Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

minhas irmãs

Autor: jonny pop
Categoria: Heterossexual
Data: 18/01/2008 15:58:10
Nota 7.00
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meus pais eram pobres mas tinha um pedaço de terra. Nossa familia era formado por meus pais e três irmãs mais novas que eu. Minhã mãe morreu cedo, quando minha irmão mais nova tinha uns 8 anos. Logo depois meu pai sofreu um acidente de trator e veio a falecer alguns dias depois. Ficamos então sós no mundo eu tinha na época 17 anos e minhas irmãos respectivamente 16, 14 e 13 anos. Logo após o enterro, eu fiquei um pouco preocupado, pois algumas pessoas vieram me dizer que por sermos menores, o estado iria separar agente, teriamos que ser adotados ou oisas deste tipo. Então quando voltamos para o sitio falei com minhas irmãs e disse que teriamos que ficar uns dias meio que escondidos...Para evitar que as pessoas se lembrassem da gente e esta coisa de ser adotado, ser tutelado pelo estado viesse a acorrer. Continuamos nossa vida...O sitio provinha tudo o que necessitavamos..Tinhamos horta, umas vaquinhas e até uma cabeças de gado para matar a fome..além de cabritos e um cavalo...o trator que matou meu pai não sofreu dano algum e eu podia trabalhar com ele...tocavamos nossa vida...foi então que as coisas começaram a mudar...certo dia eu estava trabalhando e ouvi as gurias gritar...elas estavam tomando banho em um pequeno riacho da propriedade...como era interior...se tomava banho pelado e então elas estavam todas peladas tomando banho...corri até lá pensando o pior, quando lá chequei elas estavam todas assustadas, encolhidas em um canto...tremendo...havia um sucurri dentro do riacho...eu então pequei meu facão e cai na agua. Com alguns golpes eu acabei com o bicho que nem era muito grande...depois todos rimos e eu olhando pras minhas irmão nuas...acabei ficando de pau duro...como minhas calças estavam molhadas e por ser de trabalho, era bme rasgada, meu pau achou um furo e se encaminho por ele, de modo que a cabeça do meu pau estava de fora...e era disto que elas riam...danadinhas...ajeitei meu pau nas calças e disse pra elas se vestirem e sairem dali...fiquei com aquela imagem ali...minhas tres irmãs nuas...minha irmã mais velha, Lucia era uma gostossura...tinha belos seios, firmes por nunca usar sutiã...seu corpo delgado e moreno..era um piteu...sua bucetinha ainda virgem já estava coberto por pelos que da distancia que havia visto pareciam sem bem macios, a Clara e a Gisele mais novas também já tinhas pelos...os seios pequenos já provocavam na gente pensamentos maldosos...Elas se vestiram...e foram embora...eu fiquei ali mais um pouco, esfriando as cabeças..enterrei a sucurri...e trabalhei mais um pouco...depois fui pra casa...la chequei e fui tomar um banho...nosso chuveiro era de agua fria...e fora de casa...estva tomando banho quando vi que estva sendo espiado por uma fresta da parede...minha irmã mais velha ao perceber disse-me la de fora...se tu pode me ver pelada eu também posso te ver...eu então abri a porta do banheiro e disse pra ela - então olha a vontade...ela ficou olhando meu pau ali duro apontando pra ela e então ela me pediu pra tocar nele...eu deixei...seu toque me fez arrepiar todo...ela perguntou se não doia por estar tão duro, eu disse que doia, mas que o toque da mão dela fazia doer menos...ela então apertou um pouco...e eu disse que doia menos ainda...então ela se chegou mais e eu procurei sua buceta sob o vestido...achei o lugar pelo calor que emanava...ela tava cheia de tesão...ficamos ali debaixo do chuveiro nos alisando...até que gozei...meus jatos de porra voaram longe...uma delicia...depois que gozei, entrei mais fundo com as mãos e fiz minha irmão gozar...elas ficou com as pernas bambas...depois eu disse - vou terminar meu banho e já entro...ela então se secou com minha toalha e saiu...terminei meu banho e apenas me enrolei com a toalha molhada e fui pra casa...minhas irmãs mais novas estava já na cama...fui trocar de roupa e minha irmã mais velha estva lá no meu quarto, me troquei na frente dela e ela me disse que tinha gostado muito daquele agrado no chuveiro...ela então me disse que queria fazer mais, pois vivendo naquele fim de mundo, se a gente não cuidasse um do outro não iria sobrar nada...eu a abracei dei um beijo nela e esta