Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

UMA PAIXÃO, UM DESEJO, UMA TRAIÇÃO. IIII

Categoria: Heterossexual
Data: 18/01/2008 00:23:27
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

UMA PAIXÃO, UM DESEJO, UMA TRAIÇÃO. IIII

___Acabei de acordar, a primeira coisa que faço é atender um telefonema seu, esqueceu que fomos dormir tarde, você não dorme não?

___ Já tou no trabalho, você vai Amanhã, não vai?

___Ta combinado não ta! Então eu vou.

Desliguei e deixei fora do gancho por algum tempo.

A casa de praia do Ro era pequena mais aconchegante sua mulher se esforçava em ser simpática fez questão que eu ficasse a vontade. Estávamos as duas na cozinha limpando e dando uma arejada na casa. Quando me perguntou se nenhum tato: É difícil pra você se do jeito que você é? O Roberto me contou.

__ Haaa, ele te contou é!? Tirei um camisão branco que usava, dei um giro sobre o corpo e desfilei no curto espaço da cozinha fui e voltei.

___Que achou do meu biquíni e de minha tatuagem na nádega um coração e as letras M e O.

___ Você tem um corpo perfeito alem de ser muito bonita, Gostei de você, acho que seremos grandes amigas como nossos maridos.

___Pois é! Vamos logo com isso ainda quero pegar o sol da manhã.

Já na praia os homens em baixo do guarda-sol e nos duas deitadas em esteiras tomando sol.

___Me passa bronzeador nas costas Ro.

___Nossa que intimidade já existe entre vocês. Disse a Cleide mulher do Roberto sorrindo sem captar maldade no ato.

___ Desculpe quis dizer Mo, mas pode ser você Roberrrto já que esta segurando o frasco, passe nas minhas costas. Mo você não quer pegar umas caipirinhas pra gente a minha de vodka.

___ Pêra, vou com você Paulo. Era a Cleide falando.

___E ai que achou de minha mulher?

___ Aproveita que estão longe passe primeiro nos meus peitos...

___ É, ela ta um pouquinho gorda.

___ Exagero teu. Deve ter o mesmo manequim que você.

___ É, mas mal distribuído ao contrario do meu que ta tudo certinho no lugar.

___ Quero saber o que acha dela como pessoa!

___ Celulite, você já viu, e algumas estrias, você precisa pedir pra ela se cuidar mais.

___ Sinto ciúmes no ar, você ta com ciúmes dela!?

___ Eu? Era só o que faltava. Se você quiser falo com ela, se continuar assim pode perder o marido pra outra.

___ Pra quem? Pra você?

___ Sim Pra mim. Duvida.

___ Vamos mudar de assunto eles estão chegando. Disse o Roberto.

___ Oi, Cleide você se importaria Que o Ro me passasse bronzeador nas minhas nádegas prometo pra você que é sem maldade da minha parte e de parte dele.

___Claro que não! Você chamou ele de Ro novamente? Disse isso olhando para meu marido, procurando aprovação ou desaprovação nos olhos dele.

___ Desculpe amor é minha mania de encurtar palavras.

___ Tudo bem a partir de agora pode chamá-lo de Ro, não vou me importunar.

Da onde estava só o Ro pode ver o meu sorriso de vitória. Sua mão me massageava a bunda com energia se pudesse naquele momento teria dado boas palmadas na bunda.

___Não faça isso, sei o que esta pensando.

___ Agora lê pensamento!?

___ Leio.

A tarde quando fazíamos a cesta cada casal em seu quarto o Paulo quis levar um papo particular comigo talvez por ter percebido irritação em mim desde que chegamos.

___ Amor acho que ta jogando toda a raiva que sente do Roberto pra cima da mulher dele, ela não tem culpa!

___ O Paulo agora você deu pra defender a mulher dos outros? Si for diga logo.

___ Esquece sobrou pra mim! Quando me começa me chamar de Paulo é por que a coisa não ta boa !

___ Quer saber não esta mesmo, ora você defendendo aquela sirigaita. Você esqueceu que ela se irritou comigo só por que chamei o maridinho dela de Ro.

