Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Quando a ducha rompeu

Um conto erótico de Dira
Categoria: Heterossexual
Data: 18/08/2008 10:30:55
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual

QUANDO A DUCHA ROMPEU

Moro num prédio muito sossegado e todos os dias saio de casa por volta das nove horas da manhã para ir ao trabalho (sou gerente de umas das lojas de um shoping próximo), e, frequentemente, cruzo com o Ricardo, advogado e meu vizinho do andar de baixo, e apenas nos cumprimentamos formalmente.

Ele é um homem muito bonito e elegante, e eu notava que ele se interessava por mim, medindo e avaliando meu corpo, enquanto eu ficava na minha, esperando que ele desse o primeiro movimento, ainda mais que ele é casado e tem dois filhos (e eu sou divorciada).

Mas, ontem ouve um acidente no meu apartamento. Estava pronta para sair quando precisei ir ao banheiro e fazer cocô. Quando terminei, ao fazer a higiene íntima (como estava acostumada, usava a ducha acoplada à bacia), o caninho escapou. Como eu não sabia consertar o aparelho, desliguei o registro geral e fui chamar o zelador, mas o interfone não estava funcionando. Sai de casa, tomei o elevador, que parou no andar de baixo e o Ricardo entrou. Cumprimentamos-nos e, tendo notado que eu estava aflita, perguntou o que acontecera e eu contei. Como cavalheiro que é imediatamente se propôs a ir ao meu apartamento e fazer o reparo. Não quis incomodá-lo, mas ele insistiu e quando o elevador chegou ao térreo eu já tinha concordado com ele, subindo novamente para ele fazer o conserto.

Realmente, notei que os concertos das coisas da casa são simples para um homem, enquanto para uma mulher isso tudo é muito complicado.

Para agradecer a trabalheira que ele tivera, fui fazer um café, acompanhado de uns biscoitos de polvilho. Mas ele terminou o serviço antes e foi para a cozinha, quando eu estava coando o café para servir.

Servi o café na sala de visitas e começamos a trocar idéias, começando pela ducha e rapidamente indo para outras. Ricardo tinha uma conversa interessante e muito divertida, conduzindo os temas para onde desejava e, neste caso, foi para os de higiene feminina intima, atingindo às necessidades da higiene intima e, finalmente, para a necessidade de se observar cuidadosamente se a higiene intima foi perfeita. Nesta altura do bate-papo, os assuntos chegaram às idéias safadas, com os nossos olhos brilhando, tendo Ricardo, já sentado ao meu lado no sofá, abraçou-me, aguardando apenas que eu lhe desse o impulso inicial. Desde o inicio desta conversa (poderia dizer que o tema geral foi sobre a higiene íntima), comecei a ficar excitada, minha vagina umedeceu, e, como start-up inicial, beijei Ricardo, que apenas esperava um sinal para continuar. Suas mãos, grandes e harmoniosas, começaram a explorar meu corpo, meus contornos, minhas saliências e minhas profundezas, enquanto que fui dominada por um desejo profundo, há muito tempo não alcançado. Ele afastou-se de minha boca e passou pela minha orelha e sua língua, num movimento circular, enfiou no meu ouvido, deixando-me completamente arrepiada. Voltou a me beijar, desabotoando e tirando minha blusa, soltou e jogou longe o sutiã, enquanto encostou sua língua no meu pescoço, habilmente percorrendo toda a extensão, ampliando o meu desejo, deixando totalmente meu corpo eriçado.

Meus mamilos tornaram-se o escopo da sua língua, alternando lentamente de um para outro, chupando e mordiscando com grande prazer, enquanto comecei a arquejar num tom crescente, sentindo minha boceta estar totalmente molhada, exigindo ser preenchida.

E nem percebi quando Ricardo tirou minha saia e minha calcinha, destroçando a meia-calça e arrancando os sapatos, levantando-me e carregando-me no seu colo para meu quarto e deitando-me suavemente na cama.

Ele ficou de pé ao meu lado e, enquanto despia sua roupa, ficava apreciando cada porção do meu corpo, propondo obscenidades que iríamos realizar mais tarde, o que ampliava o meu desejo, aquele tesão de ser dominada e penetrada.

O físico de Ricardo quando nu mostrava ser o de um verdadeiro Apolo, com um corpo maravilhoso, seu tórax amplo e pujante merecia ser sugado com prazer, uma cintura estreita de um atleta e, como o ápice de seu corpo, rodeando poderosas virilhas, dois testículos que certamente não caberiam juntos na boca de uma mulher e um pênis (que mais parecia ser um tarugo bruto) que era, na realidade, uma broca de titânio, uma ferramenta de penetração dolorida, mas desejada com fervor.

Ele sentou ao meu lado e começou a explorar cada partícula minha, lambendo e chupando, dessa vez com muita força, meus seios duros e pontudos, e indo para a minha boceta, melada e pronta ao que ele desejasse.

