Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Massagens...

Autor: Paula
Categoria: Grupal
Data: 01/01/2008 01:22:27
Última revisão: 03/04/2011 15:02:52
Nota 8.14
Assuntos: Infidelidade, Anal, Oral

Eu tinha apenas 18 anos quando tudo aconteceu. Era muito tímida, filha de pais pobres e um tanto inocente, apesar de ter conhecimento sobre sexo pelos livros e revistas.

Uma dor nas costas fez com que a patroa da minha mãe me levasse a uma massagista. Nas primeiras vezes ela me levou e esperou até o fim da sessão. Morria de vergonha de ficar nua na frente dela. Meu corpo todo recebia as carícias das mãos experientes e eu relaxava. Depois eu passei a ir sozinha, ia logo tirando a roupa e me deitava de bruços sobre a mesa de massagem.

Isaura, a massagista, uma coroa de 40 anos aproximadamente, muito simpática, e eu ficamos cada vez mais íntimas. Um dia, não sei se acidentalmente, tocou em meu sexo. Estremeci, mas nada falei. Fui para casa pensando naquilo e achei até gostoso. Mas aquilo que pareceu um toque involuntário passou a se tornar rotina. Como eu ficava de bruços, ela massageava minha bundinha de tal forma que abria minhas carnes e expunha meu botãozinho traseiro. Seus dedos atrevidos passeavam por ali antes de alojar-se na vagina incandescente. Mexia nos lábios e ia até aquele pontinho sensível que hoje sei ser o clitóris. Que delícia era aquilo! Foi assim que tive o primeiro orgasmo da minha vida. Daí para frente tudo evoluiu muito rápido. Ela tomou a iniciativa de me virar de costas para mexer nos meus seios e me masturbar.

Certo dia, descobri que ela também se tocava com a mão esquerda enquanto a direita mexia em mim. Ela pegou minha mão, me fez sentir o seu sexo muito cabeludo e quentíssimo. Pediu para que enfiasse o dedo e eu senti o quanto ela estava molhada. Depois pediu dois, três dedos. Foi quando gemeu alto e gozamos juntas. No dia seguinte ela entrou na sala e tirou toda a roupa. Vi seu sexo peludo, seios grandes e uma bunda carnuda, bastante diferente da minha, toda delicada.

Naquele dia, senti o quanto é bom ter uma língua vibrante entre as coxas. Como retribuição, pediu para que fizesse nela também. Hesitei, mas não tive escolha. Sentada no sofá, ela escancarou as coxas e me puxou pelos cabelos. À minha frente estava uma vagina enorme, de lábios grossos e morenos, sob uma floresta de pêlos. Senti o forte cheiro característico de mulher. Tentei evitar, mas um puxão mais forte grudou nossos lábios, os da minha boca com os da vagina dela. Botei a língua para fora e coloquei para dentro dela. Mexi até ela gemer que estava gozando.

O ritual se tornou rotina. Eu chegava e ela me fazia gozar. Depois ela me subjugava para seu prazer. Passeia a adorar ser obrigada a chupar aquele sexo molhado, sentir seu cheiro ocre e beber o suco que escorria dali. Às vezes ela dizia: “Isso. Me limpa toda que estou suada. Faz quase 24 horas que eu não tomo banho e fico a sua espera para que você me limpe...”.

Um dia ela me puxou para o meio de suas coxas e sussurrou: “Vem me limpar. Meu marido me comeu há pouco e estou toda melada!” Seu sexo estava inchado e avermelhado, o esperma escorria em abundância. Enquanto eu chupava, ela dizia: “Ele tem um pinto enorme, um dia você vai ver... Você quer?” Como nada respondi, ela me puxou os cabelos e perguntou rispidamente se eu queria conhecer o pinto dele. Murmurei que sim.

Na sessão seguinte, eu estava nua e de bruços, à espera dela. Só que pela porta entrou o marido, um coroa mal-encarado e de porte avantajado. Assustei-me, pois estava nua e sem nada para me cobrir. Ele disse que ficasse tranquila, que Isaura já viria me atender e iniciou uma massagem nas minhas costas.

