Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Fudendo o avião

Autor: Escorpião
Categoria: Heterossexual
Data: 25/04/2008 19:14:28
Nota 10.00

Quase todos os homens têm fantasias de transar com uma linda aeromoça numa viagem de avião. Eu ainda não realizei esta fantasia, mas tenho feito algo muito melhor. Estou transando com o próprio avião! Explico:

O relato que passo a contar teve início a partir de um contato que fiz através da Private, quando respondi ao anúncio “Boqueteiras”, publicado em novembro/2007. Luna é uma linda morena clara, de 26 anos, 1,70 m e 56 kg tarada e completa. Ela é comissária de bordo de uma grande companhia aérea e ao conhecê-la, pude perceber, observando as curvas do seu corpo, que além de trabalhar na aeronave, ela é o próprio avião.

Começamos a trocar correspondências, fotografias, recebi minúsculas calcinhas dela de presente, com um cheiro delicioso e lhe enviei a minha porra, que ela adora usar como creme facial e que parece dá mesmo resultado, pois a sua pele é maravilhosa. Nossa correspondência se tornou freqüente, onde sempre falávamos de nossas fantasias, desejos e do tesão que rolava entre nós. Ela me confessou que adorava ser fudida por vários caras pauzudos ao mesmo tempo, desde que no final gozassem na sua boca e no rosto, lhe dando um super banho de porra.

Como ela viaja para todo o Brasil, numa de suas visitas a minha cidade, combinamos de nos encontrar e fazer um passeio de buggy até Genipabu. Combinei com um amigo, Carlos, que faz passeios, que iríamos com ele e com um outro amigo que morava numa bela casa a beira-mar e que poderia nos receber.

Tudo combinado e no horário previsto, fui buscá-la no hotel, junto com o Carlos que ficou esperando no loby. Subi ao apartamento e ela me recebeu enrolada apenas numa toalha, pois acabara de sair do banho. Estava linda, cheirosa, com os cabelos molhados e um sorriso sacana nos lábios. O meu tesão foi instantâneo, o meu pau deu um pulo dentro do short e chegou a doer de tão duro que ficou. Não me contive! Arranquei a sua toalha e os seus seios perfeitos saltaram, caindo direto na minha boca. Desci com minha língua e comecei a lamber o seu grelinho, percorrendo toda a extensão da sua deliciosa buceta que ia ficando cada vez mais molhada, até que ela gozou na minha boca, me presenteando com o seu mel. Como o meu pau estava latejando, ela se agachou e o tomou nos lábios e foi fazendo um movimento de vai-e-vem com a cabeça enquanto circulava com a língua, como num beijo longo e apaixonado. Gozei na hora, inundando a sua boca com minha porra, que ela engoliu todinha e ainda lambeu o meu pau melado, não deixando ficar nenhuma gotinha.

Depois, ajudei-a a escolher o menor biquíni que possuía, optando por um minúsculo que foi um presente meu, que enfiado na bunda e mal cobrindo a sua buceta, realçava toda a beleza das curvas do seu corpo perfeito. Para completar ela vestiu um vestidinho curtinho e transparente, que mais mostrava que cobria e que a deixava muito tesuda. Quando descemos à recepção todos os olhares se voltaram para ela que desfilou como uma rainha, para todos os seus súditos que babavam ao vê-la passar.

Ela subiu no buggy como se fosse uma carruagem e iniciamos o passeio seguindo pela Via Costeira, passando pela Praia de Areia Preta, do Meio, do Forte, depois passamos na Ponte Forte-Redinha e em seguida seguimos para Genipabu. Durante o trajeto eu acariciava suas pernas, beijava a sua boca, tocava sua buceta e ela retribuía segurando o meu cacete, que teimava em se manter duro. Ao perceber que o Carlos nos olhava pelo retrovisor ela fez questão de abrir bem as pernas para que ele pudesse se deslumbrar com a visão da sua buceta sendo penetrada pelos meus dedos.

