Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

PEDRO O PEÃO QUE ME FEZ MULHER

Um conto erótico de Camila
Categoria: Heterossexual
Data: 03/09/2008 19:28:45
Nota 9.00

PEDRO O PEÃO QUE ME FEZ MULHER

O que vou contar aqui aconteceu a aproximadamente 2 anos atrás. Meu nome é Camila, tenho 19 anos e nessa época estava fazendo o

3° ano do ensino médio e tinha 17 anos. Conheci uma menina que entrou na minha sala e nos tornamos amigas. O nome dela era Marilia, tinha 21 anos e era bem mais experiente que eu. Nessa época ainda era virgem o que me deixava muito constrangida perante minhas amigas, pois todas já haviam transado menos eu.

Um dia minha amiga Marilia me chamou para passar um final de semana na fazenda dela numa pequena cidade de interior. Aceitei na hora e vi uma oportunidade de relaxar pois estava estudando bastante e precisava descansar um pouco.

Saímos numa sexta de manha, pois a cidade era distante e queríamos aproveitar o final de semana inteiro. Depois de 3 h de ônibus, chegamos no vilarejo. O empregado da fazenda estava nos esperando e ainda demoramos pelo menos 2 h ate chegar a fazenda. Estava exausta. Após as ser apresentada ao seu irmão, fizemos um lanche e fui tomar um banho. Quando sai do banho, ainda enrolada na toalha, ouvi uma discussão, me vesti rapidamente, fui ate a sala. Minha amiga e seu irmão, estavam brigando feio, fiquei assustada com a situação. O clima estava pesadíssimo. Minha amiga disse que não ficaríamos mais ali nem um minuto. Fiquei em pânico. Já estava escurecendo, e não poderíamos voltar pra casa naquele dia. Ainda sugeri que fossemos no dia seguinte, de nada adiantou, minha amiga estava decidida.

Peguei minha mochila, e saímos. Fomos andando, nem o empregado da fazenda pode nos levar ate a vila onde tinha nos pegado. Já escuro, eu estava morrendo de medo. Não estou acostumada a andar no meio do nada, medo de bicho. Minha amiga nem ai, so sentindo raiva. Disse que daria um jeito, que conhecia o dono da fazenda ao lado e pediria ajuda, quem sabe passaríamos a noite la.

Chegando a tal fazenda, os donos não estavam. Somente empregados. Eram três homens. De imediato não fui com a cara deles, meio rudes, sabendo que a gente estaria nas mãos deles e sem saída. Falaram que poderíamos ficar mas na casa deles e não na casa grande, pois os donos não estavam e não tinham ordens pra deixar ninguém entrar. Não tinha outro jeito. A casa era pequena. So tinha um quarto com camas separadas apenas por cortinas improvisadas, um banheiro e uma cozinha. Isso era melhor que nada.

Coloquei minha mochila em uma das camas e ficamos conversando, minha amiga disse que talvez a gente teria que ficar com eles, que era só uns beijinhos e nada mais. Um deles, o João chamou minha amiga, foram pra cama do lado. Ele sentou já puxou a Marilia e colocou ela no colo dele, começaram a se beijar, num amasso bem forte. As mãos deles percorriam todo corpo dela. Ela parecia delirar com aquele amasso. Fiquei assustada e também excitada. O Marcelo, chegou junto, começou a pegar nos peitos na da Marilia, chamando ela de putinha. Nunca tinha visto aquilo, fiquei assustada e com medo. Ele tirou a blusa dela e começou a chupar seus peitinhos.

Foi quando apareceu o Pedro, fico me olhando, e disse:

_ Vem gracinha, vamos brincar também. Vamos fazer assim gostosinho.

Ele sentou do meu lado e já foi me agarrando, tentei sair, mas ele era bem forte.

_ Vem cá cabritinha, ta bravinha, eu gosto assim, vou te amansar, você vai ver que gostoso.

Fiquei morrendo de medo, tentei falar com ele, disse que era virgem, não estava acostumada com aquilo, ele nem ouvia, meteu a mão dentro da minha blusa, pegando meus peitinhos, me beijando e pegando em todo meu corpo.Tirou meu short me deixando de calcinha, e passando a mão na minha xaninha. Sem tirar minha calcinha passava o dedo dentro, fui ficando molhadinha.

