Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O Pai do meu namorado

Autor: Nice
Categoria: Heterossexual
Data: 04/02/2008 23:31:38
Nota 9.62
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O Pai do meu namorado

Oi, meu nome é Elenice, sou uma morena de 1.65 de altura, 56 kg, olhos castanhos, cabelos castanhos, corpo bem definido e bem malhado, bumbum e seios médios, e bem bronzeada pois adoro um sol, hoje tenho 25 anos, casada com o Rogério que é muito legal, nos damos muito bem, principalmente na cama. O que vou lhe contar aconteceu quando eu tinha 14 anos. Já tinha o corpo bem definido como hoje, e já chamava a atenção dos homens, por onde eu passava. Conheci, e comecei a namorar um rapaz chamado Fred, era muito bonito, loiro alto, e muito amável. Já estávamos namorando a alguns meses, e nossa relação não era muito intima, pois eu era virgem e esperava me manter assim, pois apesar de gostar do Fred, eu não pensava ainda em sexo, pensava mais nos estudos. Nossas famílias já se conheciam, e já tinha uma certa amizade, por isso a confiança dos meus pais em me deixar ir à casa de Fred. Certa vez estava com sérios problemas na escola, mais especificamente em biologia, e corria risco de repetir o ano. Como o pai de Fred, o sr. Antonio é professor de Biologia na PUC, Fred pediu a ele para me dar uma força, o que ele atendeu imediatamente. O sr. Antonio tinha 43 anos, era loiro, tinha 1.87 de altura, era forte, e era bonito também, tinha um jeito galanteador que atraia as mulheres, e tinha algo naquele olhar que me impressionava.

As aulas particulares já rendia fruto pois, eu já começava a dominar a matéria. Mas algo que mudaria minha vida estava por acontecer.

Certo dia, fui para a casa de Fred, para mais uma aula, estava com uma blusa verde, que eu adorava, sempre deixava os botões de cima abertos, mostrando o volume dos seios, um sutiã meia taça preto, uma mini saia preta, e uma sandália baixa, estava calor, e fui assim também porque pensava sair com o Fred, depois da aula, apesar de não ter combinado nada com ele.

Chegando lá, fui recebida pelo sr. Antonio, que como sempre foi muito gentil, perguntei pelo Fred, e ele disse que foi levar a mãe na casa de uma irmã que mora no interior do estado, mas que amanhã ele estaria de volta, e sua esposa iria ficar alguns dias lá.

Começamos a aula, e estava indo tudo bem, até que me enrolei na hora em que era explicado sobre os embriões, o sr. Antonio com muita paciência me explica, e colocou sua cadeira ao lado da minha e ficou mais perto de mim, explicando, senti que seu perfume era delicioso, o sr. Antonio me explicava, e de vez em quando punha a mão em minhas coxas, que estavam a mostra. Não me preocupei com isso, pois achava que era apenas carinho, até o momento que ele pôs a mão e não tirou mais, passando a alisar minhas coxassuas pernas são deliciosasSr. Antonio, por favor, disse assustada com suas palavras.

O sr. Antonio pôs a outra mão em volta do meu ombro, me segurando, e impedindo que eu me levantassemeu filho é um cara de sorte, pois você é uma delicia.

Ele disse isso, me apertando. Fiquei assustada, queria sair dali rápido, mas ele me segurava, e pedia para ter calma.

Disse a ele para parar, pois era virgem, e gostava do Fred, e que aquilo não era certoo Fred já lhe tocou assim? Disse subindo a mão para meus seiosPor favor sr. Antonio, pareCalma lindinha, você vai gostar!

Ele, foi me puxando contra o seu corpo, enviou a mão por dentro do sutiã, e começou a massagear.Nunca tinham feito isso comigo daquele, jeito, pois o Fred tinha sido o único que me tocou nos seios, mas era sempre afoito, e isso me causava dor, pois meus seios são sensíveis.

