Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O tio comeu minha bundinha empinada.

Autor: Guilherme
Categoria: Homossexual
Data: 10/09/2008 15:33:10
Nota 9.53
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (15) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bom, o que eu vou contar agora aconteceu de verdade. Meu nome é Guilherme. Na época tinha 17 anos (hoje estou 19 anos), 1,70m, 60 kg, branco, cabelos lisos e castanhos, olhos castanhos e uma bundinha empinadinha, de dar inveja a muitas meninas. Modéstia a parte, eu sou bem bonito.

Sou bastante tímido. Desde pequeno, me masturbo me imaginando na posição de passivo, mas nunca tive coragem de fazer nada com homens. Os meus colegas pirralhos sempre tentaram algo, principalmente quando ficavam a sós comigo. Sempre relutava, mas quando chegava em casa me masturbava pensando naquela situação toda. Aliás, a primeira vez que eu gozei me masturbando foi me imaginando dando para um pirralho que vivia me cantando. Era muito gostoso, mas em seguida eu ficava com um certo remoço. No entanto, acabei me acostumando com todos aqueles conflitos em minha mente. Sabia que mais cedo ou mais tarde eu acabaria dando para algum cara.

Pois bem. Num certo dia, eu estava em casa sem ter o que fazer e resolvi dar umas voltas no centro da cidade (moro em Belo Horizonte). Nem passou pela minha cabeça fazer algo relacionado a sexo. Fui até o shopping ver se havia chegado algum jogo novo de videogame. Não tinha nada demais. Depois de algum tempo, resolvi ir embora. Fiz um caminho diferente até o ponto de ônibus e acabei passando pela porta de um cinema pornô. Discretamente, dei uma olhada rápida nos cartazes e continuei andando. No entanto, comecei a sentir uma vontade enorme de entrar no cinema e ver como era. As fotos nos cartazes acabaram me dando tesão. Depois de perder um certo tempo tomando coragem, resolvi voltar e entrar.

Minha intenção era comprar o bilhete e entrar rapidamente, para não dar bandeira, porém o porteiro, notando a minha cara de menino, me pediu a identidade. Inexperiente, entrei em desespero, pois ele havia me barrado na entrada do cinema e fiquei com medo de alguém me ver. Rapidamente, disse a ele que estava apenas com o dinheiro e que havia esquecido minha carteira. Ele ficou me olhando e disse: _vai, mas da próxima não esquece o documento, senão você me ferra. Muito constrangido com a situação, entrei rapidamente.

Ao entrar, notei que tudo estava muito escuro. Olhei para a tela do cinema e vi uma mulher fazendo um boquete no cara. Com muito esforço, pois não enxergava nada, consegui sentar em uma cadeira que ficava mais ou menos no meio do cinema. Fiquei por ali, curtindo o filme.

Já acomodado, notei que minha visão começou a melhorar. Também comecei a prestar mais atenção em alguns barulhos vindo da parte de trás do cinema. Eram gemidos inconfundíveis: ora alguém estava dando lá atrás, ora alguém estava fazendo um boquete. Meu tesão, que já era grande, ficou ainda maior.

Com o passar do tempo, constatei que o cinema começou a esvaziar, pois a porta de entrada abria e fechava sem parar e os barulhos acabaram. Eu estava com muita vontade de ir até lá trás para ver como era. Com muito custo, tomei coragem e resolvi conferir como era o local de onde os gemidos vinham anteriormente. Fui até lá e já não havia mais ninguém. Fiquei em pé apreciando o filme, próximo a uma mureta que havia bem atrás da última fileira. Nessa altura, a mulher estava dando de quatro, bem gostoso. Eu me explodia de tanto tesão.

Foi quando eu notei que havia um cara sentado em uma das últimas fileiras. Acho que era a última pessoa no cinema, além de mim. Em seguida, ele se levantou e seguiu na direção de onde estava. Também ficou em pé, atrás da mureta. Fiquei com medo dele tentar fazer algo comigo, mas como ele estava numa distância razoável, acabei não dando muita importância. Apesar do tesão que eu estava, sempre fui bem tímido e morria de medo de fazer algo real com homens.

