parado na minha frente. De onde nos estávamos os outros não podiam nos ver. Ele baixou o calção que usava e me mostrou o pau duro. Disse: -cai de boca. Olhei para ele como querendo dizer não, quando ele me mostrou uma pequena faca feita com um cabo de colher. Me passou um arrepio pelo corpo e sem pensar, cai de joelhos, aproximei a cabeça do pau do cara e senti um cheiro forte. O cara devia estar sem tomar banho a pelo menos uma semana. Ele pegou a minha cabeça e foi levando contra o seu pau. Sem escolha, abri a boca e deixei ele enfiar. Quase vomitei, mas sabia que se não fizesse direito, não passaria daquela noite. Comecei a chupar, e aos poucos o gosto foi mudando. Ele começou a aumentar o ritmo e, quando gozou, segurou a minha cabeça e enfiou a pica na minha goela. Engasguei um pouco, mas tive que engolir tudo. Minha nossa, tomei um monte de porra de uma vez so! O cara saiu e fiquei um tempo sozinho. Eles estavam fazendo um tipo de aposta para decidirem quem seria o próximo. Logo veio um outro mau encarado, dizendo que queria ver o meu rabo. Senti um frio na espinha. Sera que teria que dar o cu? Baixei a calca, o cara se aproximou e começou a passar a mão na minha bunda. Disse para eu pegar no pau dele. Levei a mão por cima do calção dele e senti uma pica enorme e grossa, da grossura do meu pulso. Porra, eu nunca tinha dado o cu. Gostava de comer cu, mas nunca tinha passado pela minha cabeça em dar o cu. E agora? O cara disse para eu dar uma chupada nele. Fiz cara de choro, pedindo para eles pararem, que eu era homem, que nunca tinha transado com outros homens. Mas o cara não quis saber. Me deu um tapao na cara e disse: - mas agora tu vai ser minha puta! Baixa logo, seu bicha. E me empurrou. Cai de joelhos na frente dele. Ele enfiou o pau na minha boca. Era quase o dobro do tamanho do pau do cara anterior. A cabeça do pau dele quase não entrava na minha boca. Então eu pensei: vou fazer ele gozar na minha boca, porque não vou agüentar isso tudo no cu. E comecei a tocar uma punheta para ele com a boca. Ele ate me elogiava: - Isso, sua puta, faz gostoso! Mas quando eu pensei que ele ia gozar, ele tirou o pau da minha boca e me disse para deitar de bruços. Implorei para ele parar, mas não teve jeiro. O cara veio por cima de mim, lambuzou com guspe o meu cu e enfiou um dedo. Doeu pra caramba! Depois ele, sem pena, enfiou dois dedos. Quase vi estrelas. Os dedos dele eram grossos e ásperos, pareciam cenouras. Depois ele tirou os dedos e deu mais uma guspida meu cu. Senti quando ele encostou a cabeça do pau na minha rosquinha e começou a empurrar. Senti uma dor indescritível, parecia que estava sendo rasgado, e estava mesmo. As minhas pernas ficaram paralizadas. Quando ele conseguiu enfiar a cabeça do pau, puxou um pouquinho para fora e empurrou tudo de uma vez. Nem acreditei que entrou tudo. O pau dele tinha mais de vinte centrimetros e era grosso demais. Ele deu umas bombadas e logo gozou. Senti a porra dele invadindo o meu intestino. Logo ele saiu, comemorando mais um cabacinho. Passou uns dez minutos e chegaram dois caras. Agora tu vai dar e chupar ao mesmo tempo, seu babaca. Assim foi a semana toda. Levei muita porrada, pois eles diziam que puta tem que apanhar. Quando eu ia cagar, so saia sangue.

Ate que um dia, entrou na cela um carinha acusado de estuprador, devia ter uns 18 anos. O Pedro, o primeiro cara que eu chupei, que era o chefe da cela resolveu que quem iria inalgurar o carinha seria eu: - Vai ser uma puta comendo outra, ele disse.

