Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

o flagrante delirante

Categoria: Grupal
Data: 21/06/2008 22:17:34
Nota 10.00
Assuntos: Grupal

Como vocês sabem, eu coordeno uma grande equipe em meu trabalho, e quase sempre fico até mais tarde, em um desses dias de muito trabalho, saí para uma reunião e combinei com os funcionários que só voltaria no dia seguinte.

Como eu tinha que fazer alguns trabalhos, voltei ao escritório pra pegar alguns documentos, ao chegar percebi que a luz da sala de reunião estava acesa e a porta entreaberta, fui a sala para apagar a luz, percebi que havia algumas peças de roupa pelo chão, parei olhei pelo vão da porta e uma cena que me deixou boquiaberto, Claudia uma das meninas da equipe estava de joelho, de quatro enquanto Edson a socava a pica na sua buceta, era um vai e vem alucinante, fiquei olhando a cena e confesso que o meu pau estava a ponto de estourar.

Pensava em que fazer, entrar ou não entrar? Edson socava em Claudia e eu ficávamos admirando a cena. (Claudia é ruiva,cabelo ruivo, cintura fina, bunda média, seios pequenos, boca carnuda, voz macia, casada e até então muito séria.

Não resisti e entrei na sala (é lógico pelado), segurando a rola e me masturbando bem de leve.

Quando Claudia me viu entrando, empurrou Edson e tentou se levantar, Edson me olhou e sorriu. “Pelo que percebo, o senhor não vai mandar a gente embora. Não é?”.

_É claro que não, isso é, eu acho, e você o que acha Claudia?

_Ela se levantou e caminhou até mim, segurou meu pau e começou a me punhetar, Edson começou a beijar seu pescoço e eu a acariciava a buceta, ela se deitou no carpete e eu subi em cima dela comecei a socar a pica naquela buceta que já estava molhada, pois o Edson estava ali a um tempinho já, ela pediu para que eu não tivesse dó dela, sua vontade de transar comigo estava se realizando e ela já sabia que eu já tinha transado com algumas meninas do escritório. “Cala a boca vagabunda, dando uma de santinha e transado com o Edson”.Claudia riu e eu continuei a socar a vara nela, Edson enfiou a rola na boca de Claudia e ela começou a chupar sua vara, enquanto eu socava e minha na sua buceta gostosa.

Levantei-me e comecei a colocar a minha rola na boca dela também, Claudia de joelho segurava as duas rolas e chupava uma de cada vez, as vezes tentava colocar as duas na boca, não conseguia mas não desistia.

Edson se deitou e Claudia subiu em sua vara ele a puxou contra o seu corpo e eu fui por traz e enfiei a rola no seu cuzinho que estava latejando de tesão.

Socava com uma força incrível e ela chegou a gritar de dor e tesão, ficamos nessa posição por bastante tempo, saímos e Claudia ficou de bunda pra cima, comecei a socar de novo na sua xaninha, e qual não foi minha surpresa quando Edson se levanto e se colocou diante de Claudia de costas pra ela, Claudia introduziu o dedo no seu cu e ela começou a rebolar e a gemer.

Eu nem liguei continuei a enfiar a rola nela, Edson batia punheta enquanto ela socava o dedo nele, ele deu um gozo e assim que isso aconteceu, ela já havia três dedos no seu cu.

Eu me levantei e percebi que ele olhava o meu pau e nem fazia questão de disfarçar, Claudia me colocou sentado na cadeira e abocanhou meu pau, Edson se aproximou dela e se ajoelhou ao seu lado, começaram a se beijar diante de mim, eu só olhava a cena meio admirado.Afinal ela acabara de chupar minha tora e ele a beijava assim sem se preocupar, enquanto se beijavam ela continuava a segurar minha vara, Edson me olhou segurou meu pau e o enfiou na boca, começou a chupar e a lamber minhas bolas, ao mesmo tempo,Claudia beijava meu peito e barriga, colocou os seios em minha boca e eu chupava aqueles peitos deliciosos, e a chupeta continuava, ela voltou e começou a dividir a rola com ele.

