Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Amante gostosão

Autor: Aninha
Categoria: Heterossexual
Data: 21/09/2007 06:36:41
Nota 7.83
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tenho 26 anos de idade e sou casada há três. Mas o fato que passo a relatar aqui aconteceu comigo poucos dias antes do meu casamento. Apesar de estar noiva e com o casamento marcado, eu mantinha um caso com o meu patrão. Paulo era um coroa de 45 anos, casado, bonito, superelegante e muito gostoso e safado na cama. Meu noivo, coitado, nem desconfiava de nada. Nosso caso durou quatro anos e desde o início o Paulo sempre foi louco por minha bundinha. Mas eu, com medo da dor, negava dar meu cuzinho para ele desvirginar.

Faltando uma semana para o meu casamento, minha nova casa já estava pronta e arrumada. Decidi então realizar meu antigo desejo: transar com o Paulo na minha casa e na cama que eu dor¬miria com meu futuro marido. E naquela semana, Paulo me convidou para irmos a um motel. Aceitei, claro, mas disse que primeiro tinha de lhe mostrar uma coisa na minha nova casa. Ele achou ótima a idéia e fomos para lá. Assim que entramos, Paulo me agarrou e nos atracamos num longo e delicioso beijo. Começamos a fazer carícias um no outro, ainda de pé, enquanto nos despíamos.

Eu sentia um doce sabor de pecado só de imaginar que estava corneando meu noivo em nossa futura casa; que iria transar com meu amante na cama que eu dormiria com meu próprio marido. Mas isso tudo só fazia aumentar meu desejo, meu tesão... Minha boceta estava toda molhada e eu nunca tinha me sentido tão tesuda e fogosa. Já peladinhos, Paulo me pegou no colo e me levou para a cama. Seu pau parecia uma barra de ferro de tão duro. Meu amante me colocou deitada de costas e com a sua voz doce ele me chamou de gostosa e avisou que iria me comer inteirinha.

Paulo então me deu um verdadeiro banho de língua. Com a sua boca gulosa, ele me lambeu e chupou deliciosamente os seios e foi descendo até alcançar minha xoxotinha, onde ele usou sua língua experiente. A sensação de estar transgredindo todas as regras servia como combustível para aumentar nosso tesão. Eu me sentia a mais safada das mulheres e isso realmente me realizava. A língua gostosa e quente do Paulo subia e descia por minha bocetinha babada, encharcada. Eu estava tão eufórica que comecei a ter gozos múltiplos. Meu corpo inteiro tremia e eu balançava as ancas, forçando a boceta na direção da cara dele.

Fiz Paulo se deleitar no meu sexo e logo em seguida retribui a chupadas que ele me dera. Coloquei meu amante deitado com a barriga para cima e ataquei aquele pinto gostoso, grosso e cheio de veias.

Lambi com toda a minha vontade, chupando cada pedacinho de seu membro, mamando o saco e batendo-lhe uma gostosa punheta com os lábios. Eu já conhecia há muito tempo o sabor daquela pica, mas naquele dia ela adquiriu um gosto especial: parecia mais doce, mais saborosa. Sem qualquer pudor, me deliciei chupando aquele pau enorme; minha boca agasalhava a pica inteira do Paulo, que pulsava na minha língua ágil.

Paulo estava perdendo o controle e começou a puxar meus cabelos, gemendo de prazer, e fazia minha cabeça subir e descer em sua vara. Ele me chamava de vagabunda, devassa e não parava de soluçar de prazer. Enquanto eu o chupava, aproveitei para roçar minha xoxota em sua perna. Meu tesão era tanto, que acabei por gozar mais uma vez. Paulo estava prestes a gozar e tentou tirar o cacete da minha boca. Mas eu não deixei, pois queria sentir o sabor daquela porra abundante em minha garganta. E foi assim que Paulo despejou seu leite em minha boca, enchendo-me completamente. Eu lambia seu líquido, engolia tudo e me deleitava com aquele sabor maravilhoso. Era uma porra quente e densa, que grudava no céu da boca. O cacete do Paulo pulsava cada vez mais rápido e seu corpo tremia.

