Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Por trás dói?

Autor: Sampaio
Categoria: Heterossexual
Data: 08/10/2007 06:32:06
Última revisão: 13/02/2010 09:34:15
Nota 8.38
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (15) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Resolvi escrever para provar aos homens da minha geração que, apesar de toda a apologia que é feita aos jovens, os cinquentões também tem vez quando se trata de sexo.

Tenho 52 anos de idade, e há um ano vivi uma experiência fascinante com uma jovem garota.

Tenho uma loja de presentes num bairro de São Paulo. Trabalhavam comigo duas garotas que atendiam no balcão: a Carla e a Eduarda, ambas com idades oscilando entre 19 e 20 anos.

A Eduarda era um tesão. Loira, com um rostinho angelical, um corpinho de modelo e uma bunda arrebitada que era um verdadeiro convite à sacanagem. Mas havia um senão: ela era noiva e ia se casar dali a seis meses. Além disso, sempre tive por princípio evitar qualquer intimidade com minhas funcionárias.

Na hora do almoço, a Carla e a Eduarda se revezavam. Enquanto uma ia almoçar, a outra ficava comigo na loja. Com o tempo, a Eduarda começou a aproveitar esse horário para puxar conversa comigo. Muitas vezes, esbarrava os seios ou a bunda em mim, enquanto falava alguma coisa. Eu fazia de conta que não percebia nada. Ficava na minha, mas com o tesão à flor da pele.

Um dia, logo depois que a Carla saiu para almoçar, a Eduarda aproximou-se e, com um jeitinho entre ingênuo e malicioso, me fez a seguinte pergunta: "“Sexo por trás, dói?”"

Confesso que fiquei meio sem graça. E fui um pouco evasivo em minha resposta: “"Depende”", eu disse. A garota insistiu: "“Depende de que?"” Eu já estava excitado e fiquei mais ainda quando percebi que os olhos dela brilhavam de curiosidade. “"Bem, depende de como se faz... da habilidade do homem... da colaboração da mulher...”", respondi.

A Eduarda ia falar mais alguma coisa, quando foi obrigada a interromper o papo para atender uma cliente que havia entrado na loja.

As investidas de Eduarda diminuíram depois que contratei uma senhora para gerenciar a loja. A dona Anésia cuidaria de tudo, sobretudo quando eu tinha que me ausentar para ir ao banco, ao contador ou fazer compras.

Um dia, eu estava precisando de uma determinada mercadoria e o vendedor da firma não aparecia. Telefonei para a fábrica e me disseram que eles estavam com dificuldades de entrega. Se eu tivesse muita pressa, teria que ir buscar o material lá. “Paciência” - pensei.

No dia seguinte, convoquei a Eduarda para ir comigo. Logo cedo, peguei o meu carro. Eu e a Eduarda passamos a manhã inteira escolhendo e comprando mercadorias. Terminamos o trabalho mais ou menos na hora do almoço.

Entramos num restaurante para comer alguma coisa. A Eduarda pediu uma caipirinha de vodca e eu fiquei numa cervejinha bem gelada. Durante o almoço, já meio embalada pelo álcool, a Eduarda começou a falar.

De novo, me perguntou “se dar atrás doía”. Desta vez não fui pego de surpresa. Ao contrário, fiquei excitado e resolvi abrir o jogo.

“"Olha, Eduarda, você é noiva. O rapaz nunca tentou te comer por trás?”" A menina ficou vermelha, mas não perdeu o rebolado. Tomou mais um gole de caipirinha e disse que o noivo era um cara muito sério, que nunca tentara nada de “diferente” com ela.

Sorri e pedi a conta. Peguei o carro e, logo ao dar a partida, disse: "“Nós vamos conferir esse negócio de perto”". A Eduarda riu maliciosamente: “"Que negócio?”" Sorri pra ela e acrescentei: “"O negócio que você tem aí atrás."

A Eduarda ficou vermelha novamente, mas não disse nem sim, nem não.