O filme pegava fogo. Pensei em sentar novamente, mas antes, discretamente, eu olhei para o cara. Ele aparentava ter uns 45 anos. Estava se masturbando. Senti tesão ao ver sua rola. Mesmo com toda dificuldade em razão da escuridão, dava pra notar que era uma rola bem bonita, grande e reta. Tomei um baita susto quando o cara me pegou no flagra olhando para o seu pau. Espertamente, o sacana começou a se masturbar olhando para mim. De vez em quando, ele chegava até a apontar o pau em minha direção. Fiquei com muito, mais muito tesão. No entanto, não tinha coragem de fazer nada. Continuei disfarçando, dando um de menino sério, macho, olhando fixamente para o filme.

De repente, tomo outro baita susto: o sacana se aproximou de mim e acabou apalpando a minha bundinha. Na hora, senti um misto de raiva e de tesão. Afastei-me um pouco, mas continuei ali em pé assistindo ao filme. Passaram-se alguns minutos e quando olho novamente em direção do cara, não o vi mais. Senti uma certa decepção, pois estava gostando daquela situação. Aquilo já era uma aventura para mim (não sabia o que estava por vir...). Continuei assistindo ao filme, decepcionado com a oportunidade perdida.

Foi quando senti minha bundinha novamente sendo apalpada. O sacana havia dado a volta sem eu notar. Senti novamente um misto de raiva e de tesão, mas desta vez eu pensei: não tenho nada a perder, estou longe de casa e o cara não me conhece. Resolvi aproveitar aquela situação um pouco mais e acabei deixando o cara passar a mão em mim.

Notando que eu não havia colocado obstáculos, o cara começou a passar a mão com força, apertava, passava a mão de cima em baixo, ficou doido com minha bundinha empinada e, talvez, com o fato de eu ser bem novinho e bonito. Eu estava assustado com a situação, mas com muito tesão e com uma sensação de submissão, sentindo um estranho se aproveitando da minha bundinha tão cobiçada por muitos.

Após tirar bastante proveito da minha bundinha, o cara sussurrou em meus ouvidos: _chupa o meu pau bem gostoso chupa... Nossa, aquilo me fez sentir ainda mais tesão, mas fiquei muito na dúvida, estava com medo, nunca havia feito algo parecido, por outro lado, sempre sonhei fazer aquilo. Enquanto eu vacilei pensando na situação, o cara colocou a mão por cima da minha cabeça, forçando-a para baixo e disse: _chupa bem gostoso vai... engole ele todinho...

O tesão falou mais alto e acabei consentindo. Abaixei-me, de joelhos e, logo que me posicionei, o cara colocou uma das mãos por trás da minha cabeça, segurando os meus cabelos com um pouco de força. Com a outra mão direcionou seu pau para minha boquinha. Abri a boca e comecei a chupar aquele cacete. Tinha um gosto estranho, meio salgado, mas estava gostoso. Eu estava um pouco atrapalhado, pois não tinha experiência. Estava com muito tesão e acabei perdendo o controle sobre mim: comecei a chupá-lo feito um louco, era tudo que eu sonhei durante todo esse tempo. Fazia tudo o que eu havia assistido nos filmes, do jeitinho que as mulheres faziam: tentava colocar o pau todo em minha boca, não conseguia, me engasgava, chupava a cabeça, a base, fazia vai e vem, ora rápido, ora devagar, estava muito bom...

Foi quando eu senti a respiração do cara ofegante e o seu pau pulsar dentro da minha boca. Imaginando o que estava por vir, tentei tirá-lo da minha boquinha, mas o sacana segurou minha cabeça por trás e continuou fazendo os movimentos como se estivesse fudendo minha boca. De repente, senti uma esguichada de esperma bem forte, quente, atingindo bem no céu da minha boca. Fiquei sem reação, meio que assustado com tudo aquilo. Tentei tirar novamente, mas ele continuava me segurando forte. Em seguida, tudo muito rápido, veio outro jato de esperma, e outros seguiram inundando minha boquinha. Fiquei com a boca toda gozada.

Levantei-me, cuspi o que restou, pois acabei engolindo alguma coisa. Fiquei em pé ao lado do cara. Após nos recompormos, ele voltou a passar a mão em minha bunda e me disse: _sua boquinha é muito gostosa, mas eu quero mesmo é comer essa bundinha empinada. Não respondi nada, ele continuou passando a mão em mim e eu acabei empinando ainda mais minha bundinha. Como não havia gozado, continuei com muito tesão. Ele me pegou pelas mãos e me levou para o canto, ainda mais escuro, de onde estávamos. Chegando lá, me colocou de costas para ele, bem em sua frente, e começou a me encoxar.

