Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Adorei dar pro meu cachorro

Autor: Bruna
Categoria: Zoofilia
Data: 29/11/2007 15:10:50
Nota 6.68
Assuntos: Zoofilia
Ler comentários (34) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi, meu nome e Bruna, eu tenho 18 anos, e hoje sou uma garota normal, tenho namorado, estudo, vou pra faculdade ano que vem, mas tenho alguem secreto, que inspira meu tesao. Eu vou chama-lo de Bob, comum pra qualquer um. Bob, e um cachorro tipo Dog Alemao, desses tamanho gigante mesmo. Meus pais o trouxeram e me deram quando ainda era bem pequeno, e o criamos em nosso quintal, que era grande, de terra o que ele adorava. Na epoca eu tinha 15 anos, e meu aniversario foi o motivo do presente, eu sempre quis um cachorro como ele. Em um ano, Bob, já era grande e em dois anos eu com 17, Bob já era quase um cavalo, era dificil ate pra brincar com ele, pelo seu peso e era tambem um pouco bruto. Com a escola eu quase não brincava com ele, mas tudo começou nas férias do ano passado. Todos nos, inclusive o Bob, fomos passar parte das férias num sitio do meu Tio Andre. Ia somente a nossa familia e a do meu tio iriam pra outro lugar. O lugar la e grande e muito bonito. Bob entao ao se ver livre e solto corria de um lado pra outro e parecia ate outro cachorro. O caseiro, Sr. Joao, morava com a familia dele num sitio ao lado do nosso, e era ate bem pertinho, da casa dele via a nossa, se alguem entrasse ou saisse ele via. Com folga e sem muita coisa pra fazer, eu so ficava na piscina, e pouco andava pelo lugar. Bob sempre ao meu lado, me guardava. Sempre que me deitava na cadeira pra tomar banho de sol Bob ficava ao meu lado e ate dormia as vezes. Qualquer ruido ele se levantava e latia, me acordando as vezes. Numa tarde ao inves de me deitar na cadeira eu fui na grama, estava mais gostoso. Deitei, e pra variar Bob veio do meu lado. Sem nenhum pensamento, nada, abri as minhas pernas pra tomar sol por dentro delas, que alias estavam muito branquinhas, eu queria depois pegar praia, entao queria me queimar por inteira. Eu puxei ainda mais o meu biquine pra cima e enrolei pra ficar menor, já que não tinha ninguem mesmo, so eu e o Bob. Ele estava de frente pra mim. Eu fiz isso e virei de lado, pra queimar um pouco de lado do corpo e sob os braços, e fiquei com a cabeça do Bob na altura da minha cintura.. Olhando pra ele, brinquei com ele, e fiz carinho na sua cabeça e puxei ele sem querer pra minha barriga, e seu focinho passou bem perto da minha xaninha. Acho que ele sentiu algum cheiro estranho ou talvez conhecido pra ele, que fez questao de voltar e cheirar de novo minha xaninha. Eu tirei a cabeça dele me afastei e virei de barriga pra cima, voltando a minha posiçao original. Bob, não se aquietava e queria me cheirar de qualquer jeito, eu dava bronca e mandava ele embora. Ele saiu com muito custo, acabei gritando com ele, me virei e deitei de bunda pra cima. Comecei a pensar no que ele faria se eu deixasse ele continuar me cheirando, e aquilo acabou me excitando, porque lembrei de alguma coisa que tinha lido numa revista de uma mulher que transava e tinha 3 cachorros enormes que dormiam com ela. Achava impossivel um cachorro gostar de um ser humano, e na escola tambem fiquei sabendo de duas alunas e uma professora que já tinham transado com um cachorro. Eu achava demais e muito estranho, ate aquele dia. Tomei meu solzinho ate quase o final da tarde e Bob estava ainda por ali. Quando me levantei e fui tomar um banho, percebi que tinha ficado excitada, mesmo porque estava sem namorado há mais de 4 meses, por causa da escola, e lembrando aquela historia toda que tinha lido e ouvido...Bem tomei um belo banho, raspei como de costume minha xaninha. Coloquei uma calcinha de algodao pra não me irritar, uma saia bem folgada, por causa do calor, e um sutia de um biquine, pra ficar mais a vontade. Meus pais iam ate a cidade comprar algumas coisas, me chamaram mas eu não quis ir. Peguei um radio e fiquei ouvindo musica la fora na varanda, enquanto eles iam fazer compras. So pedi que não demorassem, mas