Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Uma Puta Sedenta Por Um Pau

Autor: Fanny
Categoria: Heterossexual
Data: 29/04/2007 11:28:37
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Uma Puta Sedenta Por Um Pau.

Essa história que eu contar para vocês aconteceu comigo há algum tempo atrás, eu estava desempregado e saía todos os dias para procurar emprego, depois de muito tempo eu consegui, mas só que tinha um porém, eu teria de mudar de cidade, eu moro no Rio e teria de ir para Florianópolis, a proposta era boa, e eu não recusei e fui. Chegando lá fui logo me estalando num apartamento da cidade. Bom, como eu ia ficar um bom tempo por lá tinha de conhecer a cidade, e foi o que eu fiz.

Na sexta logo depois do trabalho, passei no apartamento, tomei um banho e saí, Floripa é uma cidade muita bonita e com bastante gente interessante. Resolvi entrar numa boate para dançar um pouco, entrei e procurei uma mesa para me sentar, pedi uma bebida e fiquei ali observando o local e as pessoas, quando olhei numa mesa mais a frente avistei uma morena deslumbrante, cabelos longos, pernas grossas, seios grandes e um bumbum errebitado, ela usava um shortinho jeans e uma blusa tomara que caia. Fiquei doido com a visão que tive, comecei a paquerá-la de longe para ver se ela me dava mole, ela parecia ser muito simpática, pois sorria para todos que a cumprimentavam, dei mais um tempo e fui conversar com ela, sentei ao seu lado e conversamos sobre muitas coisas e não nos demos conta da hora, ela me disse que teria de acordar cedo no dia seguinte e que não poderia mais ficar, logo me prontifiquei a levá-la em casa, chegando a sua casa conversamos mais um pouco ainda no carro, peguei seu telefone e nos despedimos. No dia seguinte fiquei pensando naquela mulher e tinha que encontrá-la novamente, passaram-se três dias e para minha surpresa ela ligou para mim, falamos um pouco no telefone e marcamos de sair sábado à noite. No sábado passei em sua casa para buscá-la, entrei e esperei na sala, ela desceu a escada e como estava gostosa, usava um vestido branco longo, com um decote generoso nas costas, peguei em sua mão e a conduzi até meu carro, fomos até uma boate ali perto e dançamos a noite toda. Já passava das duas da manhã quando resolvemos sair, entramos no carro e estávamos felizes pela noite que tivemos, conversamos mais um pouco e num ato extintivo nos beijamos, um beijo por sinal cheio de tesão, terminamos nosso longo beijo e saímos, durante o percurso ela começou a se insinuar pra mim, eu comecei a não resistir e comecei a passar a mão em suas pernas, chegando bem perto de sua xaninha, ela afastava as pernas e dava pequenos gemidos, ela vendo que meu pau já estava quase estourando a calça, resolveu me ajudar colocando-o para fora, ela parou olhou bem, como se estivesse examinando, apertou ele em suas mãos, lambeu seus lábios e disse “ hum que delícia” e abocanhou ele de uma vez só, ela lambia toda sua extensão, depois voltava a engoli-lo, eu dirigia com uma mão e com a outra puxava seus cabelos, forçava sua cabeça contra meu pau, teve uma hora que ela parou de chupar, foi em meu ouvido e disse “ quero ser fudida com força hoje, porque sou uma puta e estou no cio” aquilo quase me fez gozar naquela hora, mas sabia que tinha que guardar meu “estoque” de porra. Fomos então para meu apartamento, seguimos de carro e ela caída de boca no meu pau, parecia que não iria largá-lo mais, chegamos e subimos de elevador, nos beijamos e passei a mão em sua bundinha e levantei seu vestido, quase caí pra trás quando vi, ela não estava usando calcinha, ela pulou em cima de mim e fiquei segurando-a pela bunda, já estava doido para fudê-la, entramos, tranquei a porta, e peguei um vinho para tomarmos, e isso só esquentou mais ainda o clima, fui ao quarto para pegar camisinha e quando voltei, tive uma visão fantástica, ela estava de quatro no sofá, eu fui por trás dela levantei seu vestido e comecei a lamber aquela bundinha, dei várias lambidas naquele rabo gostoso, a cada lambida ela fechava os olhos e gemia e dizia “vai, me fode, enfia esse piru gostoso em mim, me come caralho, come o rabo dessa puta” enfiei com vontade” e comecei um vai e vem alucinante, ela estava louca, falava um monte de coisas “hã, hã, hã, isso vai, assim, hum que delícia, que vara gostosa, meti mas forte que eu quero ficar bem arrombada” eu estava maluco com aquela mulher e falava “ vai vagabunda, rebola, arreganha esse rabo todo pra mim minha puta”, quando estava quase gozando, parei um pouco lá dentro, ela contraiu seu cuzinho prendendo minha pica, esperei mais um pouco, ela soltou, aí voltei a bombar com força, ela deu um grito e avisou que ia gozar, eu também não agüentando mais, atolei todo meu pau em seu rabinho e gozamos juntos, continuei lá dentro e dei umas lambidas nas suas costas, saí tirei minha camisinha e deitei ao seu lado, fiquei beijando seu corpo e mamando em suas tetas, fui descendo e encontrei sua xaninha, comecei a lamber toda a extensão, enfiava a língua e mordiscava seu grelinho, logo ela já estava toda arreganhada pedindo pra mim fuder sua buceta, sentei no sofá e ela subiu em cima de mim, fazendo com que meu pau sumisse em sua gruta, ela começou a cavalgar enquanto eu chupava seus seios, e como ela era gostosa, me deliciava com seu corpo, enquanto minha pica entrava e saía da sua xaninha, eu avisei que iria gozar, então ela inclinou seu corpo pra cima de mim e apertou meu pau com os lábios da sua buceta, isso fez com que ela pudesse sentir meu pau latejar nas paredes da sua buceta, ela foi em meu ouvido e disse( detalhe eu não usava camisinha nessa hora) “ goza meu macho, me dá essa porra gostosa, enche minha grutinha enche” apertei sua bunda e gozei tanto que pensei que fosse morrer, ela saiu de cima de mim eu fiquei sentado no sofá, exausto mas satisfeito, ela começou a lamber meu pau, com se quisesse limpá-lo ou querendo aproveitar um restinho de porra, dormimos abraçados, acordei com ela lambendo meu saco, tomamos um banho juntos e ela ainda me pagou mais um boquete maravilhoso, gozei em sua boquinha, ela engoliu tudo deu um sorrisinho e disse “ obrigado por ter saciado essa putinha no cio, meus buraquinhos já estão piscando para uma próxima vez” saí, botei minha roupa e fui embora, passamos a trepar quase todos os dias, chegamos até a fazer uma loucura, transamos no acostamento de uma estrada, já pensou se alguém nos ver.