_Vem cabritinha, você ta gostando senta aqui no meu colinho vem, só vamos brincar não vou tirar seu cabacinho não.

Sentei no colo dele, ele ficava me beijando, tava muito gostoso, já tava completamente entregue e louquinha pra dar. Ele me colocou na cama tirou minha calcinha e começou a me chupar. Nunca tive uma sensação tão boa, sua língua percorria toda minha xaninha e entrava na portinha, me dando muito prazer.

_Isso cabritinha, ta vendo como você gosta? Ta louquinha pra sentir uma pau nessa bucetinha. Vem vou fazer uma coisa mais gostosa ainda.

Colocou o pau na minha boca e mandou eu chupar, não tinha experiência, mas ele me ensinou e eu chupei. No inicio senti nojo, depois acostumei com o gosto e fiz o melhor que pude. Ele delirava, me chamando de gostosa, de vagabundinha, de safada. Aquilo me excitava e eu fazia mais.

_ Vem cá cabritinha, vamos brincar na bucetinha.

Me virou de ladinho e encostou o pau na entradinha da minha xaninha, fiquei com medo e disse que era virgem, que não queria. Ele me disse que ia só brincar, só na entradinha. Tava muito gostoso, toda molhada, sentindo o pau dele escorregando e passando em toda minha xaninha sem meter.

_ Ai tesudinha, não agüento mais, vou colocar só um pouquinho, ate o cabacinho ta?

Deixa, gostosa, só mais uma pouquinho, aiiiii, asssimmm, que bucetinha gostosa....

Eu tava morrendo de tesão, tava muito gostoso, sentindo aquele pau na entradinha da minha xaninha, ele falando que eu era gostosa, foi me dando uma sensação. Eu tava louquinha, nunca tinha sentido nada assim, comecei a gemer, a tremer, a sentir uma coisa, ele foi e meteu tudo.

_Goza putinha, goza gostosa, goza que já ta tudinho dentro, seu cabacinho já ta na cabeça do meu pau. Agora você é uma putinha safada. Já ta furadinha, tirei seu cabaço. Aaaaaa to gozando também, te enchendo de leite.

Fiquei muito preocupada, tinha transado sem camisinha, e ele ainda tinha gozado dentro. Um cara que eu nunca tinha visto na vida. Um peão de uma fazenda que eu tinha visto naquele dia. Tava me sentindo uma puta mesmo.

Levantei e fui direto tomar banho. Nessa hora lembrei da minha amiga, ela tava dando pra um e chupando o outro, o cara ainda dava uns tapas na bunda dela e ela adorando. Uma verdadeira puta. Fiquei um tempão no chuveiro, tentando entender o que tinha acontecido. Quando sai me vesti e voltei pra minha “cama”. Vi a Marilia sentada em um deles e o outro engatando atrás dela. Ela tava dando pros dois. Uma na xaninha e o outro no cuzinho dela. Ela reclamava dizendo que tava doendo e eles metendo sem do.

Pedro já tinha ido tomar banho e eu fiquei assistindo a transa da minha amiga, vendo como ela agüentava levar tudo aquilo.

Ele voltou deitou do meu lado, me beijou e disse que ninguém ia tocar em mim, na hora não tinha entendido o que ele queria dizer, mas fiquei calada. Descançamos um pouco. Depois de um tempo ele disse:

_Deixa eu sentir um pouco o gosto da sua buceta.

Eu reclamei, disse que tava toda dolorida e que não queria mais. Ele disse que so ia lamber, foi ficando gostoso. Ele quis meter de novo

_Voce agora é minha putinha, tem me dar, tirei seu cabaço e sou seu dono. Meteu de uma vez so senti dor e ele foi socando com força. Dizendo que minha bucetinha era gostosa. Que eu era uma putinha tesuda. Adorava ouvir aquilo, me excitava muito. De repente vi um cara olhando a gente. Travei na hora.

_ E ai Pedro, já é a minha vez?

Gelei. Agora tinha entendido o que ele tinha dito com “ ninguém ia tocar em mim”

Já estava tudo combinado, na verdade os três iam comer nós duas. Mas o Pedro disse logo,nela não, vou ficar com ela. O cara ainda tentou falar que o combinado não era esse, mas não teve jeito.

