Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Precisada, trai no velório

Categoria: Heterossexual
Data: 17/01/2008 10:36:22
Última revisão: 02/02/2009 14:00:35
Nota 8.92
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hoje tenho 42 anos....Casei-me com 19...Tivemos dois filhos, casal. Sexo sempre adorei....não pode faltar...até que de uns três anos pra cá o maridão vem falhando, e como se não bastasse, ficou chato e irritante...parece que não liga mais pra mim. Apesar de gostar dele a ausência de um homem para mim foi fatal. Moramos num lugar muito bom, temos contatos com todos os vizinhos, mas o que vou contar se passou com um primo de uma vizinha. Como somos muito amigos fui a um velório do pai da minha vizinha, e apesar de ter convidado o maridão, ele disse para ir que não tinha parentesco com o falecido. Não falei nada mas fiquei puta da vida. Tinha acabado de chegar do trabalho e numa atitude solidaria tive de ouvir besteira. Sai ainda puta da vida e fui ao velório. Ressalte-se que eu estava cheia de tesão, e nunca havia traído meu esposo, apesar de merecer, pois além da ausência quando transava comigo parecia um galo, terminava e virava de lado para roncar. Até fui numa analista para ver se o problema era meu, mas que nada era ele mesmo, porque a analista me disse que eu estava muito bem nos meus 40 anos, até concordei, não por convencimento, mas porque comecei a me reparar e a prestar mais atenção nas outras mulheres de minha idade, então eu cheguei a conclusão de que estava bem mesmo, e alias sempre faço meus exercícios na academia. Bem, chegando ao velório cumprimentei os parentes fiquei alguns minutos velando o falecido, e sai para um cafezinho e já iria embora. No café percebo de longe um homem de cabelos pretos, olhos tb negros, estatura por volta de 1,80, estava vestido com normalidade, mas camisa de manga curta cor azul, gravata preta, e calça social, imaginei ser motorista e acertei. Quando fui colocar o açúcar no meu café esse homem tirou dinheiro do bolso para pagar o que tinha consumido e vieram junto alguns papeis juntamente com duas camisinhas que caíram próximos aos meus pés, num relance sem ter visto o que havia caído abaixei-me para pegar, e senti a maior vergonha do mundo quando percebi o que era, entreguei rapidamente e virei o rosto me afastando, ouvi o obrigado  e em seguida mais próximo de mim um pedido de desculpas. Olhei para o homem e disse que tava tudo bem, ele insistiu em pagar o meu café, e começamos a conversar. Papo vai papo vem fiquei sabendo que era motorista de ônibus de turismo, morava no Paraná, vinha para São Paulo com frequencia, e era parente de minha vizinha, conforme conversávamos sentia seu perfume, tom de voz, e ficava imaginando as camisinhas que caíram no chão, e pensava que deveria ser um galinha. Confesso que comecei a ficar excitada. Eu estava usando uma saia preta, combinando com uma camisa curtinha também preta e sem sutien, pois estava calor e meus seios como são médios me permito usar sem chamar demasiada atenção. Foi nesses pensamentos que abaixei a cabeça e vi que meus bicos dos seios estavam protuberantes e visíveis, ao que levantei a cabeça o Raul ( nome verdadeiro ) estava olhando fixamente para eles, fiquei envergonhada e me despedi, dizendo que ia embora, ele muito safado disse que também iria e me faria companhia até ao estacionamento. Saímos em direção onde estava o meu carro, eu completamente calada mas já estava super excitada, sentia minha vulva queimar de tesão e molhar minha calcinha. Chegando ao meu carro ele perguntou se queria conhecer o ônibus que dirigia, eu disse que não, ele retrucou rindo e dizendo que então eu não poderia sair. Para minha surpresa, ele chegou logo depois de mim e parou o ônibus de modo que impedia vários carros de saírem, alegou a pessoa que tomava conta dos carros que sairia rápido, esse cemitério é na Vila Pires, em Santo André, moro numa cidade próxima, e quem conhece sabe como é. Olhei dos lados e percebi que o ônibus bloqueava a visão de pessoas que pudessem me ver entrando no ônibus, e me convenci de que se entrasse no ônibus iria dar pela primeira vez pra outro que não fosse meu marido, mas pensei, que se dane, não tenho em casa. Entramos no ônibus, meu coração acelerado e tremula. Eram aproximadamente 19 horas, ele sentou no banco do motorista e pediu para que me sentasse que iria me levar pra dar uma volta, deu partida, contornou o cemitério e parou em uma esquina, meu coração disparou nesse momento, estava tremendo e super excitada, mas com medo de alguma surpresa. Ele se levantou do banco e sentou-se no encosto de braços me forçando a ir para a janelinha, e imediatamente abraçou-me e começou a dizer que tinha me adorado que eu era linda, que nunca tinha visto uma pessoa tão simpática como eu, foi se encostando mais e eu sentindo seu perfume, seu calor, suas mãos em meus ombros, eu tremia muito. Ele deu um beijo em meu rosto, minha garganta estava seca e eu não conseguia