Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Descobrindo o sexo... novamente

Autor: Soninha Puta
Categoria: Heterossexual
Data: 22/05/2007 12:51:02
Nota 7.25
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi!! Sou a Soninha (nome fictício), não sou uma mulher lindíssima, mas não passo desapercebida em qualquer lugar que vou, tenho 40 anos, bem vividos, 1m68, 63kg (bem distribuídos), bundinha arrebitada, coxas grossas, pernas bem torneadas, seios médios, cinturinha fina e acentuada, morena jambo, olhos verdes, lábios carnudos e sempre molhados, sou o biótipo de mulher que os homens chamam de gostosa, sou casada, e muito bem casada, meu marido é atencioso, lindo, másculo e acima de tudo bem dotado. Sempre fui consciente tanto como mulher, esposa e mãe, religiosa praticante. Minhas roupas são sóbrias, condizentes com meu status profissional e social. Bom, mas chega de apresentações e vamos aos fatos que sei que vocês vão adorar. Meu casamento vinha decaindo depois de 20 anos de convivência, o sexo já não tinha mais sabor para mim, eu e meu marido nos contentávamos a "aquela semanal" sem grandes novidades até que conheci, através de uma pesquisa do meu trabalho, o site Casa dos Contos. Pelos relatos narrados vi que minha vida sexual era morna e insatisfatória e isto me fez questioná-la, o quanto negligenciei minha sexualidade todos estes anos da minha vida. Ao colocar meus pensamentos e dúvidas ao meu marido descobri nele também um homem insatisfeito, começamos aí uma peregrinação atrás de informações em literaturas sobre sexo. A minha redenção veio também através do meu trabalho quanto tive que intervir numa casa de prostituição e entrevistar todas aquelas mulheres, algumas insatisfeitas com a vida que levavam mas a maioria demonstrava a satisfação sexual de ser útil a humanidade. Os relatos me deixaram molhadinha, comecei a montar em minha cabeça uma idéia que coloquei ao meu marido e ele gostou da idéia, com a ressalva de que se fosse tomar este caminho que fosse em outra cidade e estado, não se opondo a mais nada. A oportunidade surgiu seis meses depois, nas férias em uma praia paradisíaca de Sta Catarina, quando reencontrei uma das mulheres que havia entrevistado e que estavaa gerenciando uma casa de prostituição numa praia vizinha, distante não mais do que alguns kms. Sem rodeios coloquei a ela meu plano e ela aceitou dizendo que recebia diversos pedidos iguis e que escolheria a minha "clientela" a dedo. Com a aquiescência do meu marido, numa quarta-feira a tarde, fui ter com ela para "experimentar meu novo trabalho". Antes ela me fez passar em uma boutique especializada em putas para comprar roupas novas, sensuais e insinuantes, lingerie erótica e as famosas meias 7/8 (que nunca havia comprado). Chegamos na "casa" eram 18:00 e ela foi me apresentando às minhas "colegas de trabalho", sendo bem recebida por todas. Coloquei a elas que minha "arrecadação" seria dividida entre todas, pois meu intuito era sexual e não monetário, elas adoraram. Bem maquiada, penteada e vestida num vestido curtíssimo de malha finíssima num tom de azul turquesa, meias 7/8 no mesmo tom, calcinha diminuta na mesma cor, fui para o salão esperar a abertura do "expediente" que aconteceu lá pelas 21:00, neste inteirim recebi muitas dicas de como me portar, como fazer um homem gozar logo, ou como prolongar o prazer. Eu estava super excitada, minha bocetinha era uma cachoeira, nunca na minha vida havia experimentado tal tesão. Para relaxar me deram para tomar uma caipirinha que logo pegou, pois não tenho o hábito de tomar nada de bebida alcoólica e me fazendo mais liberada, suspirei e abandonei todos os meus tabusd, assumindo a postura de puta. Os homens começaram a chegar e logo fui apresentada ao meu primeiro "cliente". Um homem na casa dos seus 30 anos, tarado por completo. Sem rodeios me levou para um canto e me amassou me beijando e acariciando como um animal, eu gozei de cara com este assédio apertando o pênis dele com força. Em pouco tempo estava com ele num cubículo que chamavam de quarto onde ele me possuiu rápida e satisfatoriamente me fazendo gozar mais uma vez. Mais relaxada voltei ao salão já com outra roupa, uma saída de banho transparente sem nada por baixo. Em pouco tempo já tinha um novo "cliente", este um rapagão dos seus 24 anos com um membro que logo senti enorme, maior que o do meu marido, me comeu de uma forma irrepreensível, me fazendo ir às nuvens vária vezes, sentir aquele pau enorme entrar em minhas carnes me rasgando foi uma loucura. Voltei ao salão vestindo um espartilho vermelho com uma calcinha que nada mais era do que um fiozinho, acompanhada de um belo para de meias 7/8 rendada. Meu terceiro "cliente" da noite foi um senhor gordo de uns 45 anos que me fez de princesa, me deu um banho de gato que me fez delirar aos berros, depois me comeu vagarosamente com seu pau pequeno e grosso me fazendo delirar por muito tempo, sentindo o prazer de ser comida com calma, conseguiu até comer meu cúzinho, até então virgem, tal a técnica e a perfeição com que aquele homem sabia fazer sexo, fui iniciada por ele no sexo anal sem grandes dores ou traumas e gozei fortemente pelo anus. Voltei ao salão agora vestindo um vestido branco que, além de transparente, tinha um rasgo lateral que vinha até quase o cós, por baixo só as meias 7/8 arrastão na mesma cor. Meus quarto e quinto "clientes" eram amigos e me pediram para que eu atendesse os dois ao mesmo tempo, foi mais uma experiência notável, os dois tinham membros médios, potentes e insaciáveis, me fizeram sentir o que é ter um pau na boca e outro na buceta ao mesmo tempo, é indescritível o prazer de dar prazer, me fizeram experimentar a dupla penetração com a qual delirei, o gozo vinha em ondas quentes e incontroláveis me fazendo tremer em espasmos, desmaiei de tanto gozar. Acordei já pela manhã toda dolorida da noite de sexo, puro e simples. Agradeci a todas as "colegas" e soube que recebi elogios pela minha atuação, tanto da clientela como dos "funcionários" da casa, minha féria foi de R$ 550,00 que reparti com as mulheres da casa, não consegui sair sem antes prometer voltar outras vezes, o que fiz com certeza. Meu marido estava radiante quando lhe contei sobre os detalhes da minha aventura, transamos muito e com muito amor. Muito diferente do que tínhamos até então, ele me mostrou suas técnicas que até então não havia tido coragem de me mostrar devido a minha maneira de ver o sexo até então. Hoje sou uma mulher feliz, sem tabus para o sexo, realizada sexualmente. Tenho uma revelação a todas as mulheres, libertem-se dos tabus e preconceitos, o sexo é ótimo e delicioso. Desde que seja feito com consciência, segurança e prazer, liberte-se e libere-se. Só você é que vai ganhar com isto. Eu redescobri o sexo e a vida e sou feliz por esta libertação.