Ele chegou pro carinha, mostrou a faca e disse: - faz tudo o que esse aqui te mandar, ou morre. E mandou o cara pra trás do cobertor. Chegou pra mim e disse: - Vai la agora e arromba esse filho da puta.

Eu fui pra trás do cobertor e o cara estava chorando. Mandei ele se abaixar e chupar o meu pau. Ele não queria. Dei-lhe uma porrada no ouvido que ele caiu deitado. Puxei ele pelos cabelos e esfreguei o pau na cara dele. – Se morder, eu te mato, falei. O cara começou a chupar e o meu pau, que estava meio mole, começou a ficar duro. Perguntei se ele já tinha dado o cu antes e ele disse que não. Fiquei com mais tesão ainda. Mandei ele tirar a roupa e deitar de bruços. Ele ficou la deitado. Não sei como, quando vi aquela bunda branca empinada na minha direção, fiquei com um tesão louco. Me aproximei, abri o rego dele e dei uma guspida. Lambuzei com o dedo, mas não enfiei o dedo. Encostei a cabeça do pau e comecei a tentar enfiar. Ele trancava a bunda e não deixava o mau pau entrar. Então dei uma chave de braço no pescoço do cara e falei: - Afroxa o rabo ou morre agora. A bunda do cara logo afroxou. Senti que a cabeça entrou. Tirei o pau, dei mais uma guspida no cu dele e voltei a meter o pau. Quando senti que a cabeça tinha entrado, meti tudo de uma vez. Ele gemia e chorava, pedindo pra eu ir devagar, mas eu estava, de certa forma, me vingando do que os outros haviam feito comigo. Gozei muito no cu do cara. Tirei o pau e vi que estava sujo de sangue. Mandei o filho da puta limpar o meu pau com a boca. Ele, meio com cara de nojo, fez o que eu mandei.

Quando sai de trás do cobertor, os caras me olhavam com admiração. Acho que eles pensavam que eu não iria conseguir comer o cara.

No segundo dia, o carinha já tinha sido comido por todo mundo. A nossa cela era um cheiro de porra so. As vezes, ainda tinha um ou outro que vinha pra cima de mim para fazer um boquete ou comer o meu cu. Chegou uma hora que comecei a achar isso normal, pois vi que esse tipo de homossexualizmo era comum. Um dia o cara que me arrombou o cu disse que queria sentir o meu pau no cu dele e acabei comendo o cara também. Um dia, entrou na cela um cara que tinha estuprado e matado uma menina de 11 anos. Nunca vi um cara apanhar tanto. Ele começou chupando os cus dos caras da cela. Teve que limpar os cus dos caras com a língua. Depois chupou os paus de todo mundo. Não sei como ele conseguiu engolir tanta porra. O cu dele foi arrombado de todo jeito. Tinha um tarado que tentou (e conseguiu) enfiar o punho fechado dentro do cu do cara. Todo dia o cara apanhava. Um dia obrigaram ele a limpar o chão do banheiro com a língua. Um cara chegou a cagar a mandar ele comer o coco. Ele comeu um pouco e vomitou. Naquele dia ele quase morreu, pois quase que foi esfaqueado por um negão que já estava cansado de dar porradas nele. Quando sai da cadeia, ele ainda estava vivo, não sei se ainda esta, pois a turma odiava muito ele.