Minha mente tornara-se num vulcão prestes a entrar em erupção, aguardando apenas um simples estopim, e o seu rastilho foi a chupada profunda do Ricardo, iniciando na minha uretra, indo ao clitóris, quando, segurando sua cabeça sobre mim, imobilizei sua boca, e comecei a gritar, enlouquecida, experimentando um sublime orgasmo.

Este foi o primeiro de um dos muitos que experimentei ontem, pois Ricardo, deixando de chupar o clitóris, alcançou meu grelinho, chupando, não muito lentamente, pois ele estava ficando louco para ampliar o seu serviço.

Novamente cheguei a uma erupção de prazer, me contorcendo violentamente e berrando, passando a exigir ser penetrada e fodida, mas ele queria me chupar e, graças a sua fortaleza, me imobilizara, não permitindo que eu me movimentasse.

Cansado de me chupar, Ricardo deitou sobre mim e beijou-me, um delicioso beijo de língua onde senti em seus lábios os fluidos provenientes do meu intimo, um suco delicioso compartilhado por nós, e ele, afastado do meu peito, posicionando sua haste de titânio na minha porta, seu mastro pronto a me afundar, e carinhosamente penetrou-me.

Para mim, que nunca tivera um tratamento semelhante, ou seja, ser fodida suavemente por uma barra de aço grossa e rombuda, fui delicadamente alargada ao máximo das minhas dimensões, penetrando lentamente até o fundo da minha vagina, atingindo o colo do útero, enquanto sentia simultaneamente dor e prazer, prevendo uma grande explosão do meu orgasmo e antever que ele teria um gozo inesquecível.

Nós deliramos e urramos juntos, eu sentindo seu pênis e seu sêmen dentro de mim, e ele, forrado por meu hímen e lubrificado por fluidos etéreos, atingimos um gozo perfeito.

Cansados mas mantendo nossas posições, nossos corpos eram explorado pelas nossas mãos, e pensei dizer ao Ricardo, “sou toda sua. Sempre fará tudo desejado, serei o seu prazer e aspiração”. Mas sabia que isto não daria certo e apenas disse, “eu espero ter fornecido todo o prazer pelo seu trabalho, obrigado”.

E ele apenas afirmou, ‘”sempre que precisar de reparos na sua casa, estarei a seu dispor”, beijando-me profundamente e levantou-se, vestindo-se e, sorrindo de uma forma angelical, despediu-se e foi embora, enquanto eu, arrebatada com o que ele me proporcionara, apenas murmurei, “sou profundamente grata a você. Sempre serás meu encanador predileto!”.

Depois, meus pensamentos se alastraram e se fixaram em minha mente, pois, orgasmos e gemidos foram desejados enquanto suas mãos me acariciaram e me exploraram, seu membro viril e seu sêmen me fizeram gozar mais de uma vez, e ele, intensamente, adorou me dominar e me possuir.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/08/2008 18:38:27
Add ae linda vamos nos conhecer brzzz Ate ++ BJS vc sab ond deliciosa JBRTY>>>>>>>
19/08/2008 18:36:51
Add ae linda vamos nos conhecer brzzz Ate ++ BJS vc sab ond deliciosa JBRTY>>>>>>>
19/08/2008 13:47:41
NESSE ENRROSCO TODO VC LIMPOU O CU ?????
18/08/2008 13:41:11
Parabéns Dira! Vc nasceu para escrever! Gostei!
18/08/2008 13:12:40
A PORRA DELE NELA Certa vez nos anos 90 tive uma namorada muita safada m, lindamente safada, ela era loirinha, baixinha e bunduda, peitinhos pequenos branquinhos e um sorrisinho lindo. sempre que eu comia ela, ficava falando e perguntei quantos caras ja tinha fudido aquela bucetinha e ela ficava me contado as transas dela, um dia disse que queria ver ela levando um pintão na buceta ela então disse se quis ser corno, é só falar tem um monte de nego querendo me comer,, quer? eu meti mais forte e gozei rapidinho e ela gozando então exclamou: AH QUER NÉ, VC QUER SER CORNO, ENTAO VOU METER UM CHIFRE EM VC COM O CARA DA TELESP, eu fiquei de pau duro novamente sem tirar de dentro e perguntei quem era o cara ela disse que é um cara que sempre ela cruza na calcada e as vezes vai no nosso predio e é louco para comer ela vive cantando ela. Então eu liberei ela, mas disse que queria comer ela com a porra dele escorrendo na buceta dela, tirei o pau para fora e gozei na portinha da buceta dela ela pegou minha cabeça guiou até a buceta dela e gritava, ''chupa corno chupa a buceta que o lopes comeu, chupa seu corno. lambe a porra do Lopes, lambe corninho lindo,!!! Depois de uma semana eu estava no escritorio, e trabalho perto de casa, recebi um telefonema dela dizendo '' oi amor advinha quem está aqui tomando um banho no seu chuveiro?'' eu disse que nao sabia Ela respondeu " o Lopes, aquele mulato gostoso, ele vai me comer e gozar na sua bucetinha '' vem para cá vem chupar a buceta com porra dele, vem, vem logo'' eu sai correndo do escritorio peguei o carro e fui para casa. estava pondo o carro na garagem o cellualr tocou era ela. '' e aí seu corno, onde vc está, vem logo, minha buceta está cheia de porra do Lopes, vem chupar, !! disse que estva entrando no elevador, quando chegar no meu andar dei de cara com um mulatao bonitão com a camisa do telesp, ele entrou e eu sai com o coração na boca Quando entrei no quarto ela stava nuazinha e de cabeça enfiada no travsseiro e o cuzinho par cima, segurando a porra do lopes, pronta para mim. Ela entao falou AI AMOR, ELE FODE TAO GOSTOSO, LAMBE A PORRA DELE, LAMBE, QUANDEI PARA VC. cai de boca na bucetinha dela, estava enorme, cheia de porra. meti a pinto nela e estava enorme, alargada, delicosa, entao ouvia dela ai amor, mete mete gostoso no que sobrou de mim ele me fudeu tao gostoso agora é sua vez, mete meu corno lindo, metia tão forte com tanto tesão que gozei rapidinho. gozei no fundo na porta da buceta dela, e cai de boca novametne, eu adoro porra. beijei ela e cai do lado e fiquei ouvindo ela me contou como ela deu para ele, eu era apaixonado por ela. pena que acabou, eu adorava, ele deu muito para ele durante dois anos. Meu e-mail e msn é Podem me add. .procuro uma menina bem putinha para namorar e casar, adoro sexo e sou liberal e gosto de dividir http://orkut.com.br/Profile.aspx?uid= Quero encontrar outra moça para ser minha esposa e assim todos poderão fuder ela . Quem me ajudar achar outra pessoa igual poderá ganhar um bom presente meu. Marcelo - sp