era meio longe, e talvez voltassem quando já estivesse escuro, mas tudo bem, tinha ainda o zelador e o Bob. Quando sairam eu chamei o Bob, perto de mim, com o toquinho do rabo dele abanando veio todo feliz ao meu lado. Ele sentou ao meu lado, eu estava na rede, parei de balançar e cocei a cabeça dele. Ele gostava disso. Quando se levantou, ficou com a cabeça no nivel da rede, sentei mais na beirada, e num impulso meio estranho e excitado da minha parte, abri um pouco as pernas pra ele. Bob, enfiou o nariz gelado ate o meio das minhas coxas e insistia em continuar. Ai fiquei excitada demais e abri as pernas mais um pouco, ele foi forçando ate encostar o focinho na minha xoxota, e cheirava e queria lamber. A calcinha atrapalhava, entao num desespero decidi tirar a calcinha, deitei na rede e a tirei e voltei a me sentar na mesma posiçao. Abria as pernas devagar e aos pouquinhos, deixando Bob descobrir que agora não tinha mais calcinha pra atrapalhar. Eu já estava molhadinha, e aquela enorme cabeça no meio das minhas pernas, me fizeram abri-las de uma vez, e minha periquita todinha a disposiçao dele. Bob, cheirou, cheirou e deu a primeira linguada, meia fria, mas com a aspereza da sua lingua me fez delirar. Com as maos e já sem medo, deixei ele começar a lamber minha bucetinha, e isso ele sabia fazer direitinho. A cada lambidinha que dava levava um pouquinho do meu melzinho de prazer, ele lambia e lambia e passei a tocar no meu xibiuzinho, esfregar com força e acabei gozando. Bob se fartou, lambeu tudo, acredito que se fizesse xixi naquela hora ele ia beber tambem tudinho. Voltei pra rede e coloquei a minha calcinha, Bob dava voltas na casa e voltava pra mim. Foi entao que percebi seu pau quase todo pra fora, nunca tinha reparado nisso, ele era grande. Levei o Bob, sob a varanda do outro lado da casa, pra ninguem ver nada, criei coragem e peguei no pinto dele, com receio e medo, fui mexendo nele, aquele ponta comprida e vermelha lembrava mesmo um pau de homem. Bob ficava quieto, entao bati de leve uma punhetinha pra ele, ele nem se mexia, e as vezes parecia querer subir em cima de mim. Seu pau cresceu de uma maneira e ficou enorme na minha mao, e meu tesao ainda maior. Fui ate a cozinha e Bob me seguiu, me ajoelhei e me apoiei numa cadeira, e fiquei de bunda pra ele, levantei a saia, Bob veio cheirando de novo, e de repente pulou nas minhas costas, eu segurei as duas patas da frente com as maos pra não me machucar, o corpo quente dele cobria o meu todinho, parecendo um cobertor. Ele cutucava minha bunda e eu sentia seu pinto bater nas minhas coxas. Abri mais um pouco e senti seu pau no meio das minhas coxas, fechei as pernas e prendi aquela coisa enorme, no meio das minhas coxas. Quando ele deve ter sentido o calor das minhas pernas agasalhando seu pinto, ele mexeu mais e mais rapido e gozou molhando toda minhas coxas e minha calcinha. Tinha odor de xixi, mas era espesso, Bob tinha gozado muito, coitado, nunca tinha nem cruzado ainda, imagino que andava mesmo doidao. Deixei ele ainda mais um pouquinho e quando ele saiu, lambeu tudo, e eu me masturbei violentamente e gozei ainda brincando com o pau dele. Fui tomar um banho rapido, lavei minha calcinha, me troquei e voltei. Bob me fazia uma festa diferente, parecia me agradecer pelo prazer. Engraçado, depois dizem que animal não entende nada...A noite, antes de dormir, lembrando de tudo aquilo e sem nenhuma culpa, imaginei se tirasse a calcinha e deixasse ele me comer, como seria. O que eu sabia que era bom, mas ainda tinha medo. Eu tinha medo de alguma doença sei la, era esquisito pensar assim. No outro dia, ajudando minha mae arrumar o quarto dela e ajeitando as coisas, descobri algumas camisinhas entre as coisas dela, pensei que ela tomasse pilulas, mas não liguei. Resolvi pegar uma, nunca se sabe o que vem la na frente, ne...Durante o dia evitei o Bob, pra não deixar ele agarrar minhas pernas, ele gostava de fazer isso, e agora eu tinha vergonha dos meus pais. Eles não sairam, entao ficou mais complicado. Quase a noite meu pai bebeu muito vinho, ficou de fogo