Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Estupro anal de Liliane

Autor: felipegador
Categoria: Heterossexual
Data: 15/05/2008 13:44:19
Nota 6.67
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Liliane é uma jovem senhora. Casada e mãe de família, ela trabalha como secretária de uma Escola de Música, próximo à minha casa. Certa vez, viajamos lado a lado num circular. Comversamos um pouco sobre vários assuntos. Política, religião, música, etc... Ela mostrou-se ser bem simpática. A partir daquele dia, Eu fiquei louco para dar umas apertadas, bolinadas e encoxadas num delicioso rabo dela. Quem sabe, até enrabá-la de jeito?! Liliane tem um bundão muito carnudo. O Sonho de qualquer encoxador...

> Certa vez, eu voltava para casa, depois de um cansativo dia de aulas e provas. Peguei um circular que me levaria até o meu bairro. Apesar de não estar lotado ainda, não havia assentos desocupados naquele busão. Bem, `a medida que o tal busum circulava, mais e mais pessoas embarcavam nele. Não demorou muito para que o corredor do circular ficasse lotado... De repente, eu avistei Liliane em pé no corredor. Ela trajava uma calça de lycra bem apertada de cor preta . Sua bundaça parecia querer rasgar aquele tecido. Pouco a pouco, eu fui me chegando para trás dela . Notei que havia um moleque dando leves encoxadas nela. Pela cara de Liliane, ela não tava gostando daquela situação. Conseguí parar bem atrás dela, e ao lado do tal moleque tarado, que nem eu...Tratei de cumprimentar "minha amiga" para sentir qual seria sua reação. Ela fez a maior "festa". Ficamos conversando fiado, enquanto, de vez em quando, eu dava umas encostadas no rabo dela... Logo, reclamou do aperto do busão, das encoxadas dos tarados, etc. O moleque se tocou, e foi saindo de fininho de trás dela...

> Pra sorte total minha, bem à frente de Liliane havia uma senhora conhecida dela. Aos poucos, ela foi proseando com a tal senhora,se esquecendo de minha presença por trás dela. Fui encostando o meu pau duro com bastante cuidado no rabo dela. Liliane sentiu minha tora, roçando suas carnes traseiras. Tentou dar uma discreta fugidinha dos meus ataques, mas não reclamou de nada. Coloquei a mão esquerda sobre suas nádegas, passando a alisar com calma e leveza seu rabão. Eu sentia a marquinha de sua calcinha nos meus dedos. Apesar de se mostrar incomodada com a situação, Liliane parecia não fazer muita questão de me tirar do seu rabo . Continuava a conversar com a sua conhecida. Seu rabo chacoalhava bem no meu pau duro a cada balançada e freada do busão... Aquilo me deixava louco de tesão. Cheguei a por o dedo indicador bem no meio do regão quente dela. Afundei-o bem devagar, dando uma dedada bem gostosa nela...

Notei que o tempo lá fora começou a mudar. Caía um verdadeiro temporal com trovões e raios . Escutei da voz de Liliane que ela ainda teria que passar na Escola de Música para deixar um documento para sua Patroa . Segundo ela própria, amahã pela manhã cedo, sua patroa iria precisar do tal documento... Lembrei-me na hora que a tal Escola ficava localizada num lugar esmo, meio desabitado... Comecei a ter idéias malígnas e pensamnetos mais desejosos sobre a bunda de Liliane. Enquanto sarrava nela,eu pensava - "E se eu a seguisse até a Escola? E se eu conseguisse enrabá-la por lá?"

> Poucos minutos depois, Liliane conseguiu sentar-se ao lado de sua conhecida. Acabou-se o meu sarro,mas eu fiquei por alí mesmo, esperando a hora dela descer.... E fomos adiante...

> Assim que Liliane, levantou-se, puxandoa cordinha do busão para descer, eu fui atrás dela. A chuva não parava lá fora... Descemos juntos. Liliane corria pela calçada no sentido da Escola de Música. Eu, por minha vez, a seguia com toda velocidade... Ao chagar na calçada da Escola, notei que não havia ninguém nas redondezas. O lugar tava deserto e escuro, quase por inteiro. Havia pouca iluminação, pois dois postes estavam sem luzes acesas... Sem que ela me percebesse, eu dei-lhe um forte empurrão para dentro da Escola. Liliane caiu esparramada e debruçada no chão frio. Caíram alguns objetos que estavam em sua mão. Pulei por cima dela, imobilizando seu corpo. Liliane começou a gritar por "socorro! socorro! socorro!" . Dei-lhe dois bofetões por tras da cabeça, ameaçando espancá-la, caso ela continuasse com aqueles gritos escandalosos . Chorando sem parar, Liliane não ficava calada. Dei-lhe um puxão nos cabelos, avisando que eu iria comer seu rabo... Daí, passados alguns segundos, ela, obedecendo ao que eu lhe ordenava, foi se entregando aos meus comandos. Fomos para uma sala de piano bem espaçosa . Aos prantos, ela tirou a calça e a calcinha, oferecendo-me o rabão carnudo. Fiquei sem entender nada, pois de um minuto para outro, Liliane virou uma vadia safada. Ela mesma ficou de quatro pés no chão daquela sala, tricando os dentes, enquanto dizia-me "Vem. Vem Seu Filho da Puta... Vc quer minha bunda? Então, vem. Mete tudo, seu merda!".

