Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A EMPREGADA DA SECRETÁRIA - II

Autor: LASCA
Categoria: Heterossexual
Data: 05/08/2008 18:13:42
Nota 9.67
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A EMPREGADA DA SECRETÁRIA II

Luiza abaixou-se para pegar a bermuda e calcinha. Pedi que ficassem sem enquanto guardasse as roupas passadas. Era maravilhoso ver aquele grande monte cabeludo. Ela sorrindo com cara de safada falou “você é doido mesmo, louco de pedra.” Acariciei seus cabelos e repeti que nunca tinha visto um grelo igual.

Enquanto ela guardava a roupa conversamos e fiquei sabendo que ela tinha transado apenas três vezes, nos seus 19 anos, com o ex-namorado e somente a mãe e a tia-madrinha que sabiam da grandiosidade do grelo. Tinham até pensado em operar, mas a vergonha e a falta de dinheiro abortaram a idéia.

Roupas guardadas e ela foi até a cozinha apanhar sua bermuda e calcinha; “não podemos deixar rastro com você e a Marina deixaram.” E sorriu maliciosamente. Abracei-a, beijando e acariciando-ª Ela gemeu sedutoramente “Vou ligar para Marina avisando que vou dormir em casa, inventar uma estória.” Depois fez menção de tomar banho, impedido por mim. “vista apenas uma saia, um vestido, mas mostre-me seu quarto, a cama onde você dorme.”

Levou-me ao quarto, fui abraçado nela por trás, acariciando seus seios médios, coxas e passando a mão naquele monte de cabelos. Beijamo-nos mais ardente e ela sentou-se na cama. Em pé alisando seus cabelos fiz encostar seu rosto, sua boca no volume do meu cacete duro. Beijou o volume e passou a mão, olhando-me “Huuumm parece ser grande.” Abri minha calça e arriei um pouco com a cueca, mostrando meu pau.

Com as pontas dos dedos apertou:“Lindo, maravilhoso, maior e mais grosso que do meu ex-namorado.” É todo teu!!”. Olhando-me outra vez e alisando embaixo do meu saco com a palma da mão voltada pra cima, deu um beijinho leve: “como sonhei em fazer isto, mas ele nunca me deu segurança e nem permitiu que fizesse.”

“Faça o que tiver vontade de fazer. Lambe, beija,bota ele todo na boca.”

Ela lambendo suavemente, beijando a cabeça e fui forçando para que ela colocasse meu pau na boca. Enquanto me chupava, ela sentada tocava sua xaninha. Eu acariciava seus cabelos, seus seios por cima da camiseta. Mais solta, mas desinibida pelo tesão foi mamando mais e mais meu cacete duro e latejante. Minhas calça e cueca caídas nos meus pés, tirei-as juntos com os sapatos, abri mais minhas pernas e ela boqueteando mais gulosamente meu pau. “Delicia, continua fazendo assim, mate seu desejo e vontade. Toda vez que sentar na cama, lembrará neste momento.” Gulosa, porém um pouco desajeitada, deixava, às vezes, os dentes roçar meu cacete, ela foi imprimindo mais seus movimentos, babando e gemendo pegou me pau com a mão direita e deitando convidou-me;”Vem, me come, para quando deitar sempre lembrar que foi aqui que você meteu a primeira vez na minha rachinha.”

Deitado por cima dela, comecei a roçar aquela xaninha pequena e super molhada. Fazia a cabeça do par roçar e escapulir, ora pra cima, ora pra baixo da buceta quente e super molhada. Ela abraçava-me mais, me apertava contra seu corpo: “mete gostoso, vai, para de brincar, já estou doidinha. Me come, me fode. Quero seu pau dentro da minha bucetinha. Me come, safado, gostoso.”

Firmei a cabeça no meio da xaninha, fitei nos olhos e empurrei um pouco. Ela gemeu e se contorceu. “Ai, dá ardendo, é grosso, não estou acostumada.” Beijei-a e alisando suas faces pedi para relaxar e empurrei mais um pouco. Viu algumas lágrimas escorrer dos olhos, enxuguei-a com beijos e meti mais um pouco, ela gemeu e cravou as unhas nas minhas costas e numa só estocada firme coloquei todo meu pau dentro daquela xaninha apertadinha. Fiquei parado um tempo. Ela gemia, murmurava e logo comecei um entra e sai, ritmado.Tirava até a cabecinha e voltava a enfiar firme. Ela convidou-me para gozar com ela. Pedi que segurasse um pouco mais, segurasse até não agüentar o gozo e sim, vamos gozar juntos. Bombeando meu pau na buceta, ora beijando, ora chupando, ora dando mordidinhas nos seios médios ainda sobre a camiseta. “Não agüento mais, vou gozar, goza comigo por favor.”

“Sim, também estou segurando o máximo, então vamos gozar juntinhos.”

Ela cravou mais suas unhas em minhas costas. “Goza comigo, me chama de putinha, de piranha..goza amor...”

