Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Dei pra um evangélico

Autor: SayidBR
Categoria: Homossexual
Data: 15/03/2008 20:18:55
Nota 8.33
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tudo começou depois que meu pai morreu...

Fiquei muito triste e depressivo, deixava de fazer comida, e ia a um trailer que vendia sanduíches, e passei a frequentar aquele trailer.

Logo na primeira vez que fora, fui atendido por um rapaz, um dos donos do trailer, e fiquei conversando com ele normalmente, pois já fazia algum tempo que eu não me socializava, desde o falecimento do meu pai. Conversa vai, conversa vem, ele me disse que fazia a parceria com um amigo que também era evangélico. Como a conversa estava muito boa, nem notei que meu cachorro-quente acabou, e pedi outro, pois estava com muita fome.

Ao começar o segundo, o amigo dele chegou. Uma camisa regata branca, chinelo, calça jeans e um cordão de prata, faziam parte do vestuário daquele homem que me despertou um tesão que eu não sentia há muito tempo. Ele era branco, musculoso, alto, com o cabelo preto arrepiadinho com gel. Desde aquele momento, não deixei de observá-lo e eu comecei a me sentir incomodado, pois não estava dando mais atenção ao rapaz, pois tinha que analisar aquele gato.

À cada pedaço que eu mastigava, ele me acompanhava para saber se realmente estava gostoso, sendo que mais parecia que ele queria me perguntar isso. Depois acabei de conversar com o rapaz, e fui pagar ao parceiro de negócio dele, aquele homem lindo. Ele ao me dar o troco não exitou em perguntar se eu havia gostado, e respondi rapidamente que sim, mas sem tirar os olhos do peito e dos braços malhados dele, que tinha até uma tatuagem.

Me virei e fui embora, mas sem tirá-lo da cabeça. Dei as costas para me fazer de difícil e também para não dar muita pinta. Não tirei ele da cabeça um momento, e muito menos do contorno do seu corpo e a forma do peito dele. Cheguei em casa e bati uma punheta esperta em homenagem a ele, pois já estava conformado que não poderia tê-lo, por ele ser evangélico.

No dia seguinte estava com fome no mesmo horário, já era noite e não estava com saco nenhum para cozinhar, e a vontade era de vê-lo novamente, mesmo não sabendo o nome dele.

Fui sem medo, mas quando estava chegando, veio na minha mente o que aquele rapaz, amigo dele, me disse que ele era evangélico. Mesmo assim não deixei de ir, pois estava com fome mesmo.

Chegando lá, ele estava sozinho preparando os lanches e naquele horário, depois das 23hrs, a rua já estava deserta. Cheguei e cumprimentei ele cordialmente e pedi um cachorro-quente de lingüiça, e sem intimidade alguma comigo, ele me questionou se era mesmo lingüiça se eu queria, eu confirmei.

Sentei em um daqueles bancos brancos, esperei ficar pronto. Bem rapidinho, já estava pronto, e ele levou até a minha mesa e me perguntou se ele poderia me fazer companhia, pois o meu cachorro foi o último. Não disse não, pois não teria como, né?

Ao se sentar do meu lado, ele ficou me olhando, e eu o olhava, tímidos, começamos a rir um pro outro, e eu ia mastigando e ia olhando. Eu perguntei a ele se ele ficava fazendo isso com todos os clientes, ele riu e disse não.

Acabei de comer e perguntei a ele quanto foi, mas ele não me respondeu. Insisti, perguntei de novo, ele respondeu me dizendo se eu poderia ajudá-lo a fechar o trailer, e o ajudei apenas a colocar os porta-canudos e os lenços de papel. Ao acabar fui perguntando:

- R$ 2,50 não é?

- Cara, você não tá afim de ver uma lingüiça agora não?

Fiquei surpreso, mas fingi que não entendi e perguntei a ele se era no trailer, mas ele desconversou e falou que era na casa dele.

Ele em pouco de 2 minutos me convenceu e me levou para a casa dele.

Chegando lá, ele já foi me cheirando, me apalpando, e eu como não sou bobo nem nada, comecei a encher minha mão com aquele volume da calça jeans dele, e com isso já estávamos nos beijando e nos lambendo.

Ele me jogou na parede, enquanto me beijava e tirou sua regata com cheiro de homem suado. Quando vi como seu corpo era definido, fiquei surpreso, pois ele era um puta homem, bem másculo mesmo. Como um evangélico teria aquele porte todo?

Ele chegou de mansinho e abaixou a calça bem rápido e seu pau chegou a balançar para cima e para baixo, por causa do movimento da calça, e ele estava duríssimo e grosso, pesado que nem uma pedra, do tamanho jumbo, quase não se mexeu. Seus ombros eram largos, e seus braços eram enormes, assim como sua mão e suas coxas malhadíssimas. Ele me agarrou e quase furava minha bermuda com sua pica dura, e começou a apertar meus glúteos. Ele beijava muito bem, seus lábios carnudos e uma barba por fazer que era uma delícia quando passava no meu pescoço, pois cada vez que ele fazia isso, me contraia todo por sentir cócegas e tesão. Conseguiu sem nenhum esforço desabotoar o único botão da minha bermuda e abaixá-la. Tirou minha camisa e começou a alisar minha bunda e apertando com firmeza de homem viril, cheio de tesão. Me virou e senti seu pau todo lubrificado, e ele colocou a cabeçinha em mim e começou a rebolar com o quadril, para ir pincelando sua lubrificação em mim, e começou a me penetrar aos pouquinhos para me lubrificar aos poucos. Um tempo depois enfiou tudo de uma vez, me arrombando todo.

