Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Sabrina peluda e greluda

Autor: alfabravo10
Categoria: Heterossexual
Data: 16/01/2008 21:01:21
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

É a primeira vez que resolvo escrever e, principalmente, publicar um conto erótico. Vale dizer que o mesmo é real e aconteceu comigo no dia 6 de agosto dedia antes do meu trigésimo terceiro aniversário).

Sempre tive uma vida sexual muito ativa, mas muito mesmo. Casei-me com 30 anos e depois disso só tive relações com a minha esposa. Porém, essa história começou a mudar quando uma vizinha que mora 9 andares acima do meu pediu-me que lhe ajudasse a ler, em inglês, um manual de uma câmera fotográfica.

Subi até o seu apartamento e ela me passou o manual e a câmera. Assim que comecei a ler, Sabrina (esse é o seu nome) saiu da sala e voltou com um copo de água de coco (minha bebida preferida). Começamos conversar amenidades e de repente ela me disse que sempre teve curiosidade em saber por que minha esposa estava sempre na piscina do prédio usando shorts em vez de biquíni. Eu disse-lhe apenas que era porque ela gostava. Porém, Sabrina disse-me que havia conversado com a minha esposa e sabia que o motivo dela não usar biquíni era que ela havia perdido uma aposta para mim, e, portanto, teria que ficar 90 dias sem depilação.

Já mal intencionada Sabrina ainda me disse que sabia que eu não fazia questão que a minha esposa se depilasse completou dizendo que minha esposa sim era sortuda e não ela, que estava com um sério problema, pois o seu marido estava impotente há quase um ano e meio e que, por causa disso, tornou-se agressivo e muito possessivo, não permitindo que ela se depilasse, pois, segundo ele, uma mulher só se depila se tiver que mostrar para alguém. Então ela complementou que o objetivo da câmera era bater umas fotos dela, nua, para tentar arrumar um homem em um site de classificados. O cidadão deveria aceitar as suas condições: Casada, peluda, com pouco tempo disponível e sem envolvimento emocional.

Aquela conversa toda me deixou com um tesão tremendo e então, respondi:

- Que tal você posar para as fotos agora?

Sabrina não pensou duas vezes, tirou o vestido e mostrou um belo conjunto de lingerie branca que contrastava com sua pele morena. Sabrina é uma mulher bem comum: morena tipo jambo, olhos e cabelos castanhos escuros, 1,72 m, 66 kg, seios e bumbum bem grandes. Não é bonita, mas muito simpática e atraente. Contava, à época, com 38 anos.