Chegando ao nosso destino fizemos um passeio pelas dunas e depois procuramos um local deserto e afastado da praia, para um refrescante mergulho. Entramos no mar e começamos a nos beijar e ao perceber que Carlos não tirava os olhos dela, ela o convidou a se juntar a nós e percebendo a excitação dele, Luna não escondeu a sua admiração pelo enorme cacete, que quase pulava para fora da sunga, comentou:

- Nossa Carlos, que pau lindo! O que fez ele ficar assim tão duro?

- Foi a bela visão da sua buceta, que você me proporcionou...

- Então entra na água e aproveite...

Iniciamos o maior amasso, eu me posicionei por trás, esfregando o pau na bunda dela e o Carlos pela frente, beijava a sua boca e os seios. Ela segurava e punhetava os nossos cacetes, com cada uma das mãos. Luna ria e gemia ao mesmo tempo em que nos implorava para que a penetrássemos. Afastei o seu biquíni e encostei o pau na entrada do cuzinho dela e dei uma estocada forte tentando penetrá-la de uma só vez. O meu pau escorregou e entrou todo, arrancando dela um grito de dor e prazer. Ela cravou as unhas nas costas do Carlos, que enfiou o seu enorme cacete na buceta dela, que gozou no ato. Não resistimos, inundei o cuzinho dela de porra e o Carlos fez o mesmo dentro da buceta. Ela gozou tão forte que a tivemos de levá-la quase carregada pra a areia. A deitamos sobre a toalha e lhe demos uma água de coco. Ela ficou ali, linda como uma sereia, se recuperando, enquanto nós a admirávamos extasiados.

Passados algum tempo, ela abriu os olhos e nos sorriu. Disse que estava se queimando de sol e pediu que fizéssemos à gentileza de lhe passarmos o protetor solar. Nem piscamos para cumprir aquela ordem. O Carlos começou pelos ombros e eu pelos pés. Ele foi descendo e eu subindo pelas coxas e nossas mãos se encontraram exatamente na bunda de Luna.

- Você não passar na minha bunda? Estão esperando o que?

Esguichamos o creme sobre ela e começamos a esfregar suavemente. Abrimos as nádegas e ficamos a apreciar o cuzinho dela, já meio arrombado, piscando para nós. Da bucetinha linda escorria o seu néctar e um fio de porra. Ficamos loucos ao ponto do Carlos não se conter e começar a beijar e lamber aquele cu arrombado por mim. Ela ficou de quatro e arqueou a bunda para facilitar para ela. Enquanto gemia, me mandou ficar de frente para ela me chupar. Ela rebolava na língua do Carlos e gemia com o meu pau enfiado na boca. A perceber que eu não resistiria muito mais, me subiu de cavalinho, enfiou o meu pau todo na buceta e passou a me cavalgar. O Carlos se levantou e lhe ofereceu o enorme cacete, que ela na mesma hora pôs-se a chupar. Ela olhou-me nos olhos e tirando o pau da boca, me disse:

- Mais rápido seu cachorro! Me faz gozar de novo...

Comecei a bombar com mais força e ia apreciando aquela linda mulher babando com aquele pau enorme na boca. Gozei tanto que perdi o fôlego. Ela gozou também e disse:

- Quero mais! Quero muito mais!

Empurrou o Carlos e pulou sobre o pau dela, fazendo-o sumir dentro de si. Ela começou a gritar e gozar. Uma, duas, várias vezes... Até que caiu de lado, ofegante. O Carlos se ajoelhou, apontou o pau para o rosto dela e gozou. Foi um verdadeiro banho! Ela ficou toda lambuzada e pasava os dedos na porra e levava à boca. De olhos fechados e lambendo os lábios e os dedos, Luma gozou mais uma vez, sem que a tocássemos. Depois chupou os nossos cacetes melados e disse:

- Adorei a loucura, me senti a mais cadela de todas, meus cachorrões... gozei muito, mas quero mais!.