Hoje já fazem dois anos que sai da cadeia. Nunca mais tive relações homossexuais e agora estou tomando o coquetel anti hiv.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Hk
29/05/2017 16:57:49
A história me deu tesão danado e vc escreve muito bem, mas devia passar o resto da vida dando esse rabinho na cadeia... é o que um lixo como vc merece. Não se preocupe, logo o próprio diabo vai estar esfolando esse teu cuzinho, eternamente!
22/05/2013 00:42:30
Fresco incubado e mentiroso.
Hk
08/04/2013 01:04:38
Péssima índole, inventa outra desculpa pra dar o cu.
14/03/2012 23:26:46
muio legal
01/06/2007 22:00:16
MAIS UM FILHO DA PUTA QUE INVENTA DEZENAS DE NICKNAME PARA ENCHER DE NOTAS 10, VAI DAR O CU NA REPÚBLICA VIADO FILHO DA PUTA!
01/06/2007 21:57:35
É trouxão, começe a inventar mais 40 nicks diferentes, para voltar a média da nota anterior..., afinal de contas, além de dar este cú arrombado vc não deve fazer porra nenhuma da vida mesmo.
01/06/2007 21:45:52
E aí cuzão é gostoso dar zero pros outros sem motivo? Toma no cú agora seu trouxa, pode inventar 1000 nicks diferentes que tambem invento os meus, otário!
17/04/2007 13:28:33
Já entendi. Você está é disfarçando. Você quer mesmo é que eu diga: Turin, dá seu cuzim! E você dará. Feliz!!!!!!!
17/04/2007 10:18:37
Olha casalvontade, posso te mostrar o que sou diante de sua mulher. Vc comanda e eu atendo. Vc diz - Coma o cu dela, eu eu comerei... Vc diz - Chupe a buça dela, e eu chuparei. É só querer. Sei que ao ler isso vc fica com tesão.
17/04/2007 05:38:43
Que belo idiota é vc, respeito tem que haver sempre, com mulheres grávidas ou não, com homens, crianças, velhos, negros, indios, gays. Respeito cabe em qualquer lugar.
17/04/2007 04:03:07
Tomando como base o seu relato, fica evidenciado que a "Cadeia" foi simplesmente o impulso que lhe faltava, para vc entrar na vida homosexual, e assumir a sua feminilidade. ainda com um pouco de receio da sociedade. Maiores informações "O pscologo de putas"
16/04/2007 20:26:54
O "Turin" é mesmo um "babaquim". Só deu a nota 10 para me contrariar. Já estou comandando as ações do coitado. Dá o "cuzim" também, dá?
16/04/2007 17:28:04
Que merda de conto... Sem comentários...
16/04/2007 15:58:43
Te dei um 10 para discordar desse tal de '' casalvontade ''.
16/04/2007 15:54:35
Que dureza, heim meu. Vc se fodeu de verdade. Só tenho duas perguntas : Não era melhor ter sido esfaqueado ? E outra, vc foi bem macho para chutar a mulher... Pq não lutou até a morte com os malditos presos ?
16/04/2007 12:50:50
Bom, se isso aconteceu realmente... e vc está tomando coquetel... acho que está próxima a hora de vc ir p inferno né... tomara que os capirotos tenham pau gigante e com espinhos... pra te comerem como uma puta que vc é.
16/04/2007 12:45:23
É isso ai. As mulheres gravidas ou não merecem respeito. Espero que pelo menos esse conto sirva de exemplo. Só não respeito mulher, quando ela não quer ser respeitada e geralmente algumas não gostam de respeito quando estão afim de sacanagem. Ai é comigo mesmo.
16/04/2007 11:18:57
Se isso é um relato e considerando seus contos (ou relatos) anteriores, a impressão que fica é que você na verdade nunca foi macho, pois quem agride uma mulher é porque não gosta da "coisa". Nota zero prá você e sua estória...
16/04/2007 09:42:43
É se realmente passou por isso e conseguiu se superar está de parabéns..Mas vê se da próxima respeite mais as mulheres...
16/04/2007 08:37:24
meu esse conto ao mesmo tempo q é TZAO puro e nojento... gosto de conto que tem presos.... + sem nojeira. valeu




