Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Virei menina do Colega de Colégio (Nº4)

Autor: Gabi69
Categoria: Homossexual
Data: 14/12/2007 16:25:11
Nota 3.33
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu estava com 17 anos e cursava o 3º ano do 2º grau, já tinha vivido uma desilusão amorosa com um vendedor de aparelhos de informática e agora me encontrava de namorinho com um colega de colégio. Ele me convidou para ir à uma festa na sua casa, eu sabia que ele iria querer me comer de novo, então fui preparado para isso, mas quando chego lá, tenho uma surpresa, pois todos que estavam na festa eram homens, todos eram colegas de academia de meu namorado. Ao total eram 8 pessoas contando comigo, eu fiquei apreensivo, pois não sabia o que poderia acontecer, eu não queria foder com os amigos de meu macho. Todos começaram a beber cerveja, inclusive eu. Depois de uma meia-hora de dança e bebidas, meu namorado disse: “Vai pro meu quarto e me espera vestido com as roupas que estão em cima da cama”. Eu fui, quando chego no quarto, vejo que as roupas eram de mulher, mais precisamente da mãe dele. Tinha uma calcinha de renda bordada preta e um sutiã preto, o resto eram aquelas roupas de colegiais: saia azul folgada que vai até um pouco acima dos joelhos, uma blusa feminina, estilo de aeromoça, e meias compridas que vão até o joelho. Ainda tinha dois prendedores de cabelo que eu coloquei nos meus cabelos compridos. Depois que vesti aquelas roupas femininas, fui para frente do espelho e passei um baton. Eu olhei para mim através do espelho e me achei muito parecido com uma mulher de verdade, eu estava igual à uma colegial muito gostosa. Mesmo sendo homem, eu tenho uma bundinha grande, durinha e empinadinha e vestindo aquela saia, o volume das minhas nádegas ganhava certa proporção e qualquer pessoa poderia notar uma bunda bem sexy. Eu estava me sentindo muito bem com aquelas roupas, principalmente com aquela calcinha especial atolada no meu rego, aí que delícia. Uns cinco minutos se passaram e meu macho entrou no quarto e trancou a porta. Ele começou a me fazer elogios do tipo: “Tu estas uma gata hoje”, “Que rabo gostoso você tem”, “Estou louco para te penetrar” e “Quero comer todo esse seu cuzinho apertado”. Todas as suas palavras me deixavam com calafrios e cada vez mais excitado. Até que ele partiu para cima de mim, começou a me beijar loucamente, nossas línguas pareciam uma só, pois o contato era intenso. Suas mãos percorreram as minhas costas e logo chegaram a minha bunda, eu tentei tira-las para me fazer de difícil, mas não consegui, quando percebi ele já tinha levantado a minha saia e estava com as duas mãos dentro da calcinha, apertando as minhas nádegas, seus dedos malandros já sabiam o caminho do gol e então ele enfiou um, dois, três, quatro, cinco dedos no meu rabo, ah, neste momento eu senti um pouco de dor, pois ele estava querendo enfiar sua mão dentro de mim e mesmo com a lubrificação que eu tinha feito em casa, ele não conseguiria me furar por inteiro. Eu parei de beija-lo e disse: “O meu cú é apertado para sua mão, mas não para o seu pauzão”. Ele notou que eu não queria ser arrombado pela sua mão e sim pelo seu pau e falou: “Minha colegial putinha, eu quero tirar a sua calcinha com os dentes”. Então ele ajoelhou-se, ergueu a saia e começou a beijar e lamber a minha bunda, mas com a calcinha por cima, com certeza ele tinha uma grande fantasia em relação a comer alguém que vestisse aquela calcinha. Ele começou a morder a parte de renda que ficava no lado e aos poucos ia puxando, baixando com delicadeza. Alguns segundos depois, as minhas nádegas estavam totalmente descobertas, ele arriou a calcinha até os meus joelhos e falou: “Que bundinha linda, bem depilada”. Eu só estava esperando o seu próximo movimento, quando ele se ergue rapidamente e tira a minha blusa e começa a lamber e mordiscar os meus mamilos. Mesmo sem eu ter seios, ele começou a morder as pontas do meu mamilos, pela primeira vez alguém fez isso comigo, eu fiquei muito feliz, pois ele estava me possuindo como uma verdadeira mulher. Depois de ter saciado sua sede pelos meus peitos, ele tirou para fora a sua rola grossa e pontiaguda. Então ele se levantou e segurou a minha cabeça com força, me deu um beijo e me forçou a ficar de joelhos. Eu fiquei frente a frente com seu enorme pênis. Ele disse: “Chupe o meu pau como se fosse uma mamadeira que logo vai jorrar um leitinho quente”. Eu nem pensei duas vezes, comecei a boquetia-lo sem parar. Chupava bem direitinho, colocava toda a cabeçona na minha boca e ficava brincando com a minha língua. Depois beijava todo o caule de seu pênis chegando até as bolas, onde eu dava umas mordidas que arrancavam gemidos de meu macho. Fiquei uns cinco minutos boquetiando, até que ele me mandou parar, pois já estava quase gozando. Então ele me colocou de quatro, eu empinei a bundinha, ele levantou a saia e foi fazendo com que seu pênis fosse entrando delicadamente, sem fazer força, até que entrou totalmente. Toda a extensão de sua rola estava dentro de mim. Quando ele notou que já tinha enfiado tudo, começou a bombear freneticamente, fazia o vai e vem com força e