Que homem! Seu pau todo melado e lubrificado já estava no meu cuzinho, e ele só mexia sua cintura para ir colocando melhor todo aquele instrumento. E para amenizar minha dor, ele começou a lamber minhas orelhas, botar a língua no meu ouvido, e passava ela no meu pescoço. Toda aquela dor já estava virando um tesão sem igual. Assim, ele me abraçou com toda a força do mundo, expressando carência e disse que nunca mais queria estar longe de mim, pois ele não estava vendo a hora de encontrar alguém como eu, e começou a fazer movimentos com aquela jaba enorme que entrava e saia, mais entrava do que saia, pois não parecia ter fim. Comecei a sentir a minha pica cada vez mais dura, como se cada vez mais que ele socasse, mais bombeando ele ia fazendo todo o meu corpo se fundir no dele, e sentir muito tesão, com o meu cuzinho que já estava naquele momento todo arrombado e com as pregas todas estouradas por causa dele.

À cada minuto ele ia acelerando cada vez mais, e eu já estava sentindo que ia gozar, e ele pegava no meu pau e começava a tocar uma punheta para mim, e não demorou muito para gozar, pois ele havia tocado, não, na verdade é abraçado minha próstata, pois sua pica chegou a fazer volta dentro do meu ânus. E gozando ele deu um grito de tesão, daqueles do tipo que não goza há anos, e comecei a sentir aquela porra que jorrava quentinha no meu cuzinho, toda encorpada de tão bem produzida que foi.

Depois tomamos banho e nos beijamos a noite toda, de tão cansados pela foda gostosa, acabamos dormindo agarradinhos naquela noite fria. Pela manhã ele me fez muitas juras de amor, nos beijamos e até hoje estamos juntos. Sempre que posso o ajudo em seu trailer, pois seu amigo desfez a sociedade por ele não ser mais evangélico.

Comentários

17/03/2008 23:00:54
Cara, seu relato não é verossímil, mas é bom.
17/03/2008 15:58:11
Voce deveria ter colocado outro título, como por exemplo "O Rapaz do Trailler" seria mais tesudo. Mesmo assim merece dez. Alias eu tambem gosto de cachorro quente, hehehehe.
16/03/2008 08:37:48
E por acaso evangélico não faz sexo, como qualquer outro ser??? ana20sp (http://ana20sp.sites.uol.com.br)
15/03/2008 21:18:46
Vc vai ganhar um ZERO, porque vc já deu um 10 pra vc mesmo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos de casadas pedindo ao marido pra realizar suas fantasiasConto erotico arrombei minhA tia 25cm grosso no acampamentoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhovideo novinha diz tio deixa eu chupar teu pirulito cabeçudocalcinha rendada minha mãe que me iniciouxvidio novinha cesú Contos eroticosPerdendo as pregas bem novinhatarado estorando boi no mato xvidio.comConto erótico chupa buceta judiciaria tatuada pornomaetrepando com a sua filha e ela goza a jatoconto herotico minha namorada e meu paipunhetamdo no cinema boafodagts de fio dentau mostrando ha bucetinha na webicontos sexo pecado incestuosocontos eroticos dei o cu pro aluno cadeirantcontos eroticos minha primeira siriricacontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciasexo gay contos valentãoxvideos desleal branquinha dando pro negaobundas maciinhassamara tirando a virgindade da bucetadei minha buceta no reformatório combinamos chupando os peitos da mulher fazendo sexo ela gritar onlinecontos saunas velhos chubbys gayssobrinha me provocando só de pijaminha porno brasilcoroa grisalho com uma chapeleta muito grande comendo um garoto novinhocaderante. rabudas de. porto alegrefrango a mulher assistindo vídeo pornô na televisão com o cunhadoContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaoMamilos deliciosos recebendo cocegas e axilasabrir vídeo de pornô de negão mongolóide metendozelador comeu minha mulher nA minha frentecontos eroticos me entreguei p meu genro k me fez d putafotos de bucetas lusinhas brancas rosadasvideo porno denovinha enfrento pau grandecaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidomulher que encolheu todinho com ponta do rabo XVídeos brasileiromaoate ganaquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortodando com dorbuceta pro pai irmaoporno fodie minha entiada no cusaoperdi a virgindade pq quiz conto incetoveterina fode cachorraocontosmamãe quis ir na praia de nudismo contos de incestoconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogovideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoirma normalista - contos eróticosvídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o rabocontos velho cacetudo corno fotossubrinha olhando seu tiu nuescritor lipe casadoscontosminha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudidacutucou a menininha sem penetrartiraramos a roupa contos lesbicosquero ver todos os filme que As Mulheres Ricas pegando a xoxota na cara dos homens com a imagem bem grande e g****** na boca descendo embaixo na boca deleņovinhas metendo com play boyReta do Pedreiro Hétero PeladoContos e relatos incesto 12anod minha vó me ensinou a gostar de cu e buceta pirocudividio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulherpornomulher so de fio dental fininhachantagiei e comi o viadinho magrinho contoscontos pequenina e punheteiracontos eroticos numa ilha desertaa mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetaporno coroa sendo desrespeita por novinho e leva ferro na buceta e porrapornô mãe usina puheta mãoCasa dos contos minha mulher falou que todos a comeram que eu sou cornoxvıdeos porno magrınhas gostozagey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geyConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinaContos eroticos maniaco por seiosmulher que encolheu todinho com ponta do rabo XVídeos brasileiro