Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O Pai do meu namorado

Autor: Nice
Categoria: Heterossexual
Data: 04/02/2008 23:31:38
Nota 9.62
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O Pai do meu namorado

Oi, meu nome é Elenice, sou uma morena de 1.65 de altura, 56 kg, olhos castanhos, cabelos castanhos, corpo bem definido e bem malhado, bumbum e seios médios, e bem bronzeada pois adoro um sol, hoje tenho 25 anos, casada com o Rogério que é muito legal, nos damos muito bem, principalmente na cama. O que vou lhe contar aconteceu quando eu tinha 14 anos. Já tinha o corpo bem definido como hoje, e já chamava a atenção dos homens, por onde eu passava. Conheci, e comecei a namorar um rapaz chamado Fred, era muito bonito, loiro alto, e muito amável. Já estávamos namorando a alguns meses, e nossa relação não era muito intima, pois eu era virgem e esperava me manter assim, pois apesar de gostar do Fred, eu não pensava ainda em sexo, pensava mais nos estudos. Nossas famílias já se conheciam, e já tinha uma certa amizade, por isso a confiança dos meus pais em me deixar ir à casa de Fred. Certa vez estava com sérios problemas na escola, mais especificamente em biologia, e corria risco de repetir o ano. Como o pai de Fred, o sr. Antonio é professor de Biologia na PUC, Fred pediu a ele para me dar uma força, o que ele atendeu imediatamente. O sr. Antonio tinha 43 anos, era loiro, tinha 1.87 de altura, era forte, e era bonito também, tinha um jeito galanteador que atraia as mulheres, e tinha algo naquele olhar que me impressionava.

As aulas particulares já rendia fruto pois, eu já começava a dominar a matéria. Mas algo que mudaria minha vida estava por acontecer.

Certo dia, fui para a casa de Fred, para mais uma aula, estava com uma blusa verde, que eu adorava, sempre deixava os botões de cima abertos, mostrando o volume dos seios, um sutiã meia taça preto, uma mini saia preta, e uma sandália baixa, estava calor, e fui assim também porque pensava sair com o Fred, depois da aula, apesar de não ter combinado nada com ele.

Chegando lá, fui recebida pelo sr. Antonio, que como sempre foi muito gentil, perguntei pelo Fred, e ele disse que foi levar a mãe na casa de uma irmã que mora no interior do estado, mas que amanhã ele estaria de volta, e sua esposa iria ficar alguns dias lá.

Começamos a aula, e estava indo tudo bem, até que me enrolei na hora em que era explicado sobre os embriões, o sr. Antonio com muita paciência me explica, e colocou sua cadeira ao lado da minha e ficou mais perto de mim, explicando, senti que seu perfume era delicioso, o sr. Antonio me explicava, e de vez em quando punha a mão em minhas coxas, que estavam a mostra. Não me preocupei com isso, pois achava que era apenas carinho, até o momento que ele pôs a mão e não tirou mais, passando a alisar minhas coxassuas pernas são deliciosasSr. Antonio, por favor, disse assustada com suas palavras.

O sr. Antonio pôs a outra mão em volta do meu ombro, me segurando, e impedindo que eu me levantassemeu filho é um cara de sorte, pois você é uma delicia.

Ele disse isso, me apertando. Fiquei assustada, queria sair dali rápido, mas ele me segurava, e pedia para ter calma.

Disse a ele para parar, pois era virgem, e gostava do Fred, e que aquilo não era certoo Fred já lhe tocou assim? Disse subindo a mão para meus seiosPor favor sr. Antonio, pareCalma lindinha, você vai gostar!

Ele, foi me puxando contra o seu corpo, enviou a mão por dentro do sutiã, e começou a massagear.Nunca tinham feito isso comigo daquele, jeito, pois o Fred tinha sido o único que me tocou nos seios, mas era sempre afoito, e isso me causava dor, pois meus seios são sensíveis.

E daquela forma que o sr. Antonio fazia, me provocou arrepios, mas mesmo assim quis sairpor favor sr. Antonio, não, pare.

O sr. Antonio percebendo os arrepios, me apertou mais, e começou a morder minha orelha, enfiando a língua nela, mordendo meu pescoço.

Suspirei. Aquela massagem estava uma delicia, era uma sensação diferente de tudo que eu conhecia, não tinha palavras para descrever, mas mesmo assim tentei reagir, levantar da cadeira e sair, me levantei, mas fui segura pelo braço, antes mesmo de dar dois passosonde minha lindinha vai?

Disse ele, me puxando me abraçando por trás, apertando, colocou a mão de novo dentro do sutiã, e dessa vez pôs os meus seios para fora, agora a massagem era nos dois, e continuou a morder meu pescoço, minha orelhapare por favor, isso não é certo,não é certo uma delicia como você ficar sem sentir os prazeres da vida.