velocidade. Eu comecei a gemer de prazer e quando ele escutou meus gemidos falou: “Tu é muito gostosinha, teu rabo é uma delícia, mas eu quero te possuir como uma verdadeira mulher”. Neste momento, ele tirou seu pau de meu cú e disse: “Eu quero te comer na posição de frango assado”. Eu subi rapidamente na cama, ergui as pernas e falei: “Vem meu macho, vem comer a sua colegial pervertida, o meu cuzinho apertado quer ser perfurado por você”. Ele chegou até a cama, segurou as minhas pernas e colocou novamente seu pau dentro de mim, mas dessa vez ele enfiou com força e tudo de uma vez, eu senti um pouco de dor, mas isso logo seria esquecido, pois o prazer que ele iria me proporcionar seria muito maior. Então ele começou a me comer novamente. Ficou me fodendo por uns vinte minutos, até que gozou todo seu sêmen dentro de meu ânus. Eu estava cansado, meu rabo já estava inchado de ficar tomando bago por todo este tempo. Então vesti minhas roupas, mas enquanto isso, meu macho sai do quarto sem falar nada e deixa a porta aberta. Quando eu também fui sair do quarto, acabei sendo abordado pelos seus amigos, eram seis homens com idade entre 20 e 25 anos, todos com corpos malhados e sarados.....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


buçetacasadafotos decasadinhas boqueteiras do corninhoassistir vídeo pornô anal de sogra com genro gravado em Ribeirão preto d*********fiume porno antigo do tasaõcontos de machos dominando cornos submissoscenas de filme porno que mulher goza como nunca se viu nna vd na bc de um travisticoletsnia gozando nos pemtelhos xvideofazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com eleContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaoquero ve os telefoni das mulhe de curitiba casada que gosta di da a buceta para oto omhe deixa teu telefoneccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladapolicial fudendo com mulher que levava drogas na bucetafazendeiro malvado mundobichaanythingxvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanaxvídéo homem agarrar a mulher com outro homem e pegar o cu delecontos corno grupaltravestis peitudas e dotadas rasga cu da mulheres dos peitos gigantesgostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosnovinhohs gostososentregei uma pizza e mepagou com boqueteconto erótico o meu cunhado me tornou sua putabaixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudoxvideos cazero.chuponas. coroa. sebosacontoswww.eroticos na festapatrao do pao gigante fode estagiario mundobichamau encostei a penis no cuzin dela ela ja se gozou todacontos pornôs mulheres lindas e muito gostosas que seus maridos liberaram para seus amigos que tem um pau bem grandexporno novinha tomando banho de porta aberta ai o seu irmão entra e ver ela e fica de queixo caído com o que ta vendo contos eróticos roçando meu cacetao por cima fa bucetinha da irmanzinhaporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porramulher com grelo grande encara um big pau vejafiume porno garoto senti tezao pela crentinhanegao levantou e trepou com gostosa no colocasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetacontos tia dando o cu pro sobrinhoporno de ananotaxviďeos loira safada escritoriovideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapécontos eróticos gay cunete entre molequestva bucetaler contos eroticos de incesto mae carente ver o filho transando com a namorada fica com tesao fica adimirada com o pau do filhocontos eróticos sobre cunhadabucetudaCarnavalnazoofilia"tesão e perigo em alto mar"carroceiro socando com forsa na novinhahistória e foto de tia gostosa que gosta de fazer macarrão com sobrinho novinho e g****** na mão delaxvideos paacas.com.pecomo fazer um sexo anal sem dor e sem sujar e a posição idealcontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maisvideo d masoquismo sensacao gostosa fortrd caricias q causam dor e leva ao orgasmo video completochupo e emguliu apora toda xvideosesposa casadas bunda ggg pertinho gostosoprocurando várias fotos de cão fêmea vários animais fêmeas fazendo sexo anal e vaginal com homem da pomba grande e grossa no prato ele goza na vagina no ânus que a galera correum uisque depois de um cigarro pornoirmão com insônia come irma pornoo primeiro amasso a gente nunca esqueceamo meu corninhoSo putinha chupando rolas de 16centimetroxvidioxx fudeu a mae morena de 58kg dando a bucetabrasileira novinha do rabao com calcinha de redinha batendo punheta pro rapais ela geme muito na ohro qui ele ta gozandosou adepta a zoofilia virei cadelaconto lesbico com luanacriola da buceta inchado lwva gozada dentro que eacorrevideos pono muha vumitano no pauconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amanteFelipe e Guilherme- Amor em londresvideos porno meu vizinho é louco por minha bundacumadre magra de bermudinha sexocontos eroticos fui seduzido pela vizinhaefaç de pornpornoantigonovinha.comEu e meu namorado fizemos sexo na salaporno e escondim uma camera e vim a putarinhaso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhaSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videosContos eroticos minha mulher e minha irma dividiram a piroca enormecontos meu genro tesudo