Online porn video at mobile phone


ponodoido cenas muito fortecontos eróticos bolinando e fudendo com minha cunhadinha novinha novinha e virgem encinando ela fuder gostosoasistir sexo completo brutal chupadas na bucetas uiiiiiiconto xota formigando paiadoro ser enrabada conto eroticocontoprimeirafodaContos eroticos maniaco por seiosvídeo pornô da retina p**** da retina e mandou um vídeo pornô dela não ela nuaContos eroticos cunhada cdzinhapraticante de zoofiliavídeo dos anjos guerreiros vídeos pornô sem jeito malcontos eroticos com viuvas ricas e sedutorascontos eroticos arretando novinha na hora da janta na meaavideos de sexo gay imperador sendo puta dos guardas do palaciomao boba na noiva pegando nos peito dela porno dentro do cinemaconto viadinhoContos gays vestido de mulher para o negro dotadonega o tarado fuden mendiga na ru pm muita forçaconto erotico curradanovinha engole pau do paulaoflagante de sexo com patricinha de carangolaintiaada chupando pau do ppadrasto desmaido de sonoconto dupla penetracaocontos gay uma viagem inesquecível para o novinhowww.casadoscontos/gayputo.comver conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudosou puto e quero comedor em esteio rsseita crossdresserrapazinho mimado dando o raboiniciando um viadinho contoCaíque levando rola no cúbotando na buceta pela beradinha do shortecontos eros chule do pintordei o cuzinho meladinho contosmeu irmao despresa minha cunhada e ela da a bucetinha gostosa para mimcontos eroticos mulher dopada e fudidawww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brpornô grátis só contos eróticos sogra cozinhacontos eroticos chantagiei minha tia e comi elacontos filha rabuda ninfomaniaca vidio mae putona se assusta quanto ve que o filho gosou dentro sem camisinhaCOROA japonesa FOI PARADA NA RUA E ACEITOU FUDERO Riquinho e o Favelado conto gaysou amante d minha cunhda contodando pro supervisor contocrentinha no portao querendo darcontos eroticos de incesto seduzir meu pai sentando so de calcinha no coloporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuamelhore estrupa amiga chupandoa a forsa porno fasil asesointiaada chupando pau do ppadrasto desmaido de sonofiume porno antigo do tasaõao entrar no quarto me deparo ela gozando muito sexo porno brasil spbabá da nuvem passageira filme pornôSogra Contos Eroticostem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularcomo fazer alguem te pedir dxclpa a distanciacache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho faminta engole a piroca do padrastonovinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita paiFotos d negao fudeno cazadacontos de mulheres que virao cenas de casais transando e se masturbarao perdeno as prega saino bosta caseirocontos eróticos chantagiei o papai pra ele mim enrraba todinhaputona sendo rasgado no cu pica gggadoro uma rola gg me rasgando contoscomo fazersrxo pinto vibradorconto erotico a irmandade da anacondacasada traindo e falando ai era isso que eu queria outra pica fudendo minha bucetahomem tem namorada ela ta dormindo. e a cama da irma é do lado irmao ataca a irma porno evito. melhor saitetravesti super roluda pega a mulher casada que goza so de ver o tamanho ahhhhnovinha com pouco pentelho contoscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaporno irado sexo no salã de belezanovinha aser estuprada com padrasto aser disvirginado encuanto dormecontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maisvídeo de homem se masturbando e g****** no copo e mulher bebendo no café da manhãmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesaprendendo a ser puta no tapa/contoshttp://www.bookess.com/read/15804-coletanea-ele-ele-primeiras-vezes/ Comentárioscontos de mulher que da a buceta para mendingo chupar comer mamarcasa dos contos eróticos patrão e empregadoxvidio louco desejo vestidinhobelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhaporbo doido escrava cega afoga na bundapeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesaoconto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigopornô sexo garota transando com apitando o quarto deitadacontos eroticos vovôfamilia surubacontos eroticos urei de tanto gozar minha buceta inchadasou puta do meu tioContos eroticos eu e minha amiga viramos putinhas desde pequeninhaporno caseiro dupla penetraçao ela fica brava porque doeu o cucontos mulher de amigo short colado