Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Promocao maudita

Autor: menina
Categoria: Heterossexual
Data: 25/07/2008 00:13:50
Nota 10.00
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bem vou contar para vocês minha primeira historia emocionante.

Esse e meu primeiro conto espero que gostem.

Bem tenho 21 anos, sou morena clara cabelo liso e com luzes, sou uma mulher alta e larga, não sou gorda mas tenho muito quadril, seios grandes e coxas grossas. Tenho um rosto de menina e estou sempre sorrindo, faço faculdade de direito e estou no sexto período e para pagar a faculdade trabalho como recepcionista numa grande empresa multinacional. No meu trabalho uso uniforme que e uma saia secretaria uma blusa de botão branca e um blazer, tenho que estar sempre de meia-calça e com cabelos presos num rabo de cavalo bem maquiada e sorrindo. Por ser muito vaidosa gosto mesmo usando uniforme de me sentir sexy e por isso uso sempre cinta-liga com meias 1/7 para poder respirar. Namoro a 6 anos um rapaz muito romântico e apaixonado já formado que ganha muito bem e me trata como rainha minha vida e bastante rotineira e monótona.

Um belo dia o presidente da empresa foi a filial onde eu trabalho ele estava sem terno de bermuda e uma blusa meio desbotada como era um homem que parece num passar dos 36 malhado e bronzeado de sol parecia ate um surfista, as meninas que são minhas amigas da recepção não deram muita atenção ao homem mal vestido e eu como sou contra discriminações tratei ele muito bem para que ele não se sentisse mal com a deferência com que elas o trataram(lógico que ninguém sabia que o homem era o presidente).

Ele foi atendido pelo diretor a quem veio vê e eu continuei meu trabalho, depois de algum tempo fui chamada pela minha supervisora que disse que o diretor geral responsável pela empresa estava me chamando urgente em sua sala e perguntou se eu havia feito alguma bobeira, eu respondi que não e mesmo com a consciência tranqüila fui me tremendo pegar o elevador.

Chegando na sala do diretor encontrei o senhor mal vestido, o diretor virou para o senhor e disse foi essa ? e ele respondeu que sim, o diretor então me explicou que aquele era o presidente da empresa e que ele estava me dando uma promoção me queria como sua assistente na matriz e que eu seria transferida naquele momento, números de salário me foram passados e carga horária fiquei muda de felicidade e no fundo com medo de tudo ser uma brincadeira.

Mas tudo era verdade, no dia seguinte estava na matriz e era assistente do homem, ele disse que eu deveria estar sempre de terno-saia mas não mais uniforme. A minha vida tinha sofrido uma grande mudança porque minha carga horária de trabalho aumentou bastante eu passei a fazer faculdade pela manha e pegava no trabalho as 14 horas e só saia quando acabava todas as reuniões, por varias vezes por ser muito tarde meu chefe me levava em casa e eu achava que aquele era o procedimento normal.

Numa sexta feira saindo da faculdade eu peguei uma chuva horrível tinha ficado toda molhada, cheguei na empresa atrasada e dei de cara com um chefe mau humorado, ele me olhou dos pés a cabeça e disse que eu faço com você, eu meio que brincando disse me seca. Na hora eu não havia pensado na conotação sexual mas ao vê a expressão do rosto dele eu percebi que tinha cometido um erro, ele foi ate a porta fechou e disse tira a roupa, eu fiquei assustada e fiz uma cara de ofendida respondi que não e ele mandou eu deixar de ser boba ele iria mandar levarem numa lavanderia de secagem rápida eu respondi ta mas enquanto isso eu fico como? Ele me olhou calmo e disse você num ta de calcinha e soutian e como se tivesse de biquíni eu fiquei constrangida porque naquele momento tomei consciência da minha roupa intima era um pouco indecente. Estava com um corpete branco para que a blusa não ficasse transparente uma calcinha fio dental de renda minúscula de tirinha dos lados e a meia 1/7 cor da pele presa com as ligas. Ele continuou me olhando e impaciente disse vamos logo, eu sem alternativa tirei a blusa vendo ele me olhar como se eu tivesse fazendo um striper, meus seios estavam moldados em forma de cocha no corpete colado ao meu corpo como uma segunda pele, ao abrir a saia fechei os olhos e deixei ela cair estava com medo de enfrentar o olhar dele, apesar da cena inusitada eu tava cheia de tesão meus seios estavam com os bicos durinho, a minha xoxota saindo um suquinho quente eu tava toda arrepiada, ele assobiou e disse apenas olha o que você usa por baixo dessas roupas discretas isso revela muito de você, ele pegou minha saia e saiu da sala me deixando meio atônita depois de 3 minutos ele voltou e trancou a porta eu estava sentada no sofá que ele tinha na sala dele e disse e agora eu vou ficar assim falei aprontando para a minha roupa ou falta dela ele disse simplesmente querida você num vai ficar assim vai ficar com muito menos.