e foi se deitar e dormiu, eu tambem fui tomar outro banho e fui me deitar tambem. Minha mae ficou pra la e pra ca, eu me deitei, fechei a porta, e fiquei com minhas fantasias. Ouvi o barulho de alguem abrindo a minha porta devagar e fingi estar dormindo, era minha mae, que chegou pertinho de mim pra ver se eu estava dormindo, e me chamou baixinho, eu não respondi, mas achei estranho a atitude dela. Depois ela fechou a porta devagar sem barulho, e foi ate o quarto dela, pensei poxa nunca fez isso, se quer transar vai e pronto já tinha visto eles varias vezes trepando, e o que e que tem de mais, não?...Mas so que ela saiu de fininho tambem e foi na sala. Ouvi um latido la fora do Bob, e ela fazendo psiiiuuuu.....pra ele. Esperei mais um pouco e não ouvia mais barulho, sai de mansinho da cama e abri devagar a minha porta e caminhei na pontinha dos pes ate a sala e bem devagrinho. A cena não poderia ser outra. Bob em cima de mamae, que estava de quatro pra ele, com a cabeça no sofa e ele enfiando sua enorme pica na minha mae, fiquei abismada com a cena, minha mae e com o tamanho dele metendo dentro dela, comigo parece que era diferente. Bob enterrava violentamente seu pau nela, e ela se masturbava e gozava feito uma cadela. Nossa fiquei horrorizada e ao mesmo tempo excitada. Depois ouvi alguns ruidos e Bob já estava la fora, e ela foi ao banheiro se lavar. Voltei pro meu quarto e me siririquei ate doer minha bucetinha e gozar um pouco. Acabei dormindo e pensando no Bob, e no que tinha acabado de ver. Meu pai, bebia muito e já não dava mais no couro, e eu sei que minha mae e fogo na cama, imagino que a coitada precisava mesmo de uma boa rola, e o Bob, naquela hora quebrava o galho. No dia seguinte, levantei cedo e fui pra sala, achei um pedacinho de embalagem de camisinha, e ai deduzi que ela colocava camisinha no pau do Bob. Procurei por todos os lixos e achei no banheiro enrolado num papel higienico a camisinha, abri a estava com aquela gosma igual a que o Bob me despejou, e cheia. Bem eu tinha uma, e bolei tudo. Já era um dia normal de semana, dois depois do acontecido, e precisaram ir os dois ate a cidade pra resolver alguma coisa num banco. Eu fiquei mais uma vez, estava na piscina, de biquine, não ia me trocar de jeito nenhum o sol estava bom demais. Sairam os dois, me levantei, apanhei a camisinha e puxei o Bob la pra cozinha, brinquei com ele de novo, e agora decidida, fui pegando no seu pau, já crescendo, e punhetando ele, tirei a calcinha do biquine, e fiquei peladinha pra ele, punhetei mais um pouquinho e fui enfiando a camisinha, meia sem jeito consegui esfiar ela todinha, mas quase não cabia, tao grande seu pau ia ficando. Me coloquei de quatro, e ofereci a ele o prato principal, Bob subiu em mim, e me bombava sem acertar meu buraco, segurei e ajeitei seu pinto na minha buceta, ele mexeu rapido e enfiou quase tudo de uma vez, me fazendo gemer de prazer, enquanto bombava seu pau aumentava de tamanho, impressionante, eu sentia por dentro de mim, ele enfiava e com golpes rapidos bombava cada vez mais rapido, eu me toquei uma siririca e gozei duas vezes e Bob, parou, e sentia o espasmo dele dentro, enchendo a camisinha. Ele saiu de cima depois de algum tempo e ficou quieto, estava cheia, eu tirei e joguei fora, ele queria lamber minha xana eu deixei. Em pouco tempo, demos umas voltas pela casa, e Bob parecia novamente excitado comigo, e agora não tinha mais camisinha, pois não achei as outras, ela deve ter escondido. Bem resolvi outra coisa que adoro fazer, ia dar meu cuzinho pra ele. Resolvi e comecei a brincar, dei agua pra ele, e fomos brincar de novo na cozinha, olhei em volta, ninguem a vista, sabia que meus pais ainda iam demorar, e o levei pra mim. Fiquei de quatro de novo, e a melhor posiçao pra trepar com um cachorro, ele subiu em mim, e foi cutucando, abaixei minha bunda e dirigi ainda com receio seu pau para o meu cuzinho, ele foi entrando, com certa dificuldade, e gozado o cachorro estoca e não tira de dentro. Fui deixando ele meter no meu cuzinho e fui relaxando e sentindo aquele cacete dominar