Online porn video at mobile phone


sobrinha ainda sem peitinho 13 contocontos eroticos minha namorada virgem e meu amigo pauzudoempregada safadinha Fátimatia gostosas foder com subtilmulher com bermudacurtinha paceando na ruaprovoquei e ele me pegou a forca na rua!!contos eroticosxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitoporno com homem com baita tigãopai cospe no cuzinho da putinha depois mete o pauzaofoto pai fudendo com filha filho fudendo com mae e irma todas meladinhas com bastante punhetada e gozada na carawattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto musculosomulheres agachadas com buctao reganhadoviolentada na escola contocontos de tia que mexeu com sobrinho jovemconto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudocontos porno padre gayxvidio mulheris gostosas trocando obiquinho de banho no banheirodescabaça. abuceta com udedo. ou naocontos apalpando sogra perto do sogromacho arregaca o buraco da xana da safada cm aparelho para ver o fundo do buracoAmigas safadas e putas relatos eroticosos videos de sexo os lolitos da picaoincesto com meu vô contosdou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoContos erótico a calsinha da cunhada noviha cheirava mixoFOTOS CONTOS DE SEXO DE UM JARDINEIRO PIROCUDO COM SENHORAS CASADASporno incesto pai finge de bebe para comer a filhacontos eróticos de padastro abusivoo primeiro amasso a gente nunca esqueceenteada flagra transa de adoria participarFilme potnou com muljetesbuceta gostosa mulhe gosano grilo gradeVidio policial afuder na permaneciav meninas 14aos 17 anus perdeno avirgindademohamed elatar punhetandoCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genroConto erótico bricadeiras eradas com o paiassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornoContos eroticos novinha o velho mr pegotia marta safada deixa exfrega meu nesse raboorgia com minha irma contocontos de sexo depilando a sogracontos eróticos mamãe deixa novinha com padrastovideos de com mulheres muito gostosa muito esitada dizendo qui ta muito gosto que è pra comer o cuzao delassou mulher vou confesa que que dormia com meu primo e dei pra ele quando senti que ele tava de pau duro e eu logo mi exciteiencostando de pe na parede e comendo o cucasa dos contos meu marido contratou mestre de obra negro comcorno introduzindo siringa cheia de porra na vagina da esposa xvidioencontramos nossos vizinhos na praia do nudismo conto erotVIDIOPOMO DI PAULISTA tentando comer irma crentinhacontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca eleporno no cinema cine operaconto erotico pegador popular da escola heteroquero ver mulher g****** gostoso monografia g****** gostoso XVídeosrickcafajeste30.blogxvidio nocinhas geme gostozo dando o cupraticantes de scat videocontos eroticos de feminizaçao parte 2contos de mulher que da a buceta para mendingo chupar comer mamarxxvidio em quadrinho mulher de primo caderante muito safadapapai tirou sangre do cu da filinha peituda ponucachorro com o focinho dentro da bucetasexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoporno video tia fodeno seu sugrinho virgem ele broxa nelavidio porno novas com.cavalo dominando apenetraçao gozoTudo grandão youtubepornotadinha chorou pra na da o cu xvidiox cabacosobrinha ainda sem peitinho 13 contomulher sadica conto eroticotva bucetaMas que dor horrível conto pornopau grosso devasando bucetacontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negao