Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Os gemidos da mãe de minha namorada.

Autor: ctr
Categoria: Heterossexual
Data: 01/07/2008 18:04:58
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Os gemidos da mãe de minha namorada

Este relato que conto aconteceu comigo a alguns anos, em meados de 1994, atualmente tenho 37 anos mas na época tinha por volta de 24 anos. Com certeza se os fatos acontecem nos dias de hoje essa história teria tomado um rumo bem diferente.

Sou um homem muito simples e comum, tenho 1,73 metros, 72kg, olhos castanhos, cabelos pretos curtos, pele bem clara, na época eu namorava a um bom tempo, já conversava inclusive sobre casamento, como durante a semana eu não tinha contato com minha namorada por estar trabalhando e estudando nossos encontros sempre eram nos fins de semana.

Ao longo dos anos fui ficando mais intimo do pai, mãe e irmã menor dela, freqüentando mais a casa e depois de um bom tempo acabamos criando um habito de dormir alguns finais de semana na casa de meus pais e alguns finais de semana na casa dos pais dela.

A casa dos pais dela é uma casa muito simples um sobrado onde na parte térrea existe uma sala, uma cozinha e um banheiro e na parte de cima três quartos sendo um deles possuia um pequeno banheiro, neste quarto dormiam os pais dela e os outros dois onde dormiam cada uma das filhas.

Eu dormia na sala na parte de baixo da casa em um colchão, embora estivesse bem íntimo da família tudo acontecia com muito respeito, gostava muito de todos e começa a enxergar eles como extensão da minha família, embora eu já estivesse mantendo relações sexuais a bastante tempo com minha namorada, isso nunca aconteceu dentro da casa dos pais dela.

Em uma dessas noites comecei a enxergar uma pessoa em especial na família com outros olhos, essa pessoa era a mãe de minha namorada.

Era madrugada e eu acordei estava ouvindo vozes vindo da parte de cima da casa não entendi o que estavam falando apenas ouvia o pai e a mãe de minha namorada conversando, eu despertei e não dormir mais.

Passado um pequeno espaço de tempo começo a ouvir a mãe de minha namorada gargalhar, ela gargalhava em alguns momentos um pouco alto mas logo se contia, acho que para não acordar ninguém.

Embora essa não fosse a primeira vez que eu estivesse dormindo lá, era a primeira vez que eu ouvia tais coisas, estava muito curioso e tentando entender o que se passava.

A sessão de gargalhadas da mãe de minha namorada parecia ter acabado e agora no lugar das gargalhadas começam discretos gemidos, embora discretos e feitos bem baixinho eram intenso.

Nunca imaginei vivenciar aquilo, não sei o que aconteceu comigo, mas comecei a ficar excitado ouvindo a mãe de minha namorada gemendo.

Eu dormia de bermuda, cueca, camiseta e um cobertor, então baixei por baixo do cobertor minha bermuda e cueca, fechei os olhos e comecei a imaginar que era eu quem estava ali com a mãe de minha namorada e que era pra mim que ela estava gemendo.

Os gemidos dela foram ficando mais intensos e um pouco mais altos e isso estava me excitando cada vez mais.

Gemidos femininos sempre me deram muito tesão e prazer, eu já havia transado com algumas garotas cada uma com um jeito diferente de se comportar na hora que sente prazer, mas nunca havia ouvido alguém gemer daquele jeito, tão gostoso.

Eu continuava de olhos fechados me masturbando de forma forte e intensa, meu pênis estava extremamente duro, imaginando cada movimento, cada expressão dela, a cada gemido mais intenso dela sentia que ela estava mais próxima de chegar ao orgasmo.

Comecei a imaginar como seria a vagina dela, comecei a imaginar o quanto ela deveria estar molhada, comecei a imaginar como deveria ser o gosto do mel que exala de seu sexo e o calor e a textura de sua pele, fiz uma viagem, desejando muito aquela mulher.

De repente pra minha infelicidade a brincadeira acaba quando ouço um gemido ainda mais forte e gostoso, seguido de um urro e de um profundo silêncio, imagino neste instante que ela gozou.

Eu continuo ali, me masturbando, muito excitado, também querendo gozar mas sem ter onde, fiquei com medo de gozar no cobertor e de no dia seguinte alguém descobrir.

Resolvo então terminar de me masturbar no banheiro, silenciosamente sento no vaso sanitário, encostos minhas costas na parede, desenrolo um pouco de papel higiênico e continuo minha masturbação, quando olhos para frente e vejo um cesto de roupas sujas.

Abro o cesto e vejo várias roupas, camisetas, calças, cuecas e o que eu jamais poderia imaginar encontrar algumas calcinhas, entre elas uma que só poderia ser da mãe da minha namorada.

Era uma calcinha azul bem clarinha, era um pouco grande, meio velha, chegava a ter um pequeno furinho perto do elastico.

