Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Curtindo com o peão e sua patroa!

Categoria: Grupal
Data: 01/02/2008 17:19:10
Nota 9.25
Assuntos: Grupal
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Para ler outros contos de Nina Von Teese acesse o Blog:

http://contosninavonteese.blogspot.com

Desde bem pequena, meu pai sonhava que eu fizesse uma faculdade, ele era um renomeado empresário da pecuária, criava gados e cavalos e nos sustentava com o que havia de melhor, em casa só ficávamos eu e minha mãe pois ele passava longas temporadas nas fazendas para bancar o luxo e as futilidades que nós estávamos acostumadas a comprar.

Ele sempre me incentivou a ter uma carreira, a estudar, pois acreditava que o ramo que ele seguia era incerto e julgava que seguir uma faculdade e ter um diploma seria uma escolha mais sensata.

Mas eu não dava bola, eu queria mais era curtir, tinha meu carro e grana para sair todo fim de semana com minhas amigas... Usava roupas das melhores grifes e esbanjava muita grana bancando bebidas e festas todos os dias. Eu tinha os homens que queria e saía cada dia com um, já conhecia todos os motéis da cidade e metade dos caras de lá já tinham me comido também.

Eu era bonita, morena de olhos verdes, cabelos lisos, longos... Cinturinha fina e uns peitões bastante avantajados, era frequentadora de academias e clínicas de estética, uma pele de pêssego e unhas sempre bem feitas... Usava roupas provocantes e jamais saía sem um salto alto!

Eu adorava quando ia visitar meu pai na fazenda e seus peões babavam quando eu passava, eu deixava um perfume no ar... Eles sabiam que jamais poderiam me ter, mesmo assim, não tiravam os olhos de mim, e com os cabelos esvoaçantes e um profundo decote eu atiçava até os cavalos na cocheira! Eu adorava provocar!

De vez em quando eu ai lá dar uns abraços no velho, ele sempre me liberava uma graninha, era só pedir com jeito que ele não me negava... Meu pai era bem de vida e tinha trabalhando para ele muitos peões, mas um sempre se destacava... Tá certo que ele era sujo, suado, e mal vestido, mas tinha um rosto lindo... Eu fantasiava me deitar nas palhas das cocheiras com ele.

Toda vez que eu ia na fazenda aquele cara ficava me secando! E eu dava corda, desfilava atraindo seus belos olhos azuis em minha direção... Ele era forte e aparentava uns 26 anos, mais velho que eu, deveria ser muito mais experiente também. Soube pela cozinheira da fazenda outro dia que ele era muito reservado e que também era de poucas palavras. Mas aquele mistério que o rodeava me despertava interesse.

Eu queria me aproximar, conversar, tocar aquele peito forte, lisinho... Mas ele evitava contato e apenas me observava, outro dia, fingi que havia torcido o pé na frente dele para que ele viesse me ajudar... Ele não exitou e quando tropecei ele me pegou no colo e me pôs sentada sob algumas selas que haviam por lá.

Para não perder a oportunidade, comecei a puxar papo e descobrí, que apesar de mal arrumado, tinha um excelente português e mantinha modos de um homem estudado, o que me despertou ainda mais interesse... E me aproveitando da situação, não ví problemas em oferecer-lhe um jantar de agradecimento por ter evitado que eu caísse um tombo maior.

Ele de imediato recusou, mas insisti tanto que o moço se viu na obrigação de aceitar, mas com uma condição: Que fosse na casa dele, pois alegava não possuir vestimentas adequadas para frequentar a casa do patrão e que por isso se sentiria muito constrangido.

Ainda bastante sem jeito ele marca o dia, creio que ele não esperasse que eu fosse de verdade, mas no fim, combinamos que seria na próxima sexta-feira. Ele me deu o endereço e algumas dicas de como chegar lá.

Já na sexta feira, eu vou ao salão escovar os cabelos, capricho no perfume e na depilação e aposto num vestidinho bem curto preto com salto alto, deixando amostra ainda um decote de tirar o fôlego. Era uma noite especial, diferente dos playboyzinhos que eu estava acostumada a pegar, aquele peão parecia que ia me pegar de jeito!Eu queria fazer de tudo naquela noite.

Demorei um pouco para encontrar, mas chegando na casa, já bem afastada da cidade, observo no varal algumas peças íntimas femininas misturadas a bombachas embarradas e uma boina preta estava um fio dental vermeho...

Estranhei, mas resolvi entrar, bati na porta e ele veio me atender, cheiroso, com a pele branquinha, de roupas limpas aquele peão havia tomado proporções de um cavalheiro, e educadamente me convida para entrar... A casa era simples, mas bastante limpa e organizada, estranho para um homem solteiro.

