Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

SOGRINHA PSICÓLOGA

Autor: Marcelo
Categoria: Heterossexual
Data: 03/08/2008 08:13:46
Última revisão: 05/08/2008 07:34:31
Nota 8.67
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Conheci a nova moradora do meu prédio e logo me encantei com seu jeito meigo e começamos a namorar, e de cara, fiquei muito apaixonado, só tinha um pequeno problema a ser superado, seus pais eram separados e ela sofria muito com a ausência do pai que morava no nordeste, então a cada 3 meses, lá ia a Joana passar uma semana com o pai. Pra um casal de 18 anos, é bem significativo uma semana longe.

Assim, na primeira vez que ela ia viajar desde que começamos a namorar, quando já não dava mais para adiar, ficou combinado que eu também iria levá-la ao aeroporto, peguei carona com a dona Rita e fui com o coração apertado, morria de medo de perder a Joana que além de linda e amiga estava sendo minha primeira experiência sexual mais regular e era bom demais o amorzinho que estávamos fazendo, mas, quando estávamos retornando, a mãe da Jô me disse que eu tinha que pegar leve, que as mulheres gostam mais dos homens que dão um certo espaço, aqueles conselhos vindos de uma mulher experiente e ainda psicóloga bem conceituada eram bem pertinentes mesmo, eu estava muito sensível naquela paixão toda e realmente as mulheres buscam uma segurança e firmeza no homem, minha sogra tinha razão... mas, ela logo mudou de assunto, e como uma mulher objetiva e segura, sua companhia é muito agradável, e seu bom papo logo nos transporta para pensamentos práticos que fazem bem demais pra gente, ela me perguntou coisas relacionadas a escolha de profissão e minhas metas de futuro, pediu para eu escolher um cd e fomos ouvindo uma agradável bossa nova, também quis saber se me importava de acender um cigarro pra ela, falou de seu trabalho e das tantas coisas que tinha pra resolver no dia, incluindo trocar a lâmpada do quarto dela, queria saber se alguém no prédio fazia esses serviços, disse que sim, que alguns zeladores faziam pequenos reparos nos apartamentos, mas, trocar uma lâmpada? Nossa, farei isto num minuto pra senhora, sem qualquer problema. Fui feliz da vida, achando que estava sendo útil e me aproximando da sogrinha, que talvez tivesse outros bons conselhos pra me ajudar a chegar cada vez mais perto do coração da minha amada, já no seu quarto com a lâmpada nas mãos, dei de cara com uma lingerie rendada bege com marrom e dourado numa disposição clássica e provocante das cores com a renda, as duas peças estavam maravilhosamente jogadas sobre um edredom branco, fofo... um cenário sedutor, sem contar o cheiro da casa dela... aromatizada de algo que me fazia lembrar o cheiro de jasmim! Dona Rita foi pegar uma segunda lâmpada porque a primeira que troquei não acendeu, achamos que o bocal estava com mal contato e quis fazer um teste, mas, enquanto ela foi providenciar a lâmpada que pedi, pensei naquela mulher elegante e bem vestida e naquele corpo dentro desta lingerie... era impossível não imaginar coisas.

