Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

ME EXIBINDO NO PARQUE, COMI UM CU GULOSO

Autor: Linda LuA
Categoria: Heterossexual
Data: 28/01/2008 16:06:37
Última revisão: 22/08/2009 23:35:42
Nota 3.50
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

ME EXIBINDO NO PARQUE, COMI UM CU GULOSO

Há 14 anos passados, eu costumava freqüentar um lugar em S.Paulo onde rapazes iam lá para se exibirem na noite.

Eu moreno, 1.80m, corpo atlético e super dotado, fazia sucesso naquele lugar onde muitas mulheres ficavam dentro do carro circulando no parque. Algumas curiosas, outras dispostas a realizar suas fantasias ali na rua.

Faz aproximadamente 16 meses, fui a um jantar na casa de amigos, onde fui apresentado à Márcia, loira, baixinha, bonita e ótimo papo. Minha primeira impressão era que a conhecia, conversando porém, ela me disse que nunca havia me visto antes. Chegamos até a freqüentar lugares comuns no passado mas em épocas diferentes.

Após o jantar, trocamos telefones e daí nasceu uma amizade.

Em uma tarde em casa, logo após o telefonema de Márcia, me veio de súbito a lembrança, a cena em mente. É isso, já sei de onde a conheço.

Lembrei, era ela mesmo, mas jovem, com outro cabelo, mas era ela sim. Márcia esteve em uma noite lá no parque, estava sozinha, nervosa, mal olhava em meu rosto; ela mesmo, naquela noite parou o carro, abriu a janela do motorista, eu na calçada punhetava meu caralhão, dentro do carro ela me pediu para mama-lo, eu de pronto o coloquei no vidro. Ela punhetava e passava a língua na cabeçona dele. Em um dado momento tirou da bolsa uma fita métrica, mediu meu caralhão, me disse que nunca tinha visto nada igual. Estava muito nervosa. Nesse momento, uma viatura da polícia vinha bem devagar, ela se apavorou, ligou o carro e foi embora.

Me veio toda cena à mente, me deu uma mistura de tesão e medo ao mesmo tempo, não sabendo o que fazer.

Dois dias depois, chovia muito, fazia frio, Márcia me ligou pra tomarmos um chocolate quente e comer pão de queijo em uma cafeteria perto de casa, não hesitei.

Conversávamos e eu olhava para ela e não conseguia me concentrar na conversa, só lembrava de toda sua reação naquela noite.

As horas voaram e resolvemos ir embora, entramos no carro, chovia muito, ela lembrou de comprar balas, disse q seria rápido, esperei no carro.

Minha rola começava a ficar dura, comecei a me excitar lembrando dela mamando minha jeba naquela noite, fiquei descontrolado, tirei meu caralhão p/ fora e o cobri com a camisa, Márcia entrou no carro, nada percebendo deu partida e saímos.

No caminho de volta enquanto ela prestava atenção ao volante, descobri meu caralho e deixei ele a mostra, pulsando. Na primeira parada de farol, qdo me olhou, não pode deixar de observar aquele caralho grande e grosso, de cabeça roxa e inchada em pé e faminto.

Márcia ficou sem reação, olhou pra frente e com a mão como que por impulso segurou meu caralhão com força, apertou e disse: - É muito grande! Descomunal! Parando imediatamente na primeira rua residencial que viu deserta e abocanhando meu cacetao o mama e punheta descontroladamente.

- Qual o tamanho do seu pênis, posso medir? Pergunta Márcia

- Medir? Como? Você anda com fita métrica na bolsa? Respondi já com dor no saco de tão gostoso que aquela puta mamava.

A vadia entrelaçava as mãos ao redor do meu mastro e com os lábios segurava meu cabeção, enquanto fazia o sobe e desce no mastro com suas mãos e segurava meu cabeção com os lábios, ficava circulando a ponta da língua no canal da minha rola...eu estava a ponto de gozar na sua garganta.

- Meu fetiche e minha tara são homens bem dotados e nunca perco a oportunidade de conferir seu dotes. Responde Márcia já esticando a fita na minha vara.

Mediu, mediu de novo, conferiu se estava usando o lado certo da fita métrica.

- Não, não, não pode ser, desse tamanho só vi uma, há muitos anos atrás. Exclamou Márcia.

- Foi em um parque, quando uma viatura vinha de longe? Perguntei

Márcia completamente envolvida com meu cacetão, desgruda sua boca dele ainda babando literalmente de tesão da minha pica, grita – É você????

- Te procurei por diversas noites naquele parque e não o achando mais, desisti. Fala desconsolada Márcia.

- Fiquei tão tesuda com o tamanho do seu “instrumento” na época que só conseguia gozar me masturbando com legumes gigantes e bem grossos como o teu caralho. Completa Márcia.

A vadia mamava, punhetava como se fosse sua última vez e para minha surpresa diz: - Fode no meu cú, sou louca pra ter meu cu arrombado por um caralho desse tamanho, dessa grossura.

Obedeci imediatamente pois não é sempre que se obtém autorização para poder comer um cú com uma rola dessas.

