Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Aniversário de casamento (parte 2)

Um conto erótico de Homem Cadela
Categoria: Heterossexual
Data: 26/06/2008 12:30:42
Nota 9.40
Assuntos: Heterossexual

À pedidos... mais uma parte da nossa vida... (leiam "Aniversário de casamento")

Fiquei sem saber exatamente oque dizer. Os pensamentos voavam. Como assim? Chamar os nossos algozes? Chamar quem havia nos feito tão “mal”?

Sem esperar que eu me pronunciasse ela falou:

- Tu acha que eu não sei que foi tu quem arranjou tudo isso? Eu soube desde o momento que tu me pediu para eu me tocar na frente deles. Tu nunca ia fazer isso se não fosse uma coisa arranjada. Tu podia até brigar com eles mas não ia pedir para eu me masturbar para eles. Ainda mais ficando de pau duro.

Dei uma gargalhada, espantado com o raciocínio lógico dela e a beijei perguntando numa afirmativa:

- Tu gostou então?

- Claro que gostei. Gozei muito. Adorei.

Ela se deitou sobre mim e perguntou:

- Tu não gozou, né?

Sem que eu respondesse, ela foi descendo, escorregando sobre meu corpo. Foi beijando rápida e suavemente o trajeto que fazia até chegar no meu sexo. Lá, num movimento até brusco, agarrou e enfiou todo, sem delicadeza, na boca molhada e quente. Gemi.

Ela se satisfazia nele. Ela colocava todo na boca. Tirava. Esfregava no rosto. Lambia. Meu prazer em vê-la fazendo oque queria, oque estava com vontade de fazer, me deixava com mais vontade de invadir seu sexo. Ela literalmente se lambuzava com o seu próprio prazer. E isso me dava mais prazer ainda.

Não estava mais me agüentando quando ela parou e subiu sobre meu corpo. E o fez rápido. Muito rápido. Quando vi eu já estava dentro dela e ela subindo e descendo com vontade. Subia e descia algumas vezes e esfregava seu sexo em mim com tudo lá dentro. Uma de suas mãos pousada no clitóris e a outra mão atrás. Eu a imaginava com um dedo dentro do ânus, também se acariciando. E isso me dava mais tesão ainda.

Mas ela mudou novamente de posição. Virou-se de costas para mim e pude ver oque acontecia de verdade.

Ela sentou novamente, encaixando o seu sexo no meu. Continuava com os movimentos fortes. Continuava com uma mão no seu sexo e a outra atrás. Continuava se esfregando com força. Mas seu dedo não estava dentro do seu furinho como eu imaginava. Minha surpresa e delírio foi ver que sua mão segurava o consolo lá dentro.

Quase gozei quando vi a cena do consolo deliciosamente enfiado até a base. Todo lá dentro, lá no fundo. Uma delícia ver seu furinho alargada recebendo um prazer bem maior do que estava acostumada. Um prazer saber que ela o queria no fundo. Um prazer indescritível saber que ela queria mais e maiores "homens" dentro dela.

Ela não o movimentava, mas o mantinha todinho lá. Não parecia querer largar. Não queria deixar seu novo prazer escapar. E eu? Eu não resisti. Tirei a sua mão do nosso novo amigo, empurrei-a para a frente para que se debruçasse sobre as minhas pernas e, consequentemente, empinasse sua bunda para o meu prazer.

Comecei a fazer com que o consolo entrasse e saísse daquele buraquinho delicioso. Ela quase não conseguia se mexer. Alguns movimentos espaçados ela ainda fazia com a cintura, subindo e descendo seu sexo no meu. E eu só fazia acelerar os movimentos com o consolo. Sentia o seu corpo retesado e o consolo apertando o meu pau.

Eu me masturbava dentro dela e ela apertava mais ainda as minhas pernas. Meu prazer em vê-la tendo prazer. Meu prazer em sentir a pressão sobre o meu pau. Meu prazer em sentir o seu corpo se contraindo ainda mais. Meu prazer que jorrou dentro dela.

Gozei. Gozei com a sensação de me esvair todo. Gozei com a sensação de perder as forças. Gozei com um urro. Gozei com o corpo contraído. Gozei por uma eternidade.

Nesse mesmo momento ela cravou as unhas nos meus pés e parou. Melhor dizendo... tentou parar. Seu corpo tremia, vibrava. Cada vez que seu corpo tentava relaxar uma nova contração involuntária lhe invadia e ela soltava um pequeno gritinho. Era uma “ai” que seu corpo, agora mais sensível, soltava ao sentir o corpo todo preenchido.

Ainda teso, sentindo os últimos movimentos involuntários de seu corpo, soltei o consolo. Vi ele saindo em movimentos lentos, conforme seu corpo permitia. Caiu sobre minha barriga como que "cansado" e vi o seu furinho semi-aberto. Seu delicioso furinho se fechando em breves piscadelas, como se me agradecendo pelo prazer dado a sua dona. Prazer que demorou a passar.