Eu estava tensa por estar nua na frente de um homem, porém a massagem gostosa me acalmava e me excitava. De olhos fechados, senti mais duas mãos em meu corpo. Eram as de Isaura, que alisava ousadamente o interior de minhas coxas. Foi avançando até chegar a meu sexo molhado. Suas mãos deslizaram para o ânus ardente, onde enfiou delicadamente um dedo. Fui ficando maluca enquanto ela murmurava: “É hoje que você vai ver o pinto do meu macho... Um pintão grande, grosso e duro... Vamos, abra o zíper da calça dele.”

Abri os olhos e o homem estava bem a minha frente e sob a calça desenhava-se o pau teso do macho. Levei as mãos até a calça e iniciei a descoberta. Um pau enorme saltou quando abaixei a cueca e fui fazendo tudo o que ela mandava: “Pega no pintão duro... Isso, sinta o calor, a grossura e a dureza... Puxe a pele para trás para você ver a cabeça roxa... Cheire bastante antes de enfiar na boca... chupa...”

Ah! Eu delirava com aquele pinto grosso na mão e aquela cabeça enfiada na boca. O cheiro, o sabor e o dedo cutucando meu traseiro me fizeram gozar. Isaura foi para o sofá e me pôs de quatro para chupar a vagina molhada. Antônio veio por trás e cuspiu em meu rego traseiro. Percebi o que iria acontecer e fiquei apreensiva. Isaura dizia para eu relaxar. Senti a cabeça tentando abrir caminho entre minhas nádegas. Meu grito foi sufocado no interior da vagina dela. Depois da cabeça o resto foi tudo para dentro. Não se importaram com meus gritos de dor e eu achei que seria dividida ao meio.

Depois de alguns minutos, a dor deu lugar a um tesão incrível. Eu já rebolava e jogava o traseiro de encontro ao homem que me fazia arder o canal apertado. Suas bolas pesadas batiam em minha vagina e seus pêlos amassavam-se em minhas polpas. Isaura me obrigava a falar obscenidades para ele e eu atendia olhando para os olhos daquele homem: “Que pinto gostoso, você tem meu macho gostoso... enfia ele todinho no meu cuzinho... isso... pintudo... grosso, duro... me fode o cuzinho...”.

Isaura gozou, eu gozei, mas Antônio não. Ele continuava me castigando com sua ferramenta. Meu botãozinho queimava com as estocadas violentas. O pau saía totalmente e entrava com violência, me alargando toda. Eu mordia as coxas de Isaura e já não aguentando meu botão em fogo gemi: “Eu não estou aguentando mais. Dói muito... Está ardendo...” Isaura com autoridade ordenou: “Põe na boceta dela... arrebenta com esse cabaço...”

Arregalei os olhos e olhando para ela ia pedir clemência, pois era virgem, mas não deu para falar nada. Uma única estocada me dilacerou o hímen e senti minha virgindade indo-se para sempre. Gritei, gemi de dor e, minutos depois, gemi de tesão. Mais uma vez fui obrigada a olhar para trás e dizer: “Enfia esse pinto duro na minha boceta... enfia que eu gosto...” Gozei muito, mas, quando ele ia gozar, tirou o cacete de dentro do meu corpo e sentou no sofá. Fui obrigada a segurar o pau teso com as mãos e a enfiar a cabeça na boca.

Logo após, recebi o jato quente em minha garganta, rosto e cabelos. Gozei de novo. Quando saí dali, toda ardida e dolorida, não via a hora de tomar um banho e deitar-me para o merecido descanso. Dias depois lá estava eu novamente, nua na mesa de massagem, à espera do sexo ácido de Isaura para ser lambido por mim, e meus orifícios à espera do cacete avantajado de Antônio, que me faria sofrer de dor e delirar de prazer. Ah! Como era bom!

Comentários

02/02/2008 23:03:30
nossame excitei muito
08/01/2008 15:34:01
Que delícia você deve ser.
05/01/2008 15:39:02
Legal, lindo conto, altamente sensual.
05/01/2008 09:48:44
Muito bom.
02/01/2008 20:54:58
Atenção pessoas! Estive a observar e até lancei um conto como teste (que já retirei), só para comprovar o que eu já desconfiava: este site site está sendo manipulado pelos seus próprios administradores e por isso é que não se conseuge eliminar a mediocridade; é ela quem manda. Bastam que dêem uma olhada, por exemplo, no primeiro lugar entre os melhores autores. Vejam o perfil da primeira colocada e veja em quem ela votou... É hilário! Em outros contos, combinei com amigos de votar para testar, os votos simplesmen~te não aparecem.
02/01/2008 11:29:15
Excelente! Levas jeito, em todos os sentidos, he he he... http://ana20sp.sites.uol.com.br
01/01/2008 07:46:58
Que delícia de relato.Leia um dos meus relatos, intitula-se a menina do shortinho.... [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


