Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Fudendo o avião

Autor: Escorpião
Categoria: Heterossexual
Data: 25/04/2008 19:14:28
Nota 10.00
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quase todos os homens têm fantasias de transar com uma linda aeromoça numa viagem de avião. Eu ainda não realizei esta fantasia, mas tenho feito algo muito melhor. Estou transando com o próprio avião! Explico:

O relato que passo a contar teve início a partir de um contato que fiz através da Private, quando respondi ao anúncio “Boqueteiras”, publicado em novembro/2007. Luna é uma linda morena clara, de 26 anos, 1,70 m e 56 kg tarada e completa. Ela é comissária de bordo de uma grande companhia aérea e ao conhecê-la, pude perceber, observando as curvas do seu corpo, que além de trabalhar na aeronave, ela é o próprio avião.

Começamos a trocar correspondências, fotografias, recebi minúsculas calcinhas dela de presente, com um cheiro delicioso e lhe enviei a minha porra, que ela adora usar como creme facial e que parece dá mesmo resultado, pois a sua pele é maravilhosa. Nossa correspondência se tornou freqüente, onde sempre falávamos de nossas fantasias, desejos e do tesão que rolava entre nós. Ela me confessou que adorava ser fudida por vários caras pauzudos ao mesmo tempo, desde que no final gozassem na sua boca e no rosto, lhe dando um super banho de porra.

Como ela viaja para todo o Brasil, numa de suas visitas a minha cidade, combinamos de nos encontrar e fazer um passeio de buggy até Genipabu. Combinei com um amigo, Carlos, que faz passeios, que iríamos com ele e com um outro amigo que morava numa bela casa a beira-mar e que poderia nos receber.

Tudo combinado e no horário previsto, fui buscá-la no hotel, junto com o Carlos que ficou esperando no loby. Subi ao apartamento e ela me recebeu enrolada apenas numa toalha, pois acabara de sair do banho. Estava linda, cheirosa, com os cabelos molhados e um sorriso sacana nos lábios. O meu tesão foi instantâneo, o meu pau deu um pulo dentro do short e chegou a doer de tão duro que ficou. Não me contive! Arranquei a sua toalha e os seus seios perfeitos saltaram, caindo direto na minha boca. Desci com minha língua e comecei a lamber o seu grelinho, percorrendo toda a extensão da sua deliciosa buceta que ia ficando cada vez mais molhada, até que ela gozou na minha boca, me presenteando com o seu mel. Como o meu pau estava latejando, ela se agachou e o tomou nos lábios e foi fazendo um movimento de vai-e-vem com a cabeça enquanto circulava com a língua, como num beijo longo e apaixonado. Gozei na hora, inundando a sua boca com minha porra, que ela engoliu todinha e ainda lambeu o meu pau melado, não deixando ficar nenhuma gotinha.

Depois, ajudei-a a escolher o menor biquíni que possuía, optando por um minúsculo que foi um presente meu, que enfiado na bunda e mal cobrindo a sua buceta, realçava toda a beleza das curvas do seu corpo perfeito. Para completar ela vestiu um vestidinho curtinho e transparente, que mais mostrava que cobria e que a deixava muito tesuda. Quando descemos à recepção todos os olhares se voltaram para ela que desfilou como uma rainha, para todos os seus súditos que babavam ao vê-la passar.

Ela subiu no buggy como se fosse uma carruagem e iniciamos o passeio seguindo pela Via Costeira, passando pela Praia de Areia Preta, do Meio, do Forte, depois passamos na Ponte Forte-Redinha e em seguida seguimos para Genipabu. Durante o trajeto eu acariciava suas pernas, beijava a sua boca, tocava sua buceta e ela retribuía segurando o meu cacete, que teimava em se manter duro. Ao perceber que o Carlos nos olhava pelo retrovisor ela fez questão de abrir bem as pernas para que ele pudesse se deslumbrar com a visão da sua buceta sendo penetrada pelos meus dedos.

Chegando ao nosso destino fizemos um passeio pelas dunas e depois procuramos um local deserto e afastado da praia, para um refrescante mergulho. Entramos no mar e começamos a nos beijar e ao perceber que Carlos não tirava os olhos dela, ela o convidou a se juntar a nós e percebendo a excitação dele, Luna não escondeu a sua admiração pelo enorme cacete, que quase pulava para fora da sunga, comentou:

- Nossa Carlos, que pau lindo! O que fez ele ficar assim tão duro?

- Foi a bela visão da sua buceta, que você me proporcionou...

- Então entra na água e aproveite...

Iniciamos o maior amasso, eu me posicionei por trás, esfregando o pau na bunda dela e o Carlos pela frente, beijava a sua boca e os seios. Ela segurava e punhetava os nossos cacetes, com cada uma das mãos. Luna ria e gemia ao mesmo tempo em que nos implorava para que a penetrássemos. Afastei o seu biquíni e encostei o pau na entrada do cuzinho dela e dei uma estocada forte tentando penetrá-la de uma só vez. O meu pau escorregou e entrou todo, arrancando dela um grito de dor e prazer. Ela cravou as unhas nas costas do Carlos, que enfiou o seu enorme cacete na buceta dela, que gozou no ato. Não resistimos, inundei o cuzinho dela de porra e o Carlos fez o mesmo dentro da buceta. Ela gozou tão forte que a tivemos de levá-la quase carregada pra a areia. A deitamos sobre a toalha e lhe demos uma água de coco. Ela ficou ali, linda como uma sereia, se recuperando, enquanto nós a admirávamos extasiados.

Passados algum tempo, ela abriu os olhos e nos sorriu. Disse que estava se queimando de sol e pediu que fizéssemos à gentileza de lhe passarmos o protetor solar. Nem piscamos para cumprir aquela ordem. O Carlos começou pelos ombros e eu pelos pés. Ele foi descendo e eu subindo pelas coxas e nossas mãos se encontraram exatamente na bunda de Luna.