E daquela forma que o sr. Antonio fazia, me provocou arrepios, mas mesmo assim quis sairpor favor sr. Antonio, não, pare.

O sr. Antonio percebendo os arrepios, me apertou mais, e começou a morder minha orelha, enfiando a língua nela, mordendo meu pescoço.

Suspirei. Aquela massagem estava uma delicia, era uma sensação diferente de tudo que eu conhecia, não tinha palavras para descrever, mas mesmo assim tentei reagir, levantar da cadeira e sair, me levantei, mas fui segura pelo braço, antes mesmo de dar dois passosonde minha lindinha vai?

Disse ele, me puxando me abraçando por trás, apertando, colocou a mão de novo dentro do sutiã, e dessa vez pôs os meus seios para fora, agora a massagem era nos dois, e continuou a morder meu pescoço, minha orelhapare por favor, isso não é certo,não é certo uma delicia como você ficar sem sentir os prazeres da vida.

Ele me apertava, eu sentia um volume grande e duro na minha bundinha por cima da roupa, encostei a cabeça em seu ombroisso lindinha relaxa.

Minha respiração já estava ofegante. Ele era ousado e gentil, senti que minha calcinha estava super molhada, e ele abaixo uma das mãos procurando minha bucetinha, e ao perceber que estava toda molhada, riu e começou a acariciá-laquer que eu pare agora lindinha?

Não respondi, suspirei, e ele me apertou mais, massageando minha bucetinha e meus seios, foi quando senti um calor e algo explodir em mim, nunca havia sentido issoisso lindinha goza, goza gostosoAgora me diga se quer que eu pare, vamos digaNão, não pare esta gostoso.

O sr. Antonio pegou minha mão e levou àquele mastro duro, fazendo eu alisá-lo por cima da calça. Assustei com o volume, mas acaricieiisso lindinha, mostra o quando você esta gostando.

Eu já estava sem blusa e sutiã, encostada naquele velho, que abusava de mim, e eu estava gostando.

Nisso, ele me virou, segurou meus dois braços, levantou-os e me olhou de cima em baixodelicia, hoje você vai virar mulher, puta, vai saber o que é um macho, e vai adorar.

Então ele me abraçou, e me beijou, o beijo mais gostoso da minha vida, sua língua explorava minha boca, suas mãos apertavam minha bundinha, forçando-me contra aquele mastro.

Gozei mais uma vez, já tinha perdido o numero de vezes que gozei. Foi quando o sr. Antonio abaixou o rosto e começou a chupar meus seios. Dessa vez não agüentei e gemi altoaiiiiiiesta gostoso lindinha?Aiii, que delicia!

Ele me levantou em seus braços, e chupava os dois, gozei mais, minha calcinha estava encharcada, e eu gemia. Estava suspensa em seus braços, pois ele era alto, me sentia menor ainda perto dele, e em seus braços tento os seios chupados, o sr. Antonio foi me levando para o quarto, me deitou na cama, e tirou minha saia, arredou minha calcinha para o lado, e começou a chupar-me. Foi como se eu tivesse levado um choque, o contato daquela língua me levou às alturas. Ele me chupou, e mais e mais eu gozei, não sei quando tempo fiquei naquela posição, sendo chupada, mas adorei cada minuto. Então o sr. Antonio se levantou, puxou-me pelo braço, e disseagora a lindinha vai me chupar, como uma boa putinha, venha.

Forçou meu ombro para que eu me ajoelhasse, e abaixou a calça, pela cueca percebi que o volume era grande, eu só tinha visto um pênis em filmes. Quando ele abaixou a cueca, eu me assustei, pois era enormejá viu um desses minha lindinha?Não! respondi admiradaVocê vai gostarMas ele é muito grande, vai me machucar!Fique tranqüila, não vou machucá-la, agora beije eleEu beijei, muito sem jeito, mas beijei. Tinha um cheiro ruim, mas agüenteiAgora abra a boquinha, e chupa.

