Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

REALIZANDO A FANTASIA DE MEU MARIDO E A MINHA - 6

Categoria: Grupal
Data: 08/10/2008 12:20:55
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

tarde de sexta-feira

(Leia o conto anterior para entender a seqüência)

Eram aproximadamente 15 hs quando o Marcos nos pegou no hotel, fazia um calor intenso. Estava com um Bug (aqueles carros abertos para passear na praia), de shorts e boné, sem camiseta, elogiou meu biquíni e a canga, dizendo que eu estava gostosa, e me beijou na boca demoradamente como gostava de fazer, não se importando com as pessoas que estavam perto. Depois de tanta exposição, todos por ali já sabiam que ele era o macho do casal, percebíamos os comentários, riamos, eu gostava e me excitava com aquela situação, e o corninho manso fingia não ver nada. O corninho embora já acostumado com a situação, ainda ficava encabulado, vestia shorts, bermuda e camiseta e sentou-se atrás, observando calado nossos carinhos. Logo que saímos meu macho começou a passar a mão nas minhas coxas, e eu adorava, e com tesão abri um pouco as pernas para facilitar. Todas as pessoas que passavam de carro ficavam olhando e curiosas com a situação, o que nos excitava mais, e eu tentava sem sucesso esconder parte do cacete duro do Marcos que saia do shorts, e ele ficava brincando com meu maridinho perguntando se ele estava gostando de ser corninho em público, de ver a mulher dele ser bolinada perto dos outros, segurar no pau dele, etc...ele só assentia meio sério, e nós riamos satisfeitos. Chegando numa região de vegetação mais alta, parou o carro numa entrada deserta, bem próximo à praia, e ficamos um pouco curtindo a natureza, sempre me acariciando, beijando, me deixando tesuda. O corninho ficou só de shorts, bem pequeno, mostrando um corpo lisinho, proporcional, bundudinho, todinho depilado por mim, como o Marcos mandou. O viadinho recebeu ordem de pedir/comprar uma cerveja para nosso macho, de uns rapazes que estavam a uns 50 mts e estavam bebendo. Quando ele chegou até os rapazes, começaram mexer com ele, passando a mão na bunda dele, chamando de corninho, viadinho, putinha, belezoca, etcc.. Os caras abaixaram os shorts e via-se que estavam de cacetes duros e mandaram o viadinho pegar, chupar, e ele ficou sem saber o que fazer, quando o Marcos gritou que era pra eles usarem e abusarem do viadinho. Imediatamente forçaram o viadinho a chupar o pau de um, outro já encostou na bunda dele, outro ficou do lado e mandou o viadinho alisar o cacete dele, foi uma loucura, o que estava por trás trocou com o que o viadinho estava chupando e já com o cacete duro e molhado, puxou o shorts pro lado, colocou a cabeça na portinha e começou a forçar, entrar naquele cuzinho até a pouco tempo virgem e foi abrindo, enterrando até o saco, fazendo os pentelhos encostarem na bundinha do viadinho, que gemia, com a boca cheia pelo cacete de outro, sendo segurado pelas ancas, e sentindo aquele vai e vem, e sendo xingado por todos. Foram se revezando, cada hora um enfiava o cacete nele, e era um maior que o outro, deflorando-o completamente, e depois de um tempo puseram o viadinho de joelhos e os três se punhetando gozaram na cara dele, lambuzando todo ele com uma verdadeira chuva de porra. Chegamos perto e vimos o viadinho desfalecido, deitado na areia e o Marcos falou pra ele que aquilo era pra ele aprender a não fazer nada com ninguém sem ordem dele, fortalecendo mais ainda que ele era o macho do casal, o dono do casal e ponto final. Nosso macho com aquele cacete que era maior que de todos, colocou o viadinho já sem forças de 4 e enterrou todo naquele cusinho aberto, alargando mais ainda e gozou abundantemente bem no fundo, escorrendo a porra pelos lados. Deu um tapa na bunda do viadinho e falou que esperava que ele tivesse aprendido a lição, deixando ele deitado na areia, desfalecido, se despediu dos caras, então percebi que ele tinha planejado aquilo tudo, me puxou pela mão para passearmos naquela praia deserta. Andamos um pouco beirando a água, tirei meu biquíni, fiquei nuazinha, e falei também pro Marcos fazer o mesmo, o que ele gostou e continuamos andando totalmente nus. Não demorou muito para eu ver aquele cacetão começar a crescer, ficar empinado, então meu macho colocou minha mão sobre ele, que estava quente, duro, gostoso e fiquei friccionando, deixando ele muito tarado e ficando molhadinha. Ele ficou de frente pra mim, colocou o cacete gostoso entre minhas pernas e começou a me beijar com força, ao mesmo tempo de friccionava com o cacete minha bucetinha, me deixando muito louca de tesão. O Marcos em pé, me ergueu pela cintura, me posicionando como um frango assado e colocou toda aquela rola dentro de mim, eu abraçada nele, beijando seu pescoço, sua boca carnuda e gemia de prazer e felicidade, falando que estava apaixonada por ele, que nunca tinha sentido tanto prazer na minha vida, e ele respondia com mais penetração, mais tesão e gozou gostoso dentro de minha bucetinha, aquele gozo que eu já conhecia muito bem. Deitamos na areia quente e úmida e descansamos por algum tempo, depois voltamos para perto de nosso carro, encontrando o corninho viadinho, que também estava se restabelecendo e andamos juntos. Nosso macho voltou a falar pro meu maridinho que esperava que ele tivesse aprendido a lição e que nunca mais tomasse atitudes como a que tinha feito sem ordem dele, o que o corninho concordou e voltou a se desculpar com aquela mansidão que eu já estava me acostumando a ver e me deixava feliz. Nosso macho mandou o corninho ir dirigindo e voltamos em pé no Bug, com o safado do Marcos me encoxando durante todo o trajeto até chegarmos no hotel. Me deu aquele beijo delicioso, demorado, quente de um verdadeiro amante, que eu adorava, e combinamos para nos encontrarmos na casa do amigo às 20 hs, pois seria nossa despedida, que nossa volta estava marcada para o dia seguinte as 13 hs... Quem quiser saber mais de mim e meu maridinho corninho e viadinho e só escrever....de repente nos tornamos bons "amigos" [email protected]