Saindo da sala, avisto na cozinha, a mesa posta para três pessoas, pergunto de imediato se alguém irá nos acompanhar, quando repentinamente surge por trás de mim uma loira. Era um mulher alta, bonita, com um vestido simples, mas que surtia uma certa transparência, ao longe eu observava seus mamilos acesos... Ela se apresentou como a mulher do peão e perguntou se havia problema em nos acompanhar, sem graça eu respondo que estava tudo bem.

Sentamos para comer e noto que ela não tira os olhos de mim, deve estar morrendo de ciúmes, me seca, quase como se me quisesse, e por baixo da mesa sinto suas pernas tocarem as minhas... Após o jantar nos sentamos na sala, ele do meu lado e ela na minha frente, realmente era uma mulher muito atraente e qual foi minha surpresa quando ela cruza as pernas deixando visível que estava sem calcinha! Tinha uma xoxotinha lisinha...

Conversamos bastante, enquanto o peão resolve pegar um vinho... Ela se insinua de uma forma que começa a me excitar, e sob aquele leve vestidinho eu consigo ver toda sua xana a cada cruzada de pernas. A loira era safada e exibia uma bunda de dar inveja, ancuda... Deve ser de tanto foder com aquele peão.

Ela senta ao meu lado e toca meu cabelo dizendo que eu era muito bonita, eu já sentia mina bucetinha se ensopar de tesão... Ela era gostosa, boca carnuda e coxas cobertas por pelinhos dourados. Uma deusa!

O peão volta e se senta para nos admirar, ele nem sequer disfarça, parecia de caso pensado aquela situação... Ela continua a me acariciar enquanto tomamos vinho, ela sussurra no meu ouvido que sou gostosa e diz que seu marido não se importa. E na frente dele ela desliza as mãos nas minhas coxas e devagar levanta meu vestido deixando à mostra a minúscula calcinha que visto. Com uma música de fundo, ela pede para que eu me levante e fala para o marido:

Ela não é linda?!

Ele com a cabeça concorda, enquanto um volume se forma entre as suas pernas, o peão era pauzudo o que aumentava ainda meu tesão. Eles sabem que eu quero... Eu toparia tudo naquela noite!

Então ele saca para fora a sua rola enorme, sentado na poltrona ele alisa aquela cabeça vermelha... Sua mulher devagar arria minhas calcinhas até o chão e de joelhos coloca sua língua entre as minhas pernas... Era demais! Sentir uma mulher tocando em mim... Me dava muito tesão.

Ela me põe sentada no sofá de pernas abertas enquanto continua a passar a língua entre meus gominhos, e sente na boca o sabor da minha porra, quentinha! Eu sinto a minha xoxota latejar!

O peão então com sua pica bem dura penetra a mulher por trás, ele vai devagar, parece ser no cuzinho dela! Ela geme e pede calma... Ele cospe na mão e esfrega pelo seu rabinho, e continua a socar bem fundo na loira.

Eu observo extasiada! Era a noite dos prazeres, eu queria o peão, mas a mulher dele também era demais! A safada enfia a língua dento da minha vagina e parece se deliciar com aquilo. Lambe minha buceta toda depiladinha e mordisca os beicinhos dela.

Mas ele quer mais e me pede para ficar de quatro, e no sofá bate sua rola na minha bunda enquanto a putinha chupa as minhas tetas...

Ela pede para ele enfiar, e ele com aquele cacete me arregaça a bucetinha, era um pica grossa, com umas bolas peludas bem grandes, que me batiam na bunda a cada socada. Ele podia sentir seu pau lambuzado no meu rabo quente... Ele me deita no chão, abre as minhas pernas e continua a me foder, e a sua mulher só olhando e pedindo mais!

A vadia gostava de ver seu marido fodendo outra! Mas ele deita ela ao meu lado e enfia um pouco em cada uma, ele tinha as duas ali de pernas abertas para fazer o que quisesse... Eu não resisto e acabo lambendo suas tetas também, durinhas, de bicos rosados, um tesão de mulher!

Vou descendo e caio de boca naquela xota molhada, chupo aquele grelinho com desejo, bucetinha macia e quente, lambuzava minha cara todinha...

Ele resolve penetrar meu cuzinho, e como frango assado no chão ele procura meu ânus, ele esfrega a cabecinha daquele caralho em mim, e aos poucos me arromba... Ele quer sua pica dentro de mim, e meu cuzinho engole toda aquela rola! Que delícia, ele me fode e ela beija minha boca... Ele se empolga e mete com força, arregaçando as minhas pregas bem gostoso, sua mulher fica de cócoras e esfrega sua xoxota na minha boca, eu enfio a língua lá dentro e a safada gosta tanto que goza! Deixando um leitinho quente escorrer na minha goela.

Ele já suando, enfia cada vez mais fundo, me fazendo delirar de prazer! E quando vai gozar, nós duas chupamos o pau dele, até ele não aguentar e punhetar sua pica que jorra porra na nossa cara! Porra quentinha, cremosa, que eu acabo lambendo da cara dela!!!

Foi uma noite dos deuses, fodemos ainda o resto da noite e pela manhã, acordo no meio deles, deitada na cama, saio de mansinho e vou embora.

Mas confesso que foi maravilhoso, nos encontramos algumas vezes depois, mas eles acabaram depois de algum tempo indo embora, e de vez em quando eu apareço na fazenda para deixar meu perfume no ar para outros peões, vai que um deles me convida para um jantar também?! Aposto que muitos deles adorariam sentir a pele macia da filha do patrão, mesmo que fosse pelas cocheiras, pois quem é safada, topa qualquer parada!

Se você gostou deste conto, deixe seu comentário e não esqueça de votar na coluna ao lado, ou se preferir mande um email para:

[email protected]

E para conferir outras aventuras bem picantes, entre no meu Blog:

http://contosninavonteese.blogspot.com

Beijos bem calientes em você!

Comentários

01/09/2015 15:51:02
maravilhoso,eu curti assim tambem com uma amiga de minha esposa,uma delicia
31/08/2015 19:29:07
Adorei, maravilhoso, me mande uma foto sua [email protected] bjsssss

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


virgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensfotos decasadinhas boqueteiras do corninhoContos crossdress a apostaotário ao extremo contos eróticoscontos eroticos vividos por mulhereshomens metalirgico cacetudpshistória e fotos sogra bêbada queria presente de aniversário dar o c* a vida amigos do genromenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradaspono coxada mulher tera cacinha dela metro so saia 2017videocurtomagrinha e roludocontos eroticos nao sei como eu aguentei o pauzao do cifoa negroxvideos minotauro tarado chupando tetastre surpresa vendada xvideosamigos fodem o casal bi que arranham na rua pornoso cu fudidos de diaristassou sexo com travesti 2 metrosmulher bundona camsola curtinha trepand pornodoidoporno muler de roupa transparente mostando a calcinhaxvcontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmminha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro deladois gatos com jaqueta na cintura transando porno gayvidio de novinha bricano de saia curta com a molecadaPapai rasgou minha bucetinha ainda menina contos de incestoConto erotico de pai cheirando as calcinhas sujas da filha bucetudavidii lesbica cozando turmidoContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadocontos eroticos com tamanco salto altopornodoido entre irmao enteronpido por tia gostosasexotesaogostosocontos de tio comedor esobrinho novinho gaytitia safada gozando esquirt contos incestosfilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandofilha fica brava ao levar gosada dentrocontos eróticos irmãsloira e judiada levando com forca na boca e na bussetacalça legue mostrando abuçetabucetagosotosachupando buseta labefo pasda mso bocsporbo doido escrava cega afoga na bundaconto gay tiozao deu cucasa dos contos zoofilia com viralatasContos Gays Sobre Valentoes : Casa Dos Contoschantageou a coroa para se dar bemwww.seduçao e satisfaçao porno incesto italianofazendeira metendo com piao pretoprofessora gostosa da etec contos eroticosContos eroticos sou obrigada a fazer nojeraspatricinha de short perdida fodendo no matosexo gay contos valentãocontos pornôs mulheres lindas super gostosas que seus maridos liberaram para dar para seus amigos que tem paus bem grandes maior do que os deles elas adoramContos edoticos da.dk nbanho no meu filhoquero ver zoofilia cachorro comendo a coroa cabeluda bem gostoso organiza que tesãoporno sem casaminhasporno. cazano muita no vinhavideo de sexo ardente enxamas boa fodanamoro lesbico e pessoa não assumida tem tanta brigas ciúmesXsvideos mulher torturando escravo nucoroa taradasexo históriapornô zueira homem safadinho para botar a cabecinha empurrou tudo no rabo da donagarotinho loirinho de treze anos se descobrindo que e gay e tranza com seu irmãozinhotransando cm amigo do namorado sem na morado peeceber sexo pornoenudou boceta da vadia d porrameu cunhado tirou meu cabacinhocarol celico fudendo putinhaMe arrumei para meter com.outro e o corno sabendonegao arebentou as pregas do meu cu contoscomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticoscontos de sexo depilando a sogracontos eroticos de mulheres falando de pau pequeno e finoentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contofotos de bucetas beiçudas pono doidomulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocaminhavo rebolo gistoso xvideosconto lesbico a procura do amor cap25novinhos chinêses comendo cadela zoofilia