De repente, surge ela com a outra lâmpada, e me pede licença pra ir trocar de roupa... porque precisava ir logo pro trabalho ou ia se atrasar, ok, vi que entrou no banheiro da suíte e escutei o barulho da ducha, mas, rapidamente, como quem realmente estava atrasada, ela desligou o chuveiro e saiu embrulhada numa toalha para se vestir no quarto onde eu estava, e eu surpreso com ela de toalha e de pau duro ao mesmo tempo... a dona Rita me olhou profundamente e eu senti medo de repreensão, mas, ela se deitou naquela cama enorme se livrando da toalha e a jogando no chão num gesto que parecia magia, cena de cinema, e me perguntou que tal eu me distrair um pouco nos dias que a Joana estivesse fora... nossa! Eu nunca tinha visto um corpo daqueles, uma bunda e um peito grandes, redondos e bem feitos, uma pele bronzeada e uma marquinha pequena bem definida, parecia limitar a parte do corpo feminino que causa o pronto delírio do tesão com uma cintura fina boa de se segurar, uma bucetona grande e gorda que parecia fofíssima e sem nenhum pêlo, carequinha, de lingüinha de fora meio como criança carente e gulosa querendo pirulito, eu só disse, ``desculpa dona Rita, mas vou ter que experimentar sim e extravasar a tensão de ficar sozinho`` e parti pra cima, deixei a lâmpada no sofá ao lado e mamei no peito que alimentou minha namorada, tirei minha roupa e quis logo conhecer de perto o buraco onde a Joana tinha sido feita, era algo como uma extensão do meu amor, querer conhecer suas origens... uma traição por amor, e tal como aparentemente, a buceta da dona Rita era muito grande comparada as bucetinhas que eu já tinha comido, dois grandes labios e gordinha e muito larga por dentro, imaginei que a Joana tivesse nascido de parto normal e por isto a dona Rita fosse tão arreganhada, mas, apesar da minha namorada ser toda apertadinha, aquele bucetão largão me causava um prazer indescritível, era incrivelmente gostoso ficar buscando um ponto de atrito naquela super xoxota, justo eu que tenho uma piroca que costuma não caber facilmente nas bucetas normais, estava ali perdido naquele buraco enorme que parecia ser infinito, um desafio pra qualquer pau... e enquanto metia devagar meu pau na buceta da sogrinha, eu perguntei se podia gozar dentro e ela dizia podia tudo, que era pra eu me sentir completamente à vontade, entendi então porque ela era tão arregaçada, talvez fosse uma psicóloga tipo relações públicas, daquelas que dão para quase todos os pacientes, e eu estava ali com o pau dentro, fodendo minha sogra, socando a pica com força naquela buceta, achando que tinha que gozar rápido, e ela tranquilamente ligava pro consultório dizendo que teve um imprevisto e que talvez não fosse trabalhar, pediu sua secretária para desmarcar os pacientes, aquilo me fazia acreditar que eu teria mais tempo para ficar tentando meu primeiro gozo naquele corpo proibido, ela desligou o telefone e me deitou na cama, vindo por cima decidida, chupando meu pau deliciosamente e elogiando o tamanho avantajado, me perguntou se Joana dava conta daquilo tudo e com cara de safada sentou na minha pica dura e melada, levantou meus dois braços e me fez seu prisioneiro na cama, segurando com firmeza meus pulsos contra o edredom, a mulher tinha uma desenvoltura com o sexo que me impressionava e eu nunca mais me esqueci daquele dia, foram quase 12 horas de cama, numa atividade intensa, apenas interrompida para um lanche e retomamos logo como quem precisasse terminar o serviço.

Quando a Joana me ligou pra dizer que tinha chegado bem, a dona Rita estava de quatro e tinha acabado de dar uma gozada e eu estava bem dentro e sentindo o bucetão da mãe dela latejar na minha pica, nesta posição acho que é melhor para sentir as bucetas muito arrombadas, eu disse que a amava e que ligaria mais tarde, e quando eu desliguei, a dona Rita me disse que eu estava me saindo bem, que assim a Joana ia se amarrar na minha atitude mais descontraída, logo depois ela ligou pra mãe, nessa hora, antes de atender, a dona Rita me afastou, tirando meu pau de dentro, achei que era em sinal de respeito, mas, ela pegou meu pau e entochou na boca e enquanto chupava o pau todo melado de seu gozo e com a boca cheia, atendeu o celular e avisou a filha que estava comendo e que depois ligaria, na verdade, só retornamos nossas ligações no outro dia, porque naquele foi foda sem descanso, depois do primeiro, gozamos mais umas três vezes, e apesar das pernas trêmulas de tanto meter, não dava vontade de parar e durante toda a semana da Joana em Recife, eu dava uma subida pra saber como estava minha sogra, era pedido da filha que eu cuidasse da mãezinha dela enquanto estivesse fora e a minha sogra fogosa, gostosa e bem humorada me falava com cara de safada que queria leite quentinho tirado na hora toda noite antes de dormir e ainda me diz que assim não terei tempo de pegar no pé da Joana e que desse jeito nosso namoro tem futuro.

Tá dando certo, hoje meu namoro com a Joana está fazendo aniversário de dois anos e super equilibrado, as viagens dela são esperadas com prazer, sou o primeiro a dar a maior força, acho inclusive que podem ser mais vezes, assim, ela curte o paizão e eu e dona Rita nos fazemos companhia... minha namorada sempre que viaja, volta cheia de saudades e vem com a bucetinha apertadinha me realizar depois de uma semana de me perder no bucetão da mãe dela.

Sinto que sou um cara de sorte!