Nos abraçamos e trocamos um longo beijo. Ficamos um tempo assim, com nossos corpos colados um no outro e trocando carícias. E foi durante essas carícias que decidi finalmente realizar o antigo sonho de macho do meu amante. Eu lhe daria meu cuzinho virgem pela primeira vez. De início, comecei a provocá-lo, para assim sua pica voltar a crescer. Quando já estava bem dura, coloquei-me de bruços na cama e falei: “Hoje sua gatinha quer levar uma pica no cu”. Os olhos do Paulo brilharam. Ele começou a me beijar as costas, mordiscando minha cintura e foi chegando na bundinha, onde apalpou as nádegas delicadamente. Depois, com a língua, ele me provocou no cuzinho.

Quase morro de prazer ao sentir sua língua grossa e quente penetrar meu orifício. E quase mesmo chego a desmaiar quando Paulo tocou meu cu com a ponta de seu membro ereto. Mas controlei minha respiração e me arreganhei toda, pedindo para ser enrabada de uma vez por todas. Paulo então depositou uma boa quantidade de saliva em meu cuzinho, lubrificou seu cacete e começou a enfiar lentamente em mim. Quando entrou a cabeça, senti uma forte dor e tentei fugir. Mas Paulo segurou-me pela cintura e disse para eu ter calma e relaxar. “Você não queria levar uma pica no rabo? Então fica quietinha que vai ser bem gostoso...”.

Paulo era tão delicado e romântico que em poucos segundos eu já tinha esquecido a dor. Mas meu cu pegava fogo, ardia e ficava cada vez mais largo. Logo que sua pica entrou até a metade, comecei a rebolar a bunda, enquanto ele me apertava os seios e acariciava minha xoxota. Paulo dizia que eu tinha o cu mais gostoso do mundo e isso me levava às nuvens. E já transtornada de tesão, comecei a implorar para que ele me fodesse com força, que enfiasse sua tora até o fundo. Eu não parava de rebolar, enquanto Paulo aumentava o ritmo de suas estocadas. Ele enfiou um dedo em minha boceta e logo tive meu gozo.

Meu cuzinho passou a piscar forte, latejar e pressionar o caralho dele. E com uma estocada decidida Paulo atolou a vara até o fundo, chegando a fazer suas bolas tocarem minha vagina. E assim dei mais uma gozada, gemendo alto e escandalosamente. Paulo fez movimentos rápidos de vaivém e anunciou seu clímax. Ele deu um grito feroz e inundou minha bunda com sua porra. Entre gritos e gemidos, eu podia sentir o calor daquele esperma abundante escorrer dentro de mim. Foi realmente uma delícia perder a virgindade do cuzinho com o Paulo. E apesar de estar toda ardida, esfolada e arrombada, eu me sentia feliz e realizada por completo.

Paulo e eu transamos mais algumas vezes, mesmo depois do meu casamento. Infelizmente, passados alguns meses, meu marido foi transferido para São Paulo, onde assumiria a chefia de um departamento na empresa que trabalha. E por isso tive de me separar do meu gostoso amante. Mas até hoje não consigo me esquecer de todas as fodas maravilhosas que tive com o Paulo.

Comentários

26/09/2007 07:55:05
Hummmm, seu conto é bom Aninha e sendo real .... é melhor ainda, caso queira trocar idéias conversar ou até mesmo ver meu perfil entre no orkut e procure por Amante ideal ([email protected]) Beijos de Delicia.
22/09/2007 08:30:10
Interessante, porém, dêem uma olhada em 2 contos de maio 2005.Mto bons: Peãozinho valente e Está bem... mas só a cabecinha. São do mesm autor e mto bem escritas : tesudissimas
21/09/2007 14:48:44
Olá minha xará.... já percebo q vc gsta tanto de escrever como eu... adorei sua aventura.... sempre q puder nos presentei com outros tão bom como este... bjim
21/09/2007 13:56:08
aninha, vc está dando show de erotismo neste conto. o seu patrão é um felizardo. se fosse comigo, mal, mal daria uma trepada...
21/09/2007 13:53:37
Vc pode ser minha amante; poderíamos fazer delicosas loucuras sexuais em sp capital enquanto seu marido trabalha..... [email protected]
21/09/2007 10:15:03
Muito bem escrito o conto. Parabéns! Pelo que nos contou, vc deve ser bem gostosa, hein!? E das mais safadinhas também. Ainda mantém suas aventuras? Se sim, me escreva, pois, adoro uma mulher safada feito voce! Beijos, Mauro

