Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Os gemidos da mãe de minha namorada.

Autor: ctr
Categoria: Heterossexual
Data: 01/07/2008 18:04:58
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Os gemidos da mãe de minha namorada

Este relato que conto aconteceu comigo a alguns anos, em meados de 1994, atualmente tenho 37 anos mas na época tinha por volta de 24 anos. Com certeza se os fatos acontecem nos dias de hoje essa história teria tomado um rumo bem diferente.

Sou um homem muito simples e comum, tenho 1,73 metros, 72kg, olhos castanhos, cabelos pretos curtos, pele bem clara, na época eu namorava a um bom tempo, já conversava inclusive sobre casamento, como durante a semana eu não tinha contato com minha namorada por estar trabalhando e estudando nossos encontros sempre eram nos fins de semana.

Ao longo dos anos fui ficando mais intimo do pai, mãe e irmã menor dela, freqüentando mais a casa e depois de um bom tempo acabamos criando um habito de dormir alguns finais de semana na casa de meus pais e alguns finais de semana na casa dos pais dela.

A casa dos pais dela é uma casa muito simples um sobrado onde na parte térrea existe uma sala, uma cozinha e um banheiro e na parte de cima três quartos sendo um deles possuia um pequeno banheiro, neste quarto dormiam os pais dela e os outros dois onde dormiam cada uma das filhas.

Eu dormia na sala na parte de baixo da casa em um colchão, embora estivesse bem íntimo da família tudo acontecia com muito respeito, gostava muito de todos e começa a enxergar eles como extensão da minha família, embora eu já estivesse mantendo relações sexuais a bastante tempo com minha namorada, isso nunca aconteceu dentro da casa dos pais dela.

Em uma dessas noites comecei a enxergar uma pessoa em especial na família com outros olhos, essa pessoa era a mãe de minha namorada.

Era madrugada e eu acordei estava ouvindo vozes vindo da parte de cima da casa não entendi o que estavam falando apenas ouvia o pai e a mãe de minha namorada conversando, eu despertei e não dormir mais.

Passado um pequeno espaço de tempo começo a ouvir a mãe de minha namorada gargalhar, ela gargalhava em alguns momentos um pouco alto mas logo se contia, acho que para não acordar ninguém.

Embora essa não fosse a primeira vez que eu estivesse dormindo lá, era a primeira vez que eu ouvia tais coisas, estava muito curioso e tentando entender o que se passava.

A sessão de gargalhadas da mãe de minha namorada parecia ter acabado e agora no lugar das gargalhadas começam discretos gemidos, embora discretos e feitos bem baixinho eram intenso.

Nunca imaginei vivenciar aquilo, não sei o que aconteceu comigo, mas comecei a ficar excitado ouvindo a mãe de minha namorada gemendo.

Eu dormia de bermuda, cueca, camiseta e um cobertor, então baixei por baixo do cobertor minha bermuda e cueca, fechei os olhos e comecei a imaginar que era eu quem estava ali com a mãe de minha namorada e que era pra mim que ela estava gemendo.

Os gemidos dela foram ficando mais intensos e um pouco mais altos e isso estava me excitando cada vez mais.

Gemidos femininos sempre me deram muito tesão e prazer, eu já havia transado com algumas garotas cada uma com um jeito diferente de se comportar na hora que sente prazer, mas nunca havia ouvido alguém gemer daquele jeito, tão gostoso.

Eu continuava de olhos fechados me masturbando de forma forte e intensa, meu pênis estava extremamente duro, imaginando cada movimento, cada expressão dela, a cada gemido mais intenso dela sentia que ela estava mais próxima de chegar ao orgasmo.

Comecei a imaginar como seria a vagina dela, comecei a imaginar o quanto ela deveria estar molhada, comecei a imaginar como deveria ser o gosto do mel que exala de seu sexo e o calor e a textura de sua pele, fiz uma viagem, desejando muito aquela mulher.

De repente pra minha infelicidade a brincadeira acaba quando ouço um gemido ainda mais forte e gostoso, seguido de um urro e de um profundo silêncio, imagino neste instante que ela gozou.

Eu continuo ali, me masturbando, muito excitado, também querendo gozar mas sem ter onde, fiquei com medo de gozar no cobertor e de no dia seguinte alguém descobrir.

Resolvo então terminar de me masturbar no banheiro, silenciosamente sento no vaso sanitário, encostos minhas costas na parede, desenrolo um pouco de papel higiênico e continuo minha masturbação, quando olhos para frente e vejo um cesto de roupas sujas.

Abro o cesto e vejo várias roupas, camisetas, calças, cuecas e o que eu jamais poderia imaginar encontrar algumas calcinhas, entre elas uma que só poderia ser da mãe da minha namorada.

Era uma calcinha azul bem clarinha, era um pouco grande, meio velha, chegava a ter um pequeno furinho perto do elastico.