___ Não percebi recriminação nenhuma, foi ate simpática.

___ Ahhhhh pra mim chega fique você sonhando com a gorda vou sair.

Quando passei pelo corredor da casa que unia os quartos e banheiro dei de encontro com o Ro, que num gesto impensado levou a mão na minha buceta esquisita, bati em sua mão e continuei andando para sala ele foi atrás me encontrou sentada no sofá, as pernas cruzadas sobre um puf. Abraçada a uma almofada apertando-a com raiva contra meu colon.

Conhecendo o meu comportamento instável pulou perguntas que pretendia fazer e foi logo me convidando.

___ A noite quando todos estiverem dormindo fique de olho na fresta da porta, a luz vai piscar duas vezes você sai e vai pro banheiro estarei te esperando lá.

___ Por mim pode piscar mil vezes, não um milhão eu não vou, vou ta abraçadinha com meu marido e se ele quiser fazendo sexo.

___ Pô amor! Qui que eu fiz agora! tou te tratando com tanto carinho.

___ Amor, amor, agora todos me tratam de amor, meu nome e Cíntia vá chamar de amor a sua mulher a “gorda”.

Nisso a Cleide apareceu na sala sempre com aquele sorriso ridículo na cara.

___Oi Cíntia me faz um favor vai com o Ro no supermercado fiz uma listinha, enquanto isso faço a janta.

Já no carro: __Você viu a gorda te chamando de Ro! É assim que ela te trata na intimidade.

___Não, foi a primeira vez, acho que foi por que te ouviu me chamando.

___Me faz um favor diga a ela que não quer mais que ela te chama assim. Ponto.

____ Vamo fugir?

____ Fugir! ta louca!?

___ A gente pega a estrada agora e se manda, foda-se aqueles dois.

___Não podemos o que diríamos aos outros, família, amigos, meus filhos. Você é livre eu não!

___ Tudo bem volte pra casa agora mesmo, estou voltando para São Paulo. Ponto.

___Por favor compreenda minha situação, eu te amo demais!!!

___ Eu disse volta. Ponto.

___ O carro entrou numa avenida que dava para estrada: __ Pra onde?

___ Volte pra São Paulo tenho que pegar algumas coisas em casa. Depois a gente vê pra onde.

A viagem já levava uma hora suas mãos presas ao volante suavam, havia uma tensão em seu rosto que eu não conhecia.

___ Feliz amor, agora é só você e eu. Tire um pouco os olhos da estrada olhe para minhas pernas, passe a mão, massageia a minha buceta esquisita. Ta feliz ou não?

___ Sim tou feliz.

___ Pronto agora ache um retorno e volte.

___Você só pode estar louca, todo esse auê pra nada??

___Volta. Eu te disse lá na praia que não duvidasse de mim, sabia que seria meu se conheço os homens você não vive mais sem mim, é capaz até de matar por mim até eu mesma posso morrer nas tuas mãos. Não se preocupe pretendo viver com você até o fim dos meus dias.

___O que vamos dizer estamos a quase três horas fora.

___ Qualquer coisa, o carro furou o pneu quebrou, fomos pra delegacia testemunhar a ocorrência de um crime, o que você inventar eu endosso.

___ Carro não fura quem fura é pneu, pneu também não quebra, fura.

___ Ro eu não sou tão braba assim é que eu to doida pra dar pra você. Falava isso beijando seu rosto e alisando seu pau.

___ Cuidado... to dirigindo.

___ Posso chupar se pau aqui na estrada. Enquanto falava já ia tirando seu pau para fora, estava mole, coitado, de tanto que infernizei sua vida.

Comecei passar a língua como num sorvete e masturbá-lo com a mão.

___ Se você não criasse tanto caso poderíamos ter parado num canto qualquer da estrada e dado uma foda gostosa.

___ A culpa é daquela vadia. Se eu souber qual quer coisa sobre a relação de vocês se ela me contar alguma intimidade de vocês, encho ela de porrada.

___ É minha mulher, não se preocupe ela é muito reservada, procure aceitá-la, será mais fácil para nos. Continue chupando estou gostando.

___ Vamo combinar, a luz vai acender duas vezes você vai ver pela fresta da porta, você sai e vai pro banheiro, estarei lá te esperando, entendeu?

