Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

ME EXIBINDO PARA OS PEDREIROS

Categoria: Heterossexual
Data: 09/01/2008 15:53:30
Nota 8.41
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Uma tarde de obras. Como já disse em contos anteriores, minha maior tara está em ser observada. Meu prazer vem do olhar guloso dos homens por minha causa, por causa do meu corpo, por causa das minhas atitudes. Neste último fim de semana minha grande amiga me ligou pedindo se eu poderia ajuda-la, pois sua casa estava em obras, estavam colocando uma cerca elétrica nos muros, estavam trocando o piso da área dos fundos, plantando grama e outras coisas mais. Assim como eu ela também é casada e seu marido estava de plantão, por isto ela não queria ficar sozinha com aquele monte de homens em casa. Aceitei o convite e dormi de sexta para sábado na casa dela. Realmente, de manhã sua casa parecia um canteiro de obras, homens pelos muros, na cozinha, para todo o lado, eu ainda brinquei dizendo que parecia um harém! No meio da manhã minha amiga teve que sair para comprar alguns materiais que o pedreiro havia pedido e eu fiquei sozinha na casa. Eu do jeito que acordei fui para a cozinha. Dormi com uma camiseta de alças, curta e lagoinha, quando cheguei à cozinha pude ver que dois dos homens me olharam com gula, dei bom dia a todos e perguntei se aceitariam um café. A resposta de ambos foi positiva e então fui passar o café, disse que eles poderiam continuar o que estavam fazendo que assim que ficasse pronto levaria lá fora para eles. Como eu sempre gosto de me exibir, inclusive para o meu marido, uso sempre calcinhas bem safadas, estrategicamente largas, de renda e transparentes. A que eu usava no dia era de renda, mas eu havia retirado os elásticos das bordas para que ficasse bem larga e deixasse minha bocetinha de fora quando dormisse ou até mesmo andasse. A casa da minha amiga tem um desnível no fundo onde tem uma escada que leva ao estacionamento. Passei o café e coloquei em duas xícaras. Como eu ficaria mais alta que eles por causa do desnível eu não perdi tempo; ficou claro que pela diferença de altura eles poderiam ver minha xaninha se ela estivesse de fora. Antes de sair da cozinha verifiquei como minha calcinha estava. Ela estava toda de lado, enfiada na minha bunda e deixando minha bucetinha e meu grelinho todos de fora. Saí com o café e chamei os dois rapazes. Assim que eles se aproximaram eles puderam perceber o paraíso que estava diante deles, um deles tentou disfarçar, mas o outro não tirava os olhos. Eu propositadamente deixei cair um pouco de açúcar e então me agachei para apanha-lo com um pano. Fiquei de joelhos com as pernas entreabertas, bem diante deles. Minha bocetinha de fora ali para eles verem, ela estava como eu gosto, totalmente depilada por baixo, peladinha até em cima do meu grelo, nenhum pêlo para atrapalhar a visão deles, meu grelinho já ficou saliente devido ao tesão, assentei-me sobre os pés e expus meu grelinho e retornei à posição anterior; agora eles poderiam ver minha rachinha peladinha e meu grelo saliente exposto. Quando me levantei pude ver duas varas apertadas dentro das calças. Pedi licença e entrei na casa. Assentei-me na mesinha da copa para tomar meu café da manhã. Assim que assentei coloquei uma das pernas em uma banqueta, pois assim deixaria minha bucetinha de fora, só que com isto quem a viu não foram só os dois que estavam próximos, os rapazes que iriam instalar a cerca ainda estavam montando o material no chão. Quando eles viram não tiraram o olho. Aquela cena me excitava, aqueles homens ali vendo minha bocetinha de fora e eu fingindo que não os via! Eu parecia uma vitrine deixando minha buceta de fora, só coberta por uma calcinha enfiada nos lábios da minha rachinha e meu grelo apontando sua cabecinha para eles. Acabei de tomar o café e subi para trocar de roupa, chegando no quarto percebi que um dos rapazes havia subido no muro para bisbilhotar, é claro que eu fingi que não vi. Retirei a camiseta de costas para a janela, por onde ele me olhava, e assentei-me na cama. Apanhei um creme que estava próximo e comecei a passa-lo no meu corpo. Coloquei uma perna sobre a cama e fui deslizando minha mão sobre ela. Ajeitei-me com o travesseiro e então me recostei na cama. Derramei o creme no bico dos meus seios e comecei a espalhar e ao mesmo tempo a beliscar os meus mamilos que estavam duros. Meu observador ficava inquieto. Então retirei aquela calcinha safada, abri minhas pernas o mais que pude e joguei um jato de creme na minha buceta toda, parecia que haviam gozado em mim, aquele creme amarelado em cima da minha xaninha e do meu grelinho; comecei a passar a mão na minha bucetinha e aproveitando a textura em que minha rachinha ficou comecei a meter os dedos dentro dela, comecei a bater uma siririca ali na frente dele. De frente para ele, mas sempre olhando para mim mesma expus meu grelo e comecei a rodeá-lo com a ponta do dedo; quanto mais eu o tocava mais assanhado ele ficava, mas ele ainda não estava grande o suficiente para meu observador ver, então apanhei um prendedor de cabelo que estava no criado, um tipo de presilha e prendi meu grelo com ele, deixei o grelinho ali, beliscado e ficando vermelho. Para aumentar ainda mais seu tamanho eu dava tapas em cima dele, beliscava sua cabecinha e apertava-os mais ainda entre meus dedos. Fiz isto por cerca de 5 minutos e quando soltei meu grelo estava vermelho fogo de tanto apanhar e ficar preso, ficou do jeito que gosto, tão inchado que não se escondia mais, ficava todo de fora. Só então meu vouyer pode vê-lo com detalhes. Estava bem vermelho, sua cabecinha estava tão aumentada que ficou disforme, uma aberração, um grelo gigante! A dor que eu sentia misturava-se com o tesão, então comecei a circula-lo com os dedos e belisca-lo com força, fiquei de quatro na cama metendo os dedos na minha xana e rodeando meu grelo até gozar, contorcia-me na cama e o rapaz enlouquecia. Após isto, levantei-me e como se nada tivesse acontecido vesti uma blusinha sem nada por baixo e uma saia, sem nada também. Desci e fui observar o serviço deles. Minha amiga chegou e para ela nada aconteceu. Ela não sabia deste meu lado por isto não comentei nada, mas, antes de ir embora eu ainda fui várias vezes na área onde os homens estavam, deixando algo cair e abaixando para apanhar, com isto quem estava atrás via minha bucetinha peladinha e meu grelo vermelhinho e enorme, e quem estava na frente via os meus peitinhos salientes. Adoro ver os homens delirarem com meu corpo exposto para eles, adoro mostrar minha rachinha peladinha e meu grelo saliente e exibido que estão sempre a espera de olhares gulosos.