Ele me apertava, eu sentia um volume grande e duro na minha bundinha por cima da roupa, encostei a cabeça em seu ombroisso lindinha relaxa.

Minha respiração já estava ofegante. Ele era ousado e gentil, senti que minha calcinha estava super molhada, e ele abaixo uma das mãos procurando minha bucetinha, e ao perceber que estava toda molhada, riu e começou a acariciá-laquer que eu pare agora lindinha?

Não respondi, suspirei, e ele me apertou mais, massageando minha bucetinha e meus seios, foi quando senti um calor e algo explodir em mim, nunca havia sentido issoisso lindinha goza, goza gostosoAgora me diga se quer que eu pare, vamos digaNão, não pare esta gostoso.

O sr. Antonio pegou minha mão e levou àquele mastro duro, fazendo eu alisá-lo por cima da calça. Assustei com o volume, mas acaricieiisso lindinha, mostra o quando você esta gostando.

Eu já estava sem blusa e sutiã, encostada naquele velho, que abusava de mim, e eu estava gostando.

Nisso, ele me virou, segurou meus dois braços, levantou-os e me olhou de cima em baixodelicia, hoje você vai virar mulher, puta, vai saber o que é um macho, e vai adorar.

Então ele me abraçou, e me beijou, o beijo mais gostoso da minha vida, sua língua explorava minha boca, suas mãos apertavam minha bundinha, forçando-me contra aquele mastro.

Gozei mais uma vez, já tinha perdido o numero de vezes que gozei. Foi quando o sr. Antonio abaixou o rosto e começou a chupar meus seios. Dessa vez não agüentei e gemi altoaiiiiiiesta gostoso lindinha?Aiii, que delicia!

Ele me levantou em seus braços, e chupava os dois, gozei mais, minha calcinha estava encharcada, e eu gemia. Estava suspensa em seus braços, pois ele era alto, me sentia menor ainda perto dele, e em seus braços tento os seios chupados, o sr. Antonio foi me levando para o quarto, me deitou na cama, e tirou minha saia, arredou minha calcinha para o lado, e começou a chupar-me. Foi como se eu tivesse levado um choque, o contato daquela língua me levou às alturas. Ele me chupou, e mais e mais eu gozei, não sei quando tempo fiquei naquela posição, sendo chupada, mas adorei cada minuto. Então o sr. Antonio se levantou, puxou-me pelo braço, e disseagora a lindinha vai me chupar, como uma boa putinha, venha.

Forçou meu ombro para que eu me ajoelhasse, e abaixou a calça, pela cueca percebi que o volume era grande, eu só tinha visto um pênis em filmes. Quando ele abaixou a cueca, eu me assustei, pois era enormejá viu um desses minha lindinha?Não! respondi admiradaVocê vai gostarMas ele é muito grande, vai me machucar!Fique tranqüila, não vou machucá-la, agora beije eleEu beijei, muito sem jeito, mas beijei. Tinha um cheiro ruim, mas agüenteiAgora abra a boquinha, e chupa.

Eu abri a boca, e ele foi forçando aquele monstro dentro da minha boca, o gosto era horrível, mas já não tinha opção, pois ele segurando meus cabelos, forçava minha cabeça para frente e para trás. No começo foi difícil, pois aquilo, quase não cabia na minha boca que é pequena, mas ele forçava de tal forma que eu engolia aquele mastro.

Ele forçava até chegar na minha garganta, por varias vezes tive ânsia de vomito, às vezes ele forçava e segurava minha cabeça, fazendo eu engolir quase tudo, e tirava tudo da minha boca, aquele pinto estava todo babado, a baba caia nos meus seios e pelo chão, e ele gemia altochupa putinha, issoPra quem esta fazendo pela primeira vez, você tem um dom especial, sua chupadora, putinha safada.

Assustei com aquelas palavras, mas continuei. Foi quando ele me puxou pelos cabelos me levantando, tirou minha calcinha, e dissea lindinha agora vai delirar, está gostando?Estou, estou adorando.

Estava com baba caindo pelo queixo, e fui limpar com a mão, quando ele me segurou, impedindo-me de limpardeixe assim, está uma linda putinha assim.

E me beijavavocê quer sentir o meu pinto?Quero, disse sem pensarEntão peça!Me dá esse pinto, me come . Disse segurando com as duas mãos e massageandoPeça como uma putinhaEu não sei, me ensineDiga que é uma putinha e quer ser comida.

Aquilo era constrangedor, mas eu estava gostandome come, me fode, eu sou sua putinha.

Ele me colocou deitada de novo, pôs minhas pernas para cima em seu ombro. Eu me sentia toda exposta, mas estava adorando, e não tinha como voltar atrás.