Não resisti comecei a lamber e cheirar aquela calcinha ao mesmo tempo que me masturbava.

A calcinha tinha um cheiro de urina, misturado ao cheiro natural do melzinho da vagina dela, que me excitava ainda mais.

Não resisti ao perfume e logo gozei, muito, queria ter gozado na calcinha mas fiquei com receio, acabei gozando em um pedaço de papel higiênico.

Guardei a calcinha dela no cesto, junto com as outras roupas, voltei para o colchão, demorei bastante mas acabei dormindo.

Desse dia em diante comecei a ver a mãe de minha namorada com outros olhos, procurei me aproximar ainda mais dela, ficar mais seu amigo, procurava fazer de tudo para agradar, ir ao mercado para ela, elogiava muito, mas nunca aconteceu nada entre nos.

Para a minha felicidade ouvi ela gemer e gozar algumas outras vezes quando pude ter a oportunidade de dormir em sua casa.

Sempre que eu usava o banheiro, procurava por alguma calcinha dela para lamber, cheirar, mas infelizmente nem sempre encontrava.

Resolvi dividir com vocês o imenso prazer que senti, se alguém quiser conversar comigo, relatar experiências me escreva [email protected]

Comentários

03/07/2008 11:25:40
Belo conto, excitante sem ter nem ao menos tocado nela. Parabéns.
02/07/2008 07:34:14
01/07/2008 18:15:31
Bom, infelizmente você não conseguiu dormir com a mãe dela, mas tudo bem, dou nota 8 para seu conto

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


pai cheira a cueca do filho com gozoas mulheres mais tratante do pornô de fio dentalcunhada safada e a mulher alisando o cunhado caralhudo ,contos e relatos eroticoschicao corno submisso ao negao 4 conto cornocontos eróticos de sequestroprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornocontos tatuape primeira bucetamae vai massagea o filho fica de boca aberta con o cacete do filhoanythingbotou a calçinha de lado e mostrou abuçetaContos eroticos incesto com titias e crentesmadrasta de camisola foi tomar agua de noitecontos de sexo depilando a sogranovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritavideos porno fodendo mae emprensadavideo porno rapidinha com amigo do namorado enquanto ele banhachupando buseta labefo pasda mso bocsconto eroticos transformando a santinha em depravadaaprendiz do sexo porno falando palavroesaribjr/escritorFiz sexo com meu profeasconto no cinepornocontos eróticos técnica de enfermagem pegando carona com colegacontos meu tio pauzaohostorinha emquadrio porno mai tranza com seu filhopornocontoincestoscomo passar a pomada azulzinha na buçetabuceta nua com pintei moicanobucetinhasequinharabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhacontos eroticos de quem perdeu a virgindade com a empregadacontos eróticos as amiguinhasmaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimadebbrasil pornocontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8contos de incesto estava com medo da chuva e dormir com a mamãecontos eroticos caguei no paupornô doido comadre entre pica grande negãooq a bliblia adiverte sobre sexso analadolecente chorando no picao cuzinho virgem incestouma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIassistindo filme com a tia e perder pra dica abraçadinho xvideosconto erotico castiguei o viadocadela com a vargina enchada e zoofilia comevideo olhei peludo no banho deu vontade de chuparso bucetudas chorando quando a pica entrouporno mae Chaegando em casaporno serena ali doeuantonio negro comedor abriu a porta dotado conto corno mansosobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideosxvidiopornô doido meu padastroDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos Contospunindo escrava sadomasoquismocontos eróticos de entregador de agua como dona de casagraças a um cano estourado comi minha irmãfotos de adélia que postam suas bucetas no mensagens50 tons de gizComedor de mulher de corno campo grande mscontos heroticos cuzinho da japinhafuderporcompletoadolecente chorando no picao cuzinho virgem incestoblogger comedorcasada gozando veja fotosoraia carioca soca com negao picudopervertido passando a mao na bucetinhafotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leitebaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitosporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridocontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anosDEI PARA MEU FILHO NO SOFAprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornocontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2dois negao dt realizando fantasia de n mulher casada porno doidocontoprimeirafodafiume porno brasileropraticantes de scat videopau no cu da incoerente pornoconto adoro ser cadelinhavídeo pornô da cachorro satisfazê-lo cachorro satisfazendo sua donaContos eroticos.de filha ajudando paiquero ver todos os filme que As Mulheres Ricas pegando a xoxota na cara dos homens com a imagem bem grande e g****** na boca descendo embaixo na boca delecontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornoscontos mae filho lambe cona esporradaQuadrinhos cabeludos de uma gangue de monstros tarada por mulheres gostosas! HQs lotadas de criaturas horripilantes que vão te dar medo e prazer!promo gostoso me fudeu contos eróticos gayContos eróticos meu marido solbece quantas rola já levei no cucontos eroticos com padrasto estupro gosteiconto comi uma eguaconto alisando a sobrinha pequena