No meio do caminho, parei num motel que eu costumava frequentar. Pedi uma suíte de luxo e comecei a pensar naquela bundinha maravilhosa, que dali a pouco poderia ser toda minha.

Dentro do quarto, abracei a menina e dei-lhe um tremendo beijo de língua. Ela correspondeu deliciosamente. E enquanto nos beijávamos, levantei a minissaia e enfiei a mão por dentro da minúscula calcinha que mal cobria aquela bundinha encantadora.

Joguei Eduarda sobre a cama e tirei-lhe toda a roupa. Quando vi aquele corpinho nu, senti que meu pau estava estourando de tesão. Arranquei minha roupa e mostrei toda minha nudez, todo o meu desejo.

Eduarda olhava para o meu pau e parecia não saber o que fazer. Pedi que ela o enfiasse na boca e chupasse com todo o tesão do mundo.

A menina engoliu o meu caralho e sugava-o com um desespero incrível. Quando ele estava totalmente molhado pela saliva dela, pedi que ela se virasse com a bunda para cima. Enfiei dois travesseiros debaixo do corpo dela para aquela bundinha ficar mais arrebitada ainda. Em seguida, dei um gostoso banho de língua naquele cuzinho totalmente virgem. Senti que Eduarda estava entrando no ritmo do tesão. Pedi que ela ficasse bem relaxada, para não sentir nenhuma dor.

Encostei a cabeça do meu pau e, aos poucos, comecei a forçar a entrada da rosquinha. No início, Eduarda reclamou um pouco, mas pediu que eu continuasse. Devagar, meu pau foi arregaçando aquele cuzinho e avançando para dentro. Eduarda rebolava e gemia de tesão, pedindo que eu enfiasse tudo, que ela queria sentir minha rola no fundo do seu rabinho. Obedeci. Dali a instantes, meu caralho estava todinho enterrado naquela bunda deliciosa. Ela gemia mais alto, enquanto eu fazia o delicioso trabalho de vaivém, fazendo meu pau ir e vir dentro daquele cuzinho que se abria para mim. Eduarda dava pinotes na cama, jogava a bunda para trás, tentando “abocanhar” com o cuzinho todo o meu cacete.

Ficamos nessa “luta” durante alguns minutos, até que gozamos desesperados. Fiquei dentro daquela bundinha maravilhosa, sentindo que a inundava com minha porra quente.

Durante alguns meses ainda a Eduarda continuou minha amante - minha amante anal. Depois, ela saiu da loja para casar-se. Mas prometeu que qualquer dia vem me visitar.