Comentários

02/01/2009 18:50:59
um bom conto.....
24/11/2008 09:12:01
VC É UM CARA SORTUDO MESMO,SOGRA E FILHA,QUE MAIS QUER,BOM SEU CONTO
03/09/2008 14:40:09
Poxa, como sogra sei bem o que significa por chifres na propria filha, mas é delicioso, como é gostoso ter um genro garanhão. Rita ([email protected] - contatem-me
11/08/2008 00:03:10
é isso ai... enquanto você come a sua sogrinha, a sua namorada se diverte em Recife.. e deve voltar toda arreganhadinha.. isso sim... será porque que ela gosta tanto de ir pra lá?? tem outro cara comendo ela.. seu corno..!!!
05/08/2008 14:13:03
como posso fazer para conhecer essa pscóloga quem sabe eu possa aprender mais algumas coisinhas?
05/08/2008 13:57:16
Ei, porque nao tira fotos da sua sogrinha para nos mostrar, ou melhor para min mostrar. Fico com tezao so de ver. Tem como: O meu msn e [email protected] Se der, me adiciona ai para paperamos. Abracos. Bom dia.
04/08/2008 15:41:54
Parabéns, conto sem exagero e me parece realista ou bem relatado, de forma que assim pareça...
04/08/2008 08:07:22
Excelente conto (ou relato?, rs). Adorei, parabéns.
03/08/2008 11:24:23
olá amigo vamos fazer uma coisa vc fica fudendo a sua sogrinha e eu fodo a sua namoradinha que tal rs.
03/08/2008 11:15:50
Vc sente que é um cara de sorte? Vá te foder, seu grande filho da puta!! rsssss

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


videos porno mulher tentando escapa. do pau do outro na frente do marido mas nao comsegue e corno dechacontoseróticospublicadosemve videos porno de garotos de pau grandes tirando sangue do cu de molequescontos roludo arregaçando recem casadinhaporno familia jurássicavvgg sexoXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhacontos sadomazoquismo estuprosexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota chorajoponezinha dormindo e entra um cara e comi elaleitinho do padrinho contos gayquero ver vídeo de novinha mostrando a b***** patinho que rola patinho de rola b*****massageando o picao gigantescohttps://www.pornodoido.com/video/esposa-traira-e-fodida/mobile zoofilia com cachora femiaflagrei mamae com irmaocontos erot os y icincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheirobucetaô. jgmcontos eroticos feminizaçao do garotinho maeanal maduras criadas viuvasEle me fodeu gostosocontos velho bruto poe no cu sem avisarevangelicas na zoofilia com cachorrocontos corno manso ineditominha cunhada punheteira contos reaisgretchen mua chopano 2007magrinha e a amiga desputando o mesmo homem dotado analxvidio empesasexo anal hAaaaacontos evangelica quarentona goza gostosomulher sendo mastrubada no honibos pro um estranhoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretovidio de novinha bricano de saia curta com a molecadamulher gostosa dando para novinho cheia de tesao em sua casonarelatos de chuva douradavideos porno eu estava dormindo e ele chupou a minha bucetinha e eu noa acordeividioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerrobaixinha gostosa perdendo as pregas do c* e gritandoConto uma vida incestuosa PT2.2conto erotico pingando um gel no rabo da maecontos eroticos de amamentaçãocontos saunas velhos chubbys gayscontos comi a cunhadinha parte 2 bunduda virgem novinhahomen toma banho de coeca pica fica dura mundobichaVaqueiro fazendo sexo com a plaquinhavídeos pornô com novinha gostosinha Sukitaencocho a irmanzinhaContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariaconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmamentendo o pepino na buceta e no meu rabao contosaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosfudeno cadela de frango asado zoo filiacorno frouxo contosEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãoContos , enquanto eu estava bêbado o malandro tava comendo minha mulherbaixinha chupadora de espermaComo perder o bv comendo o vomito e cagando no ventiladorWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIxxx bunda grandeconto em familiasexo anal hAaaaacontos de sinhazinha lesbica abusando de escravacontos eróticos gosei no pal do sogro taradodoce nanda contos eroticosponto não. quebrau. cabaso da vigenovinha fechar o olhos e faz biquinho pra levar gozada na carafihota coxuda mete 4 tipoasistir video porno angolano de tia e sobrinho.contos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadozoofilia no Congo pesadaprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosPeço assistir video pornografico quente ao vivo, de meter o pau fundo e brincar dentro da vagina, eu chupando outro pau bem gostoso, gemendo de prazer incansável,historias porno gay meu tio me comeu serginhovideos de novinha gozando pelo orificio urinarioContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplacontos erotico coroacasado comendo onovinhoporno com homem com baita tigãoirmão fode irmã e estoca mt na sua buceta q estava molhadinhamachostesudover relatos verdadeiro cheirava as calcinhas da minha primaxvideos zoofilia cavalo e cachorro virado em ticoFotos d negao fudeno cazada