minha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.contos erodicos de primos sendo extrupado pelo lekminha madrasta viu meu pau molecontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homensContos trai meu marido com encanador roludocontos eróticos meu cunhado pausudo mi arronbou todos os buracos nora safadas descobri que sogro tem a pica enormeContos Mamadas no paizimConto erotico estou louca pela picona do meu cunhadoContos eronticos de tias papa anjosConto gay com o padrasto coxudopesquisar por mega dotado pornosacana traindo o marido com entregadoradoro andar na rua c a cicinha enfiada rebolando contoxvideos o chifre mais bem tomadoSuse rego tomando na bucettacornos de belem porno contos 2017contos eroticos de mulher de manausdoce nanda parte cinco contos eroticoszofilia mulher dependurada pel cu no cãoescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidozoofilia baixo saiavideospornobrasileiroscom famíliabaixar xvideos da mãe enfiando os braços dentro do cu e dentro da boceta e a filha também arrombando seus dóis buracos intensamente o filho chegou e comeu todas as duas enchendo seus dóis buracosvideo fazendo dp pra sartisfaze o maridovídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiçacontos de viadinho dr calsinhaX video comendo ninazinha menor 18contos eróticos com minha irmanzinhanovinha deixando esperma escorer da boceta debrucoxoxotas em perigo cabaçome empreste magrinha abrindo a b***** com pau enorme do negãobucitnhapornô amador conto erótico de mãe divorciadaporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.www.seduçao e satisfaçao porno incesto italianocontos filha rabuda ninfomaniaca conto erotico a menina crente classicotranquei o quarto comi minha irmã 1minuto xvideoscoxando disfarsadamente e rabuda deixandoprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderamcasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelleitinho do papai contosvideo eróticospapai me ensinando tudoxvideo grates de mulheres largas que fas barulho na vaginaDedando.a.casada.dormindo xvideopornocontus estupro de novinhasvideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delasdeixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwvideos de homem pecando na puçeta de a coroaGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladoconto corno diamantecache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho xvideo da tia com medo a som brinha gozado na boca delaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017kid bengala com meno abuçeta de brazileriavideos porno fodendo mae emprensadatarado estorando boi no mato xvidio.comhomemfudendooltroNem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.contos eroticos de lua blanco e arthur aguiarvideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhoReta do Pedreiro Pelado Heterocoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festase masturbando enguando o marido dormexvidioporbo doido escrava cega afoga na bundavideos pono muha vumitano no paubaxinha dando baixinhopornodoidoporno negao engatano crentinha casadaporn xxx mulher paga divida e corno vendo ela chorar de dorporno meninas cortido asferias brasilcontos eroticos insestos família unida papai mamãe e meu irmaocomendo o cu da irmaue estava dormindoxvideo damçano de saimha sem calsinhaBAIXA VIDEO PORNO APROFESSORA ELIZABETI DA ESCOLA NANDEJAporno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraovídeo pono tento fugi do negao mais se treme toda de tanto gozárevista private relatosfodendo gestantescontos eroticos de gemeas rabudas estupradas por mecanico do pau gigantewww vovo adora minha rola preta e chora guodo boto no cu dela porno .comprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosbrotheragem capitulo 5meu amante haitiano tem pau muito grosso e gostososexo novos banho conhadas nuasRelato erótico feijoada da titia raimundabelas coroas fazendo oral e metendogaroti gay pauzudp ttansar c homem cacetudo e grisso vidio pirnocontos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousxvideo.bucetaoassitirbumda grande fodendo caindo com perdas bambavvgg sexochupando buseta labefo pasda mso bocstabu em familia pai e filha se amando loucamente incesto panterasfrango a mulher assistindo vídeo pornô na televisão com o cunhadopornô grátis cu de viado dando falta de pão de mel recheado no potenovinha que derao boceta e firmarãotia de leg balacado as pernas abertas xv.lekes cantando juntos no pornodoido