Abaixei os bancos, botei ela de 4 e penetrei vigorosamente aquele cu, quente, úmido e tesudo. Socava com força minha rola naquele cú guloso, metia como um cavalo e ela recebia rola como uma égua.

Márcia gozava muito, urrava, falava palavrões, tremia e eu não largava a égua, continuava trepado nela, agora segurando em seus cabelos e enterrando quase todo meu poste dentro do seu cu.

Fiz uma última tentativa de enterrar meu caralho até as bolas no cu dela, mas nunca consegui esse feito, então gozei dentro do seu cú, gozava sem parar, meu tesão era muito grande, nunca alguém me dera o cu assim sem restrições, frescuras e censuras.

Terminei meu gozo ali dentro daquele cu guloso, então Márcia tira minha rola de seu ralo, a lambe toda e suga a última gota de porra do meu canal.

Faz um ano que trepamos quase todos os dias, eu fiz o cú dela para minha rola. Passamos momentos maravilhosos juntos, gozamos muito, desfalecemos juntos, e geralmente quando acordamos o dia já está amanhecendo, é sempre assim. Cada dia melhor, cada dia mais intenso.

Comentários

31/12/2008 16:19:40
ai ai, ainda perco meu tempo!
11/12/2008 04:50:02
amiga diminua mais esse pau pq nem uma egua aguentaria isso que exagero o q matou a historia foi o tamanho exagerado e dar logo o cu ninguem merece colega
zon
02/11/2008 09:39:31
se tu nao tem o que fazer faça q nem eu fique lendo e opnando nas lorotas q nem a tua,rs rs rs rs
08/03/2008 13:46:42
concordo com o pastor vc deve ser extinto, não há como um pau medir 30x20, é ilógico seria praticamente quadrado no exagero vc exagerou demais.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contos eroticos a gozada incetuosa e mais gostoza que quaque outra gozando dentro da irma cem camisinhahistorias de madrasta safadas com enteadocomo e bom ter um comedor sólido e um marido viadoeu quero ver vídeo mulher tomando banho com aquelas calcinha largapaguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contosTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comercontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramso mostrei a bunda pro meu cunhado e ele gozouconto com putinha novasmulher de corno lavano carroencoxou a mae na camaviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetanovinha loirinha de onzeanos bucetinha enxadinha transando com papaieu qero asistir videos porno os caras do pau grande regaçado as mulheris e elas gritado sen aquetarporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridocasadoscontos eroticos meu professor me comeu.a Tio Fudeu minha buceta e eu gosteicontos incesto mae gtscontos eroticos de mulheres falando de pau pequeno e finohomem core atrais de menininha secuestra leva estrupa com varios amigos cu e buceta estora vidio pornocontos eróticos loba adoro inversãoassistir assistir vídeo pornô da Lucineide a gordinha gostosa de shortinho curtinhoporno meu marido adora me ver chupando porra de mendingissobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideos:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenoxvideos rolas chapuletadas gozandomulequinhos olhando a surubabotando o joelhinho em cima da mesa xvideosTransando com o pai ate esguichar de prazer em putaria brasileira videos curtos de incestovídeo pornô daquela mulher que anda com vestido bem curtinhoconto erotico com o senhor ditaocontos minha esposa agazalhou um pal enorme no rabotitia sacana estourando a fimose do sobrinhoapaixonado pelo hetero cap 4levantei o vestido da minha nora contoscomendo a mulher mais gostooooosaaa do mundo!!!estrupa filha e confessa yotubeerotico filha da um beijinho neleFui encoxada e iniciada por um roludoprofessora safada falando putaria pro donzelohistoria de genro homem hetero transando com sogro homem heterocontos erotico meu sogro mi arobou cm seu pau d elefanteconto eroticosgemeassexo caseiro jardineiro comendo cu da tiamulher faze do sabao segano boceta da outaputinha gostosa de blusinha regatinha e shortinho socado na ruamae/chupa pica do filho e engasga pelo narizaluno fodendo professor de educacao fisica gay animadotorei um garotinho virgempai tem pauzao descomunnal e soca tudo no cusiho da filha gostozinhapornou homem nao aguenta e goza na burcerta da putafodie cusao da minha irma incesto brasil cem camisinha pornoquero ver novınha que sao empregada fudendojaponesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com elecontos eroticos de quem perdeu a virgindade com a empregadanovinha do canil conto eroticocontos de afilhada cavalona com padrinho coroa de pauzaoporno esposa de short curtinha na cozinhavideos porno pau gigante.na.bucetinha apertada deu emoragiamenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasSodomizando mae e filha contosContos de primeira transa virgem detalhadamenteprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornocontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei eleapertatinhas lidasPornor sobrinho passando ferias na fazenda da tia viuvacontos eroricos minha filhae enlouqueceMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticoblogger comedorcasada gozando veja fotohomens balancando as bolas pornoenteada dorme bêbada chapada e padrasto quando a solidão na marranegao fodefo cu forcaretribuindo o favor para a mae passando gel no seu cu contos eroticosmulher cagando enquanto dava a bucetaconto erotico a menina crente classicocontos gay iniciadores de boys inocentes fotos gratisvideos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismo