Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A ninfeta desbocada

Categoria: Heterossexual
Data: 08/09/2007 19:47:01
Nota 4.12
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Durante toda a minha vida, sempre tive tesão por mulheres grandes e mais velhas.

Dentro daquele estilo: peitão, coxão, bundão e bocetão. Mulheres que, como se diz, gostam de pau dentro, sem mais delongas e o resto é tchau e bênção.

Mas, devo confessar que uma amiguinha da minha irmã caçula me tirou do sério. O nome dela era Lucinha, tinha 19 aninhos e, até aquele dia em que fui obrigado a levar minha irmã para uma festa em um sítio, nunca havia prestado muita atenção nela. Sempre vestida com estas roupas de adolescentes, nunca tinha percebido o quanto ela era gostosa. Lucinha era do tipo falsa magra. Ou seja, aquela mulher que de calça jeans ou vestido fica sempre com o mesmo corpo, sem provocar desejos, porque não revela atrativos como peitos salientes, ou uma bunda arrebitada. Só que naquele dia ela trajava um biquíni minúsculo, daquele todo xadrezinho, com uns lacinhos dos lados. Seus quadris eram redondos e os seios, pontudinhos, quase furavam o tecido do sutiã que, molhado, ficava transparente. Simpática, ela como anfitriã da festinha ofereceu-me uma bebida e começou a puxar conversa. Porém, quase não escutava o que a ninfetinha dizia, ocupado que estava com a agradável surpresa que se mostrava aos meus olhos. Nossa conversa, ou melhor, o monólogo dela foi interrompido, por minha irmã e outras meninas que a chamaram para brincar na piscina. Neste ínterim aproveitei para me servir de mais umas doses de uísque e conhecer a biblioteca do pai de Lucinha, um renomado professor universitário.

Após algumas horas, já meio entediado, resolvi explorar o sítio, aproveitando também para fugir da algazarra daquele monte de adolescentes e da conversa dos adultos chatos que os acompanhavam. Entrei por um pomar e logo em seguida avistei um estábulo. Enquanto observava os cavalos, notei que alguém se aproximava pelas minhas costas. Era Lucinha, que de pronto me disse na cara: “Há dois anos, disse para sua irmã que um dia ia namorar você. Ela riu e me disse que você não gostava de garotinhas.” Juro que fiquei surpreso ao saber que a coleguinha da minha irmã tinha tesão por mim. E, quando ela se aproximou, o pouco de juízo que me restava evaporou-se. Beijei a boca daquela menina-moça e fui logo apertando sua bunda e passando a mão em seus seios durinhos. Ela, por sua vez, apertou meu pau com força, enquanto esfregava em mim a bocetinha. Dentro do estábulo havia um monte de feno e foi ali que deitei Lucinha. Ela tirou a parte de cima do biquíni, revelando dois seios enlouquecedores, com bicos salientes. Desatei os lacinhos da parte de baixo do biquíni e na minha frente surgiu uma bucetinha linda de lábios pequenos, mas com muitos pentelhos. Enfiei as mãos sob a bunda da ninfetinha e levantei a sua xoxota em direção a minha boca. Chupei-a com força, passando a língua por seu clitóris, arrancando gemidos da menina. “Ai, que coisa gostosa. Me fode. Come a minha buceta. Realiza meu sonho de trepar com você”, dizia entre sussurros. Tirei meu pau da calça e tratei de enfiá-lo na grutinha ensopada. Ela não era mais virgem. Dias depois ela me confessou que perdera o cabaço com um namoradinho, também cabaço, que sequer a fizera gozar. Por isso escolheu um homem que lhe ensinasse sexo de verdade. Mas, isto já é outra história.

Soquei a pica na xoxota da ninfeta de forma firme e cadenciada, proporcionando a ela muito prazer. Poucos minutos depois, Lucinha esticou o corpo, enrijeceu os músculos e começou a gozar, balbuciando: “Aaaaai! To gozando. Me mata, me arromba. Me faz a tua puta.” Mal pronunciou estas frases e desabou sobre o monte de feno, aproveitando ao máximo o orgasmo. Me concentrei, então, no meu prazer e dei uma longa ejaculada dentro daquela jovem buceta.

Depois ela virou de bruços como que pedindo que eu fizesse o serviço completo. E acrescentou: “Aí atrás eu sou virgem!”