O sr. Antonio passava aquele pinto na entrada da minha bucetinha, forçando um pouco, eu adorava, e gemia, ele começou a forçar mais e ela foi se abrindonão me machuque, por favor. Foi a única coisa que consegui disserRelaxa, putinha.

O pinto foi entrando. Ele parou, quando sentiu resistência, de repente ele forçou, a dor foi enorme, gritei, e apertei seus ombros, chorei, pedi para ele tiraraiiiiiii, tira por favor, tira está doendoCalma, vai passar.

Realmente a dor foi passando, e ele estava quieto, quando ele percebeu que a dor tinha passado, ele foi mexendo, enfiando e tirando.

Aquilo começou a ficar gostoso, quando dei por mim já estava com aquilo tudo dentro de mim. O sr. Antonio mexia devagar, com movimentos fortes, e deliciososaiiiiii, que deliciaEsta gostando putinha?Demais, estou adorandoEntão peça, maisMete em mim, está gostoso demaisO que você é?a putinha, uma chupadora, sua piranha, mete, delicia, aiiiiiiiiiiiiii

Gozei naquele pinto, até forcei minhas unhas nas suas costasgoza putinha, safada.

Ele então me virou, me colocou de quatro, enviou de uma vez, me fazendo ver estrelas, me puxou pelo cabelo, e socavaahh delicia, mexe essa bunda, puta, safada, vadia, já que seu namorado não mete, você será minha puta a partir de agoraSerei sim, mas mete, mete, ta gostoso.

Ele começou a me bater na bundinha, e eu adorava, e pedia mais. Ele puxou mais meus cabelos, forçando meu corpo para trás, com a outra mão, enviou dois dedos na minha boca para eu chupar, e eu obedecia, sem questionar, adorando, foi quando tirou os dedos da minha boca e me bateu no rosto. Assustei, e gritei, pois não esperava issoaiiii, não me bate!cala a boca vadia, a partir de agora você é puta, e puta tem que apanharAiii, não me machuque, por favorCala a boca putaAgora eu vou de comer como se come uma puta de verdade, e você vai adorar.

E começou a socar com força, e bater na minha bundinha, e no meu rosto.

Eu gemia de dor e prazer, e realmente o velho safado tinha razão, eu estava adorando, e me assustei quando eu pedi maisme fode, me bate que está uma delicia.

Eu estava fora de mim, com a bucetinha toda ardida, toda molhada, e sendo tratada como uma puta, ou uma vadia, e adorando.e o pior me sentindo uma puta!Aiiiii, delicia, agora vou gozar em vocêNão !!!!Dentro de mim não, por favor!Dentro de mim não, por favor!Dentro de você sim, puta!Não sr. Antonio, por favor!Então vai ser na sua boca.

Fiquei desesperada, o que fazer agora! Estava sem saber o que fazer quando osr. Antonio tirou o pinto de dentro de mim, me sentou na cama, e dissechupa puta, chupa com vontade, que eu lhe dou meu leite.

Caí de boca, todo melado, me deu nojo, mas era o meu gosto, ele forçava, e dizia;chupa cadela, chupa gostoso, sua chupadora de pinto.

De repente ele segurou minha cabeça, e senti um liquido quente, acido, inundando minha gargantaaiiiii, delicia, engole, piranha, engole tudo, engole a porra do seu macho.

Ele puxou minha cabeça para trás, tirando o pinto da minha boca, e ainda gozou no meu rosto, não sabia que saía tanto liquido assim. Ele forçou de novo seu pinto para dentro da minha boca, eu engolia mais aquela porra, era nojento demais, mas eu estava entregue, adorando. Meu rosto estava todo melado, escorria pelo meu rosto, o sr. Antonio passava o pinto no meu rosto, e me dava para chuparlimpe ele todo, piranha.

Eu chupava, lambia, como uma puta mesmo, e me sentia uma. E adorava, eu estava feliz, era mulher. O sr. Antonio me levantou e me beijou, beijava com fúria, com tesãogostou lindinha?Adorei, disseA partir de agora você é minha putinha, ouviu, e vai fazer o que eu mandar, entendeu?Sim, entendiVamos tomar um banho.

Ele me lavou e ainda me comeu mais uma vez, no banheiro e em pé, eu estava apaixonada, por aquele velho, delicioso, e estava decidida a ser sua putinha.

Já era tarde quando voltei para casa, com a bucetinha em chamas, e realizada, e ansiosa para a próxima aula.