foi a primeira vez que nossas linguas se encontraram...coisa boa sô. Meu pau voltou a dar sinal de vida...levantei o vestido dela e ela estava sem calcinha, coisa que raramente usaria no campo...senti sua xoxota umida e quente...ela então pegou novamente meu pau...apertou bastante el, pois imaginavamos que aquilo dava um prazer enorme...mas ela instintivamente começou a mexer pra cima e pra baixo...o prazer aumento...eu então a deitei na cama...e comecei a procurar acertar sua xoxota com meu pai...achava que era muito facil...pois viramos o pai fazendo aquilo na mãe varias vezes e depois de algumas convulsões os dois desmaiavam...depois de varias tentativas, minha irmão pegou no meu pau e mostrou o caminho...eu fui entrando e o prazer foi aumentando...nossa que sensação gostossa esta ...fui empurrando até sentir uma certa ressitencia..achei que era o fim da xoxota dela...comecei a entrar e sair...cada estocada terminava naquela parede...então derepente a tesão era muito grande ela se jogava pra frente, eu empurrava mais...e aconteceu...a parede se rompeu e eu entrei ainda mais...ela deu um gritinho...tinha sentido dor, mas logo depois o prazer....continuei a socar e acabei gozando dentro dela...dormimos abraçados e acordamos com o barulho das outras meninas...pois estavamos nus...elas riam e diziam que agora eramos marido e mulher...eu me cobri com a toalha...ela se levantou e tentou dar uma explicação...mais tarde, tentamos explicar para as gurias o que tinha acontecido e elas disseram que se tinham que fazer aquilo, que queriam que eu fizesse...e assim aconteceu...alguns dias depois eu dormi com a Gisele minha irmã de 14 anos. Desde a primeira noite, eu já dormia sempre com a Lucia...aprendemos a usar a pilula para não engravidar e aos poucos fomos desenvolvendo nossas proprias técnicas para dar mais prazer. Combinamos então que quando a Gisele fizesse 15 anos seria a vez dela e assim foi. No dia do aniversario dela, fizemos um bolo...depois de nos fartamos fomos pro quarto...eu iria tirar o cabaço dela..este seria meu presente...ela estava ansiosa, pois nos espiava pelas frestas sempre que eu e a Lucia transavamos. Ela estva linda...seios medios...pele bronzeada pelo serviço na roça..Tirei seu vestido, ela ficou nua...comecei a beijar seu pescoço...seus seios...ela gemeu forte...procurou meu pau e o pegou...já sabia o caminho...mexeu gostosso..deu uns beijinhos..queria até chupar...coisa que vira a Lucia fazer...e que me dava muito prazer...mas não deixei, achava que isto ainda não era pra ela...levei-a pra cama...abri suas pernas...passei a lingua em sua bucetinha...e apontei o caralho pra quela portinha pequena...desta vez, sabia o que fazer...pequei o pau com a mão e coloquei ele no lugar certo...fiz força..ela gemeu...depois emprrei mais...a cabeça entrou...uma lagrima saia de seus olhos...mas ela disse...continua...sei que doi na primeira vez...não para...empurrei novamente e meu pau começou a sumir dentro dela...quando senti a parede...ela agora já era conhecida...continuei a enfiar...mais algumas lagrimas...e empurei forte...senti a parede se romper...meu pau avançou alguns centimetros mais...ela gemeu...comecei então a entrar e sair...a dor foi substituida pelo prazer...ela então agora só gemia...foi então que giramos e ela ficou por cima...começou a me cavalgar, os movimentos de seu corpo me deixavam muito louco...pequei forte sua bunda e aquilo parece que deu uma tesão incrivel pra ela...ela sentava mais forte...e então gozou...gozou forte, soluçõu...e eu segurei firme...tinha medo de gozar...ela poderia ficar gravida...mas então ela reclamou..queria tudo que eu dava para a outra irmão...pediu meu leite....e eu não aguentei...fiz mais alguns movimentos e derramei meu esperma em suas entranhas...o leite era quente e os jatos repetidos....ela gozou novamente sentindo o calor do meu leite dentro de seu utero...Foi um presente maravilhoso segunda as palavras dela...Depois disto arrangei um nova encrenca pois a Clara não sossegava...queria sentir o mesmo que as irmãs..depois de tirar o cabaço da Gisele eu dormia ora com uma ora com outra e agora tinha a Clara me cobrando o prazer...então certo dia eu resolvi atender seu pedido...chequei em casa da roça um pouco cedo, pois vim de trator...a Gisele e a Lucia iriam demorar um pouco pois estavam a pé.

