Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A primeira foda dela

Autor: pulsante
Categoria: Heterossexual
Data: 07/08/2007 20:28:54
Nota 9.67
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

1 - O número errado

- Ah! Desculpe, foi engano!

A voz da garota alegrou o meu "chiqueirinho" (o cubículo onde eu tinha o meu escritório)

- Tudo bem, você pode se enganar sempre que desejar ok?!

A minha voz saiu sedosa, cheia de intenções. E ela riu da graça.

Perguntou onde eu trabalhava e o que eu fazia. Falou se desculpando "Eu sou doméstica" ... mas em seguida compensou "...mas não sou dessas...assim, acabadas né...eu tenho só 16 anos...só pra ganhar um dinheirinho mesmo...eu não faço nada aqui..."

A conversinha no meio daquela tarde não me incomodou...havia feito um monte de contatos naquele dia e pra mim tava de bom tamanho.. podia relaxar um pouco.

Ser um consultor profissional naquele tempo até que dava pra tocar a vida legal...E tinha alguns atrativos a mais. E foi o que aconteceu naquela tarde.

E no dia seguinte, quase na mesma hora ela liga novamente. mais desinibida, provocando... você é casado? tem namorada? Explorei um pouco: me fala de você! - Sobre o quê? - Ah...você ora, é redonda, quadrada? Azul? Cor de rosa?

- Ahhh! (risos) Acho que sou mais pra cor de rosa...mais pra magra...E você?

- Bom, sou magrelo, igualzinho a todos os castanhos do mundo...juro que não sou banguela hehehe!... Rimos juntos...tava rolando alguma coisa...

- Quero conhecer você, mandei. - Eu também...- Quando a gente pode se ver...que tal amanhã a tarde...você sai do trabalho que horas? Qual o seu caminho? Pra mim tá legal!

Pronto, ia conhecer a tal garota no dia seguinte. Hoje ainda era quarta feira, dia de brincar com a minha namorada no terraço da casa dela...mas essa é uma outra história.

2 - Muito prazer

Bem, o dia seguinte fechou com um clima do cão. Chuva, vento, frio...e eu tinha o tal encontro. Apesar do clima, cheguei no horário marcado. Era bem perto do escritório.

A praça deserta e ainda bem que havíamos combinado um local abrigado. A chuva ia e vinha... De longe a vi. Usava um casaco cinza escuro, calça jeans e blusa de lã azul. Tinha quase a minha altura a garota. Esbelta, dava pra ver mesmo com toda aquela roupa..., cabelos claros, bem clarinha mesmo. Me aproximei e pude ir verificando que o que ela havia dito conferia. Ela não era uma baranga afinal. Uma marca subindo do pescoço pro rosto...coisa leve, dessas de nascença...uma área mais avermelhada, rosada, marcando o rosto dela.. Longe de incomodar, uma marca de personalidade pensei...

Rapidinho, criei um clima...já no cumprimento "Oi... muito prazer.... com um abraço e um beijo no rosto. Ela sorria, claramente impressionada com o meu figurino (na época eu usava uns blaisers, e naquele dia era um xadrez, bem confortável. Isso me dava um ar elegante eu acho). Como abracei, fiquei. Sorríamos e senti o tesão subindo. Ela estava um pouco tímida, mas tava uma seda...eu falando e arrepiando no ouvido dela, abraçados naquele descampado...rolou o beijo. Beijando, fui sentindo o corpo dela. Sob a blusa de lã os seios arfavam com a minha exploração sob a blusa. Toquei a pele dela...quente e macia. - Ai..tua mão tá fria... - Já já esquenta... Tudo bem leve...e logo estavamos tirando um sarrinho gostoso...que foi esquentando, encaixando, amassando...A chuva caiu de vez, e ali, sob a laje da Cãmara Municipal, minha mão passeava na bunda dela e fazia a sua pélvis pressionar o meu penis que agora estava se impondo. Eu sempre usei cuecas samba-canção...uma questão de liberdade de expressão... Meu pau pode crescer sem nenhum impedimento... E lá estava ele, bem saliente e gostoso.