Chamando de minha putinha, minha piranha, avisei que estava gozando e pedi “Goza minha putinha, goza fêmea no meu pau, goza junto comigo, piranhinha safada gostosa gulosa!”

Nos abraçamos mais apertados e gemendo gozando juntos. Sentia meu pau latejar dentro daquele latejante, quente e molhada buceta. Sentia um volume muito grande do gozo dela. Ela suando, me beijando me abraçando. “Delicia você. Quero ser sempre a tua putinha, tua piranha. Quero dar sempre e tudo pra você, meu gostoso. Vou tirar todo meu atraso e extravasar meus desejos.Me fode, me come sempre.”

Abraçadinhos e trocando juras de mais fodas, nossas respirações foram voltando ao normal. Entre carinhos, beijos nos levantamos e fui lavar-me no banheiro. Quando ela veio também, pedi que apenas colocasse uma saia ou vestido que fosse assim para o motel. “Você é doido mesmo, minha xaninha está toda molhada e gozada. Este cheiro de porra, de sexo irão perceber.”

“Ninguém irá perceber, vamos sair daqui direto para o motel, gostosa. Somente eu e você que saberemos que está sem calcinha e toda gozada na tua deliciosa bucetinha.”

Guardou a bermuda e a calçinha dentro do guarda roupa, vestiu um vestido preto de alçinha com sensual decote, pegou a calçinha e colocou na bolsa. Escovando os cabelos e sorrindo pediu “cuida bem de mim, me ensina, me faça sua putinha, sua piranha soltinha. Diga e me ensina a fazer tudo.” Com promessa de fazer tudinho com ela e para la, saímos para pegar o carro e irmos ao motel.

LASCA

Comentários

02/12/2008 12:55:57
eu conto é muito bom,parabéns.
06/08/2008 14:07:55
Ufa, seu conto passa muita sensualidade. Parabéns.
06/08/2008 11:42:05
Tudo na medida certa. Sem enrolação e sem poupar os detalhes que interessam. Nesses casos ninguém nem questiona se é conto ou relato. Parabéns.
05/08/2008 18:19:11
Espetacular, meu amigo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


como chupar a buceta de uma testemunha de JeováContos eroticos entre padre e noviçacontos de incesto maê pega filho roçar o pênis no grelo da maevideos de bucetas intaladas na rola grossaConto erotico scat adoro ver a mulher peidandoFui encoxada e iniciada por um roludo nem te conto anal em motelX porno ceducindo vidraseiroviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetaVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na bucetaver videode mulher. gozando nno pinto bem grossobaixar video bicha fala ai bicha disgracadaver gostosas que presisou rasgar o seu chortinho de putinha para dar a bucetacache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho videos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinaa dona vai ser com seu cachorrosexnó do cachorro incha zoofilia dicasContos d casada com cu arrombad por negroes traficantmolestando filhinha young pornoaprendiz do sexo porno falando palavroescontos erotico chantagiei e depilei minha sogracache:wNACedYikXQJ:gtavicity.ru/texto/20170544 Vale de mulher pelada transando com homem chupando o pinto e razão na carecafilhas ve paes trazando e entra na putariacontos eroticos gay me apaxonei pelo traficante 7xvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elecontos eroticos dei para um vizinho de iptingacontos buc branca cacete 40cm foto corno gta v a minha secretaria ta dando mole fizemos sexo no escritoriopegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornoquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradonovińhas xvideo gozando sem fazer parulhocontos de sexo depilando a sograabriu bunda cu buceta dançarinas distraidasContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casamulhes fudedo deto do karo o cuxxx bunda grandeconto em familiacontos de putaria sou puta de dois primo negrodormindo de bruço acordando pro anal pornogaleguinha baixinha trancadinha novinha transando e beijando a forçaninfeta cismou comigoconto erotico chantageando filha prostitutacuzao da tia vim nao aquentei mobile porncontos eroticos ganhei um boquete no pokerxvidios outros purai favoritosconto erótico gêmeas lésbicasmulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videocontos eroticos A Dama e o Bruto gemeas identicas dando a bucetinha pra um taradinhocontos eróticos comi a sogra a noiteXVIII minha mulher com negaosexoalvesConto erotico- mete seu pauzudo, come a sua mae putavidioporno casa sensacaoconto erotico gay meu pai vendeu meu cu por 100 reais pro seu/amigonovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãocontos evangelica quarentona goza gostosoconto erótico assim nasce uma travesticontos de homens casados e suas escapulidasmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoszoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavaloconto erotico a menina crente classicovidio de comedor gozando na portiha do cu da casadaContos eroticos tia tirou afinidade do sobrinho macho arregaca o buraco da xana da safada cm aparelho para ver o fundo do buracoeu vir a minha meia irmã tranzando e eu nao aquenteisexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoMinha tia evangélica no sofá tarada contos eróticos comi o cu do filho da mendigamohamed elatar punhetandoporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.pauConto no interior vi mamae pelada ela disse vou te capa cacetudo