Eu fiquei com medo e disse que não era dessas que ele tava se aproveitando as situação ele nem ligou veio como um felino para cima de mim me deitou com forca no sofá e me beijou de um jeito que me queimou por dentro ele invadiu sua língua na minha boca enquanto me apertava com forca depois ele disse você tava querendo isso ne sua safada pois você vai ter muito mais, eu ia começar a me debater mais ele desceu a cabeça afastou minha calcinha e começou a me chupar eu fui ao delírio ele metia a língua circulava meu clitóris e sugava meu grelinho, eu gemia alto sem me importar com nada as mãos deles passeavam no meu corpo e eu me senti flutuar eu comecei a sentir uns tremores e me vendo tremer ele enfiou um dedo na minha vagina começando um vai e vem depois prendia meu grelinho com dois dedos e ficava com a língua ali eu ia me contorcendo era uma tortura gostosa era como estar no paraíso eu gozei forte e cheguei ate mesmo a soltar um tipo de porra na boca dele meu corpo inteiro tremia e eu estava mole meio desfalecida.

Ele gritou esta so começando ou safada eu vou te comer de todo jeito, ele não me deu sossego, levantou tirou a calca puxou rápido a cueca e tirou uma piroca monstruosa para fora ele nem me deixou aprecia-la e enfou tudo nua tacada so na minha xoxota eu senti a piroca dele batendo no meu utero e berrei esquecendo que ali era um escritório ele me deu um tapa na cara e me mandou falar baixo econtinuou me socando com aquela piroca a secretaria dele bateu na porta mas tava trancada ele não parou de me socar na xoxota com o ritimo frenético o telefone interno tocou e ele atendeu gritando que não queria ser incomodado por mais gritos que ela ouvisse, eu tentei me afastar me sentindo envergonhada por saber que todos na empresa provavelmente tinham me ouvido e deviam estar falando sobre mim. Ele percebeu que eu queria me afastar e me deu outro tapa me mandando mexer o quadril porque ele tava querendo fazer isso desde que me conheceu e ele iria me foder por cada dia que ele bateu punheta pensando em mim... eu me senti humilhada mas nunca tinha sentido uma piroca tão grossa e nunca tinha levado um tapa na cara.

Sem querer minhas lagrimas foram descendo de humilhação de medo de tesão e ele metendo forte e parecendo que ia me quebrar ao meio, ele gozou depois de uns 15 minutos e eu senti um jato quente e forte de porra banhando meu ultero era muita porra tanto que começou a escorrer pela vagina ele caiu sobre mim sem tirar o pau que mesmo mole ainda tinha consistências e ficou assim nessa posição comigo embaixo dele com as pernas para cima e ele caído sobre mim com seu pau murcho ainda dentro da minha xoxota arrombada eu sentia seu peso e chorava se recuperou e disse calma vagabunda você ainda tem muita surra de pica para levar hoje. Eu implorei para ele me deixar e ele me deu outro tapa na cara que estalou eu senti os cinco dedos na face e fiquei soluçando ele ganhando forcas tentou tirar meu corpete mas como a abertura era nas costas ele saiu de cima de mim e num movimento rápido me virou de bruco e soltou o corpete ele me virou de frente e começou a mamar no meu peito mesmo com toda a humilhação com a xereca ardendo e com o rosto dolorido eu comecei a gemer e a me contorcer ele mordia meu biquinho chapava juntava os seios tentava pegar com uma mão mas como eles são muito grandes num dava já recuperado ele ficou de pau duro e disse quero uma espanhola eu falei que não e ele me deu outro tapa me colocou de joelhos e falou faz agora, eu disse novamente que não e ele disse ou você faz ou eu enfio no teu cu tudo de uma so vez e seco como ta você vai sofrer muito eu com medo ate porque meu cu e virgem juntei os seios e comecei a chupar a cabeça enquanto ele enfiava o pau no meio como se tivesse fudendo eu tava loca pra ele gozar logo queria acabar logo com aquilo e ir embora dali mas ele num gozava eu comecei a chupalo com vontade a fazer um ritimo frenético com os seios meus joelhos já ficando esfolados e ele nada de gozar passou um bom tempo depois ele me pegou pelos cabelos e disse tenta engolir tudo eu sabia que era impossível o pau dele era monstruoso assim enquanto ele empurrava a minha cabeça eu ia sentindo anciã de vomito ele me viu lacrimejar e soltou minha nuca pedindo para faze-lo gozar passou mais um bom tempo chupando e nada daquele filho da puta gozar eu já tava cansada quando ele me pega pelos cabelos me levanta e joga no sofá diz que eu sou uma piranha incompetente que num sabe fazer um homem gozar então ele me da mais dois tapas na cara desce a cabeça e começa a me chupar eu ainda tinha a porra dele escorrendo ele chupava enloquecidamente sem ligar para nada eu sem querer fui sentindo muito tesão e fui gozando ele não parava de chupar e eu ia tendo orgasmos um atrás do outro ate que sentir tudo fora de foco era como se eu estivesse em coma totalmente durmente ele percebeu isso e começou a meter piroca eu num sentia mas nada ele me fudeu por um bom tempo depois gozou dentro de minhas entranhas saiu de cima de mim e disse por hoje e so saia da minha sala e claro que pelada e sem forcas aquela tarefa era impossível ele mandou novamente e vendo que eu não tinha nem fechado as pernas ainda se aproximou de mim e disse tudo bem eu te ajudo ele me sentou colocou meu corpete colocou minha calcinha jogou as meias e a liga na gaveta dele disse que era uma lembrança e saiu da sala voltou depois de uns minutos com a minha roupa e eu não conseguia me mover todo meu corpo estava dolorido meu rosto cheio de marcas minha vagina arrombada e dolorida e eu estava num estado de torpor que parecia espectadora de mim mesma. Ele me viu sem forcas para caminhar e me pegou no colo quando sai da sala com ele a secretaria estava com os olhos vermelhos como se tivesse chorado e no corredor pessoas trabalhavam normalmente como se nada tivesse acontecido e como se elas não tivessem ouvido meus berros e nem vendo minha cara e meu estado saindo nos braços daquele mostro ele pegou minha bolsa e desceu comigo no elevador privativo direto para garagem me colocou no seu carro e me levou para sua casa. La ele tirou minha roupa me colocou numa banheira com água quente e de cheiro gostoso e me limpou eu assistia a tudo como uma invalida depois ele me enxugou me vestiu penteou meu cabelo e me colocou de volta no carro pegou minha bolsa mexeu no meu celular e ligou para o meu namorado falou olhando para mim acabei de comer sua namorada como você jamais sonhou em comê-la ela agora me pertence e desligou o celular pegou no meu queixo apertou muito forte e disse você ouviu?? Você me pertence! Ligou o carro e me deixou em casa falando ainda para minha mãe que eu passei mau e que estava preocupado comigo, mamãe agradeceu o tratamento e fechou a porta para ele so naquele momento eu consegui respirar estava toda dolorida e sentia cada músculo do meu corpo meu rosto inchado so naquele momento pensei o que aconteceria da minha vida de ali por diante ...