Orientei a mão dela pra senti-lo sob a calça. Respirou mais forte mas foi em frente...Ela me acariciou enquando eu lhe tocava mais intimamente, ao que ela reagiu entreabrindo as pernas. Descí o zíper e disse "tó". Ela se agitou, olhando em volta...Eu tinha enfiado a mão na bunda dela por dentro da calça e sentia a sua carne macia. E ela iniciou uma punheta meio que desengonçada...machucava um pouco...ui..que gostoso. .Com pouco jeito, ela ritmou mais e mais... Eu a apertava agora, chupando seu percoço e enfiando a lingua na sua boca. Ela se aplicando...tchup tchup tchup....Nem tentei segurar...cuidei pra não melar a roupa dela.. e gozei legal.. Ela continuou segurando minha pica que começava a muchar... - Puxa, você já gozou? Você é fraco!.

- Bom, desculpe...puxa, pra mim é muito excitante estar aqui com você..você fez bem gostoso. Só tive mesmo que gozar!. (caraca...tive que me justificar pra garota...)

E tentando sair do sufoco perguntei -Você já tinha feito isso com alguém? - Não, mas eu vejo a minha irmã com o noivo dela pela cortina da sala... - Puxa, conta aí...eles.... - Que nem a gente... ela pega nele, faz com a mão que nem eu fiz.. - Legal.. - É... outro dia ele quase pegou ela...sabe, transar...ficaram em pé e ele enfiou aquela coisa no meio das pernas dela....e ela sabia que eu tava olhando...eu fiquei lá me masturbando no escuro do corredor...um tesão que só...vi ele gozar nas pernas dela... - E ela, quantos anos tem? - Ela tem 19, já tão de casamento marcado...ela se parece muito comigo...tanto que agente troca os documentos... hoje eu to com a identidade dela...ninguém percebe...ela me fala as coisas sabe...não sou bobinha não.

- Bom...a chuva parou... "tamo" dando muita bandeira aqui...- Vamos sair daqui...quer comer alguma coisa? - Ah, depois a gente come...me leva pra algum lugar... - Olha, você não tem nem 17 anos, vai me complicar se eu te levar prum hotelzinho qualquer...tenho que ver um lance mais tranquilo...um apê de um colega.... - Eu te disse, estou com os documentos da minha irmã. E todo mundo me dá mais de 18 anos...não vai ter problema não...eu vou a cinema direto com ela...

Eu estava mesmo com fome..., eu queria tomar um banho...comer alguma coisa...e depois sim uma trepada iria bem....Mas ela não deu folga. - Ou vamos agora ou eu vou dar pro primeiro cara que eu encontrar pela frente! Fazer o quê né?

3 - É foda!

Fomos a pé até as quadras perto da estação ferroviária e lá estavamos subindo as escadas do treme-treme. Eu olhava pra aquela bunda gostosa na minha frente...me animei...será minha em minutos...Entramos sem problemas...ninguém estava nem aí com documentos...No quarto o de sempre: cama, frigobar, banheiro com chuveiro, uma luz vagabunda... típico fast-foda. Nós nem aí com o frio. Tirei a roupa dela.. deixei ela de blusa..que delícia...pêlos castanho-claro cobrindo a sua vulva...Uma garota-mulher de 17 anos, meio perdida, sem saber o que fazer ...mas querendo aprender....Tirei também a minha roupa....: - Você parecia mais forte com aquela roupa... (mulheres...bah...) Bom, peguei uma camisinha e tratei de coloca-la. Ela foi didática:

- Olha, eu parei de menstruar a dois dias....e estou na "janela" em que a mulher não engravida. Não precisa de camisinha não... Claro, depois daquilo nada mais a fazer senão come-la. Ela se deitou, abriu as pernas...meio que robótica...sorria meio sem jeito...(Eu havia lido tudo do Zéfiro, e entre minhas fantasias, começar lambendo e beijando tudo...ir descendo...peitinhos...barriguinha...virilha...até atingir o alvo). E foi o que fiz. Comecei beijando a boca, brincando de língua, e a mão desceu de leve na xota dela. Fui descendo, beijando e chupando, mordiscando...pescoço, seios, mamando e chupando tudo com carinho...e a mão trabalhando ora a bunda, ora a xota dela, sentindo ela ficando mais molhada...Mas ela tava meio que impactada... Continuei amaciando...Biquinhos rosados...em peitos como devem ser...brancos como uma coalhada, balançando firmes uma gelatina. Barriguinha (que barriguinha!), a língua descendo pela virilha, ela deu uma rebolada...beijei a coxa dela por dentro...sinalizei pra abrir mais as coxas...eu agora subindo aos poucos, beijando até sentir os seus pelos...e com a língua e dedos, fui explorando o seu sexo...arrancando um suspiro mais forte...Uma mão ficou acariciando os bicos deliciosos...e ela mostrando um pouco de...impaciência? Dei um toque pra ela abrir mais as pernas. Acariciei o ânus e com a língua fui explorando, explorando. ataquei... enfiei uma lingua dura nela e senti o gosto dela...como um pequeno pênis, minha lingua entrava nela, explorava cada dobra... grunhidos, pernas sem controle, abre e fecha na minha cabeça...corpo tremendo...e a lingua indo fundo...e eu procurava verificar como ela estava reagindo....Bom, senti que não estava agradando tanto assim..As mãos apertavam a própria cabeça...empurravam a minha pra lá...Parei com a exploração e declarei: - Agora você faz pra mim..oferecendo um caralho pronto pra ser chupado. - Eu? Enfiar essa coisa na minha boca? Eu não! Que nojo... - Ok...(desisti) Sexo oral não era a dela...(eu podia ter perguntado né...) - Abre um pouco mais....as pernas...ordenei. Assumi a posição papai-mamãe e deslisei a cabeça do pau na chota dela... roçando pra cima, pra baixo, e voltando bem devagarinho...explorando pra encontrar o caminho... Ela ela ficou encharcada no ato...Meu tesão agora era total. Minha pica estava bem impressionante (eu achava). Brinquei com os peitinhos dela e a minha rola que ela agora apertava com suas coxas, deslizava no clitóris dela totalmente molhado dela. Brincamos de rala e rola um pouco... Enchi a mão com aquela bunda e ela gemia uns "hummmmm" profundos... Ela foi abrindo as pernas...e comecei a penetra-la. Enfiei a cabeça e mais um pouquinho....opa ela é virgem! Forcei mais e...nada! Agarrando firme a bunda dela pra não escapar na estocada soquei, uma, duas...mais força,não vai...vai... não vai...que delícia....ahh...puta merda... GOZEI! E ela ainda virgem! Puta que pariu!

4 - Segundo round

Ela dava agora claras evidências de decepção. "Você gozou de novo e eu nada! "

- Puxa...desculpa... não deu pra segurar.... (pela segunda vez eu pedia desculpas a ela por ter gozado, que saco!) - Eu quero saber como é gozar poxa! - Ok, deixa eu descansar um pouco...vou tomar um chuveiroTá bom....(uma cara de " fazer o que né...". Fui pro chuveiro. Eu estava devendo a ela uma boa trepada..

Uns minutos depois chamei-a pra tomar a ducha comigo...Ela foi simpática, e nos grudamos debaixo daquele chuveirinho furreca...Mas, com a agua quente...a espuma, ela ficou muito, muito desejável. Eu a fazia girar de leve ...coxas, boceta, bunda, boca, peito, cú, cacete, lingua, tudo molhadinho, eu esfregando em tudo....ela e eu gostamos muito disso. Meu pau começou a voltar à vida brincando na bunda dela. Que linda bunda aquela! Minha mão tocava uma leve siririca pra ela e a outra brincava nos peitinhos...Zucrinava a sua orelha e sentia ela viajando de novo...Se animou me puxando pra ela, que estava agora uma fêmea no cio. Eu a enxuguei, beijei e lambi domoradamente a bunda dela...Disso ela gostou mesmo...minha lingua passeando bem perto da boceta dela...perto do cú...ela me chamando de nojento...mas gostando do jogo. Aquilo também me deixou ligadão..agora eu queria muito foder com ela!

- Vamos completar o que iniciamos! - É bom mesmo! (sem comentários....)

E foi nesse clima que coloquei o travesseiro debaixo da bunda dela.

Num frango assado, exibia a sua vistosa boceta pra ser justiçada! Com ânimo renovado, fui pra cima dela. Enfiei minha rola...isto é, tenten né...Instintivamente fui estocando com força...dei uma, duas, caralho...esse cabaço é de aço!Ai..dói....lá pela quinta - - -Vai Vai enfiaou sexta estocada ela cedeu! - Ahhhh - Ohhhh - Puta que pariu! puta cabaço! ...E aquela vagina recebeu pela primeira vez a minha pica triunfante. Cada centímetro penetrado uma onda de prazer...e fui recebendo vinte ondas de prazer...e tirei e penetrei numa boceta agora inundada...o cheiro dela agora dominava todo o ambiente

Mandava na orelha dela alguns ..."minha garota gostosa, isso, sente meu caralho, essa boceta gostosa...assim...isso, fode meu bem...que boceta voce têm...você é uma delícia..minha putinha gostosa....meu tesão ... Ela soltou um "uhhhhhhhhaaaaaarrrr" de fora pra dentro..só as bolas ficaram de fora! Trepei pra ela nunca mais se lembrar daquelas gozadas fora de hora... E gozei tudo nela!