Comentários

08/10/2008 18:58:41
gostamos, excelente conto, se for real, entrem em cotato conosco . Temos muita coisa em comum [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vibrando paz e do negão no sexo anal f*** sobrecontos eroticos dominada na frente do meumulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanyo meu padrato meteume o caralho na maoIrmas casadas taradas carentes cendo enrabadaseu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contosNovinha excitidafilme de sexo grupal e anal entre maes e filhas e genros e sogroscontos eróticos comendofotos da bucetas da sadinaela me contou que tinha sentado na rola grossacontos eroticos de gravidez de gemeas com gravidezsogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhacontos eróticos o tio com minha namoradacontos eroticos praia nudismo irma maever videode mulher. gozando nno pinto bem grossoConto erotico scat adoro ver a mulher peidandovideos de cunhada se esfregando no marido da irmaver video e filme de veterinaria chupano abuceta da e gua na fasendaContos eróticos minha mãe e os cubanos - parte IVcolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidovidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidoporno a mulhe na parede e o homem a tras e saindo gosmaContos de incesto mãe e filhoRelatoa erodico de geyse arruda contando como.perdeu a vingidade do.buceta e do.cuzinhofodendo com maxima velocidade e sem piedade pornoVirgindade anal incesto Desde pequena Contoa filhada vai passar o feriado na casa de seu padrinho e tem pensamento erotico com elevideos porno velhor comedor da cabeça do pau rombudaO Riquinho e o Favelado conto gaycontos eroticos amiga apostando o curelato abuso comeu meu cupornocontoincestosvelhas dos peitoes muchos e grelo grando transandopica da cabesa grade colocono na buseta pornocontos cuzinho da Robertacontos crossdressvįdeos porno com prętas atraves da paredeContos eróticos gay iniciação sexual na infânciabuceta vigui na netdepravadacaoxvideos Botando rola Pra Fora E sarrando bem gtzpornodoido dia de sol chostinhos curtoskero.buctacontos eróticos estupros varoa minha mulher resolveu comer meu cusou sexo com travesti 2 metrosContos me foderam muito por perder a apostagordas lpucas de tesaomenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrasNovinha excitidaVidio,de,yrma,de,quinzeano,bricano de,lutinha,com,yrmaonovinha do canil conto eroticocomi minha cadelaxoxota as gordinhas mais tocadas e mais gostosas gordinhas bem feitas discursos e transando e gemendocontos de zoofilia com pai e filhinhacontos gay iniciadores de boys inocentes fotos gratistia camisola sem sutiacontos eróticos comi o cu do filho da mendigaprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017conto dei o cu pro meu tio emganto ele dormia gay 2017marido fica bebado em churrasco e esposa fode com outrobaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elamae deita com filho ela nao resiste transaele goza na bucetacache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 conto erótico menina bebê pai e filha puta ninfeta gosta de mamar peituda casete tbmcontos aiiiii hum aiaiaConto erotico de casada q nao se satisfaz com o pau d marido e fica com tesao d ver velho pintudocontos eroticos me comeram a forçamulher beijando a mulher na boca pelada no titubeargordas lpucas de tesaoporndoido lesbicas 2amigas uma olhando a outra se masturbandominha cunhada punheteira contos reaismacubeiro comendo a foça novinhapegando cachorro na rua pra praticar zoofiliaconto sexo "Minha Filha II"buceta da linguonacamadre simone que fuder caseirocontos eroticos primeira vez inesquecivelsexo soumenti com corno chupando porra de macho na buceta da esposa