> Aproveitei o momento, cuspí bem na cabeçorra do meu caralho duro, e fui penetrando aquele rabo carnudo da secretária... A cada socada mais violenta que eu dava no regão de Liliane, ela gemia gostoso, pedindo para eu "não parar" . Fui socando minha pica naquele cuzão com toda força... Apesar da dor que eu sentia, eu não queria parar de meter naquele rabão.... Seguí, empurrando minha rola até o talo para gozar bem gostoso. Liliane voltava a gritar. Só que agora era de gozo e prazer... "Eu tô gozando! Eu tô gozando...Eu tô gozandooooo" - assim ela repetia esta frase seguidamente... Que enrabada maravilhosa.

> Liliane começou a ter uma crise de choro, simulando um arrependimento ou remorso. Claro, eu não acreditava naquela farsa. Fingida e Mentirosa! Depois, Ela vestiu -se de forma rápida, e saiu correndo para fora da Escola. Ficou tão louca que nem lembrou-se fechar a porta da frente. Eu que passei o cadeado do portão... Eu hein... Que mulher mais louca.... Porém, ela foi deliciosa no sexo anal...

Comentários

03/07/2008 14:50:02
cara não gostei do seu conto,sou contra a violencia.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


quadradinho da crente inocente safada em conto eróticosvideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhasContos eróticos Trasei com amigas da minha namoradabadboys roludo comendo mulher a forcaO filme corno manso de verdade existir pornomeu patrão desejou comer a minha namorada vídeo pornô cornos Aracajuporno com muito estrupo com muito pau no cu a força com muito sexo bruto.vídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massaso contoseroticos completos no sofa do padrinho maria alice deu ate o cuzinhopeguei meu sobrinho mas tenho uma chapuletada rola muito grandeirmao.ingravidando.irma.metendi.na.buseta.sem.camlsinhamulher cor de jambo anal classicox vidio comtos eroticos flaguei mamãe esexo porno eu tava sozinha e meu padrasto foi ate o quarto passa a lingua na minha xereca e ainda jogou toda porra dentroxvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetacontos sou um rainha do analver video de porno na facudade gosando fortesexo real conhadas nuas banho pau bizarro tesaopai pegou eu e meu irmao gay no sexo e entrol no sexonegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxContos eroticos incestos bato todos dias punhetas para minha filha paulaBaixinhas tesudas d 4lindo homemcoxa grossa dando pornoloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarVer contos eroticos de pai comendo a buceta virger da filhanao resiste as investidas do meu genro contocontos o negão bem dotado de todas as pragas da minha sograMoreena Fudendo A Mil So Na Bucetadoce nanda parte cinco contos eroticosThaiana xvideos sabiasou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contosa.mulher vai ate ver que.estava.na.porta.era.o amigo dela.e.deu.a.boceta para.elelehistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delanegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adoravídeo porno amadores encostano a pica na buseta cabeluda da intiada durmidoCona gulosa relatosrelato quenquinha velha gemeas identicas dando a bucetinha pra um taradinhocontos minha esposa agazalhou um pal enorme no raboarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudopolicial fudendo com mulher que levava drogas na bucetaporno mae tepa com namorada filha com a filha pezetevideo sexo mulherzinha nova traindo seu marido com cunhado mulekãofotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntoscarol celico fudendo putinhaporno novinha foi cariciada na escola contosmamãe+mamãe.papai++nuapapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadapau grosso devasando bucetacontos eróticos de esposinha putinha fazendo dp com vibrador interracialpai fas.fihinha goza primeira ves putariabrasileirasexo novinha inocente fez contrato mais nao sabia que ia transar com um pirocudo e fica assustadaconto gay perdi a aposta fui descabacadoela me contou que tinha sentado na rola grossamin engravida amor porno sacanaesposa novinha do bundão grandão nua despeitoconto casada chantageada pelo senhorioputa zoofilia coladamãe ensina a chupar um negro picudorapazinho mimado dando o raboPorno contos incesto maes ensinam suas meninas como chuopar bucetas paus dos pais dar os cuzinhioscontos eróticos fodendo o cu de Julinho contos erotikos menina novinha troca os cabacos por docespornodoido tecnico esfola novinhahistorias eroticas heretossexuaisContos eroticos dormindo,o primeiro amasso a gente nunca esqueceengolindo porta no ônibus na viagempicudod/contosurologista conto gaypadrasto e intendenda gostosochantagiei minha comadre contosPAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOlesbica adora colocar omega grelo de buceta com fosse pirucarente abraçadinha no sexo pornoContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludae ele bate o que Assumimos a bunda da irmãela "abriu a porta" pelado meu pau banheiro "minha tia"gosto muito de praticar zoofiliaContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha pica