Comentários

25/07/2008 08:39:30
é veridico
25/07/2008 08:22:38
Só uma pergunta. Isso aconteceu mesmo? Achei interessante seu conto, mas gostaria de saber se é verídico.
25/07/2008 01:52:32
25/07/2008 00:16:07
espero que gostem do texto e comentem e o primeiro desculpe qualquer coisa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


flagrei esposa socando vibrador no cu do vizinho novinho contoscoroa taradasexo históriame comeram com meu irmao pauzudoconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-gtavicity.ruxxvideos loirinha da para o cachorro de raça alemã PAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOxvideos com pomba gira brasileiros encorporadasBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAcontos eróticos curtosde gay dando o cu pro cachorrãocontos eroticos dando o cuzinhi e a boceta pro molekis da vizinhancamanmando no glelinho sem pararcomi a minha tia pela primeira vezContos e relatos incesto 12anod minha vó me ensinou a gostar de cu e buceta pirocuditefone fixo de coroa rica tarada pra transa 40maduras no meu cu nao porraaa paraaa aiiiiivídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosacontos de podolatria com sandalia de salto finocontos eróticos comi o cu do filho da mendigacontos autorizei minha esposa para fuder com outrossó os conjuntos regassado metendo gozando na bunda mais bonitacontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhadavideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçamassage ando a cunhada contomolequinhos emeninos de treze q quonze anos perdendo a virjindafe do cizinho pela primeira vez vidioscontos eróticos, fatos veridicos com bem dotadoincesto amador no surdãoTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meiomoças todas cagadas e meladascontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciacontos eróticos gays cracudoConto erotico fazendeira gostosa da pro caseiroeguas taradinha no cio pigandoconto anal orfanatotufos familia favela #8conto erotico novinho safado 05,03,2017bigodinho do ritler videos pornovideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delacontofudi minha cunhadaminha mae ficou furiosa conto incestoXVídeos mulher chupa na chapoleta de idosoPadre não é homem conto eróticosConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcairmão fode irmã e estoca mt na sua buceta q estava molhadinhadoce nanda parte cinco contos eroticosrelato quenquinha velha casada sequestrada e estuprada na lua de mel pornobrotheragem capitulo 5eu era crente pequei dei minha bucetinhavideo belmiro o caseiro caralhudosaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandoconto herotico minha namorada e meu paixvideos lavei.de porra a boca fs novinhavideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhasComo era as bucetas no tempo da minha avóas coroa que fumo um maço de cigarro pornôcontos de sexo depilando a sograSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai porno duas amiga core do pau cabesudocolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidosurpresa+no+banheiro+pornomae deliciosa abusando de garoto a noite insestomulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhovideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadanovinho vendo o roludo pela janela e ficando loucovendeos Ian pega sogra nua no quartoTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticoVai vai no cu conto incestocorno tomou leite corno contosAs Panteras o padrasto irmaos maecasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornocarlos chupando uma buceta com muito prazercontos eróticos mulher endividada