E-mail= [email protected]

Comentários

11/03/2015 15:30:39
Zap zap chama lá nove meia quatro catorze meia quatro zero oito
27/09/2011 13:56:03
Menina que delícia de conto ! Sou a Rainha do Exibicionismo e fikei encantanda com toda sua estratégia pra deixar os homens enlouquecidos. O prendedor no grelo foi D+++, se permite vou copiar a técnica pra enlouquecer meus voyeurs
15/01/2008 17:19:04
Delicioso o seu conto me vi fazendo a mesma coisa, que delicia..... amei
11/01/2008 22:59:12
Nossa!! que delicia de conto quero que venha fazer um café aqui em casa. topa? adorei o conto, muito exitante
09/01/2008 22:26:31
Putz. Gozei 2 litros de porra com esse conto. Adoraria te comer.
09/01/2008 18:55:15
safada filha da puta! muito bom o conto....e bem detalhado. Fiquei mesmo excitado com isto, só não agiria como o cara,eu dava um jeito de subir para o quarto, sou destes q não aguenta e faz até besteiras. Depois leia o meu conto tb e comente: de observador a comedor (de janeiro)

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos so no cuzinho da gordinhaporno caseiro dupla penetraçao ela fica brava porque doeu o curairodigoafrouxou fundo um cuReta do Pedreiro Hétero Peladopornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormirincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheirocontoeroticos de novinhas falado o quanto doi dar o cuzinhos .com/caseirosgaroto sapeca .pornoporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufidaenfiano anter o cotovelo no travestisquero ver o ganhador do homem chupando a b***** peladosexo deixando mae com bunda doendo contorelatosacanafamilia sacana tufosbuceta depilada na cera floripabucetinha ns os primero pelinho nvconto de encesto filho 32 de pau quadrinhoContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paifilha minha femea contoContos eroticos com o dono da verdureiroTio Fudeu minha buceta e eu gosteihttp//mulheres de camisola sem calcinha da.bucetinha peludinhacontos eróticos o tio com minha namoradanegoia pauzudosgazando juntoxvbrincando escanchada contos pornoVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosvideo porno irmao tarado meteu na irma sem camisinha acabou ingravidando elaNiely mostrando a b***** raspadinhaContos encontrei minha filha no puteiroxvideo iseto papaiesposa de mente fertil pornoad bucetad mais petfeitas do mundovidio eline falando seu nome eem qunto fode vidio pornocontos eróticos fui da o cu e cagueidito comedor de gay meu zapgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaCona gulosa relatospono gay ply boi adolenti dando cu ategosaconto esposa do pastor tranzou com molekcontos eróticos reais nnnvidios de cachorro pauzudo emgatado nas novinhas ate o talovideo de porno .que nuher mão quanta que.cagasorvetinho com vovo. incestovideos caseiros comendo esposa logo cedo videos para baixar escorrendo porraxviido cabelo novilnhaconto gay "macho entendeu"contos gay me apaixonei pelo meu cunhado novinho hetero que me humilhavaПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-gtavicity.ruvideos de zoofilia mulher tarada por um jumento desmarcadoContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picaAmo beijar os pezinhos dela principalmente usando rasteirinhas contosxvedeo conto erotico a forca no onibusvideos porno de crente lombuda com vestido trasnparentecasetudo comendo cadela no ciosexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozagozei na boca no caminhaoNo motel eu fudi a buceta e o cu virgem da minha sogra conto eroticocontos de sexo com minha tia vaiiii tiaaaContos , enquanto eu estava bêbado o malandro tava comendo minha mulhersexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota choragostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidocarol celico fudendo putinhacontos eróticos minha mãe greludawww.porno zoofilia.com/dando buceta virgem engatada dois cachorros?tem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularentregei uma pizza e mepagou com boquetedotado enfia baita pirocona inteirinha dentro, magrinha gemendo sem parar com o pauzão lhe rasgando todaprovoquei meu pai calcinhamulher entupida forçando para cagar sexoflagrei meu irmao comendo nossa mãecontos de sexo as novinhas e os padrinhos picudos com jumentosindo até ejacular até gozar gritando de tanto prazer XVídeos pornô pornô doido pornô iradoso videos de xoxotas murchascorno veno esposa dano cu e falano que nao guenta pornodoidoContos um caderante estrupou minha bucetaconto novinha marrenta estrupada pelo irmaos