Comentários

02/09/2015 12:42:54
Muito bom conto... buça.molhada, se vc quiser como teu cu... [email protected] br
10/05/2012 05:26:05
Taí um bom conto. Poderia ter ido um pouco mais nos detalhes. Mas valeu a pena. O que interessa mesmo é a inclusão do cuzinho como sobremesa ou como prato principal, como foi este caso, em toda trepada que puder. Sem o rabinho, confesso, já não dá mais para ficar. Um cuzinho bem comido, com uma bundinha rebolativa para provocar, é tudo de bom. Parabéns...
03/07/2009 19:42:05
gostei! tenhu o cuzinhu virgem também tenho curiosidade pra saber se doi tanto ou nao ... adorei o conto!
29/05/2009 14:43:27
Desculpe. Apesar de bem escrito, achei meio morno.
17/05/2009 02:57:40
A UM CU....AMOR QUER DAR O CUZINHO?PA QUEM? [email protected] ESCOLHE?
18/10/2008 02:24:34
Cara não é de duvidar que você comeu essa menina. Hoje em dia as maninas estão mais ousadas. Quando estão a fim de meter ninguém tira da cabeça delas.
18/10/2008 01:21:55
valeu
09/07/2008 12:32:09
Ficou legal.
12/03/2008 12:58:55
Um cuzinho de vez enquando faz bem "pra caralho"...rsrsrs. Bom conto.
23/10/2007 22:09:11
Conto show de bola!!!!!!!!!!!
09/10/2007 10:36:24
Valeu o conto.
08/10/2007 22:49:19
Massa, gostei muito.
08/10/2007 15:19:31
se eu tivesse uma empregada assim, ela seria a minha gerente.
08/10/2007 14:42:18
Se for conto bom conto ser for real que sorte do caralho rsrs Valeu
08/10/2007 07:35:50
Bom Conto. Gostei!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos diaristacontos de sexo depilada na praiaconto erótico menino bonequinhaconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariopprno padrasto saradao escuta entiada gemendorelato abuso comeu meu cucondominio traicao videos cuckoldvelhas coroas gostosas sentadinhas no colo sendo enrabadassexo na sala fria comendo ela depois de tirar o fio dental boa fodaeu qeuro vidio di sexoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoporno nao no cu nao e groso e conmprido aaaiii de vagamarisa chupando meu pauenfiando o dedo na cabacinha delacorno leva 2negoes pra tranzar com sua mulher e fica apavoradoeternos apaixonados cap 7 conto gayquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticoxvedeo as 20 mehores gozadatio por favor coma meu cuzinho a sobrinha improrando para o tio ele nao resiste contosfudida por um tio pirocudo contorelato abuso comeu meu cuvideo de sexo tia batendo uma descabacando sobrinhoinsesto istorias eroticas pai filas novinaspeso d porrta gatinhacontos eróticos cuzinho da mendigavanessinha dias/casadoscontosContos edoticos da.dk nbanho no meu filhomarido corno procura homem para esposa puta em porto alegreconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeu    brincando escanchada contos pornoputa zoofilia coladaConto erotico comi a dentista no consultoriotorei um garotinho virgemgritei quando ele botou na minha bucetacantor erótico fui abusodo ate eu da gostosocontos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largosou amante d minha cunhda contomãe vê filho pelado dotado fica louca e fode com ele pornô iradofotosde travesti peitudo ecusaovirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgenscontos eroticos pegando minha tia gravidacontos eroticos primeira vez inesquecivelminha tia Gleice Albuquerque pornôvideo de sex com pauzaoassistir agorafilme porno fazemdeira dando pro piao dotadoxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindorelatos.picantes arebentou cabaco da novinha com muito choro pau grandecontos eroticos de enteadas loiras com padrastos negrosfilha centa no colo do propio pai no sofa e mete com ele perto da propia familia video pornojapurunga peladamae dis que filho rasgo a vuseta delawww.xvedeo so gozadaia mais gotosaaprendiz do sexo porno falando palavroesarrobadapoumponexvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetacontos de mulher que da a buceta para mendingo chupar comer mamarvadia dando o cu fechadíssimobabá da nuvem passageira filme pornôxvidios travestis na punhetas novingassogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhavideo de sexo narido xifrado com a comlhada escolacontos eroticos de motorista pirocudo de madameminha titia se gozando com meu casseteminha mãe me surpreendeu contos de incestoconto erotico advogado apaixonantecontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maiskero.buctaasistir videos porno brasileirocontos eróticos com tia e sobrinhocontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioCrossdress de vestidinho tubinhoyoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuasirma gemeas ciumes por isso se chupam pornoxvideo novinha gostosa tesão daquela P9www.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brcontos eróticos fodendo o cu de Julinho jovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosconto na enchente comi a mulher do chefehomens de braços grandes e pau durorabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhanora flaga sogro espiando ela no banho batendo punhetanega tarada por sexo oral e anal de b***** bem lisinha ela tem a garganta profunda engole toda a rola do bem dotado OiContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaesposa de mente fertil pornoconto gay pirocudo da academiaporno namorada nao gue da cu mai eu votetamau encostei a penis no cuzin dela ela ja se gozou todatia gemendo peituda vizinhaConto na fazenda maninha viu meu pau moleporno familia jurássicaver mulher gritando de tesão saindo gosminha do grilo da sua buceta grandeConto minha vizinha me falou que o marido não endurece maiscasada traindo e falando ai era isso que eu queria outra pica fudendo minha bucetaver videos d incestos baianinha gozano dentro da bucetanegao enchendo cu do velhote de porra