Senti o seu pau novamente duro em minha bunda. Nossa, que sensação gostosa. Mantive a bundinha empinada. O cara me perguntou quantos anos eu tinha. Com medo, menti respondendo que tinha 18 anos. Ele ficou louco de tesão. Tentou abaixar o meu short. Interrompi perguntando se ele tinha camisinha. Ele tirou uma do bolso e colocou em seu pau. Em seguida, terminou de abaixar o meu short e se deparou com a minha bundinha linda, a mais desejada pelos meninos do meu bairro.

Resolvi empiná-la ainda mais. Notei que ele estava ainda mais louco. Com uma das mãos colocou a cabeça do pau na entrada do meu cuzinho virgem que a esta altura piscava de tanto tesão. Senti um arrepio enorme quando ele encostou seu cacete na entradinha. Ele começou a forçar. Senti uma dor bem forte, aguda, acabei soltando um gritinho. Ele tampou minha boca com uma das mãos e continuou forçando, forçando, forçando, até que a cabeça do seu pau conseguiu invadir minha argolinha. Soltei um grito abafado por suas mãos. Ele parou um pouco e começou a dizer um tanto de sacanagens: _vou comer esse rabinho gostoso... que bundinha deliciosa... empina o rabinho para mim sua putinha... empina vai... empina que eu vou colocar mais...

Nossa, doía muito, parecia que tinha algo me partindo ao meio. Ele ficou um tempo parado para eu me acostumar, apenas dizendo sacanagens em meu ouvido com a cabeça do seu pau em minha bundinha. Eu não acreditava no que estava acontecendo: eu estava em pé, escorado na mureta, com a cabeça de um pau dentro do meu rabinho.

Olhei para a tela do cinema e a mulher também levava rola. Resolvi empinar ainda mais a minha bundinha. Foi o sinal verde para que ele enterrasse, sem dó, o que restava. Dei um gemido, ainda com as mãos dele em minha boca. Senti o seu pau todo dentro de mim. Senti suas bolas encostadas na minha bundinha. O sacana, talvez para mostrar que havia entrado tudo, começou a esfregar suas bolas na entrada do meu rabinho, como se estivesse tentando entrar com elas também. Que dor, que tesão.

Ele começou a fazer movimentos de vai e vem dentro de mim. Eu sempre sonhei com aquele momento. Durante o vai e vem, seu pau saía até a metade e entrava todo novamente, só parando quando suas bolas batiam com força em minha bundinha empinada. O barulho de foda começou a tomar conta do ambiente. Ele continuou me comendo, socando o seu pau sem dó e sem piedade no meu rabinho. Um das suas mãos segurava minha cintura e a outra continuava tampando a minha boca (a está altura não precisava mais, mas ele continuou me mantendo assim...).

Falava em meu ouvido um tanto de sacanagens: _toma sua putinha... toma rola... empina o rabinho para mim... toma vadia... toma... toma putinha... que rabinho gostoso... toma isso... toma rola... toma...

Falava essas palavras enquanto socava sem dó o seu pau em mim. Eu fiquei ali, bem quietinho, com a boca tampada, mantendo a minha bundinha bem empinadinha para ele, sentindo o seu pau me devorando. O barulho tomava conta do cinema. Sentia-me feito uma presa sendo devorada por seu predador. Meu pinto começou a raspar na mureta e não consegui me segurar: gozei bem gostoso, sem sequer me tocar.

Ele continuou me comendo e dizendo sacanagens: tá gozando putinha... toma rola toma... toma que o tio também já vai gozar... gosta de levar rola não é... que rabo gostoso...empina o rabinho pra mim, empina putinha, empina.... toma...

Eu fazia um esforço enorme para manter minha bundinha empinadinha para ele. Ele começou a aumentar os movimentos, ficaram ainda mais fortes, bem fortes mesmos, mas continuei firme na minha missão, com a bundinha empinada para o tio.

Foi quando senti o seu pau pulsar novamente, já sabia o que viria... Ele começou a gozar e a urrar: haaaaa... toma putinha... haaaaaa... puta que pariu, que bundinha gostosa, haaaa......