O que mais impressionava era a quantidade de pêlos que saíam pelas laterais da calcinha e o volume da sua boceta. Não agüentei o tesão e abracei a sua cintura (ela estava em pé e eu sentado no sofá) e comecei a beijar a sua virilha e a sua boceta por cima do pano e a tentar introduzir a língua para dentro da calcinha. Imediatamente tirei a sua calcinha e ela, tapando o seu sexo com as mãos, afastou-se um pouco e pediu-me que não risse pois os seus pequenos lábios não eram nada pequenos. Fiquei em pé e beijei-lhe a boca sofregamente. Um beijo molhado, escrachado, e muito desejado. Fui descendo por seu corpo, beijando cada milímetro. Pescoço, nuca, colo, costas, barriga. Arranquei, com a ajuda dela, o sutiã e continuei com mais beijos em seus seios, agora acompanhados de leves mordidas e chupadas famintas; ela gemia e fechava os olhos. Ajoelhei ante sua boceta peluda, afastei-lhe as pernas e puxei seus enormes pequenos lábios (que são realmente muito grandes) chupando sua boceta, alternando com o seu clitóris que começou a crescer. A essa altura eu estava como que em transe. Eu chupava a sua boceta inteira, mordiscava-lhe o enorme grelo que chegava a vibrar, enfiava a minha língua o mais fundo que podia na sua gruta até ficar sem fôlego. Acho que não passou muito tempo e ela teve um orgasmo muito intenso, haja vista os seus espasmos e gritos. Como ela tentava tirar a minha boca da sua boceta, eu continuei a sugar-lhe o clitóris e ela, segundos depois, gozou novamente, caindo sentada no sofá, quase desfalecida. Como eu já estava com o mastro de fora, ofereci a ela que, com igual volúpia, começou a chupar. Desnecessário dizer que eu logo gozei. Mas não paramos aí. Ela, ainda sentada, abriu bem os lábios vaginais e introduziu o meu pau lá no fundo (foi meio difícil no começo, pois ela já não estava acostumada). Iniciamos um vaivém frenético; ela rebolava e gritava palavras desconexas, eu gemia e me segurava para não gozar de novo. O nível de nosso tesão era muito intenso. O telefone fixo começou a tocar, depois tocou o celular e nós não parávamos. Mudamos um pouco de posição (frango assado) e ela abriu bem as pernas até meu pau tocar o colo do seu útero, ao mesmo tempo que o meu púbis massageava-lhe o grelão; e ela teve mais um orgasmo. Mantivemos o ritmo e ela gozou de novo. Dessa vez eu gozei junto. Descansamos um pouco, me recompus e combinamos que diríamos que iríamos trabalhar no sábado seguinte para nos encontrarmos num motel aqui de Curitiba. Mas isso é assunto para um outro conto. Ah, Sabrina desistiu de mandar as fotos para o tal site.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte3Conto erotico gay mão bobanão sei Teixeirinha gostosa arrombadaencanador negrao come mae e filha enquanto concerta o cano da casaincesto mae vovozinha com filhocontos eroticos minha mae com aminesiacontos eroticos amiguinhascache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho contos eroticos colega negão estuprando o novinho gayFelipe e Guilherme- Amor em Londredconto erotico fiz chantagem e comi o cu da minha maeminha esposa me falou q quer sentir outro pau na sua bucetamulheres nojona de tanto tesaominha cunhada punheteira contos reaistaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contosBaixa filme porno aa panteras juliana tranzando na cozimhaconto erótico minha empregadinha novinhacontos eróticos na famíliatio e sobrinhameu irmao despresa minha cunhada e ela da a bucetinha gostosa para mimhomem se mesturbano no causinha da cuiada fio dentalvideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhogordo tenta escapar do negão mais ele pega ela na pose frango assado faz grita XVídeoswww.contos deixei titio chupar minha bucetinha na minha infânciacomo encostar o penis no clitorisentiadinha ficou babedol transeiporno doido sapatona transando♥♡♥♡♥♡♥♡corno que xupar buseta melada sczoofilia genicologista enfia alargador na buceta da noviapés chulé contoMeu marido é um corno e viado do primo deleContos gays /fui estrupado por2 na escola e a diretora flagoutirando o cebinho da cetinha com a linguaminhas condiçoes de corno contos eroticox vidio comtos eroticos flaguei minha irmã avówww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.bra bucetinha depilada da minha mãe contosa.mulher vai ate ver que.estava.na.porta.era.o amigo dela.e.deu.a.boceta para.elelevideo porno marido enbebeda aesposa chama o amigo para aproveita com seu pauzaoPorno Tia comeu o sobrinha atc gozou dentro delagata nua aberta na cama bom das macia arrepiada cuzinhos duro meladoqual bumbum mais bate com a bumbum mais pula com a bumbum mais bate com a bumbum e as loira morena branquinha e azul é a cor morena marquinha Azul quando bate a bunda pula pula pulafodendo o putynho gaycontos casada chantageada pelo porteiroxvideos Botando rola Pra Fora E sarrando bem gtzmeu professor de natacao me comeu gay contomae punhetando filho quietinho no sofaquero ver mulher g****** gostoso monografia g****** gostoso XVídeosbaxinha cochuda casada vingando xvideoscorno manso otario contoscontos eroticos traindo o corno cdp ele assistindofoto de muie com bucetas largasSo grafida sendo encochada no trem xvideo comquero ver video da a mulher memesia a buceta o cucontos sou um rainha do analchantageei e comi minha avo contomeu esposoqueria ver outro me comendi xpirn.ver videode mulher. gozando nno pinto bem grossocontos de sexo depilada na praiacontos eroticos. bi femininoxvidios novinho trasando com doro loiro da cicatriz q eu amo parte 11Contosveridicos contados por novinhasvideo porno cavalgada forte so loiras em cacete de 30cmnovinha aser estuprada com padrasto aser desvirginada enquanto dormeprovoquei meu filho vestindo um fil dental video pornobussetas cuspindo porraconto. andando de moto taxi. comi o cu de uma menina rabudaconto erotico punheta raptoConto erotico filha apanha pq estourou o cartãobocete nu travetiadoce nanda contos eroticosTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meioimagens de pica de cavalo atolado em buceta de mulheressou viciada no pau do negraocontos eroticos novinha fui bem fodida que até choreicontos/vi minha tia no puteiroalargada e assada e arrombada contominha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudida