Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

DOMINAÇÃO COM SENSUALIDADE - conto cd

Autor: ValériaCDRJ
Categoria: Homossexual
Data: 17/02/2008 14:08:12
Nota 8.87
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O que passo a contar aconteceu há muitos anos atrás quando eu estava começando a minha vida no crossdressing. Sempre fui um cara sério, altivo, mas discreto, nunca me revelando no cotidiano, mas aprendi a gostar, entre quatro paredes, de homens ousados, intrépidos e que saibam dominar e determinar o que querem me transformando numa fêmea meiga, dócil, carinhosa e safadinha.

Aconteceu numa noite de quarta-feira quando eu e um colega saímos depois da aula para tomar um chope num barzinho no Centro do Rio. O barzinho estava quase vazio e percebi que havia um cara sentado sozinho numa das mesas. Não era o que se possa chamar de bonito, mas era sério, com jeito de homem, macho de verdade, charmoso, um tanto sensual, um corpo um pouco atlético, mas nada malhado, gostoso, meia idade e mulato. Volta e meia nos olhávamos discretamente. Depois de algum tempo ele se levantou para ir ao banheiro e então pude ver que por baixo da calça jeans meio justa havia um volume bastante interessante, fixei o olhar e o cara percebeu. Assim que retornou do banheiro parou em frente à mesa dele, deu uma gostosa ajeitada no pau e sentou-se um pouco afastado da mesa com as pernas abertas e o corpo virado na minha direção. Fiquei desconsertado com a ousadia, pois sou tímido nessas situações. Logo depois meu colega, que não viu nada, foi embora, pedi mais um chope e continuei a olhar, fascinado pelo visual do volume dentro da calça.

Depois de algum tempo fui ao banheiro. Quando me dei conta, ele tinha me seguido e se posicionado num mictório próximo a mim. Me esforcei para ver o pau dele, mas o sacana só me deixou dar uma olhadinha quando balançou para guardar, e que pau!! Caminhou em direção à saída, parou na porta, deu uma olhadinha para fora, conferindo se vinha alguém, voltou, parou ao meu lado e apertando o pau por cima da calça me falou:

- Percebi que você gosta de um bom pau, não?

- Érespondi entre tímido e nervoso.

- Eu quero ver você me chupando e me dando cheio de tesão, só que agora eu tenho que ir pra casa porque amanhã tenho que acordar cedo.

Pediu o número do meu telefone prometendo me ligar. Se despediu me dando um beliscão de leve no mamilo direito, me deixando excitadíssimo. Dias depois, numa sexta-feira à tarde, me ligou da rua dizendo que queria me ver. Com o coração disparado, me arrumei e saí explodindo de ansiedade. Cheguei ao local marcado e Rocha já estava me esperando. Me convidou para tomarmos uns drinques num bar próximo, onde batemos um papo que logo chegou ao sexo. Me falou que no dia em que nos conhecemos ele estava querendo ter uma transa diferente e como eu era do tipo que o atraía, com o corpo cheinho, e com um bundão gostoso, resolveu me atiçar porque eu tinha dado a dica, olhando muito para o pau dele. Com um jeito sedutor e sacana, me perguntou se eu já tinha experimentado um pau grande e grosso. Respondi que sim e ele me afirmou que igual ao dele eu nunca havia experimentado (depois constatei que realmente ele tinha razão!!). O papo sacana continuou e, naquele clima bem sacana, partimos para um hotel no Centro do Rio. Já dentro do hotel, descaradamente, Rocha passava aquela mão enorme na minha bunda andando pelos corredores do hotel vazio eu andava rebolando. Entramos no quarto e, enquanto eu trancava a porta, ele me abraçou por trás, tirou um sarro delicioso esfregando o caralho duro na minha bunda, ao que eu retribuía rebolando; me acariciando nos mamilos por cima da camisa; enfiando a língua no meu ouvido; esfregando o queixo com a barba um pouco crescida na minha nuca, me deixando quase sem ar. Me disse ao pé do ouvido:

- Eu quero que você seja a minha fêmea fazendo tudo o que eu gosto, tá? E, se você fizer alguma coisa que eu não queira, vou lhe repreender, pois quero a minha putinha bem submissa.

Aquela ordem me deixou completamente excitado e cheio de curiosidade, já que ninguém nunca tinha ousado, até então, a me dar aquele tipo de ordem. Em seguida, me ordenou que tirasse toda a minha roupa e, depois de ter ficado completamente nú, me mandou me virar pra examinar o meu corpo, a minha bunda, e, em seguida, me mandou que tirasse a roupa dele. Sentei na beira da cama, ele deitado na cama com as pernas para fora, e comecei a tirar-lhe os sapatos. O sacana aproveitando que eu estava curvado, enfiou a mão no meu rego e mandou que eu piscasse o cú na ponta do dedo dele, porque queria sentir o quanto eu estava a fim de dar pra ele, e, obedecendo, fui tirando-lhe toda a roupa, até deixá-lo somente de cueca.

Quando vi aquele volume estufando a cueca justa, tive vontade de arrancar tudo e cair de boca, mas ele disse que não era a hora ainda e só me permitiu massagear seu pau. Fiquei brincando de forma bem suave com aquele falo abençoado pelos deuses africanos. Depois de algum tempo, me dizendo que tinha chegado a hora de me realizar, me ordenou que lhe tirasse a cueca com a boca, revelando um caralho enorme, grosso e pulsante (uns 22x 6 !!!). Fiquei ensandecido com aquele monumento negro na minha frente. Vendo a minha excitação (eu sentia o meu rosto ficar quente e vermelho), me disse para punhetá-lo devagar e curtir bem o pau que ia me foder e eu, cheio de tesão, submissamente obedecia.

Depois de me deixar muito excitado, me disse:

- Agora que me mostrou que sabe massagear com essas mãos macias, me mostra o quanto você sabe chupar gostoso, meu viadinho tesudo.

Seguindo as orientações que ele me dava, comecei abocanhando a chapeleta bem de leve, brincando com os lábios e o céu da boca. Em seguida passei a lamber lentamente o pau todo descendo até o saco, depois coloquei as duas bolas dentro da boca, depois voltava à cabeça do pau, primeiro lambendo e depois mamando, aumentando aos poucos o ritmo do vaivém, tentando engolir o mastro todo. Ele suspirava de prazer e me dizia:

- Isso.... assim ... chupa gostoso a pica do seu macho que vai te foder gostoso daqui a pouco...

Até que depois de muito chupar aquele pau maravilhoso, resolvi lamber-lhe o rabo na intenção de dar mais prazer. Levantei o saco com a mão, que era grande, enfiei minha boca entre suas coxas buscando o buraquinho. Ele me puxou pelos cabelos, trouxe o meu rosto próximo ao dele e, me olhando no fundo dos olhos, disse com rispidez:

- Você só tem o direito de fazer o que eu mandar. Eu não quero que me desobedeça, entendeu?

Me deu dois tapas na cara e, ainda me segurando pelos cabelos, forçou a minha boca de encontro à pica, fazendo tocá-la no fundo da minha garganta, quase me sufocando e me fazendo engasgar. Largou os meus cabelos e me ordenou a continuar a mamá-lo. Aquilo me fez sentir remorso por ter desagradado àquele macho maravilhoso e me pus a fazer uma chupeta o mais gostoso que sabia fazer usando os lábios, a língua, o céu da boca, os músculos da garganta.

Em seguida, me ordenou a deitar de bruços e veio esfregando a barba nas minhas costas, mordiscando e lambendo da nuca até o rabo que já estava em brasa, enquanto tirava um sarro com o pau duro nas minhas pernas. Explorou o quanto quis o meu rabo com a língua e com os dedos, me alargando todinho e me fazendo gemer alto e bem feminino de tanto prazer. Percebendo o meu estado de tesão, me dizia:

- Geme, putinha, geme porque você já está doidinha pra levar pica... mas eu vou te alargar só mais um pouquinho...

Continuou toda essa tortura deliciosa, com aqueles dedos grossos me penetrando e curtindo o meu buraquinho. Depois me ordenou para ficar de quatro, colocou a camisinha, lubrificou bem a minha cuceta e o seu pau duro com ky, entrou no meio das minhas pernas, afastando as minhas coxas com os joelhos dele, me deixando com a bunda toda escancarada pra ele. Ficou dando umas pinceladas na portinha, me mandava ficar mordendo, chupetando a cabeça do pau dele com a cuceta, metia e tirava a cabeça bem devagar, que sensação maravilhosa eu estava tendo. Depois de me deixar alucinado de tesão com essas brincadeiras na portinha, que adoro, me segurou pela cintura e meteu o pau todo, forçando lentamente, mas com vontade. Graças ao gel, a penetração era facilitada, até que, passada a dor inicial e já não agüentando mais de tesão, passei a implorar que me fodesse gostoso. Parece que as minhas palavras deram um clique nele. O macho tarado acelerou os movimentos, dando estocadas com força e me fodendo feito um animal, sempre me puxando com os braços e me mudando de posição sem tirar a piroca de dentro de mim e me dando tapas na bunda, que já estava vermelha de tanto apanhar. Mas eu já nem sentia tanta dor, só me dava mais tesão. Enquanto isso, me mandava olhar para os espelhos do quarto e me sussurrava ao pé do ouvido:

- Olha como você está sendo bem fodida, putinha, e agüentando minha pica preta todinha dentro dessa bunda branca...

Eu gemia de tesão e, quanto mais eu gemia, ele me fodia com mais força, dando uns tapas na minha bunda. Quando parava de meter, me dava ordens para rebolar na pica dele e mordê-la com as pregas do cú. Eu obedecia e agia feito uma putinha depravada. Depois ele voltava a meter com força e me apertava os mamilos me deixando alucinado de tesão. Me sentia o máximo sendo a viadinha daquele tesão de homem.

Acabamos na posição de frango assado com Rocha me olhando fundo nos olhos, me dominando só pelo olhar, dando estocadas aceleradas e profundas, enquanto segurava os meus pulsos me impedindo de me tocar, dizendo que eu iria gozar gostoso só com a pica do meu macho toda atolada no cuzinho. Até que, não conseguindo agüentar mais, explodimos num orgasmo, quase aos gritos e praticamente ao mesmo tempo. Acho lindo quando o macho tem controle sobre o gozo e espera pra gozar junto. Foi uma foda alucinante, até então eu nunca tinha sentido tanto tesão como naquele dia. Passivo sempre gostei de ser, mas aprendi com ele a ser mais feminina, obediente e submissa.

Fomos amantes (ele tinha suas namoradas) durante um bom tempo. Parecia que a minha cuceta havia nascido pra aquela pica, porque depois de algum tempo já nem sentia tanta dor na hora da penetração, só prazer. Depois ele me exigia sempre usar calcinha nos nossos encontros. Hoje, adoro usar calcinhas, lingeries, saltinho, me depilar todinha, me maquiar, me comportar e falar como fêmea.

Se você se interessou entre em contato, tá?

Sou do Rio de Janeiro, só curto macho 1000% ativo, cacetudo, qualquer estado civil, de preferência acima de 30 anos, para um encontro gostoso, para ser amante ou namorada. Sem camisinha não tem festinha, discrição e sigilo são fundamentais. Sou uma cd branquinha, passivíssima, meiga, obediente, 1,74m, 80 kg, quarentona. Entre quatro paredes, solto a fêmea reprimida no dia a dia que não revelo nunca à sociedade, pois é o meu segredinho. Beijocas aos leitores do conto.

Email / msn:

[email protected]

Comentários

06/12/2013 16:42:09
vc é como eu enrustido mas que gosta de ser dominado e conduzido,,.aproveite sua sorte grande e deixe ele meter a vontade em se cu
08/08/2011 15:52:56
Muito bom, de um realismo que nos faz sentir a pica bem dentro de nós, nota dez claro!
15/01/2011 12:52:59
Boa noite, vc ou alguem que esteja lendo esta mensagem, sabe me informar onde posso conprar Cd de contos eróticos? preciso de varios contos diferentes para todos os gostos. achei um no Mercado Livre, más só contem 7 contos preciso de no mínimo 365 para a minha coleção. se alguem pode me ajudar. meu e-mail é [email protected] obrigado.
15/01/2011 12:47:37
gostaria de sebar se vc conhece algum lugar onde posso comprar cd de contos eróticos, em uma grande escala, precido de no mínimo 365 contos.
01/08/2010 21:17:29
PARABÉNS PELA BELEZA DE CONTO! MUITO BEM ESCRITO. ESTOU IMPRESSIONADO... E OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO. SE VC. CONCORDA COMIGO QUE O PÊNIS TEM UM PODER IMENSURÁVEL, SABE EXATAMENTE O QUE ELE REPRESENTA. BOA SORTE PRA TODOS NÓS. MUITO OBRIGADO. MINHA NOTA É 10
14/04/2010 11:52:36
Adorei seu conto querida!!! Minha especialidade é paus pretos, Adoro um Negão e adorei seu conto. 10!!!
24/10/2009 14:12:34
Delicia de conto me vi em seu lugar que delica
26/03/2009 22:03:04
Parabéns pelo contos
Lx
18/01/2009 22:47:35
Muito bom relato. Fiquei excitado Valéria...
31/08/2008 15:35:30
Parabéns
05/06/2008 17:54:30
Que sem-vergonhice, Valéria!Sou hétero, mas gostei do conto. Muito bem escrito, organizado e excitante. Parabéns!
17/05/2008 03:25:46
Oi amiga, vi que vc tb tinha votado em um conto mais antigo, que bom que gosta dos meus textos, mas infelizmente estarei retirando meus textos do site! Obrigada pelo seu comentário! Poderá me encontrar no meu blog http://contosdelunalee.blogspot.com Beijos!
23/02/2008 22:59:27
Muito bom! Fazia tempo que eu não lia um conto tão excitante.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contos eróticos Trasei com amigas da minha namoradasubornei meu primo gay pra comer eleContos eroticos comendo cu da mamae com o papaiviagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou fui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorxvideos minotauro tarado chupando tetascontos erotico eu moleque vi minha tia amamentando seu bebecontos eroticos gays bem ocorridos em 2017prensada no colchão pornpilates sacana com minha esposa contoNoca vi pau grosso filio vei mifuder na sala estoriacuiadia de xortiu d dormi d regatabuseta.daclaudia.ranharficamos nuas e sastifeitasbundas que mexem em cima do caralhovidio menina batendo uma siririca vendo padastro tomando baioconto de insetos de rasgando o cu apertadohttp://www.casadoscontos.com.br/perfil/182713fizemos sexo bi com um estranho contodeseeo amanentando o filho contos sexCorno humilhado na lua de melcoroa e varoa safadao vizinho safado do 205skype:bruninha_zinha_zMaduras chupando novinhos contoseroticosConto erotico fui cagar na moitaporno cunhadainesquecivelvelhas festejando c negros cacetudosbundas maciinhasporno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraofotos pes tezudos femininosSo grafida sendo encochada no trem xvideo comela "abriu a porta" pelado meu pau banheiro "minha tia"xvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindocontos eroticoscuzinho sem pregasos videos de sexo os lolitos da picaocontos eróticos surpenatural incestofilho dopou sua mae e fudeu ela dormindo cantos eroticopaola olivera de xote curto pornobuceta de carla visgando xvideosconto gay meu amor psicopatavelhopintudocontosconto erotico viado novinho arrombado por dois coroas dominadorescontos.eroticos avo.peludo idoso bigodetem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularmulher estava fazendo hidrataçao de pele na cara nao percebeu o homem sexo pornoconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheirose eu tava afim de cozinha da minha cunhada mais nova aos berros XVídeosxvidios betinhos lindovideo de mulher 34anos nuA lavano a bucetacunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistefotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leiteporno contos casal de inquiliominha mae so' andava de roupao contos eroticosvelhas coroas gostosas sentadinhas no colo sendo enrabadascontos de sexo depilada na praiaNoca vi pau grosso filio vei mifuder na sala estoriacontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosnovos xvideos metendo com forçaaaaaacontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandeCONTOS GAYS ACABEI DANDO O CU PRO MEU INIMIGOcontos eroticos pagando a dívida a forçafiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contoscontos eroticos o costureiroporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridomao boba na noiva pegando nos peito dela porno dentro do cinemaxxxvideos gozandone buseta da ninfetaenteada acanhada masturba o padrastosadomasoquismo c arrombadas e peitos esmagadosNinfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadacontos mulher de amigo short coladogordinhas costurado dando 2017 bundãorabuda de calça apertada limpando estanteConto erótico sololupus