Chequei em casa e a Clara estava no banho...chequei na porta do banheiro e disse pra ela se apressar. Ela então me provocou dizendo porque eu não dava banho nela e fazia a coisa mais rapido...eu então abri a porta..ela estava toda molhada...tinha quinze anos, mas seu corpo era de uma menina de 18 como a Lucia...Seus seios bem desenvolvidos e dourados...sua bundinha arrebitada, seus pelos na xoxota era lisos...eu então mandei de vez as favas qualquer conseito etico e moral que ainda me restava e entrei no banho...tirei a roupa já molhada ela me beijava a boca e buscava desesperadamente o meu pau...quando o achou começou logo a me punhetar...eu busquei sua xoxota com as mãos passei minhas mãos por sua bunda firme...senti o calor de seu corpo...e não deu pra segurar...coloquei ela de costa pra mim..posicionei meu pau na entrada de sua xoxota...e empurrei...empurrei com mais força na segunda vez...já sabia o que iria a contecer então não me detive...na terceira empurrada ela gemia forte e eu passei facil pela ressistencia de seu cabaço...este muito mais fragil que os de minhas outras irmãs...meti fundo e continuei metendo...ela gemia...e eu fui botando e tirando...ela queria muito...pedia mais...eu bombando...ela gozou rapido e eu também...quando minhas outras irmãs chegaram eu estava urrando enquando gozavamos...foi demais...debaixo do chuveiro...continuei bombando...elas riram...e meu pau endureceu novamente...e eu gozei de novo dentro da Clara...duas gozadas sem tirar....eu estava aprendendo...Aos poucos a medida que iams ficando mais velhos as coisas foram tomando rumos diferente...a Lucia conheceu um milico no casamento de um vizinho e depois de alguns meses de namoro...se despediu e foi embora com ele...agora tem 03 filhos e é feliz...nunca contamos pra ninguém o que aconteceu com a gente...a Gisele, acabou passando num concurso e foi trabalhar como enfermeira num hospital a 50 km daqui...Lá conheceu um médico e hoje é amante deste..tem um emprego bom e um cara que lhe da tudo em troca do seu corpo maravilhoso...Nunca mais me deu...e a Clara ficou comigo até o dia do meu casamento...Depois fugiu...fiquei sabendo que mora em tocantins...e tem uma vida normal...esta namorando um cara que cuida dela e que quer casar...eu de minha parte já dei permissão, afinal o que aconteceu com a gente não deveria ter acontecido nunca, mas a vida nos prega peças

Comentários

22/04/2010 12:52:23
o conto foi bom, mas, pelo amor de deus, vai estudar portuges
21/09/2009 22:48:06
Você tentou, continue tentando...
23/02/2009 00:13:49
cara,é fictio...=FATO
08/02/2009 04:58:31
e foi bem legal
04/01/2009 03:49:54
nao gostei muito suspeito nao parece ser real mas me deixo curioso para ler ate o fim e por isso 5
02/01/2009 19:22:05
Nos dias que correm é muito comum estas histótias de irmãos a transar
M25
31/12/2008 17:30:45
apesar da fauta de alguns detalhes e a existencia de pequenos erros a historia e boa eu gostei qm nunca sentiu tesao na irma ou irmao q atire a primeira pedra, parabens pela coragem de contar o acontecimento eu mesmo ja quase transei com minha irma o problema foi so ter chegado gente na hora mas nos dois estavamos no clima. parabens!!!
19/11/2008 09:58:25
Gostei.Poderia ter mais detalhes pois existiam vários personagens.
02/10/2008 23:00:39
nussa q história horrivel.. além de escrever mt coisa errada.. num tem nada a ver.. num gostei da história..!!
07/06/2008 01:42:17
meu que eh que tem de enfermeira nessa estoria? esse conto tinha q ta em incesto e não em enfermeira. Ia ser 9 mas por isso, 7