Lucinha é daquele tipo de menina que tem o rego da bundinha bem rasinho, bastando abrir um pouco as bandas da bunda para se ver o botãozinho do cuzinho. Arregacei a sua bundinha, e lá estava ele, um ânus rosinha, ladeado por um tufo de cabelos. Aquilo me deu um baita tesão. A ninfetinha não tinha a preocupação das mulheres maduras de ficar se depilando. Encaixei a cabeça do pau no círculo do cu da garota e forcei a entrada. Ela gemeu: “Vai com calma, amor. Eu nunca dei o rabo a ninguém.” A fala desbocada de Lucinha me deixou ainda mais excitado. Segurei-a firme pela cintura e com muito jeito enfiei a piroca no cu da ninfeta até o saco bater em sua bunda. Ao mesmo tempo, batia uma gostosa siririca em seu grelinho. Enrabei com gosto a ninfetinha e, à medida que ela ia se acostumando com o meu pau dentro do seu rabinho, eu aumentava o ritmo das bombadas. Lucinha gemia e rebolava na minha pica. De sua buceta escorria o caldo que era prova do prazer que estava sentindo. Ela gozou mais uma vez e eu urrei de prazer quando ejaculei no cuzinho na menina.

Essa foi a primeira das muitas vezes que comi aquela ninfeta que se transformou em uma ótima amante.

Comentários

29/01/2016 13:39:39
Juro que queria acreditar nisso...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


menina novinha reclamando do pau grande caiu no zzaapporno penis grotesco baixar video curtocontos eroticos de menias q deu seu cabaçinho bem novinhas por que sua obrigou a trepa com seu companheiro taradocontos eroticos de moreno perigosoa filhada vai passar o feriado na casa de seu padrinho e tem pensamento erotico com elecontos eroticos feminizaçao do garotinho maesexo entre.lutadores perdeu auta da ocuzinho pro vencedor ver pornohistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezfotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leiteputas brasileiras bucetas rasgadas zoofiliapornocontos eroticos coroa casada rica leva de presente para sua amiga coroa casada um pau enorme de borrachamulher infiel adora dar a buceta para outro comercontos pornôs mulheres lindas e muito gostosas que seus maridos liberaram para seus amigos que tem um pau bem grandehomem nu da cu padres e semináristascontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadoum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marracontos eroticos a crentinhaAS CARIOCAS PORNO VIOLENTO 2009psicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudahomem peludo com o penis levantado elatejando de tesaovideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherver contos eróticos de vendi meu cabacinho para um cacetudoabriu bunda cu buceta dançarinas distraidasseminarista transa colega de quartoContos eroticosPerdendo as pregas bem novinhasexo com mae vadia potuguesa fuder com filhocontos eróticos loba adoro inversãox vidio comtos eroticos flaguei mamãe econtos eroticos minha irma novinha peidou quando tirei o cabaco delasedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidoporno com novinha goszando na buceta na boca da outraBrotheragem - Segunda Temporada - 8descobri que meu namorado da o cu yahhovideo de porou dirano vigidade da namoradafe vedtidoTitio gozando nas minhas tetinhas contos eróticosprofessora do encino fundamental se masturbano peladacontos incestuosos papai. trepando com filha casada e genro olhandoconto me tornei corno calcinha do macho negro delagostaria de ver vídeo de mulher dá bunda grande lavando a calçada de microshortyoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuascontos eroticos de mulheres falando de pau pequeno e finoestrupei minha irma na cama do nossos paisbunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxMinha tia fez boquete pra mim relatoMe arrumei para meter com.outro e o corno sabendosenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexoxvıdeo anal com novınhas"cheiro de cu de macho"Sobrinhas safadas relatos atuaisnovinhas esfregando buceta na sela do cavalo videos de porno doidosobrinha e tia com pai potaria brasileirowww sou enteada putinha e dou minha bucetinha pro meu padrasto que e tarado pelo meu corpo. comnovinha magrinha mija na pica grandeConto erotico fui enrabada por 5machos a forçaporno comendo cu de homêm de bùnda grandeporno de ananotatarada xividiosvidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerromulher com mulher pode uza bolinha vaginasporno a mulhe na parede e o homem a tras e saindo gosmafilha enventa de dormir na cama do pai ele nao aguenta gosa dentro da buceta delaxvidios outros purai favoritosperdi a virgindade com pau enormefazendeiro me comeu montado no cavalo contos eroticosvídeos porno de bonecas de prático gigantesconvenci minha irmã fuder comigo e gozei dentroContos eróticos cumendo minha mãe e irmãlambendo dedo com coco scatPapai goza na minha boquinhavidios travetis nao aguetaocontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredeporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaxvideos porno travesti batendo punheta com uma serpente enfiada no cunegona dizendo no cu naojumento racudo comendo xota da mulher zoofiliapassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elamulheres de corno manso sem o biquininhocontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarconto erotico meu padrasto sustentando minha buceta com leitinho desde novinha