Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Maninha Gostosa!!!

Autor: Moreh
Categoria: Heterossexual
Data: 23/05/2008 01:58:16
Última revisão: 02/10/2010 17:36:39
Nota 9.15
Assuntos: Incesto
Ler comentários (19) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando descobri este site, passei a ser assíduo leitor, é claro que li muita fantasia, afinal este acaba sendo o foco do site, mas li muitos contos excitantes e que acabaram por encorajar-me a contar a minha historia, que se passou a mais de vinte anos atrás, nos saudosos anos 80. O que vou relatar acaba confortando o meu coração, pois em primeiro lugar o que se passou foi verdadeiro e muito intenso, e sendo assim, guardei dentro de mim durante muito tempo e contar para todo mundo sem dizer quem somos acaba amenizando o sentimento, misto de prazer e arrependimento. Peço desculpas se me estender, não sou um contador de contos eróticos e sim alguém que vai narrar parte importante de sua vida.

Sou de Porto Alegre, terceiro filho de uma família de quatro irmãos, meu pai era bancário e minha mãe do lar, quando o fato ocorreu tinha 16 quase 17 anos, minha irmã mais velha tinha 21, a segunda 19, eu como citei era o terceiro e minha irmã caçula, LETICIA, tinha 15 para 16. Somos de uma família de classe média, fomos criado com muito amor em um apartamento de 4 quartos, um dormia minha mãe e o meu pai, em outro a minha irmã de 21 anos, no terceiro as minhas irmãs de 19 e 15 e no ultimo eu. Minha irmã caçula vivia dormindo comigo, desde pequena, o que era normal para todo mundo, afinal éramos irmãos, somos, modéstia parte e graças a minha mãe uma família muito bonita, sou magro, até hoje, tenho 1,80, moreno sempre fiz muito sucesso com a mulherada, LETICIA sempre foi a mais linda e mimada da casa ela tem 1,75, morena, tipo modelo, carreira que seguiu por algum tempo, magra com a bundinha pequena e os seios, que seios, que seios, do tamanho exato enchia a mão, empinadinho, bicudinho, até hoje nunca vi igual.

Na adolescência cresci cercado de mulheres a casa sempre cheia das amigas das minhas irmãs, o que era muito bom pois cansei de ficar com as amigas delas e transava muito em função disso, muitas vezes eram as minhas próprias irmãs que rasgavam as amigas para me dar, que beleza. Tudo começou quando LETICIA, passou a ter medos noturnos, ela acabava vindo dormir no meu quarto, ela sempre teve o sono pesadíssimo, podia haver uma guerra e ela lá dormindo, eu ao contrário sempre dormi pouco desde pequeno e o meu sono era muito leve, até aí tudo bem, meu quarto na época era grande, tinha uma cama de casal, ficávamos na boa, quero deixar claro que amo minha irmã como tal o que aconteceu foi coisa de adolescente com os hormonios a toda, bom vamos lá.

Uma noite, como de praxe, LETICIA entra no meu quarto linda, de camisola curtinha, fininha de seda com o travesseiro na mão, de pantufa no pé com o cabelo molhado do banho dava pra ver os biquinhos dos seios duro, deitou ao meu lado e dormiu abraçada no meu travesseiro, eu fiquei vendo TV até tarde, era sexta-feira e naquela época passava, na band, sempre aquelas pornochanchadas que apareciam as mulheres nuas, sempre me masturbava vendo, nunca me preocupei com LELE pois ela estava sempre ferrada no sono, batia punheta ali com ela ao meu lado, naquela noite passou um filme que me deixou louco era com a Sônia Braga, não era destes famosos nunca mais vi, eu sei que me masturbava feito louco e não sei porque acabei olhando LELE dormindo, e me deu um puta tesão, não sei bem como ocorreu mas acabei colocando a mão no seu seio, por cima da camisola e fiquei ali me masturbando e apertando o seio de LELE gozei muito naquela noite, e ela dormindo faceira, bom daí para frente não preciso dizer mais nada, esperava LELE dormir comigo, quando ela entrava eu enlouquecia de tesão, era um misto de culpa, de remorso mas nesta idade o tesão fala mais alto, uma noite tomei coragem e botei a mão por dentro da camisola e fiquei tocando aqueles seios rosados eles eram lindos durinhos o bico era um assunto a parte era do tamanho da ponta de um dedo eu ficava lá apertando e me masturbando.