todinho meu rabo, e me encher toda de carne canina, adorei porque estava ardendo e muito gostoso, meti o dedo na minha buceta, e gozei umas tres vezes, ate o Bob, gozar no meu cu, e mais que um dia um namorado meu fez, gozou, rasgou minha bunda, me arrombou e depois ainda lambeu tudo. Fiquei preocupada, fui logo me lavar, e fiz uma ducha anal. Ardia um pouco, mas adorei aquilo e acho que ele adorou mais ainda. O Bob, filho da mae, tinha agora duas amantes e olha muito gostosas, porque minha mae tambem e um mulherao. Depois que voltamos, eu passei a transar sempre que podia com o Bob, e transamos ate hoje. Com a minha mae, acho que eles fazem so de manha, quando vou pra escola, eu sei, porque a tarde quando o Bob ta meio dormindo em pe, e que ela já deu pra ele. Nunca ninguem descobriu nada de ninguem. Eu transo com ele sempre de camisinha, e tambem com meu namorado. Outro dia meu namorado quis a minha bundinha e eu dei, ele achou estranho que estava mais aberto meu cuzinho, e adorou porque meteu a vontade e eu não dei bronca, agora ele acostumou, e eu tambem. Tem outras historinhas de outras amigas minhas, que mando pra voces depois,ta.

Comentários

21/04/2013 12:49:11
kkk menino zôo vc sabe mesmo de cães e essa puta e muito mentirosa e vc esta certo de tudo kkk ae puta mentirosa nota 0,0
01/01/2013 15:42:58
porra, _ historia e um conto, nao e verdade! Pode ser q sim como poder ser q nao! Baianinha do caralho, vai se fuder filho da puta, junto cm esse homossexual do inferno q ta te chamando pra tu comer ele! Porra seus bichas filhos da puta
08/07/2011 01:56:52
Não sei se essa historia foi real ou não porque sempre a possibilidades de acontecer coisas inexplicáveis mais mesmo assim foi uma boa historia e se isso foi mentira parabéns você tem uma ótima imaginação e continua escrevendo adorei ler :)
08/07/2011 01:50:41
acho que mesmo sendo mentira ou não devem respeitar que sempre a possibilidades mais mesmo assim foi uma boa historia sendo mentira ou nao parabéns :)
18/02/2010 16:04:50
05/09/2009 21:16:04
muito bom show __mi add no msn [email protected]
24/08/2009 15:36:56
sensacioanl mais que conto
Oz'
11/05/2009 22:22:19
kakakaka
02/04/2009 02:29:12
nossa vc deve ser mó gostosa hein que me desculpe o seu namorado mas eu quero te comer tbm me add [email protected]
10/01/2009 14:54:55
minha nota é 5 pela história, mas vc mentiu descaradamente. Pratico zoo a 2 anos, e naum é assim como vc relatou.
20/11/2008 13:20:35
gatinhas ... qui quiser videos de sexo com animais mim adicionem: [email protected] só pras gatinhas ok bjos
31/10/2008 18:26:06
Voce mentiu em tudo > Vai enganar outro . Primeiro, O esperma do cão não tem cheiro de xixi. Então, você nunca fez, acho que sequer chupou um pau de um. Segundo, o pinto do dogue alemão não é grande e grosso como voce diz, parece que nunca viste dogues alemaos transarem. Ele só tem uma vantagem, que é o nó, e esse é bem grosso. Então, a camisinha não ficaria no pinto dele e provavelmente sairia no ato do coito. E outra, você não aguenta o nó do dogue alemão no anus, porque, primeiro, vc por ser mulher, não sente prazer físico no anus, e por isso, a dor seria insuportável, até pq precisa ter um relaxamento profundo do esflicter anal, e vc nao teve tempo para isso.Se você tivesse próstata, eu diria que vc sentiu muita dor no inicio, mas depois sentiu prazer, isso sendo penetrada logo de cara como vc foi. Segundo, o cão não goza mais de 2 vezes seguidas, pois tem que respeitar o periodo refratário. Isso porque ela ja tinha transado de manha com sua mae. Ele cansa. Sobre temperamento de dogue alemao, eles sao calmos e nao costuman montar nas pessoas .Aliás, são otimos caes para se criar em apartamento e quando transam, mantém uma postura calma. Geralmente é a mulher que se masturba com o pau deles, e não eles que montam nelas. Não é facil fazer um cão montar em voce. E além disso, como vc e sua mãe explicou os arranhões no corpo para o marido dela e seu pai? seus amigos, aff, vc anda de biquine, né. e deve estar toda arranhada. Então, tudo e mais muita coisa, vc mentiu 0.