Prazer que foi curtido por nós dois em silêncio até nossos corpos não suportarem mais a estagnação e nos abraçarmos em um longo sono, até a manhã seguinte.

Tudo um sonho. Um sonho que, recordado no trajeto para casa, ficou prometido se realizar novamente. Um sonho que queríamos repetir todos os dias. Um sonho que virou o nosso vício.

Não vou dizer que repetimos essa delícia pois não considero que tenhamos feito. Não repetimos porque melhoramos. Nos encontramos outras vezes com Ana e Paulo e novas descobertas aconteceram. Minha esposa agora é uma tarada convicta. Eu também sou, não nego. Praticamente não negamos sexo, seja com quem for, desde que confiemos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/05/2014 16:45:43
Se há algo melhor que foder, é foder numa putaria... ninguém de ninguém...
04/07/2008 10:40:18
rsrsrsrs.... valeu VAVA30
27/06/2008 16:00:14
Adorei, só não vou dar 10 porque não participei fisicamente. Escreva mais...




Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadovidio page novinha tomando banho gostoso na fasendasexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciaVirgem chora na cama com velho taradomulhre pelada rezei ponoChico não posta foto dela desce em pornô com As Panteras filme pornô com As Panteras 10Caralhudos na bucetinha virgemporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela querernovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhocontos eróticos, fatos veridicos com bem dotadoSexoloucoanimalminha esposa e seus negoes comedores contosvídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuasexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatasvídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadaincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheirocontofudi minha cunhadaxvideos gata novinha virgem perdendo a virgindade .sai pra ir na igreja e acabou indo foder no.motel levantou a saia cunprida e gozo gostosoolhando a vizinha gostosa de shortinho depois pula o muro e mete a piroca na vizinhacalçinha ate amarotada na bucetaconto erotico fiz chantagem e comi o cu da minha maeo bucetaoda minha noraseminarista transa colega de quartosobrinha ainda sem peitinho 13 contobunda nervosa caralho gozoumeu cu geme pornoconto erotico transei com o irmao do meu esposome deliciei vendo minha mãe tomar banhoconto erotico advogado apaixonanteporno ladrão forçando dona de casa a fazer anal forçadonovinha gritano e gosanovídeo de uma mulher é o cara para tirar a virgindade dela pegando ela pulsaeu quero só o gostosão moreno fortão doQuero assistir filme pornô brasileiro das Panteras a mãe com shortinho bem curtinho e para o banheiro mijar e o filme vai ficar beijando a testa da porta de homem com calcinha fio dentalIrmas casadas taradas carentes cendo enrabadasporno doido botou amames pra chorartaradao fode esposa na frente da amiga que quer tanbem.comcontos de pau preto e grossoContos eróticos de tulacontos casada da o cu pro cão e o marido participa comendo tambemcontos eróticos meu namorado me amarroue vendou e chamo os amigosVer contos de ciume do diario de um guei (sobre alam e biel).belo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhaContos erotico arombei minha prima gordinhAmundobicha.com brasil academicosboquete da irmazinha casadoscontosContos eroticos a gozada incetuosa e mais gostoza que quaque outra gozando dentro da irma cem camisinhaemtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexotia perucas carinha de anjo nua peladatransendo cominha conhada dospeitaoUma coroa evagelica fudedo de saia cupridaguei dando cu p avestraz s zoofiliaconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muitolangonha conto heteroshot apertado rola grossa se destacarapaz pula fora quando senti que o negao ia empurrar tudoempresários do pau grande transando com homens mais lindo do mundo e musculosos e gostosos na pisina mete o pau grande que sai sangue misturado com gala gostosaslesbicas praticantes de lactofilia xvideos hdminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.tathy ellen contoscoletania de negao socando ate o saco nas esposas gringas com vestidos pornoperdi a virgindade pq quiz conto incetoTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticoporno de ananotacasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornoXVídeos a comadre de vestido bem curtinho com a boca fica do lado de fora no ônibusmulher secura na pica do negao quando encosta no cufudeno cadela de frango asado zoo filianovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidoTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meiomoças todas cagadas e meladasler contos reais acontecido esse ano de 2017 de maridos que de tanto insistir viraram cornos mansinhomulher se afogando com o pao na garganta ponodoidoa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda raboele a enrabala e ela a cagar.se pornoevangelica ainda nao tinha dado o cuconto erotico gay vagejada capmãe tentando resistir as artimanhas do filho pornoxvidio empesaafrouxou fundo um cumulher encapetada sexoenfioo seu pirocao no cu do viado no chuveiroquero ve os telefoni das mulhe de curitiba casada que gosta di da a buceta para oto omhe deixa teu telefonevideo porno vovô descobre que a netinha tem o clitoris grande