Comentários

15/08/2010 21:41:36
Show!
19/06/2010 20:56:18
Seu conto é maravilhoso, so não gostei de uma coisa, o seu sogro ser louro, poderia colocar ele moreno ou negão, daria mas tesão, bj 10
30/11/2009 16:13:49
Isto eu chamo um conto excelente pela involvencia e tesao que proporciona aos leitores. Nota 10 nao tem mais.
21/10/2009 22:18:06
Delícia de conto... já que me chamo Antonio, queria ser o seu Antonio... rsss
21/10/2009 10:01:19
parabens muito boom me add no msn [email protected]
22/07/2009 14:14:31
me add la no msn podemos trocar experiencias que tal? Leia tambem meu conto espero quie vc goste [email protected] beijos te espero ok?
09/02/2008 06:26:18
caralho eu estou de pau duro e com uma vontade enorme de fuder vc .
07/02/2008 10:24:03
Nice esse seu relato me deu um tesão enorme, tive que me masturbar duas vezes,pensando nas gatinhas que conheço,rsrs
05/02/2008 15:21:32
Muito bom o conto, angela ? se quiser entrar em contato [email protected]
05/02/2008 15:21:26
Muito bom o conto, angela ? se quiser entrar em contato [email protected]
05/02/2008 11:12:19
Como estas BICHONAS tem criatividade.
04/02/2008 22:56:26
gostei, fiquei muito exitada com o seu conto de, voce escreve muito bem, espero que tenha continuação. Beijos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


minha.irma.uza.shortinho.por.baicho.da.saiatemto core mais eu pegeibrasilera xvideoDe_chefe_a_amor_da_minha_vidaconto eroticos palmada madrasta traza com estrando até de se casapornor doido batendo poleta na varanda homempornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollwww.porno zoofilia.com/contos dando buceta virgem dois cavalos?as gordinha r***** dando o vaqueiro na Fazendaconto eróticos comendoa mulher doamigo a forçacdzinha gostosa para programa sp capitalbadboys roludo comendo mulher a forcapopa.da.bundagozagostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidomulher cor de jambo anal classicoXVídeos real amador verdadeiro marido chega em casa mais cedo ovo gemido da esposa e grava escondidopornosacana traindo o marido com entregadormundobicha.com hetero brasileiro toma banho com amigo heterobuctao tod c gazandchicao corno submisso ao negao 4 conto cornocontos coroa implorando por uma picacontos de sexo depilada na praiazoolofila so fudendo o cu da vadia 696cunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaoDescabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelgaleguinha baixinha trancadinha novinha transando e beijando a forçabelo sexo dormindo de conchinha com a titiax ezibisao de conas frescasnovinha contraída com a cabeça da pica lá dentrofilhaabre as pernas qie vou te fider gostosobuceta depilada na cera floripavizinha lactante contosincesto com meu vô contoscontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadoquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandoengolimos rebolando de fio dentalcasa do contos eróticos negão tirando as pregas do c* das viúvasencoxada bem arroxadatem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendoMinha namorada seduzida pelo papo do pagodeiro contos de mulheresNo motel eu fudi a buceta e o cu virgem da minha sogra conto eroticomenina novinha nao aqenta a pica e sangra a bucetinhadia chuvoso no carro do amigo do meu marido acabei dando ate o meu cuzinhoapaixonado por um hetero cap 19na cama o lençol manchado revela o fato consumado fizemos um amor gostoso transando sexo faladoComendo a garotinha contos eriticoConto dando sonifero enteadacomo chupar a buceta de uma testemunha de Jeovácasetudo comendo cadela no cioEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãoquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradoxvidiopornô doido meu padastroporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.www.x10 porno incesto mãe e filha obrigando ao filho para transar com elasContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhocrossdresser saindo montadajudea. abuceta em estrupover conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudocontos eroticos alvinho e o padre12 mulheres se gozando muito asseste videoa minha mae obrigou meu padrasto tira a minha virgindadepornor média vai examinar uma grávida e estrupadacorno eu confessocontos eroticos de negra crente do piraíconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexotirei a camisinha e enchi a buceta da mulher.do meu amigoquando beijo meu marido umagino que e uma bucetajantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornocontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idadevídeos porno braseiro putona brasileira lavado ropa no cintal e fude com seu cunhado bem dotadopornopaumostrover e baixar video porno duas morenas tomando no cuzinho cheio de porra ela ate mija aos poucos e a porra sai de vagar com seu cu arombado e piscando muitolouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraocontoeroticos de novinhas falado o quanto doi dar o cuzinhos .com/caseirosmulher tomam do tiro nabuseta de revolverContos eróticos de incesto com fotos de mulheres peluda e comadresmarido fazendo covardia com a buceta da esposawattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto bonitomulherez de anjinho capetinha e de calcinha vermelhaxvidios outros puraivedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosfudeno cadela de frango asado zoo filiasó branquinhas gostosas tesudas encitantes transando com seu cachorro até gozarasistir videos porno brasileirocontos eróticos com tia e sobrinhocontos zoo dalmata.meu machoContos Eróticos De Minha Vizinha Verafilhaabre as pernas qie vou te fider gostosohttp://www.bookess.com/read/15804-coletanea-ele-ele-primeiras-vezes/ Comentários