22/09/2008 23:56:03
o meu cao ja gozou na boca de minha mulher foi muito bom ver o pau do meu cao e enorme mais do que o meu quem tiver video ou fotos eu troco voce vai ver minha esposa sendo toda exporrada nosso email [email protected]
16/09/2008 11:15:25
porra, que mentira, vc tudo bem, mas sua mae tb, putz
05/09/2008 14:47:54
VAI MENTIR ASSIM LONGEM
20/08/2008 20:00:04
gostei muito de sua aveventura até mais
25/06/2008 21:21:08
Essa merda de conto ainda recebe nota e comentários, com certesa de analfabetos acéfalo, que não tem o que fazer, retardados... essa louca aindaq continua doente e internada em um manicomio judicial, pois o dono do cachorro abrio um processo contra ela, claro ela passou várias doenças para o pobre do animal. continua ZERO PARA TODO ESSE LIXO, para o cocochi, vai lascar seu cu no prego, bicha vela enrustida.
25/06/2008 12:07:33
ola bruna tenho um pitbull se quiser transar com ele é só me mandar um email a pica dele é média me mande [email protected]
27/02/2008 15:30:23
amei seu conte,poderiamos nos conhecer pelo msn? [email protected]
16/01/2008 14:01:12
adorei sua historia, e estamos aqui, quando voce quiser variar e ter uma eneorme pica de 26 cm, fale comigo. [email protected]
15/01/2008 20:23:24
vc e doida apesar da historia ser legal mais..... transar com cachorro animais tem doença e pelo amor d deus tem muitos homens preucura um xau
14/01/2008 16:44:01
PORRA!!! VCS SÃO UNS MERDA, PODE ATÉ SER MENTIRA, MAS QUE EU JÁ VÍ FILMES DE ZOOFILIA EU JÁ, E COM MINAS BEM NOVINHAS, VC SÃO TODOS UMAS BIBAS FRUSTRADAS PELO FATO DA MINA TER DADO PRO CACHORRO.
05/01/2008 18:00:15
Legal mais um pouco mirabulante naõ amiga?
03/01/2008 17:00:44
Gostei mto dop seu conto...escreva-me [email protected]
02/01/2008 16:55:21
muito bom o conto, valeu
01/12/2007 11:16:11
Bem original seu conto, se vc quiser uma rola bem grossa eu te ofereço a minha. Vou ter prazer de enfiá-la todinha no seu rabo, mas vou botar umas três camisinhas, pois ele deve estar cheio de doenças. [email protected]
30/11/2007 10:31:46
Na fazenda naõ tinha um jegue pra você dar pra ele?!Aí você teria que tomar antibiótico por uma semana. Cuzuda! Eu não sei porque perco tempo lendo essas bostas de contos.
30/11/2007 04:57:53
Caro PISCO, não se engane. ele não irá ao teu cu porque da fruta que você gosta(CARALHO, PICA, ROLA), esse tal de BAIANINHA SAFADINHA, engole até o caroço e ainda lambe os bagos...
29/11/2007 21:43:02
Amei ! Adorei ! Essa e a mãe dela são das minhas ! Se não tem homem de verdade então o melhor é dá pro cachorro ! beijos alados em todos
29/11/2007 18:26:55
Não insultem o Baiano Safadinho. Não quero ele desmoralizado porque quero que ele me vá ao cu. Pela maneira como escreve, vê-se que deve ter um caralhão enorme que eu quero chupar e engolir toda a porra para depois beijar a minha esposa! espero o teu contacto para combinar-mos o encontro [email protected]
29/11/2007 17:19:50
Ei MULHER GATO, estes contos são apenas fantasias. Não são para ser levados á sério...