Mergulhamos mais uma vez e seguimos a nossa viagem, para a casa onde estava o Franklim e que prometia ser uma tarde de muitas sacanagens... Mas está é uma outra história...

E-mail: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


a cinquentona gritava não ia aguentarvideos dr sexo com pau de40cm analconto alisando a sobrinha pequenacontos eroticos gays o principe roludovídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeosconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandeporno conhecendo minha primao negrodotado contos bivídeo pornô máximo eletrizante que arrombavideos de velhos picudo fudendo bonzinho gays amadorescuiada fudedo com xortiu de dormiincesto com meu vô contosvideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheiroconto erotico esposa liberadauma mãe vai para o quarto de um filho ainda quando ele ver com p******* abre a sua oxente e chupa o pau dele pornôxvidio fagar a gostosa na praiaconto erotico decasais chupando pau maior 30cmConto erotico scat adoro ver a mulher peidandoconto erotico bacanal bucetacdzinhas contos reaistitio comendo osobrio nosofa vidio gaylevei a minha noite também nua da filha me trata nua mandando minha pelada nua e vizinha tá na loja com meu pequenocontos e videos de transando com as casadas com permissão do maridoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos erótico evangélica novinhaxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezcontos casada chantageada pelo porteirodando na borracharia de beira de estrada contos eróticos gaysconto gay perdi a aposta fui descabacadomagrinha chego trme na picaggwww.tufos gostosa tomando banho no muro de fiu dentalputaria brasileira posicao frango assado pra salvar no celularcontos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viumorena arregalou os olhos dando cu e gozandoela deixando alisar o grelocarolzinha ninja trepanoler contos eroticos de incesto pai carente filha safada short curtomarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caracomo fazersrxo pinto vibradorcontos eróticos grátis de meninas mimadasexo deixando mae com bunda doendo contocontos eroticos vovômiguel tesudoContos perdendo o cabaço com negao tripévideos de coroas homens procurando coroas de zendo taduedoCorniei em cabine eroticahttp://img2.virgula.uol.com.br/x495.jpgbucetao entupido de cebolabranquinha de cabelo preto baby doll da buceta inchadaconto erótico gaay sonbra de gaelporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contocalçinha ate amarotada na bucetahttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701contos minha esposa agazalhou um pal enorme no rabocontos de mae vadia viciada na rola do filhocontos ela falo chicao nunca dei o cu pra pau grossonovinha de sai deincha ver a bucetaContos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempoas coxas da minha mâe contos eroticosmenage masculino contosgustavo de carinha de anjo trepanoquero bate papo com casada fogozaxvidio louco desejo vestidinhoincesto/imaginaçoes com a maeeu sempre brincava com as coleguinhas de mimha irmã, e prdia para eles baterem punheta para mimporndoido lesbicas 2amigas uma olhando a outra se masturbandoVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jegueporno as novinhas cem peito de 8 a 10 perdedo a virgindade pro paipornor corno gosa na buseta melada de porra domegaocorno e engolidor de rola contoDescabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelvideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maisxvideo sexo na praia de nudismo abricoafilmepotnoucú do neltinho arrombadoconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amantechule contocontos erotico vovô taradoconto eu hetero tinha 18 anos o pedreiro me comeuvídeos sexo gays estrupo vampiro principes dandocontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maismundobicha.com brasil academicosbucetaazedinhaver video de porno brasileiro pedrero peludao suado comendo a patroua safadarelato quenquinha velha e possível ter.orgasmo quando estiver engatado com cachorroaribjr/escritoranythingFamilia Sacana pornocoroa q sabi dexa dozelo de pau duroContos zoofilia postados em abril d 2017pai fas.fihinha goza primeira ves putariabrasileirafotos porno ebano e marfimcontoseróticos invasão anal 3por favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornofilme pornô com a Socorro lido RT xxxcontos eroticos com viuvas ricas e sedutoraspsicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudacontos gay luiz virando mulherzinha na cadeia