Eu abri a boca, e ele foi forçando aquele monstro dentro da minha boca, o gosto era horrível, mas já não tinha opção, pois ele segurando meus cabelos, forçava minha cabeça para frente e para trás. No começo foi difícil, pois aquilo, quase não cabia na minha boca que é pequena, mas ele forçava de tal forma que eu engolia aquele mastro.

Ele forçava até chegar na minha garganta, por varias vezes tive ânsia de vomito, às vezes ele forçava e segurava minha cabeça, fazendo eu engolir quase tudo, e tirava tudo da minha boca, aquele pinto estava todo babado, a baba caia nos meus seios e pelo chão, e ele gemia altochupa putinha, issoPra quem esta fazendo pela primeira vez, você tem um dom especial, sua chupadora, putinha safada.

Assustei com aquelas palavras, mas continuei. Foi quando ele me puxou pelos cabelos me levantando, tirou minha calcinha, e dissea lindinha agora vai delirar, está gostando?Estou, estou adorando.

Estava com baba caindo pelo queixo, e fui limpar com a mão, quando ele me segurou, impedindo-me de limpardeixe assim, está uma linda putinha assim.

E me beijavavocê quer sentir o meu pinto?Quero, disse sem pensarEntão peça!Me dá esse pinto, me come . Disse segurando com as duas mãos e massageandoPeça como uma putinhaEu não sei, me ensineDiga que é uma putinha e quer ser comida.

Aquilo era constrangedor, mas eu estava gostandome come, me fode, eu sou sua putinha.

Ele me colocou deitada de novo, pôs minhas pernas para cima em seu ombro. Eu me sentia toda exposta, mas estava adorando, e não tinha como voltar atrás.

O sr. Antonio passava aquele pinto na entrada da minha bucetinha, forçando um pouco, eu adorava, e gemia, ele começou a forçar mais e ela foi se abrindonão me machuque, por favor. Foi a única coisa que consegui disserRelaxa, putinha.

O pinto foi entrando. Ele parou, quando sentiu resistência, de repente ele forçou, a dor foi enorme, gritei, e apertei seus ombros, chorei, pedi para ele tiraraiiiiiii, tira por favor, tira está doendoCalma, vai passar.

Realmente a dor foi passando, e ele estava quieto, quando ele percebeu que a dor tinha passado, ele foi mexendo, enfiando e tirando.

Aquilo começou a ficar gostoso, quando dei por mim já estava com aquilo tudo dentro de mim. O sr. Antonio mexia devagar, com movimentos fortes, e deliciososaiiiiii, que deliciaEsta gostando putinha?Demais, estou adorandoEntão peça, maisMete em mim, está gostoso demaisO que você é?a putinha, uma chupadora, sua piranha, mete, delicia, aiiiiiiiiiiiiii

Gozei naquele pinto, até forcei minhas unhas nas suas costasgoza putinha, safada.

Ele então me virou, me colocou de quatro, enviou de uma vez, me fazendo ver estrelas, me puxou pelo cabelo, e socavaahh delicia, mexe essa bunda, puta, safada, vadia, já que seu namorado não mete, você será minha puta a partir de agoraSerei sim, mas mete, mete, ta gostoso.

Ele começou a me bater na bundinha, e eu adorava, e pedia mais. Ele puxou mais meus cabelos, forçando meu corpo para trás, com a outra mão, enviou dois dedos na minha boca para eu chupar, e eu obedecia, sem questionar, adorando, foi quando tirou os dedos da minha boca e me bateu no rosto. Assustei, e gritei, pois não esperava issoaiiii, não me bate!cala a boca vadia, a partir de agora você é puta, e puta tem que apanharAiii, não me machuque, por favorCala a boca putaAgora eu vou de comer como se come uma puta de verdade, e você vai adorar.

E começou a socar com força, e bater na minha bundinha, e no meu rosto.