Eu me senti aliviada, o Pedro não ia deixar ninguém mais me comer.

O clima tinha mudado, acabamos ficando abraçadinhos e dormimos assim.

Acordei bem cedo, com o Pedro metendo em mim, ele fez bem devagar e gozou rápido. Fui tomar banho e tomei um cafezinho que o Pedro tinha feito, chamei a minha amiga que ainda tava dormindo e fomos embora.

Nunca mais voltei la, mas ainda sinto saudades do Pedro.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/04/2012 23:11:20
Muito gostoso... nada melhor do que acordar sendo comida!
21/09/2010 16:16:12
BOM! ADOREI SEU CONTO... PARABÉNS!
18/05/2010 10:48:54
Delicioso teu conto...
16/05/2010 23:33:02
hum para primeira vez da bom
25/09/2008 17:19:00
hum para primeira vez da bom
24/09/2008 18:02:07
ola vem putinha
12/09/2008 18:27:47
eh, tudo bem 10 dela historia, mas vc deu muito facil gatinha, vc deve ser uma putinha mesmo, e eu adoro isso...bjs
04/09/2008 01:24:40
que delícia gata!
03/09/2008 21:32:34
Gostei e a sua amiga como esta ??? beijos




Online porn video at mobile phone


Contos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormeporno irado sexo no salã de belezaliloca faz ananl pa ter akele rabofilha minha femea contobundas que mexem em cima do caralhohomens metalirgico cacetudpsconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexoconto gay o Doce nas suas veias capítulo 2contos coroa implorando por uma picavideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudosPauzundo entrando ate talo na buceta contosconto crente com fogo na bucetavideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadacontos eróticos garotinhoarebentandocu velinhascontos eroticos vizinha ladraconto erotico comendo o cu de minha mulher com neutroxfilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..video porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçacache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 Contos meu pai me comeu com o consentimento da minha maecontos de sexo com meu pai metiii vaii issocontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriacontos eroticos de mulheres falando de pau pequeno e finoporn caioserconto erotico gay negao pirocudo maltrata viado brancoloirinha magrinha sentando no pau do negao de 70 centimetrosxvideo Comendo a Mulher do Meu Tio Cielycontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolaelementarians casa dos contos eroticosuma foda com a professoraSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasquitandeiro tarado pornochupando o cassetao do viado gay dos peitaocontos eróticos de Lucy dando pro caseiro na frente do maridonovinha contraída com a cabeça da pica lá dentrocontos eróticos com foto meu bancario sarado e bem dotado negao levantou e trepou com gostosa no coloNovinhas fazendo safsdesas na sala de aulaxxx acordou com o irmao botando o pau na sua bucetasucos ontem pego comendo o cu a buceta bem gostosoporno na fazenda porno doido homem chupanto a buceta ate gozartamulheres de corno manso sem o biquininhoquero ver filme pornô com mulher nunca troco fio jogo da Live Jaraguá colocar achei até chorarfilme porno home reprodutoxv homens encoxando em mulheres 2017x vidio comtos eroticos flaguei minha avócaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidomulher fazendo sexo e o cara comendo a bucetinha e o cuzinho dela empurrando a picona ela gemendo respirando fundo e ele empurra toda na bucetinha e filmando escondido ela verquero ver os de gravações de atrizes pornô que param de transar com dormulher caga incontrolavelmente no sexobritadeira sem limite xvidecontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadoWww. faveladas fazendo sexo na promiscuidadesurpresa+no+banheiro+pornoVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na bucetacontos arronbaram meu cuzinho de menininha virgemasmeniasnovinhas.nuafilme porno das pantera meu tio foi passar um fim de cemana na minha casameu patrão desejou comer a minha namorada vídeo pornô cornos Aracajuenrabando cunhada e sobrinha contodito comedor de gay meu zaphttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelofestas na casa de amigos e depois de tanta bebidas um porno com muita violêncianovinha deixando esperma escorer da boceta debrucoconto erotico molestada usando leggingwww.casadoscontoseroticos/tema/por que eu te amo amarreiarreando a calcinha pro clacudo gozarcontos aiíiiii hum aiaiaBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAcadelas bucerudas fudendo no cioxvideos vermebranconegona sendo arrombado por negao tonato video porno grátisesculachou o cu da filha adolecente ate gosa dentroTHeo eTonny