Após gozar, o cara tirou o cacete de dentro de mim e saiu andando em direção ao banheiro. Fiquei ali parado, com as pernas bastante bambas. Vesti-me e sai rapidamente do cinema, antes que ele voltasse. Sai andando todo desengonçado e com as pernas abertas. O porteiro ficou me olhando com uma cara de quem sabia o que tinha acontecido. Fiquei com muita vergonha. Não tive nem coragem de olhar para a cara do porteiro. Fui embora e, no dia seguinte, não conseguia nem sentar. Nunca mais me esqueci daquele dia, foi uma experiência e tanto....

Quem quiser entrar em contato, meu email é [email protected]

Comentários

10/01/2018 21:56:45
Nossa, você parece ser delicioso. Gozamos juntos. Foi impossível resistir.
27/06/2016 11:06:35
corajoso em entrar nesta,eu vivendo enrustido entrei em um cinema na paulista e um macho começou a me apalpar,mas naõ tive sua coragem
25/02/2013 00:42:24
Show.. cara..muito bem relatado...
07/08/2010 08:13:38
MASSA
06/08/2010 23:38:52
bom demais esse conto
12/03/2010 13:38:20
Legal! belo Conto...
06/06/2009 20:17:25
me adicione [email protected]
Lx
23/05/2009 01:52:35
Que tesão de relato!
16/01/2009 13:41:27
Legal
12/01/2009 11:09:49
Legal...
18/09/2008 17:19:29
que tezão.sexo anonimo é muito gostoso,conto maravilhoso
18/09/2008 13:46:42
adorei
Lx
12/09/2008 23:15:53
Gostei do teu relato!
12/09/2008 12:52:26
Nossa....quase gozei agora, sem tocar uma, com o au super duro dentro das calças. Delicia esse conto hein!!
12/09/2008 01:34:45
gostei do seu conto, me deixou com muito tesão

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


video porno padastro tomando cafe e entiada estidando pra prova de sainha mostrando a calcinha brancaincesto gay papai me fez de putinhafiume porno garoto senti tezao pela crentinhavedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novoscontos eroticos vesti uma mini saia para meu sogroclitoris vantajososirma ver a outra de calcinha e quer chupar elaconto hetero dos pentelhos raspadomuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na matafaz sua namorada ir ao ceu so com q sua linqua pornodoidocontos de cunhado que comeu a cunhada e ela nem percebeuDEI PARA MEU FILHO NO SOFAnora safadas descobri que sogro tem a pica enormefilmes pornodoido dbsm com uma branquinha doida para ver o pau do negrao entrarvídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhoRelatos Zoofilia qual melos cadela para sexoporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererabusada no cinemanovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhovideo porno rapidinha com amigo do namorado enquanto ele banhavideospornobrasileiroscom famíliacontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesZoofilia caes encangados em mulherescontos de sexo depilando a sograprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderamistoria da netinha qui o banhava lavando su cuvideos pono muha vumitano no paupeões de obras para Dudu f****** v******* contos eróticos gayshomem se mesturbano no causinha da cuiada fio dentalvídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****xvideos lavei.de porra a boca fs novinhasexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçabotei gozei tirei gozei soquei gozeidei pro técnico pornonegao fudendo engenheiro na obrafreira da a buceta pra pintudo no azilo contos.porno loira quadriu grade americana pornocontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksanovinha deixou o tii passar a mao na bucetinha em troca de dinheirovídeo pornô com mulher trepando bem muito toda suada suor pingandovideos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinamuler jupendo a minha puta. gtaContos padrasto enteAda submissagarota ciclista bermufa socada na xanaXvideos.comcontoscornocarine patricinha casa dos contoscontos eroticos meu cachorrinhotaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contoscorno prefere se masturbarcontos eroticos dominada na frente do meuContos de caseiros negros idoso bem dotado comendo cu de patroas brancasPorno Tia comeu o sobrinha atc gozou dentro delameu sogro isasiavel comtonovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricaadestrador de escravasvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticoshttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701soraia carioca soca com negao picudomulher com grelo grande encara um big pau vejaContos erotico gozando dentro tendo aidspeituda das tetas rosadas amamentandosedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidoconto eu hetero tinha 18 anos o pedreiro me comeuXVídeos as panteras entregador de gás aparenteo tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dormeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoshttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelo`conto erotico` Gabrielcache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133 irmão pauzudo fudendo a irmazinha mignon conto gay tio e promo safaosporno doido teste en cascavelporno de professora na forretaContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadoirma ver a outra de calcinha e quer chupar elaporno mulher malabarista da o cu no circogarotinha na siririca no bicamconto erotico gay virei femea do velho pirocudo