- Você não passar na minha bunda? Estão esperando o que?

Esguichamos o creme sobre ela e começamos a esfregar suavemente. Abrimos as nádegas e ficamos a apreciar o cuzinho dela, já meio arrombado, piscando para nós. Da bucetinha linda escorria o seu néctar e um fio de porra. Ficamos loucos ao ponto do Carlos não se conter e começar a beijar e lamber aquele cu arrombado por mim. Ela ficou de quatro e arqueou a bunda para facilitar para ela. Enquanto gemia, me mandou ficar de frente para ela me chupar. Ela rebolava na língua do Carlos e gemia com o meu pau enfiado na boca. A perceber que eu não resistiria muito mais, me subiu de cavalinho, enfiou o meu pau todo na buceta e passou a me cavalgar. O Carlos se levantou e lhe ofereceu o enorme cacete, que ela na mesma hora pôs-se a chupar. Ela olhou-me nos olhos e tirando o pau da boca, me disse:

- Mais rápido seu cachorro! Me faz gozar de novo...

Comecei a bombar com mais força e ia apreciando aquela linda mulher babando com aquele pau enorme na boca. Gozei tanto que perdi o fôlego. Ela gozou também e disse:

- Quero mais! Quero muito mais!

Empurrou o Carlos e pulou sobre o pau dela, fazendo-o sumir dentro de si. Ela começou a gritar e gozar. Uma, duas, várias vezes... Até que caiu de lado, ofegante. O Carlos se ajoelhou, apontou o pau para o rosto dela e gozou. Foi um verdadeiro banho! Ela ficou toda lambuzada e pasava os dedos na porra e levava à boca. De olhos fechados e lambendo os lábios e os dedos, Luma gozou mais uma vez, sem que a tocássemos. Depois chupou os nossos cacetes melados e disse:

- Adorei a loucura, me senti a mais cadela de todas, meus cachorrões... gozei muito, mas quero mais!.

Mergulhamos mais uma vez e seguimos a nossa viagem, para a casa onde estava o Franklim e que prometia ser uma tarde de muitas sacanagens... Mas está é uma outra história...

E-mail: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resisticomeinha buceta to com tesãoMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticogay jogando video game pelado sozinhoporno pirno buceta saindo gosmavídeo pornô mulher que faz a outra gozar e da Paz e líquido saindocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcontos eróticos o tio com minha namoradacontos bdsm enfiei uma agulha nos meus seioscasa dos contos meu marido contratou mestre de obra negro comvidio de comedor gozando na portiha do cu da casadacontos ineditos de sexo entre primas primos e tiaseu quero ver as fotos da morena que dançava o Créu ela nua pelada porque sabendo que eras no site que ela ficou feio uma foto de pornô homem para a gente ver aquimarido tranza com espoza no acampamento chega mais e tranza com ela contoscontos eroticos vovômeu padrasto me encochava contos eróticos de gaysvideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapéengolindo porta no ônibus na viagemquadradinho erotico incesto COM HUMORSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videoscontos de mulheres defecando em seus parceirosa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscontos comendo minha vizinha negra bundudaas penujinhas do pornomolestando a filhinha inocente....passando a mao na bucetinha de calcibha..esfregando a rola ate gozarWxvidio comedo di ciu14aninhos xotas lizinhaporno filha da pro pai e a mae naofala nadafilme pornô de pais brasileiros transando com as suas filhinhas dopados com soníferocontos eroticos feminizaçao do garotinho maenovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedosconto erotico soquei um pau de borracha na minha esposa sem ela perceberpilha de vestido deu bobera com papai e a pica gozou na pomba porno inosenteapaixonado pelo hetero cap 4gostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticospornofamilha sacana . filha querendo mamasogro casa dos.contosorgia com minha irma contomuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na matamassage ando a cunhada contosou puta do meu tiomulher nega corpo de violao bunda grande pingelo muito grande trazando com travetis negro pica de jumentovi minha irma dormimdo pelada e fiquei com tesao nelao play boy e o plebeu 04 casa dos contosvideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricavídeo pornô feito no lixinho para Guarulhoscontossou safado como minha maeconto papai nao rejeita sua filha tesudamoças todas cagadas e meladascontos eroticos a amiga da minha irma rabudacontos de incesto cumadresexoalvesminha madrasta viu meu pau moleMaduras chupando novinhos contoseroticoscontos pornos cuidei de mamaeler conto erotico de deficientecontos eroticos uma doce de cunhadafilhadorme.e.pai.enfrega.pica.na.buceta.delabaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitostravestis bem dotado sendo errabados realcontos pequenina e punheteira100 foto chupando seio. shortinho fino sem calcinha da sogra contospirralho pauzudo contosensopando o cuzinho com gelmamãe dar a buceta para mimsexo com monstrosConto erótico bricadeiras eradas com o paipai cheira a cueca do filho com gozocontos corno manso ineditovideos porno vai passar o'fds na casa da tia e fode elacontos eroticos de amamentaçãoContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu penissou virgem porque meu tio so chupava minha bucetinhameu primo e eu na resistiu e comeu o bucetao da minha tia contofui encoxada pelo meu genro e n resisti meu marido liberacontos eroticos aprendendo a dirigirminha mae so' andava de roupao contos eroticosContos levei um tora preta gozou dentro meu marido adorouContos casal achou um comedor topa tudoconto gay machocontos de pau preto e grossosogro casa dos.contosporno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudocontos buc branca cacete 40cm foto corno xxvidio em quadrinho mulher de primo caderante muito safadaContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesmeu professor de natacao me comeu gay contoContos.fonados porno de corno