___E se o Paulo ainda tiver acordado?

___Sei lá, da uma tossida eu espero meia hora e acendo de novo.

___ E se for sua mulher que ainda estiver acordada?

___ Deixa minha mulher comigo.

___ E se eu adormecer com a espera.

___ Com o tesão que você esta tenho certeza que você vai estar acordada.

___ Aiiiiiiii! Você mordeu meu pinto. Porra!

___É como você disse com o tesão que estou... risos.

___E se a porta do quarto tiver emperrada.

___ Chega porra, você vai estar lá e pronto se não estiver entro no teu quarto e como você na frente do teu marido. Ponto.

___ Gosto de homem assim, que mostra quem manda na relação.

Não precisou de nenhuma mentira encontramos os dois no calçadão, não nos perguntaram nada, não precisou dar nenhuma explicação. Falei baixinho pro Ro:_ Se a tua mulher tiver com coisa com meu marido, não vai prestar, vou bater nela.

___minha mulher não é vadia, ela nunca me trairia.

___ Quer dizer que eu sou vadia, é isso! Cafajeste .

Anoiteceu fiquei acordada vendo os minutos passarem bem devagar ansiosa para as coisas acontecerem, vez por outra olhava pro Paulo pra ver se continuava dormindo, Gozado já não mais pensava nele como o Mo agora era Paulo, sei lá. Tinha uma musica de fundo que vinha de um barzinho ali perto .

Piscou uma vez depôs outra era o sinal, levantei e ansiosa sai de fininho fechei silenciosamente a porta atrás de mim e corri pro banheiro. Descrever a emoção que se sente no momento e difícil, é o medo, o desejo, a vergonha, a desfaçatez.

Quando me viu ficou louco, deixou o queixo cair de espanto, uauuuuuu! Que linda.

___É esse o baby-doll de ontem igualzinho o que você me descreveu ao telefone.

___ Gostou!? Comprei só pra você ainda ta com o cheirinho de loja, cheira. Só não vim com a sandália pra não fazer barulho.

O beijo foi demorado sem pressa ou nos pegavam ou tínhamos aquela madrugada só pra nos, seus beijos percorreram meu corpo primeiro de frente depois por trás, primeiro proibi que me mordesse depois liberei, exagerou, me deixou marcas pelo corpo todo, as vezes mais forte as vezes mais fraca calibrava as mordidas pelos efeitos sonoros dos meus gemidos, Das mordidas deixou marcas de dentes das chupadas mancha rochas.

___ Quando eu meto é pra deixar marca e dor a semana inteira.

___ Sim amor mete na tua vadia.

Suas mãos puxam meus seios para fora, sua boca os ataca com fúria meus mamilos ardem e me dão prazer, suas mãos tem o toque de Midas não me transforma em ouro mas em puro prazer, Quando toca minha buceta esquisita começo a gemer alto, minha boca é logo abafada. Senta no vaso e pede que eu monte, abraço seu pescoço beijo-lhe a boca e vou sentando naquele pau maravilhoso, bem devagarzinho pra que ele sinta a penetração, quando chega no final largo o corpo sobre ele, e começo a rebolar ele só agüenta por que o pau ta muito duro. Mordo-lhe os lóbulos e falo baixinho daqui só saio quando ele amolecer e cair fora, vai ter que deixar seu leitinho dentro de mim. Enquanto gozava eu tampava-lhe a boca para não gemer alto e eu também tinha um gozo silencioso.

Quando saímos do banheiro o susto e o terror. O Paulo na porta do nosso quarto e a Cleide na porta do quarto dela, corri envergonhada pra fora da casa depois mais calma voltei pra varanda e sentei no banco apavorada chorava sem parar. O Ro ficou la enfrentando tudo dali ouvia barulhos de porta batendo, pratos se espatifando contra paredes gritos histéricos, vozes de homens discutindo alto. Só agora percebi que ainda estava de doll e ainda cheia de porra.

O Ro apareceu na porta.