29/11/2007 17:18:28
AI MEU DEUS, A bichinha da BAIANINHA SAFADINHA fica toda revoltadinha quando o conto não é "verdadeiro"... Ficava toda histérica e acha que o conto é copiado e colado.... Nossa... Isso é mau, porque assim a bichona vai querer se suicidar "lascando o cu no prego", coitadinha... Só o que não saBE É QUE O CHEIRO PUTREFATO QUE ELE SENTE VEM DA PRÓPRIA CABEÇA, QUE ESTÁ CHEIO DE MERDA. O fato de v ocê ter sido MOLESTADO na infância, só serviu para aumentar o tesão de argola que você tem, não é? Então vai dar o cu pra quem tiver coragem de te comer e deixa em paz quem tem capacidade para escreve, seu CHIBUNGO, filho de muma mulher-dama, residente no "Castelo", filho de uma bicha assumida, ok?
29/11/2007 16:10:13
Namorado eu acredito que você tenha, mas estudado! Vai contar mentira lá na casa da puta que lhe pariu. Deixa de ser falsário, você deveria estar presa no manicômio judicial por afirma uma coisa dessa, sua vagabunda doente. Essa infeliz copiou e colou essa bosta de um outro site e veio postar aqui, sua pilantra vai se jogar na frente de um caminhão, analfabeta. Com certeza o cachorro sentiu um cheiro estranho era o cheiro de coisa estragada, você deve estar em fase de decomposição com tanta asneira que escreve. Não foi na escola que você ficou sabendo que pessoas faziam essas anormalidades foi no hospício onde você mora. LEVA ZERO.
29/11/2007 15:44:23
por que vc num vai procurar um "macho de verdade" pra te comer ao invez de ficar mexendo com os animais inocentes???

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


novinha do priquito ruivo contosmmulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu maridoFui inciada pelo amigo do meu pai contos eroticoscontos tia dando o cu pro sobrinhofazendeiro me comeu montado no cavalo contos eroticosmeu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videocoloquei um fil dental e dei meu filho video pornovídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhohistoria de mulheres casadas que fazem dupla penetraçao e foram descobertasduas irmas abdo buceta oara o irmaoContoPorno dotado estourando as prega do viadinho novinhoouvir contos eroticos narrados de gueis tranzando loucosTa tarada roludo vendo novinhas com cálcinhas melecada cobertura conto gaydotado roludo malvado comm novinha com bucetinha muito apertadawww vovo adora minha rola preta e chora guodo boto no cu dela porno .comgozda de mjlher cue gorra lonjetransandp no presidio com a maiabraçando por trás incesto relatomenina cai em cima do negro jumento.gemer disvairadaConto dando sonifero enteadacontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadoxvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filiaZoofilia caes encangados em mulherestarado estorando boi no mato xvidio.comVIDIOPOMO PETECAņovinhas metendo com play boyver conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudocontos eróticos vovó transando com cavalocontos domestica me viu to cando pueta em familiavideo porno cavalgada forte so loiras em cacete de 30cmimagens de bucetas de riasas sexocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozaremtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexocontos chupador de xoxotavidioporno casa sensacaoContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaolekes cantando juntos no pornodoidoerotico filha da um beijinho neleporno duas amiga core do pau cabesudoContos eróticos minha mãe e os cubanos - parte IVVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jegueporno comendo cu de homêm de bùnda grandePAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOcombinamos chupando os peitos da mulher fazendo sexo ela gritar onlineContos Afilhada batendo punheta para o padrinhocontos sexo minha esposa nossa vizinhabuseta.daclaudia.ranharde calsinhamocaConto comi minha irmãchantagiei a colega de trabalho e comi ela contosfilme porno "labios encharcados"mundo bicha homens de corpo gostoso e pintu dutosporno comendo cu de homêm de bùnda grandeContos eroticos mamaeeee uii aiicontos erotico papai vai caberCasada enegao anal marra contomeu conto erótico da Fiat Fiat toro vai comer elavideo porno padrasto enfiando a mão na buceta da sua enteada com sua mãe do lado sem ela perceberMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernocontos de sexo depilando a sograeu emcaixando o pinto do amante na minha irma gostozaCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro homem goando muito na buca do viado mundo bichafazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elebuctao tod c gazandFotos de mocinha empinando o cu para o negao de pau mandigofotosde travesti peitudo ecusaocontos casal pau inchandorelato quenquinha velha Contos novinha perdeu cabaço do cu com roludao trem