Não resisti comecei a lamber e cheirar aquela calcinha ao mesmo tempo que me masturbava.

A calcinha tinha um cheiro de urina, misturado ao cheiro natural do melzinho da vagina dela, que me excitava ainda mais.

Não resisti ao perfume e logo gozei, muito, queria ter gozado na calcinha mas fiquei com receio, acabei gozando em um pedaço de papel higiênico.

Guardei a calcinha dela no cesto, junto com as outras roupas, voltei para o colchão, demorei bastante mas acabei dormindo.

Desse dia em diante comecei a ver a mãe de minha namorada com outros olhos, procurei me aproximar ainda mais dela, ficar mais seu amigo, procurava fazer de tudo para agradar, ir ao mercado para ela, elogiava muito, mas nunca aconteceu nada entre nos.

Para a minha felicidade ouvi ela gemer e gozar algumas outras vezes quando pude ter a oportunidade de dormir em sua casa.

Sempre que eu usava o banheiro, procurava por alguma calcinha dela para lamber, cheirar, mas infelizmente nem sempre encontrava.

Resolvi dividir com vocês o imenso prazer que senti, se alguém quiser conversar comigo, relatar experiências me escreva [email protected]

Comentários

03/07/2008 11:25:40
Belo conto, excitante sem ter nem ao menos tocado nela. Parabéns.
02/07/2008 07:34:14
01/07/2008 18:15:31
Bom, infelizmente você não conseguiu dormir com a mãe dela, mas tudo bem, dou nota 8 para seu conto

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


enfiando o dedo na cabacinha delaContos erroticos de empragada chinezasou encanador sexodescobrindo o amor 74 dr romântico meu padrasto me vigiava tomar banho um dia ele comeu meu curabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhaEu tava em casa com meu amigo no sofá ai minha esposa saiu do quarto peladinha ai ela deu a buceta a nois dois casa dos contoshttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticosConto gay com o padrasto coxudoreymer ,eroticocontos minha tia nick 2puta no hoteldo bucetao loca de tesaoporno antigo menina foge de casa por causa do padrasto taradoquero ver travestis sexo travesti comendo mulher da rola bem grande e grossa norm e homem comendo mulher também pode ser ou não tá difícilwww.xvideo vanda virtusfilhinha puta fazendo gang gang com os vizinhos taradomulher com bermudacurtinha paceando na ruacomentários350 anal de meninaspornofamilha sacana . filha querendo mamaSacaniha reboado nos pauzaoEncoxada no transporte público contos eróticoporno grátis cm gringa dando ate se amoleseressa coroa coloco varias calcinhas p meterVendedora gostosa do shoppingmanual de corno manso gatobomcontos eróticos com minha irmanzinhacontos eróticos de sequestronegao com pica enorme assusta em despedida de solteirorelato quenquinha velha enfiano anter o cotovelo no travestiscontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi elácontos romatincos gay pit boymulheres estupradas por varios homens roludos ao extremocontos desvirginando a mulher do cornoXvideos com icrivel ruguiTravesti fica olhando sua amiga recebe crempe analwww.x10 porno incesto mãe e filha obrigando ao filho para transar com elasvidio page novinha tomando banho gostoso na fasendavídeo porno de mulher com negrão sedo estrupadas no cu e gozando muitovideo viuva custou a dar a buceta3 julho 2015 8445 paguei para deflorar a filha do caseiro casa dos contos eroticocunhadacontoeroticocontos eroticos feminizaçao do garotinho maenegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adorachupando a bucets dela depois metendo a casdeta con muito tesaosobrinha pega o tio com.papagaio na mão porno doidocontos eroticos casada estuprada pelo empregadoanal normalistabrincando escanchada contos pornocontos casal pau inchandowww.meu vizinho negao me estuprou mundobicha.comler conto erotico meu delegadocontos porno padre gaycontos dei p meu chefefilhadorme.e.pai.enfrega.pica.na.buceta.delapulomuitoem.cima.de.mim.pornocontos erotico minha sobrinha veio em casavideos pornos de genros depilando sogra e n resiste fode elaContos eroticos gay funk traficantetravesti super roluda pega a mulher casada que goza so de ver o tamanho ahhhhcontos bulinando minha tetinhacontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maisGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladomulher gosando de mas qe xega espirra lange.composicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridoconto crente com fogo na bucetaFotos d cazada sendo fodida p roludoeu qeuro vidio di sexoeu. quero. ve. video. porno. com. menina. de. quize. ano. pegarno. carona. de. caminhaoJaponesinha dandu u cusinhu pru negam bem dotadu 4engolindo porta no ônibus na viagempriminha inocente pegando no pinto do primo na frente de toda família sem eles veremxvedeo as 20 mehores gozadacontos eroticos minha primeira siriricaconto gay "macho entendeu"zoio filme antigo erótico animalesco@nubianinfa.com