Comentários

22/05/2007 20:37:04
Qual o endereço dessa boutique especializada em putas . Me passa o endereço, por favor . e-mail : [email protected]
22/05/2007 15:02:30
Vc é muito corajosa meus parabéns, é isso mesmo não devemos passar vontade temos que realizar nossos desejos Valeu muito bom
22/05/2007 14:03:25
É muito loucura...
22/05/2007 13:42:04
olha em coments... melhor conto que jah li aki pq ultimamente tva ruin d axa un conto bom.. m add no msn para conversamo [email protected] fui bjinhuxx...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


minha esposa lavano abucetinhaXvideos com icrivel ruguichupando buseta labefo pasda mso bocstira A roupa vou te estrupar no pornoporno loira olhos azuis coxa grossa rabo grande peituda cabelos longos metendo como uma cadela no ciobritney bitch em anal 15 minutodoce nanda parte IV contos eroticoscontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anosnovinha loirinha de onzeanos bucetinha enxadinha transando com papaiemcoxando a novinha de sches e saiacontos reais de sexo de ninfetosContos eroticos negao fudendo gostoso com a viuvaCármen e a patroa contos eróticoscornolandia barbara costa bucetanovinha de biquine fazedo sexo de ladinho colado bem devagarinho no cuzinhomostrei a buceta meu genro comeu conto eroticoPorno contos mamaes iniciam suas bonequinhas no incesto todos juntinhos com papais dando leitinhos na camamulhe.michando.eigual.homem.que.tem.um.grelao.que.prece.uma.rola.que.ela.bati.punheta.igual.homem.e.goza.espurrando.porra.fota.fiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contos"atolado no meu cuzinho"sendo lascada por maquina do caralhiswww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brfilme de sexo com a minha sogra de remédio por meu sogro dormircontos de mulheres que virao cenas de casais transando e se masturbarao Meu primo playbou carioca conto gay cap 3FOTOS DE FODA RIJA NEGRAO BIGdespidida de solteiro e muito sexodepilando a minha tia gravida contos eroticosmeu tio me  ponodoido pasado um tempo com minha primasvídeo pornô máximo eletrizante que arrombaas navia perdebi cabacoassistir assistir vídeo pornô da Lucineide a gordinha gostosa de shortinho curtinhocontos de fada.dava a bucetinha quando tinha entre 6 e 7anis de idadeMULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOgordinha bem feitinha abrindo a buceta pra o namorado chupar fotoporno dotados verdadeiros jegue e nucasadinha pacata contosquero ver um filme pornô com anão com a patroa dele debaixo da saia dela e o cara cheio charuto no c* delecoletanias de batidas de pulhetas por mulhreres pra homenscontos eróticos surpenatural incestomelhores meninas de porno prima com avô de 50 citimetroincesto com meu vô contoscontos anal casal que gosta fazer anal cagandoconto erotico gay vaquejada capflaguei meu irmao comendo minha mae e entrei na festaenteada dorme de conchinha com padrasto e e penetrada.porno incesto com muita seducaomínha avô chupou minha xotacarne conto heterocontos eróticos mulher endividadaContos vendo os cavalos treparem sexo filha enventa de dormir na cama do pai ele nao aguenta gosa dentro da buceta delamarido .que gosta de ser corno xpirnSomente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoesposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornotravesti branquinha e e s branquinha e rosada tranzando na xçcamaconto com putinha novaspunhetabr.vai laela cagou no meu pau conto eroticoporno pai brincando de fazer cocegas na filhaCamisinha atrapalha a tirar a virgindadeconto erotico a menina crente classicoComi a garota tolinhafilme porno das pantera meu tio foi passar um fim de cemana na minha casaUm hétero machista e homofóbico apaixonado por um índio 4contos erótico transei com minha sograSobrinho pauzudo,tia feliz. Com foto.sexo torrido e desejomorena com os pentelhos enroladinhos trepando gostosocontos eróticos eu vi minha tia amamentando