- É só isso?.......pensei que fosse mais.... (mulheres...bah)

Juro que fiz o melhor que pude. Queria faze-la minha amante de todos os dias. Queria trepar com ela de quatro, de pé, de lado.... conhecer a irmã dela...fazer 69...iniciar ela no jogo...ganhar o cuzinho dela...fazer ela gozar muito...

.

Mas, logo alguém bateu na porta...Acabou o tempo! Saímos naquela noite fria...Dei pra ela a grana do taxi e nos despedimos. Se ela ligou novamente? Acho que ela não gostou mesmo da sua primeira trepada!

Acho que pra ela foi um número errado.

Comentários

24/06/2009 23:33:56
cara gostei mesmo do conto axei vc sincero pakas
26/04/2008 22:41:43
puxa! chega a ser romântico ... lindo conto
14/08/2007 19:52:11
muito bom...!
08/08/2007 18:51:19
Parabéns ! Belo conto, bem escrito e com uma veracidade rara por aqui, onde só existem atletas sexuais, com varas gigantes e mulheres gostosíssimas que só tem orgasmos multiplos...Nota dez.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


idosa masturbano de saia escgangbang silvio santos porno doidoler contos eroticos de incesto pai carente filha safada short curtoconto erotico advogado apaixonanteafrouxou fundo um cubem novinhas e rolaças xxvideossó branquinhas gostosas tesudas encitantes transando com seu cachorro até gozarveterinaria zoofilia conto eroticogostaria de ver vídeo de mulher dá bunda grande lavando a calçada de microshortmim pediu emprego e dei a buceta contos eroticosxvideo porno irmao abraca a irma quando ela ta lavando aloucadoce nanda parte cinco contos eroticospunhetabr.vai lapeguei na cinturinha e soquei tudo sem ela perceber no cuzinho ai amor nao quero mais vc me maxhucou xvideosbaixar video bicha fala ai bicha disgracadapadrasto cavaloconto sou crente casada carente provocando os pedreirocorno e engulidor de rola contoalargada e assada e arrombada contovideos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismofilme porno gay papis negao abusa de jovem mundo bichabelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhagostaria de ver vídeo de mulher dá bunda grande lavando a calçada de microshortcontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiraxvideos putas fazendo sexo com cavalos rasgando avagina sangrarContos fui estud fud mãe e filhavidiopono tia bota pra chupaconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuraputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namorouenteada dorme de conchinha com padrasto e e penetrada.porno incesto com muita seducaobigbundagayAs Panteras o padrasto irmaos maecontos sobrinha meu presente2cobertura conto gayvideos insinando ademorar a gozar batendo punhetacontos erotico meu marido me flagrou de baixo de outro machomillasissyporno puta com o cu calejado dano pra varioscontos de sexo depilando a sogravidiopono tia bota pra chupacomo amasiar um bum-bum super sexoqual bumbum mais bate com a bumbum mais pula com a bumbum mais bate com a bumbum e as loira morena branquinha e azul é a cor morena marquinha Azul quando bate a bunda pula pula pulaminha mae ficou furiosa conto incestoExibicionismo em praia de nudismo lotafanao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gayprofessora gostosa da etec contos eroticosContos Gays Sobre Valentoes : Casa Dos Contosimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longospornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollporno. cazano muita no vinhabelo sexo dormindo de conchinha com a titiamobile zoofilia com cachora femiacasos de zoofiliavídeo vídeo da Mônica e balançando a bundinha com toalhawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra fodercontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciaSexocompaixaoconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisbucetavideo porno de homen com fimosefudida por um tio pirocudo contoque kikada cunhadinha pornoxvideos cliente dotado fica com pau duro durante exame e a depiladora acaba não resistndomulher pelada com a b***** cheia de goza cobrindo a telaXVídeos gay irmã não queria mas eu conquistei elaRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamentevídeos de veias tirando a caucinha dando o cu pra velhopornor corno gosa na buseta melada de porra domegaozoofilia no CongoConto pau mendigo punhetasexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto www.xvideos- gaysinho gosta de chupar seu peniz comprido e mole chupa para passar o tempo chupando seu penis igual um bambu gigante.comxsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadotathy ellen contossou puto e quero comedor em esteio rs