Eu gemia de dor e prazer, e realmente o velho safado tinha razão, eu estava adorando, e me assustei quando eu pedi maisme fode, me bate que está uma delicia.

Eu estava fora de mim, com a bucetinha toda ardida, toda molhada, e sendo tratada como uma puta, ou uma vadia, e adorando.e o pior me sentindo uma puta!Aiiiii, delicia, agora vou gozar em vocêNão !!!!Dentro de mim não, por favor!Dentro de mim não, por favor!Dentro de você sim, puta!Não sr. Antonio, por favor!Então vai ser na sua boca.

Fiquei desesperada, o que fazer agora! Estava sem saber o que fazer quando osr. Antonio tirou o pinto de dentro de mim, me sentou na cama, e dissechupa puta, chupa com vontade, que eu lhe dou meu leite.

Caí de boca, todo melado, me deu nojo, mas era o meu gosto, ele forçava, e dizia;chupa cadela, chupa gostoso, sua chupadora de pinto.

De repente ele segurou minha cabeça, e senti um liquido quente, acido, inundando minha gargantaaiiiii, delicia, engole, piranha, engole tudo, engole a porra do seu macho.

Ele puxou minha cabeça para trás, tirando o pinto da minha boca, e ainda gozou no meu rosto, não sabia que saía tanto liquido assim. Ele forçou de novo seu pinto para dentro da minha boca, eu engolia mais aquela porra, era nojento demais, mas eu estava entregue, adorando. Meu rosto estava todo melado, escorria pelo meu rosto, o sr. Antonio passava o pinto no meu rosto, e me dava para chuparlimpe ele todo, piranha.

Eu chupava, lambia, como uma puta mesmo, e me sentia uma. E adorava, eu estava feliz, era mulher. O sr. Antonio me levantou e me beijou, beijava com fúria, com tesãogostou lindinha?Adorei, disseA partir de agora você é minha putinha, ouviu, e vai fazer o que eu mandar, entendeu?Sim, entendiVamos tomar um banho.

Ele me lavou e ainda me comeu mais uma vez, no banheiro e em pé, eu estava apaixonada, por aquele velho, delicioso, e estava decidida a ser sua putinha.

Já era tarde quando voltei para casa, com a bucetinha em chamas, e realizada, e ansiosa para a próxima aula.

Comentários

15/08/2010 21:41:36
Show!
19/06/2010 20:56:18
Seu conto é maravilhoso, so não gostei de uma coisa, o seu sogro ser louro, poderia colocar ele moreno ou negão, daria mas tesão, bj 10
30/11/2009 16:13:49
Isto eu chamo um conto excelente pela involvencia e tesao que proporciona aos leitores. Nota 10 nao tem mais.
21/10/2009 22:18:06
Delícia de conto... já que me chamo Antonio, queria ser o seu Antonio... rsss
21/10/2009 10:01:19
parabens muito boom me add no msn [email protected]
22/07/2009 14:14:31
me add la no msn podemos trocar experiencias que tal? Leia tambem meu conto espero quie vc goste [email protected] beijos te espero ok?
09/02/2008 06:26:18
caralho eu estou de pau duro e com uma vontade enorme de fuder vc .
07/02/2008 10:24:03
Nice esse seu relato me deu um tesão enorme, tive que me masturbar duas vezes,pensando nas gatinhas que conheço,rsrs
05/02/2008 15:21:32
Muito bom o conto, angela ? se quiser entrar em contato [email protected]
05/02/2008 15:21:26
Muito bom o conto, angela ? se quiser entrar em contato [email protected]
05/02/2008 11:12:19
Como estas BICHONAS tem criatividade.
04/02/2008 22:56:26
gostei, fiquei muito exitada com o seu conto de, voce escreve muito bem, espero que tenha continuação. Beijos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