falar nada, em seguida me pegou pela mão levantou-me e me deu um longo beijo de língua na boca, correspondi meio tímida, mas fui me soltando, quando percebi já estava com a mão no seu cacete duríssimo, e ele passando a mão na minha xoxota, e nos seios. Tirou minha roupa sem que eu oferecesse resistência, bem devagarzinho e beijando cada pedacinho desnudado do meu corpo, eu estava adorando e querendo tudo aquilo. Reclinou o banco do ônibus, me pos de quatro e começou a lamber minha boceta, não resisti a segunda linguada e gozei numa gritaria que nunca tinha feito antes, ele tapou minha boca, e quando acabei de gozar ele foi espiar pela cortininha de algumas janelas para ver se não tínhamos chamado atenção de alguém. Feito isto voltou pra mim e começou a me devorar, me beijando toda, ele estava somente de calças, era muito lindo seu tórax e braços, quase sem pelos, eu adoro. Vendo isto desabotoei suas calças e puxei junto com a sua sunga, libertando o cacete mais lindo do mundo, retinho, grosso, grande, chegando até seu umbigo, cheio de veias que pareciam estar estourando, só conhecia o do meu marido, mas nos últimos anos assisti muito filme pornô e olhei bastante fotos na Internet. Tinha também a cabeça toda vermelhona bem feitinha e sem o cordãozinho. Enfim era um pinto maior, mais bonito e mais viril do que o do maridão. Não tive duvidas, puxei-o para mim deitando-o no banco e engoli aquela delicia, mamava feito uma bezerrinha com estalos, chupei todinho, uns quinze minutos mais ou menos, até que ele disse que ia gozar, ouvindo aquilo fiquei louca de tesão, eu com um cacete de outro homem na boca, num ônibus, peladinha com uma maravilha de homem. Forcei as chupadas até que ele soltou tudo na minha boca, gozei na hora também, tentei não deixar cair mas era uma quantidade enorme, que cavalo, engoli o que podia mas mesmo assim escorreu pelos cantos da boca caindo virilhas daquele delicioso. Ele relaxou, eu sai um pouco de lado mas com o tesão que eu ainda estava, segurava naquela coisa gostosa que não amolecia. Num segundo de consciência cai em mim levantei-me e fui puxada pelo braço, cai sentada em suas pernas, e me virei de frente pra ele, que me puxou contra si beijando-me furiosamente, que tesão, encaixei-me com as pernas abertas sobre seu cacetão e desci devagar, sentindo centímetro por centímetro daquela maravilha me penetrar. Começou a me foder com movimentos lentos, eu tentando ajudar mexendo meu quadril, com as bocas coladas dizendo palavrões, e coisas desconexas explodi num gozo que jamais havia tido, berrei não me contive, minha boceta teve contrações sucessivas, e eu sentia aquele pau gostoso me preenchendo, me enloquecendo, gozei por uns cinco minutos, acho que descarreguei tudo naquele macho delicioso, era uma coisa continua, e ele também gozou, eram os nossos líquidos misturando-se sob suas partes, um cheiro de sexo arrebatador, cai de lado e quase em transe comecei a pegar minhas coisas, estava toda molhada na bunda, virilha e vagina, pernas bambas.....Coloquei minha roupa, e ainda sentia seu esperma saindo de minha boceta, pois nem a camisinha usamos. Olhei para ele, que ainda estava deitado no banco, e com o pintão duríssimo ainda, ia me despedir e ele indagou-me se eu iria deixá-lo daquele jeito, olhando pro seu pau. Pensei que garanhão  e comecei a punheta-lo, e logo já estava com aquela delicia na boca, que gostoso, ele gozou depois de 15 minutos, novamente me banhou de porra e saímos do local, me deixou discretamente próxima ao meu carro, já havia escurecido e o ônibus atrapalhava a visão de qualquer pessoa que pudesse me conhecer, e nos despedimos trocando telefones, cheguei em casa e fui para o chuveiro, relembrando me masturbei deliciosamente......Agora sou uma mulher completa, gozo muito com ele, o maridão anda desconfiado pois sempre cheguei em casa em horários certos, passei a freqüentar com mais assiduidade a casa da minha vizinha que é tia do meu garanhão que toda semana estaciona o ônibus em frente sua casa, já não fico sem ele...não é paixão ou amor, sou muito consciente disto, é puro tesão naquela delicia de homem. Meu maridão continua na mesma, só desconfia e às vezes me pergunta onde eu estava, já apresentei meu macho a ele muito discretamente, foi num churrasco na casa da minha vizinha, eles conversaram muito, até gostei de ver os dois fazendo amizade, pois meu esposo toma umas cervejinhas com ele e vez ou outra o convida para um churrasco em casa também e numa dessas já transamos muito gostoso enquanto o maridão vai levar alguém embora ou comprar alguma coisa que falta. Até acho que meu marido percebeu, pois nas raras vezes que tenta me comer, ele fala que é o Raul me comendo....eu adoro...e ele já percebeu que fico com mais tesão, e até já consegui gozar com ele......Recentemente me propôs conhecermos outras pessoas, rechacei, me fiz de difícil, mas uma hora eu concordo e escolho.....rsrs....depois eu conto. As fotos foram tiradas pelo Raul... Beijos...