Tchau um abraço. Quem quiser me add, [email protected]

Comentários

29/04/2007 20:35:28
Oh imbecil... se vcs estavam no seu apartamento, pq depois da foda vc se vestiu e foi embora ? hahahahaha Ficou na vontade, foi, corno ?

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


xvideos cliente dotado fica com pau duro durante exame e a depiladora acaba não resistndocibele bucetonaquero pesquisar filmes pornor com negros super dotados arregassando cu e bucetas de mulheres loiras tirando sangue do cursinho delasvideo de mulher 34anos nuA lavano a bucetavideo porno fundeno cuzinho a fosaconto fude com meu cachorro a xifro meu maridofoda incesta mae dormindo bem profundo tipo estupro putaria brasileira cenas fortes de estrupo mae sexocontos pornôs mulheres lindas super gostosas que seus maridos liberaram para dar para seus amigos que tem paus bem grandes maior do que os deles elas adoramxxvideo n paguei tive dar cu eterogayolhar a buceta das julherslesbicas contando cono ébom chupar e ser chpadaespiando sebastiana tomar banho contos eróticosbuceta gozano nepicavideos provocado meu cunhado do pau grande setei em cimagozei na boca no caminhaoconto erotico machucou o cu da casadinhaporno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudobuseta.daclaudia.ranharMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticoxvideos criansicegozando dentro elas brigammulheres na cama peladas uma ensima da outra peladas apertando a bumda da outranovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadouma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhobuceta da linguonacrioula perdendo a virgindade de bruçoseduzindo você a bater punhetavídeo da pelada gostosona morena aquelas bem gostosa e morena e bem gostoso se tu não fazer carvãocontos eroticos de 2017 dia 20 de abrilcontos de sexo depilando a sograsou puta e cadela do meu cachorro e corno adoraquero ver video da a mulher memesia a buceta o curelato lambuzei o corno e a putabuceta babando liquido transparenteContos de cornoenfiou a sonda contos eróticosReta do Pedreiro Pelado Heteropilha de vestido deu bobera com papai e a pica gozou na pomba porno inosenteviagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou irmalouca pra perdero cabaco pro irmarconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexovideos porno mulher tentando escapa. do pau do outro na frente do marido mas nao comsegue e corno dechafamilia surubahistoria porno gay paguei um boquete pro anivesarianteporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideosso sexo incesto mãe e filho contos ineditoscontos me enrabou com straponcomadre milhadinha dando pra ocumpadre pornogta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaconto erotico sobrinho novinho com tio e tiaenteada acanhada masturba o padrastoconto + de conchinha com meu filhoconto erotico "padre não é homem"xevideo mulher dormido e rola entrandoxxxxxxxvideos com professoras de educacao fisicaporno incesto mamãe dese jeito nao consigo desfarsar meu tezaocontos montadores cuzinhosafado dando pirocudo vídeo xxvbporno novinha no malabarismo com duas rolasPasando com a cobra na cona Zooporncontos eróticos filhinha novinha gostosa delirando no colo do papainovinha dando.uma segirada na piroca do primo no quartoCrentinhas cabacinhosporno ele para pra descansar da caminhada e pega morena agua e fode com eleconto erótico de mendingomuiler da buseta ixada levamo varafraquei minha mae peituda dando no quarto para meu primo roludoGozada na buceta contovideos de cunhada se esfregando no marido da irmacontos irma criaçao fudendo namoradoviolentada na escola conto