No verão íamos para Imbé, uma praia no litoral gaúcho aonde, até hoje, temos uma casa. Era Carnaval meus pais foram na casa de familiares jogar carta, como sempre, minhas irmãs mais velhas foram para a SAT(clube) pular o Carnaval, eu estava meio resfriado e resolvi fica em casa, LETICIA sempre foi muito apegada a mim e quis ficar comigo, foi um amor fez sopinha rimos muito, jogamos carta tomamos um vinho, escondido, e fomos dormir, LELE estava com um baby doll na altura do quadril com uma calcinha branquinha de algodão bem moleca, deitou e dormiu eu ao lado vendo os desfiles na TV, não resisti é claro a camisolinha era de amarrar nos ombros, cuidadosamente desatei os laços o puxei a camisola até a altura de seu umbigo deixando os seus seios todos a mostra o meu pau estourava dentro do pijama de tanto tesão toquei, apalpei, apertei, chupei, mordi, lambi aqueles seios como nunca, eles duros os bicos quase saltando do seio, não podia mais acreditar que ela não acordasse com tanta bolinação, me acabei, me masturbando foram umas quatro vezes, amarrei a camisola com cuidado e fui para o banheiro, atónito sem saber o que pensar, quero dizer que nunca, até então, tive coragem de toca-la na bucetinha pois a pressão social e cultural não me permitiam, quando voltei para o quarto e olhei LELE dormindo, gelei ao olhar para a sua calcinha vi que estava encharcada, melada, grudada deixando sua xaninha a mostra, fechei a porta e fui dormir na sala transtornado, não era possível ela estar dormindo. No dia seguinte a mesma coisa meus pais na casa dos amigos/família, minhas irmãs na gandaia, eu, de propósito, em casa e LELE, adivinhem, cuidando do maninho, quero deixar claro que nesta época ela ja tinha tido alguns namoradinhos, inclusive já tinha namorado um amigo meu e sei que já tinham quase transado, rolado boquete e tudo, e que ela não era mais virgem pois namorou um carinha por seis meses que foi, até então, o seu primeiro e único "amante", mas estávamos os dois solteiros na época, bom voltando aquela noite, fomos dormir e LELE veio com um hidratante pedindo que eu passasse nas suas costas pois ela tinha se queimado no sol, o que era verdade ela estava vermelhinha quando deitou de bruços e levantou a camisola eu vi que ela estava sem calcinha, ela disse que tinha queimado a virilha e que estava ardendo, era normal andávamos pelados na frente um do outro, não era tão estranho mas no nosso caso depois da noite anterior gelei, passei o hidratante com o pau duro feito pedra, apaguei a luz para ela não notar tanto, terminei e me levantei rápido dizendo que ia na cozinha beber agua, quando voltei LELE estava dormindo "feito pedra" não aguentei mais, tirei a roupa, como já falei sou magro, meu pau é normal tem 16 cm, mas em compensação é muito grosso 6,5 cm de largura, já tive namoradas que não conseguiam colocá-lo na boca, LELE estava deitada de barriga para cima de camisola já desatada nos ombros puxei para baixo e comecei e lamber aqueles seios que tanto amava fiquei durante muito tempo chupando um enquanto apertava o outro, estava sentado a seu lado. ela imóvel, afastei delicadamente suas coxas e pude ver aquela xaninha linda, naquela época não se depilava como hoje mas LETICIA se depilava dos lados e cortava os excessos com uma tesourinha, ao afastar as coxas elas estavam grudadas com o seu suco a xaninha escorria como eu nunca havia visto, delicadamente comecei a tocá-la no grelinho, e ela imóvel, comecei e tocá-la e a me masturbar, ora a tocava de cima para baixo ora em círculos, não resistindo mais comecei a tocá-la com uma mão e colocar um dedinho na sua xaninha com a outra, era quente apertadinha melada assim fiquei até não aguentar mais senti LELE tremer por inteira as coxas pareciam que estavam com caimbras olhei os seios e não dava mais para ver as aureolas eram virados em bicos quase 2 cm de bico, era claro ela havia gozado na minha mão, me segurei, levantei e fui desligar a TV, deitei ao seu lado, neste momento era virou de lado eu cheguei por trás e ficamos em conchinha meu pau explodindo colado na sua bundinha, não segurei abri a bundinha dela e devagarinho fui colocando a cabeça do pau na entrada da sua grutinha, ela estava encharcada e mesmo assim não foi fácil, quando entrou, pela primeira vez, ouvi um suspiro, fiquei algum tempo ali tirando e colocando a cabecinha devagarinho fui metendo até chegar a metade aí fui estocando e tirando até a metade e ela imóvel, não resisti mais peguei e meti tudo até o fim, até as bolas baterem na sua bunda, ouvi um grunhido, chutei o pau da barraca comecei a meter pra vale aquela tora grossa naquela xaninha, apalpava os seus seios e metia, com vontade sentia aquela bucetinha arregaçada, LELE não aguentou de novo estremeceu toda e gemeu, havia gozado de novo, pela primeira vez ouvi a sua voz, delicada, falar baixinho para mim - não goza dentro, maninho, estremeci mas não estava mais nem aí tirei o pau de sua xaninha e forcei o seu cuzinho - ela me disse baixinho, é muito grosso põe só um pouquinho não mete, forcei a entradinha daquele cuzinho entrou a metade da cabeça aí eu gozei feito louco escorria porra por tudo, pelas suas coxas, bunda etc...assim ficamos a noite toda grudados sem dizer nada.