Comentários

14/08/2010 13:05:37
as fotos dela esta no contoerotico.com.br hetero numero 48208 com foto
24/11/2009 16:25:08
Gostaria de ver as fotos. Se foi real, me deixou cheio de tesão de querer comer o teu cuzinho...alías..o Raul ainda não comeu o teu cuzinho....se não, está desperdiçando tempo. Pablos
26/06/2009 17:31:26
sou de Mauá, quero te [email protected]
15/02/2009 22:05:53
Legal o conto. Adorei. Mas não tem parágrafo. Pôxa. Parágrafo é bom. Ajuda assimilar o que está escrito e não judia tanto na hora da leitura. É uma coisa q tem q ter.
12/02/2009 19:03:59
parabens não tem em casa vai buscar na rua, manda alguma fotos pra mim e-mail [email protected]
12/02/2009 01:46:12
Minha nossa, que conto maravilhoso... To aki duro de tesão. Qro ver as fotos... manda para mim vai. bjinhos cheio de tesão [email protected] Em tempos a nota é 10.
12/02/2009 01:46:12
Minha nossa, que conto maravilhoso... To aki duro de tesão. Qro ver as fotos... manda para mim vai. bjinhos cheio de tesão [email protected] Em tempos a nota é 10.
02/02/2009 16:27:57
Casada, manda as fotos pra mim, eu sou muito discreto, e posso te mandar algumas minhas tbm. [email protected]
14/03/2008 07:30:33
Casada, se me permite lhe chamar assim. é um conto bem exitante, pelo que visto vc já tem um preenchmento na sua intimidade, caso queira conhcer um policial e quem saber realizar algum feitiche me coloque na sua lista de pretendente. [email protected]
06/02/2008 08:46:11
que bom que esta gostando adorei seu conto.bjs me adciona [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vidio eline falando seu nome eem qunto fode vidio pornohomem nu da cu padres e semináristasContos eróticos de incesto soníferoMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!incesto pai bota filha pequena no colo e ficar bolinando elaconto comi a coroanegao bagaca branquinho xxvideosConto erotico.no cuzinho da caderantemalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosporno xxvideos meninas sentodo o cu em cima do pau mostando a bucetavampiro cumedor de bucetapau grosso devasando bucetacontos eróticos​, praia de nudismosarrando a bundinha da minha filinhacache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 gozando dentro elas brigamvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fioConto erótico sololupusrelatosacanacontos eroticos gratis transformei minha esposa em uma putagarotinha na siririca no bicamA buceta da minha mãe Reginacliente dando a buceta para os manobristasBoquete gay com marginal agressivoassitir vidio de porno os mecanicos me arrobaramContos eróticos meu marido solbece quantas rola já levei no cucontos eroticos "escrava" "trapos"dominando um casalcomo daesem doer a bucetaquero ver vídeo de sexo com mulher transando com outras mulheres usando aquelas picas de borracha de elástico sem garfo e comcutucando buceta de cadela com dedo zoofiliadando a boceta pro namoradoprimeira vez novomulheres que sem peseber motraram a buceta nos onibuscontos+corno mulherzinhavideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostosobuceta nua com pintei moicanoxvideo iseto papaicontoseroticos de prima e seus primoscomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1 contosneto com ttezao comendo a avo no quartoContos eroticosPerdendo as pregas bem novinhagenro e sogra contocachorro estorou a bundinha da gostosa de minisaiaClaudia souta nua mostrando a bucetacache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 mae. gosa pau fillho sentadasem calcinha contoszoofilia os mais pegadoresconto corno diamantemulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidoxviďeos loira safada escritorioputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namorouvideo porno denovinha enfrento pau grandecontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciafiume porno garoto senti tezao pela crentinhacontos Fudidos De machucamento vaginal meu sobrinhoSomente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandocasado tem tesão em mamar cine porno spquero ver vídeo 2017 mulher pelada transando comigo numa na cama de box altonacarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascoviagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou acarisiei a boceta da minha filhaadoro ser enrabada conto eroticojenivan porno gay xvideospai mamou minha rola sexocontoamigos do meu noivo me arombaram na sua despedida de solteiro contos eroticosvídeo de pornô em desenho Delta lavando a louça e pegar nos peito delaContoerotico Professoragozadacontos eróticos putas da ruasou puta e cadela do meu cachorro e corno adora