esposa rabuda na dp com amigos contosgay bebezão putãoela deixando alisar o greloapertatinhas lidasContos.Ingravidei.minha.irmanirma fabiana de carinha de anjo coçando a xoxotaContos eróticos flaguei o pastor arrombando minha linda noiva santinhafui iniciada como cadela e gosteiquero ver filme pornô com mulher morena de 20 anos dando o cu de bruço fechavideo da minha jeba arrombando o padrecobucetao contoscontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcuzinho apertadinho rosto lindinhoContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangbuceta vigui na netflagrei a cunhada f****** Conto Chinêseu quero ver homens e mulheres se beijando pelado e como colocou o piru na no bumbum da minha ficou salgado se beijando peladosleitinho do padrinho contos gaymalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadab***** com mais de um palmo de largura no XVídeoscontos de sexo depilando a sogravideos porno de casadas que escreve na bunda corno felis e fodi muntoessa coroa coloco varias calcinhas p metercasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelcontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.historias eroticas a pretinha magrinhaporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideospono vinha.neguinhaminha irmanzinha perdeno cabainho pro cachorro enormecontos eróticos publicados por testemunhas de Jeováwww delexvidio comEu e meu namorado fizemos sexo na salafiadinho dano o cu gritano de dor pra um ttraveste palzudo pormo brasileiro gratesContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadomulher com bermudacurtinha paceando na ruaporno meninas cortido asferias brasilpauzao para meu marido e eu, exibidaveterinaria zoofilia conto eroticocontos tomei coragem e dei pro meu filho pauzudotio tarado passa a mao na sobrinha ninfeta que nao resiste e fodeconto comendo cu na marra da santistacontos eroticos meu padastro tirou meu cabacinho e alem de fuder minha bucetinha novinha agora ele tambem fode o cuzinho do meu irmaozinho bem novonhodoce nanda contos eroticoscontos eroticos patricinha é humilhada e estuprada por grupo de amigosGTA Dona sinhazinha trabalhandoporno sem casaminhasvídeo de moleque pequenininho trancadinho batendo p****** sexoencoxei minha tia peituda (contos).video porno papai leu a filha que estava de férias pro sitio e fudeo novinhacache:PjjgrxSVmoYJ:zdorovsreda.ru/texto/2013011214 porno clAsSico primeira vez de um molequevideo de padrasto tentando resistir a enteada sentando no colo delevídeo de pornô senta na minha pica rebola Dodôgarota nao guenta da r u cu i chora pornoconhado se aproveitando da conhada porreincesto pai bota filha no colo e ficar bolinando elavídeo pornô de mulheres que não aguentaram levante 4 cenasler contos eróticos primo com prima gordinha gostosa d********* para o primo bem dotado história realviu a irma de fiu dentau e fucuo de pau duroshot apertado rola grossa se destacairmalouca pra perdero cabaco pro irmarcache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho A garota acaba de colocar o vibrador e chega a irmã caçula na hora errada e faz ela ter seu momento de prazer contido e calado xvideosnovinha shortinho finos pegando no pau do namoradoNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosvideo de padrasto tentando resistir a enteada rebolando no colo delexxxxxvideo mulher gosando wue nem louca e estralando a bucertacontos de sexo depilando a sograExcitantes Contos Eroticos Contados Por Noivas pelos Seus Paes Padrinho Padre E Tiosconto gay "todas as formas de amor"contos eroticos os pezinhos da sograbuseta.daclaudia.ranhartia novinha dacu dominovideo sexo mulherzinha nova traino seu marido com cunhado mulecaocontos erotico pegando a mulher no flagraos viodeos de sexos os dotadoes das piconascontoseroticos-estuprada por 2 cachorros roludoa filhada vai passar o feriado na casa de seu padrinho e tem pensamento erotico com eleMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernonossa to preocupado comeu a mulher do meu amigo e ela ingravidou vidio pornomacubeiro comendo a foça novinhasexo expkicito gratis exibindo cacetaofotos d mulheres so d calcinha box cm a buceta inchada