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos de sexo com senhores Safadãoconto erotico um desconhecido tirou o meu cabaco na vespera do meu cassmentocontos erotico flagrado pela a sogra no banhovídeos porno em mendigos pede esmolas e a safada dá pra ele a bucetacomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticosFelipe e Guilherme- Amor em Londrednovinha du grelao bitelovamos ver se vc aguenta minha pica toinha ate no talo na sua buceta virgem sexosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaocalcinha atirando de lado e mostrando abucetaporno ela parecia ser tranquilamamete muitsó bucetinha novinha na ommmmmisso viadinho chupa minha rola engole tudo logo vai engolir ela toda nesde cuzinho apertadowww.guarda costa da granfina pornovelhas loucas do hospício dando o cu gostosovideos porno e sensuais de mãe de Santos que dizem que as pomba giras gostosas mais gostosascontos sexo anal concunhada concunhadomeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesFotos d cdzinhas enrrabadasbigbundagayconto erotico comendo rabo da dona da verdureira"mostra o seu que eu mostro o meu" vídeo pornoCamisinha atrapalha a tirar a virgindadesobrinho e tio pentelhudos sozinhis na fazenda contoscontos eroticos pagando a dívida a forçacontos ineditos de sexo entre primas primos e tiasseduzida por um estranho contos pornocomendo sogra encuanto dorme porno loiraporno eu e minha cunhada ficamos sozinho em casa não resistir elaXVídeos de sexo brasileiro pai vaisi cavi filhafotos cazeira bucetas escapando pelo vestidoConto herotico incerto completo mae i filhoapertatinhas lidasprofessora para niguei botar defeito tao gostoza pelada linda buceta greludavídeo pornô com mulher trepando bem muito toda suada suor pingandoContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaoxxx acordou com o irmao botando o pau na sua bucetasexo com dentista a forçacontosputa zoofilia coladacontos eroticos so no cuzinho da gordinhamulher e homem tirando a roupa da mulher Valendo Nada superar chupando priquitohomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carroXVídeo pornô das Panteras trepando só com os irmãos ocupar esse corpinhocasada traindo e falando ai era isso que eu queria outra pica fudendo minha bucetaxv novinha brinca com cachorro e fica agarrda na picacontos eroticos tive q mostrar meu rabao p bandidosconto erotico gay na saida do bar de madrugada um travesti me estuprouencanador negrao come mae e filha enquanto concerta o cano da casaporno loira quadriu grade americana pornoConto erótico chupa bucetavilmer pornocache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 videos de sexo fodi ela de ladinho ela fechava as pernas e gemia muitoContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariafilmes sexo brasileiro falando besterinhas e gozando gostozo na buceta ate escorre a porraputaria. propria para coroa intesa safada gosmenta na mansaoCorniei em cabine eroticaseminarista transa colega de quartopornodoidocalçinhasporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaSexo on-line aclimação menageconto porno provoquei meu filhovideo viuva custou a dar a bucetaMenina adora a porra do irmozinho contoseroticosmínha avô chupou minha xotaconto erotico molestada usando leggingvídeos sexo gays estrupo vampiro principes dandohomens jovens enfuando penis shortinho curto adidas anos 80contos o negão bem dotado de todas as pragas da minha sogracoloquei um fil dental e dei meu filho video pornocontos de lesbianismo entre sinhazinha e sua escravahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherirmalouca pra perdero cabaco pro irmarxvideos cunhadinha nao resistiu amassagemmeu neto de 16 virgem contos eroticovideo mloira das coxa grossa e da bunda enorme chupando uma boceta d outra loirahomens metalirgico cacetudps