__ Entra ta muito frio. Essa noite vamos ficar no sofá amanhã vamos embora.

Não tive coragem pra discutir, sentei no sofá o Ro me abraçou. Algum tempo depôs a Cleide veio e jogou um cobertor pra nos. Sentou na poltrona na nossa frente e disse curto e grosso se dirigindo a mim: __Você quis ficar com o Ro como você costuma chamá-lo sua sirigaita. Tudo bem, vou ti dar ele, mais... você também vai levar os filhos vamos ver se você é boa mãe. Tem mais, amanhã cedo vocês pegam um ônibus, no carro do seu marido você na entra mais e nem fale com ele, esse conselho é a pedido dele.

Já vivo com o Ro há algum tempo as crianças me chamam de mãe e eu sou feliz, não nasceram de dentro de mim mas é como se tivessem nascido.

__ Amor me diga duas coisas por quando fazemos amor você é tão carinhosa fora isso ta sempre brigando comigo.

__Por que te conheci numa briga será assim até o fim dos tempos.

__ E a outra?

__ Quando vai tirar essa tatuagem da bunda?

___ Nunca, isso é pra você lembrar que me tirou de outro homem.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


http://conto me punhetaram a noite todaflaguei meu irmao comendo minha mae e entrei na festase masturbando enguando o marido dormexvidiohomem nu vi fugindo de cachorro dentro de um quartos com uma mulher so com a vaginas do cu de fora aí eles fazem sexomacho arregaca o buraco da xana da safada cm aparelho para ver o fundo do buracoxvideos cu estalo rompendo as pregras fazendo barulhofilme porno filho da mae corno froxo ta cansado do trabalhoaninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contossesposa do meu amigo me deu bola e eu comi ate seu cuzinhoVideo ao vivo de putaria profissional de velhas gostosas saboreando fundo na vagina o pau pretomulher transando na subida do Ilha Porchat São Vicenteporno coeihomem goando muito na buca do viado mundo bichaMENiNO TIRAN DO OCHORTESsobrinha contoolhar a buceta das julhersconto porno gay. bullyingadvogada abrindo sua buceta no motelcontoseróticos invasão anal 3vidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulhertexto amor quando você for me fuder,eu quero que você me trate como uma puta, como aquelas atrises de pornodvd porno vizinho come cu vizinha a forcagarotimha aprendendo bate punheta no papainovos Contos erodicos de tulaporno comendo cu de homêm de bùnda grandetranquei o quarto comi minha irmã 1minuto xvideosgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaxortinhodedormirhomen toma banho de coeca pica fica dura mundobichacontos eróticos sogra pediu pra ver minha rolaconto erotico tirei o cabaco da pateicinha no matoconto estorei o cabresto na punhetaDhcs xvideosvideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiaQuero assistir filme pornô mulher sendo arrombada pela uma muda de limãoboquete da irmazinha casadoscontosContos d casada com cu arrombad por negroes traficantGosto gozen calcinhaPeituda fasendo sexo pulando so e sexo no you tube sen brusa sen sutian correndovideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoconto eurotico academia com o menino bundudopornô grátis só contos eróticos sogra cozinhaistorias mulheres estrupadas no cu virgem pau grande elas quase morreuwilma dos flintstones trepando"meio abertinho" gay contotravestis negra brasileira dotada no motel ganha punheta tremendo muitosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoso vidio maquinasexiconto de como come meu maridohotwife e marido contosmarisa cm sede de pica grande chamo um negao para foder gostoso em conto o marido trabalhavidio de novinha bricano de saia curta com a molecadasossegado sexo mulher cornocomi egua nova contodeu duas mexidinha e gozando em cima da buceta pornônu onibos lotado os homens se revezaram para me fuder e passar a maoVídeo mulheres grávida de nove mês com homens bem dotadoencubado flagrado dando o cumorador. de rua sendo bulinado ate gozarFoda agressiva ponodoidoPenis flacido castrar contosvidio porno de uma mulher tirando aroupa bem relaadamente para faz xexoxvidio homem velhoe mulher bem velha tranzandofilme porno minha sogra me enxeu o saco ate eu come elafazendeiro malvado mundobichaencoxadamulhercrenteContos irronicos fodendo a minha namoradocontos porno padre gayconto erotico transei com o irmao do meu esposoVidio policial afuder na permaneciavídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhocotos eróticos patrao pau de asusta berei chorei griteiconto erotico iniciando viado