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


pornodoidocoroa deitad na cama so de calcihahomem se mesturbano no causinha da cuiada fio dentalsexo porno eu tava sozinha e meu padrasto foi ate o quarto passa a lingua na minha xereca e ainda jogou toda porra dentro"mostra o seu que eu mostro o meu" vídeo pornomorri de pornô com a Gretchen chupando uma pista de um homem no vídeo pornômeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolarelato erotico cheirei a calcinha gozadaXVídeos gay com truculênciaPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozoiniciou programa travesti cuzinhomeu avô estorou meu cabacinhoNegao esculachando com moleque gostosogostosas com traseiro largo de biquinescontos corno manso ineditonegao arebentou as pregas do meu cu contospornô doido chupando os mamilos da Dalvinhasou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contosmarido corno procura homem para esposa puta em porto alegreirmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémcontos eroticos meu padastro tirou meu cabacinho e alem de fuder minha bucetinha novinha agora ele tambem fode o cuzinho do meu irmaozinho bem novonhocontos eróticos curtosde gay dando o cu pro cachorrãodavs contos eróticosContos eroticos dona de casa, coroa, casada evangélica pega novinho cacetudoCorniei em cabine eroticaContos.Ingravidei.minha.irmansarrando a bundinha da minha filinhaquero ver vídeo pornô de novinha sendo estrupada na noite passada passada amor comigo a noitecontos eroticos ganhei um boquete no pokerfui pedir carona em uma kombi e fui estrupada e casada contos eroticomegao pega mulheres casda a forsa econe abusetacontos de scatsogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhaxvidio porno zelado comi fazedeirafoi ajudar a irma estudar e pediu o cu como pagamentocontoseróticos invasão anal 3fiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosEu quero pornô com tio t***** comendo a novinha apertadinha do patinho doidosono rabo daconhadacontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudaconto erótico assim nasce uma travestiquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandocunhada e cunhado beberan e acabaran fasexo sexotransei com minha irmaezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delavideos porno marido viciado em comer a fezes da esposadois pauzudo fodendo duas vadias das beradas grosa de cabeça para baixomulher com marido nabalada sarano outro pornoGostosas de. Shortinho super detalhando a s partes intimas fotosContos eroticos maniaco por seiosxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretrocontos eroticos a amiga da minha irma rabudamulheres de perna nua com a buceta esgassadacontos eróticos dei uma lambida na xota da minha irmãvidioporno coroa branca buceta bem arbetaso sexo incesto mãe e filho contos ineditoso vídeo de um homem e uma mulher dançando pelada com botãozinho para minha boca sem travar para não escolher se eu quero ou não aquele é minha nota porfavor aquele pretobuceta vigui na netcorno dopado meio sonolento vendo mulher fudendo com quatro machos e sorrindoxxvideo n paguei tive dar cu eterogaytufos videoContos eroticos.de filha ajudando paisexo entre.lutadores perdeu auta da ocuzinho pro vencedor ver pornoxvidio ela mete muito ki abuceta.chega morder o casetegemendo e gozando gostosas espirrar esperma longe. porno atitudigordinha bem feitinha abrindo a buceta pra o namorado chupar contos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradaconto prazer de receber uma punhetinhafotos pes tezudos femininostitia sacana estourando a fimose do sobrinholevo muitas gosadas xvidiocontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaodois negao dt realizando fantasia de n mulher casada porno doidobaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choracontos de podolatria com sandalia de salto finocontos paimete so no cuZinho da filha de quatro anos a menina gritou muito de dorBusca por contos de marido traindo