Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Dando pro professor

Autor: Siro
Categoria: Homossexual
Data: 30/04/2007 05:14:23
Nota 9.22
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Teve uma época em que eu era uma verdadeira putinha. Estava no auge de trepar com carinhas e tudo que eu queria era dar o cu.

Na escola tinha esse professor que todas as meninas davam em cima, mas ele nunca tinha pegado nenhuma, os meninos falavam que ele era gay. Na época como eu só queria transar acabava não estudando e tirava notas baixar, então minha mãe resolveu que ia me botar na aula particular. Disse então que ela me botasse pra estudar com o professor (vou chama-lo de Carlos), que dava aulas particulares individualmente. Conversei com ele e ficamos acertados.

É claro que eu tinha outras intenções. Apesar de achar que o professor não ia querer nada comigo eu queria provoca-lo e ver como ele reagiria com isso.

Fiz de tudo pra me tornar amigo dele e comecei a estudar bastante e com o tempo tive uma melhora muito boa na escola, atribuida pela minha mãe ao professor. Após alguns meses comecei a pedir conselhos para Carlos. Fazia perguntas sobre garotas e sobre sexo, o que ele me respondia animadamente.

Um belo dia eu disse que tinha algo grave pra lhe contar e que eu queria que ele jurasse que não ia contar pra ninguém. Ele prometeu. Eu disse que estava começando a sentir que estava apaixonado por um menino e perguntei o que eu devia fazer. Ele ficou surpreso. Mas conversou normalmente comigo. Fui embora me fazendo de envergonhado e faltei no dia seguinte.

Na escola ele me abordou e perguntou porque eu tinha faltado. Eu me fiz de timido e disse que estava querendo sair de lá. Ele perguntou o por que, se tinha sido por causa da conversa do dia anterior e me prometeu que não ia comentar nada com ninguém. Então eu joguei sujo. Disse que o garoto era ele. Que andava pensando muito nele. E que desde que o tinha conhecido só me masturbava pensando nele. Ele ficou meio sem graça e olhou para os lados para ver se estavamos só. Ele me respondeu que aquele era um assunto muito delicado e que agente deveria conversar com mais calma em outro lugar. Marcamos de nos encontrar a tardinha na casa dele.

Fui pensando em me insinuar pesadamente pra ele pra ver no que dava. Já começava a achar que o professor queria me comer. Cheguei na casa dele e ele estava de shorts com uma camiseta apertada. Ele me comprimentou e mandou eu entrar. Sentamos no sofá e começamos a conversar. Fui direto ao assunto. Disse que pensava muito nele e que isso nunca tinha acontecido comigo. Eu gostava de mulheres e que agora eu tinha pensamentos estranhos. Disse que eu estava muito confuso e que queria que ele me ajudasse a descobrir se eu gostava de homem ou de mulher. Ele me perguntou o que ele podia fazer para me ajudar. Então eu tasquei um beijo na boca dele. Ele me beijou por alguns segundos. Eu podia sentir o pau duro dele sobre o shorts.

Ele me empurrou e disse que aquilo era errado. Que se alguém soubesse ele estaria perdido. Então eu prometi que seria um segredo nosso. Que eu queria que ele apenas me mostrasse como era transar com outro homem.

Ele sorriu e tirou a roupa. Se aproximou e me beijou loucamente. Eu enfiei a boca na lingua dele já segurando o seu pau. Ele arrancou a minha roupa e ficamos os dois nus nos esfregando. Ele acariciava minhas costas e apertava minha bunda com força, me puxando junto do corpo dele.

Eu comecei a beijar o seu pescoço e fui descendo para os mamilos. Dando mordidinhas masturbava ele lentamente com fortes estocadas. Ele gemia.

Continuei descendo beijando a sua barriga. O seu pau pulsava na minha mão. E então eu o beijei. Enfiei a boca naquele cacete gostoso e comecei a chupar timidamente. Enfiava ele todo na boca, deixando o dente bater na cabeça do pau dele de vez em quando.

\\\"Professor Carlos, é assim que se faz?\\\", eu perguntei com uma voz muito safada. Ele me respondeu que sim em meio a gemidos. Agarrou meus cabelos e começou a foder a minha boca. Eu gemia com aquele cacete atolado na minha garganta. Eu já tinha babado todo o pau dele quando ele me puxou pra cima e enfiou a lingua na minha boca. Ele me perguntou se eu queria saber como era dar o cu. Eu disse que sim.

Então ele me botou de quatro no sofá e começou a enfiar a lingua no meu cu. Eu gemia dizendo que estava tão gostoso e rebolava naquela boca maravilhosa o que deixou ele louco. Ele me pegou pela cintura e enfiou o cacete em mim bem devagar.

Ele começou bem devagarinho. Eu acompanhava as suas estocadas com gemidos de uma verdadeira putinha.

Eu já tinha dado muito o cu, mas pela primeira vez com um homem de verdade. Ele não era um garoto e sabia o que estava fazendo, então quando ele aumentou o ritmo das estocadas, eu realmente senti meu cu sendo rasgado. Comecei a gritar frenéticamente, e ele teve que colocar a cueca na minha boca pra abafar os gritos.