Quando Claudia começou a lamber meu pau, eu não agüentei e gozei, foi um jato gigantesco de porra, Edson chupava minha rola junto com Carla e disputavam cada gota de porra que saia de minha rola, quando terminamos me levantei peguei minha roupa que estava espalhada na porta e fui para minha sala, minutos depois saí e eles já tinham ido.

No dia seguinte Claudia veio a minha sala para comentar o acontecido do dia anterior, eu fechei a porta da minha sala e lhe dei um beijo longo e delicioso na boca, e disse para que não se preocupasse, aquela aventura tinha sido muito boa, e que não devia se preocupar com o acontecido.

Nos dias seguintes fingimos que nada tinha acontecido, e é claro que marcamos uma nova aventura...

Comentários

04/09/2012 06:25:25
Adoro uma putaria assim
22/06/2008 13:55:44
fiquei toda molhadinha

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Prodroto meti pau dura na buceta da entiada dorminomamei contosbuceta de pombagiraXvideos pecavelgordinha bem feitinha abrindo a buceta pra o namorado chupar novinfa da buceta grande carnudashttps://www.pornodoido.com/video/esposa-traira-e-fodida/contos eroticas provoquei meu cunhadopulomuitoem.cima.de.mim.pornoNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosContos padrasto fode filha novinha enchentexvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filiachupar buceta com estalos esposinha evangelicavideo porno estupraram minha namorada e ela gostouprovequei o papai e ele fodeumeas coxas da minha mâe contos eroticosConto flagrei com bananavideos de com mulheres muito gostosa muito esitada dizendo qui ta muito gosto que è pra comer o cuzao delascontos anal casal que gosta fazer anal cagandovídeo sexomoleque aquifamilia sacana tufoscontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarpornodoido tecnico esfola novinhadois gatoto tarado xvidioquando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandecontos eroticos menininha malcriada levando pica como castigofodie cusao da minha irma incesto brasil cem camisinha pornomorena boa tocando punheta pro cadavercomtos papai me fez a pita do analcontos chupador de xoxotavadia adoro dar o cuzinho pro gigolo foder com vontade o cuzinho delasou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhodoidinha pra meter com velhoEnteada fica sem calcinha e vai deitar mais o padrastoCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHASwww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brreymer ,eroticosexo tesao caricia exitante gemido passadas de maos nos seiso na bucetapai chupa a buceta da filha e éla bufa de tezâopassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisFotos de marcelinho carioca nu pirocudotortura porno linguada no clitorisvídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherhomens chupando gkscontos eroticos opostos que se atraemxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitovideo de sexo magrinha tentou fugir mas fico imobilizado com o pau gigAnte no cumorador. de rua sendo bulinado ate gozarcontos eroticos ele esfolou meu rabinhovideo belmiro o caseiro caralhudoContos minha esposa negra bundudona no forro eu corno contobeceta melecada fazeno barulinho fudenoContos eroticos gay chule do meu cunhadofilha minha femea contoaninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contossmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticostarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudowww.xvideos- gaysinho gosta de chupar seu peniz comprido e mole chupa para passar o tempo chupando seu penis igual um bambu gigante.comcorno frouxo contosnovinha de chinelo havaianas contosnovinhas ninfetas tao novas que nem peito tem aindaContos eroticos gay que deu a primira vez e gritou de dorporno do padre fudeno casada comfusanovinha desmaia de tanto gosa conto eroticodoce nanda parte cinco contos eroticossendo lascada por maquina do caralhiscontos eróticos lesbicos strapon putinha vadia vagabunda fudernovinha do priquito ruivo contossexo com mulheres q penden para de da o cu pois ta doendocarolzinha santos trepano no churrascovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhocontos chupei o grelinho da enteadinha a forçaespiei a minha madrasta gostosa e fiz um vídeo caseiro dela