Nunca tocamos no assunto, acho que foi a maneira que encontramos para superar o ocorrido, logo após meu pai conseguiu um emprego no banco e fui morar sozinho em um apê de minha avó, que estava vago. LETICIA me ligou algumas vezes querendo ir dormir lá, mas eu sempre dava uma desculpa ela entendeu e desistiu, hoje somos casados nos vemos sempre, temos uma vida normal e nos amamos muito, como bons irmãos.

Abraços!!!!

Votem e comentem.

Comentários

17/12/2017 04:22:47
Gostei, mas ficou um vazio no final... comente os meus e verás semelhança desse conto com o relato da minha família e minha irmã!
j.a
08/05/2015 13:51:44
bom
27/07/2013 15:45:47
gostei fiquei excitado
15/09/2012 12:50:04
Kkkkkk
05/07/2012 17:51:53
02/09/2010 12:32:17
otimo... deveria ter forçado no cuzinho, ela acabaria gostando... pena que nao continuou...
04/12/2008 14:07:43
Caro, eu msm!!! É claro que isto é um conto, e como tanto muitas partes são fantasias, mas a essência deles estão nas vivências de cada um. E é isto que gosto de dividir, seja para entretenimento, ou mesmo para excitação. Posso afirmar que grande parte dos meus contos são verdadeiros, mesmo aqueles mais cabeludos que escrevi.Um grande abraço
03/12/2008 15:29:31
tu é o pai da mentira se tu é do RS msm tem q ir pra Nova brescia la tem o festival da mentira pra qm ñ conhece no conto de tu comeu tua tia teu pau tinha 20cm mas era fino nesse aki tem 16 e é grosso
Zan
13/11/2008 22:13:36
gostei ze!!! muito bom!!!
09/10/2008 22:36:56
oi amigo eu tenho um caso semelhante a o seu porem diferente eu amor aminha irmão como mulhe e ela mi corresponde do mesmo jeito não somos irmão do mesmo pai mais vivemos junto
22/07/2008 09:24:44
por ser seu primeiro conto esta bom,pode escrever mais
18/06/2008 00:11:33
muito bom a sua historia parabem fiquei com um tesão e pensando neste conto queria te uma irmã desta e maravilhosa nota dez
17/06/2008 14:49:53
Ótimo, bem excitante, parabéns.
12/06/2008 11:40:05
Eu comia essa maninha, também!!!
12/06/2008 00:44:10
Muito bom.
11/06/2008 15:39:51
E algo que acontece muito . . . O conto é excelente, faltou a continuação . . .
04/06/2008 21:16:26
Muito bom o seu conto, bastante parecido com o que ocorreu comigo e por isso acredito que seja real. Comer a irmã não é certo mas é muito gostoso exatamente por ser algo proibido.
23/05/2008 12:39:36
Gostei, fiquei molhadinha, pena vocês não terem continuado.
23/05/2008 07:18:32
Muito bom! me lembrou muito a minha primeira vez com minha irmazinha.Sou casado com minha irma,e temos uma filha nossa,entre irmaos,natural e que eh perfeita.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