Eu estava louco com o meu professor me comendo. Aquilo era melhor do que eu tinha imaginado. Ele me fodeu por muito tempo o que me deixou totalmente arrombado e por fim ele me falou no ouvido. \\\"Quer sentir como é uma esporrada na cara?\\\", eu tirei a cueca da boca e disse que sim. Então ele tirou o pau de dentro do meu cu e veio pra minha frente e começou uma punheta na minha cara. Eu botei a lingua pra fora e comecei a chupar a cabeça do pau dele. Logo ele gozou com um gemido assustador. Eu nunca tinha visto tanta porra antes, fiquei com a cara toda melecada. Eu adorei.

Ele sorriu e perguntou se eu tinha gostado. Falei que sim e ele me fez sentar no sofá. Abriu minhas pernas e meu pau estava lá duro. Ele começou um boquete maravilhoso. Nunca tinha sido chupado tão gostoso assim. Rapidinho eu gozei sem aviso na boca dele. Ele sugou toda a minha porra e em seguida veio me beijar despejando aquilo tudo em mim. Ele me fez engolir tudinho.

Eu cai esparramado no sofá, ofegante. O professor tinha acabado comigo.

Ele me deixou descansando um pouco lá e depois disse que eu tinha que ir embora.

Me vesti e perguntei se eu podia voltar outro dia pra mais. Ele tentou desconversar, mas eu insisti muito e ele disse que sim. Ainda perguntei se ele me queria como aluno. Ele disse que sim, e que amanhã tinhamos um encontro marcado as três da tarde.

Fui pra casa completamente satisfeito, com o cu doendo mas muito satisfeito. Satisfeito por ter dado pro professor mais cobiçado do colégio. Tudo que eu queria era descansar bastante pra no outro dia ele comer meu cu novamente.

Comentários

29/05/2013 14:23:09
10
30/09/2008 14:17:28
eu quero tanto dar pro meu cunhado e pro meu professor de fisica :/
30/09/2008 14:16:57
eu quero dar pro meu professor de física. ele é muito gostoso
26/05/2007 21:47:39
achei que vc é quem era o professor, muito bom, fiquei ate com inveja dele
30/04/2007 17:48:34
nossa vc é um safadinho, eu tbm já tive muito tsão por professores

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


meu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.massage ando a cunhada contoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretopau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendoMe arrumei para meter com.outro e o corno sabendoTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comercontos gays de meninos passivinhos com machos maduros/dando meu cuzinho aos homens desde meninohomens de braços grandes e pau durocache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133 tava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contosver relatos verdadeiro cheirava as calcinhas da minha primaconto gay adoro ser esculachado por um machogostosas minisaia enos debaixodelasContos de loiras taradas por mendigos negrosПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-gtavicity.ruconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestiContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu penisfinha cendo bulinada por pai enquanto dorme no sono profundo xtubContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte3vídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherfilhinha provocando o pai e mostrando a piriquitinha só de calcinhaporno vidios mulher vestida de mamae noeu engatada com cachorroConto uma vida incestuosa PT2.2contos de sexo raspei minha bucetaporno comendo cu de homêm de bùnda grandeporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.paumuleke punhetamdovideo pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamaComtos Eroticos filho de menor fodendo mae gostosonacontos meu genro tesudoporno sobria vai vizitar tio e esrrupadaassistindo filme com a tia e perder pra dica abraçadinho xvideosgarota misterio cdzinhaas mulheres cm a buceta grande panel de fuscaxvidio confio no amigocontos erticos lufervideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapéXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadaconcha do gozando na boca do cunhado gaymulher cagando com prisao de ventre pornoincesto lendo no colo do papaichegando da balada bêbada e fazemos insetoxv.ogenrro.cl.endo.asograbuceta nua com pintei moicanojege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornocontos veridicos com enteadasfoto de muie com bucetas largassou mulher vou confesa que que dormia com meu primo e dei pra ele quando senti que ele tava de pau duro e eu logo mi exciteimartinha safadinhamulher transando com convidado do marido por baixo da mesacontos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladapornô grátis cu de viado dando falta de pão de mel recheado no potevideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recistinovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadoirmao.ingravidando.irma.metendi.na.buseta.sem.camlsinhacontos eroticos pegando minha tia gravidacu manteigaemcoxando a novinha de sches e saiaMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticotio comedo a sobirnha da100 foto de mulher em fiado a mao na bucetaTurbo negro contos gays.xxx bunda grandeconto em familiacarol celico fudendo putinhamulher casada se exibindo para o encanador enguiçado e ele sem calcinha só de saiasanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elacontos de esposa puta chupando varias rola na frente d cornonegao infiando na guela da safadachupando buseta labefo pasda mso bocsconto comi uma eguaporno socorro meu genro fode malpeguei meu sobrinho mas tenho uma chapuletada rola muito grandebaixar video Enteada safadinha bem cadela transando com seu padrasto sem vergonha. Bem putinha ela foi ate o quarto do padrasto e la pegou ele dormindo, tirando a cueca dele