quero ver novınha que sao empregada fudendowww sou enteada putinha e dou minha bucetinha pro meu padrasto que e tarado pelo meu corpo. comContos eróticos gay meninos maldososVelho brasileiro metendo mão na buceta da neta piranhacunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistepeso d porrta gatinhaporno brasileira envolvendo ninfeta no celeiro da fazendaincesto com meu vô contosmulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocavídeos de veias tirando a caucinha dando o cu pra velhofodida na balada/contoloirinha pesou que ia so fazer chupeta mas tomou muita porracontos de crossdresser forçadonao era pra enfiar no meu cuzinho virgemtira A roupa vou te estrupar no pornovídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhocontos gay viadinho aproveitando do molequeminha madrasta viu meu pau molecontos eróticos a aposta da esposafiumeporno minisaia encoxadaconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeueu conto cunhada casada ver o cunhado de pau duro e fica loucacontos erotico sobrinho pausudo so de sungacontos de sexo depilando a sografilmes de diabo comendo ninfetas da belosexoBaixinhas tesudas d 4sou amante d minha cunhda contofamilia suruba tufoswww.guarda costa da granfina pornoso as piriguetonas gostosa xhamsterconto erotico sou travesti e vendi meu cuConto na fazenda maninha viu meu pau moledominando um casalmulher não transa com pauzãooooconto erotico vendo.a.minha filha gemendo toquei siriricacontos eróticos cuzinho da mendigaAS CARIOCAS PORNO VIOLENTO 2009baixar video bicha fala ai bicha disgracadavou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelavideo de incesto nisseiirmão com insônia come irma pornoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioMENiNO TIRAN DO OCHORTEScontos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elaporno meninas cortido asferias brasilConto encoxaram minha mulhercrioula perdendo a virgindade de bruçolindinhas novinhas trepandonumpau grándecontos erotico sobrinho pausudo so de sungasinhazinha estrupada por escravos pornocontos montadores cuzinhocontos eroticos dei minha buceta pro meu padrasto vingançavídeo pornô menina branquinha não se Intimida com tamanho do pau no Galegãoouvi um barulho estranho de noite fui olhar era meus pais trasando video pornoesposa casadas bunda ggg pertinho gostosoS-&-w- Casa Dos Contoscontos e videos casada cavala fudendo com dois negaoMinha mulher adora reparar na piroca dos machosContos de comedores de Mendiga novinhas de 10 a 12 aninhosporno. cazano muita no vinhaminha mae me iniciou na zoofiliaporno a mulhe na parede e o homem a tras e saindo gosmaContos de cochoro que estorou o cabaco da donadando jatos de porra na Bunda da colegialconto hetero dos pentelhos raspadoxvidios vidios homem goza no cu da puta e ela comtinua chupando ate ele goza dinoboContos eroticos de viados maduros que foram deflorados na marrahistória e foto de tia gostosa que gosta de fazer macarrão com sobrinho novinho e g****** na mão delaporno mulhers efomeadascrenye de verdade é aquele crente sabioO Riquinho e o Favelado conto gaypatricia de faculdade gostosa gemendo muitovendo minha esposa se esfregar noutro macho no forro contos pornocontos de fio terra e straponporno com egua pordrinhaporn xxx mulher paga divida e corno vendo ela chorar de dorcontos cuzinho da Robertacontos eróticos irmãsContos eróticos confissôes de umà crente safada