Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Os pais viajam, e o pintor faz a festa

Autor: Di
Categoria: Homossexual
Data: 13/10/2008 00:35:29
Nota 8.50
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Lembra daquele pintor gostoso que fez meu rabinho? Pois bem, vou contar-lhes mais uma de nossas ficadas...

Depois da primeira vez que eu e Emerson ficamos juntos, não paramos de foder por um bom tempo.

Todo dia eu o via na construção do meu vizinho, e já ficava cheio de tesão e vontade. Passados uns dias da primeira vez que transamos, ele me chamou enquanto eu passava pela rua, era uma terça-feira a tarde, e me disse que não agüentava mais ver minha bundinha passando tão perto dele na rua, e que tinha que me foder. Então contei a ele que meus pais iriam viajar no fim de semana e que eu estaria sozinho em casa nestes dias, ele ficou mais doido e me disse que ia ficar comigo e me pediu pra dormir comigo nesse período em que meus pais viajariam, não respondi nada, disse apenas que iria pensar, disse isso só pra deixá-lo mais faminto por mim.

Os dias se passavam, e eu sempre provocava o Emerson passando de shorts por ele e rebolando. Pra quem não lembra, Emerson é o pintor da casa do meu vizinho, ele é todo sarado, alto, forte, másculo, é uma delicia, eu era mais normal, loiro, 1,82alt, encorpado, não magrinho e nem muito menos gordo, sempre me disseram que eu era gostosinho. Emerson ficava louco de me ver rebolando, e na sexta-feira ele percebeu uma movimentação na minha casa e viu que meus pais haviam saído de viagem, foi então que ele me chamou e perguntou se eu deixava ele posar comigo, eu disse que sim, desde que ele me desse muitas demãos mais.

Caiu a noite, já eram umas 07h30min e nada do meu pintor gostoso chegar, fui assistir TV e então ouvi o interfone tocando, corri atender e olhando pela câmera de segurança pude ver que ele havia chegado, lindo e gostoso como sempre, só de vê-lo fiquei todo eriçado, então mandei-o entrar e abri a porta da casa. Estava vestindo roupas normais, um calção, uma regata, calçava chinelos e segurava uma mochila, que pelo volume estava entupida de coisa. Fiquei imaginando o que eu encontraria dentro de sua maleta, mas deixei que ele me fizesse uma surpresa depois me mostrando o que trouxe.

A gente entrou na sala e sentou um pouco no sofá, eu então falei que havia preparado um jantar pra gente, então ele me disse que primeiro gostaria de tomar um banho e vestir-se melhor, pois disse que minha casa era muito chique e que eu merecia um macho muito bem arrumado. Levei-o até meu quarto, que tinha banheiro, e deixei-o só, enquanto ele tomava banho, corri pra cozinha e pra sala de jantar pra aprontar nosso jantar romântico. Eu adoro cozinhar, e desde pequeno me atrevo a fazer comida.

Fiz pra gente uma lasanha e alguns acompanhamentos, nada muito sofisticados para não deixar Emerson envergonhado. Pus a mesa, flores e velas e deixei a luz bem fraca, fiz um clima muito especial.

Terminados os preparativos fui à sala esperar pelo meu pintor. Ele gritou do meu quarto pra eu esperá-lo na cozinha, o que eu atendi prontamente. Fiquei em pé ao lado da mesa esperando Emerson, então escutei ele se aproximar, e o vi entrar pela porta da sala de jantar, quase morri, ele tinha posto um terno de risca de giz, com direito a colete por baixo, camisa e uma gravata, também calçava sapatos preto, tava uma delicia, e eu num deixei de notar seu volume. Eu fui até ele e dei um beijão naquele macho todo cheiroso e arrumado; fiz ele sentar-se a mesa e fui servir as comidas. Depois de tudo servido eu me aproximei da mesa e então ele levantou, puxou minha cadeira e me tratou como se eu fosse uma dama e ele um cavalheiro, me deu um beijo na nuca e uma mordidinha na orelha e foi se sentar novamente. Jantamos, e eu num parava de por meu pé nas suas coxas por baixo da mesa, isso o deixava com mais tesão, que eu percebi quando meu pé encostou no pau dele, tava duraço, e enorme.

Terminado o jantar ele se levantou, eu também e então me pegou no colo e me perguntou onde queria que ele me levasse, eu disse q no meu quarto, na minha cama, que já era nossa. Ele me conduziu até lá e me deitou na cama, me beijou e me acariciou muito e eu retribuía tudo. Ai ele começou a tirar a roupa, e eu pedi pra ele tirar só o paletó e abrir o zíper, ele fez isso, e eu então eu me ajoelhei diante dele e cai de boca naquele membro delicioso.

Eu lambia desde a base até a ponta da cabeça, abocanhava a glande e chupava, ai eu começava a engolir, mas como o mastro era realmente muito grande (25 cms) eu ia só até a metade e com minhas mãos pegava no resto que não entrava. Fiquei chupando até ele me pedir pra parar se não ele ia gozar, então eu parei e ele me levantou me beijou e começou a me apalpar. Devagar ele foi tirando minhas roupas me deixando nu, e eu tirando as roupas dele também deixando ele quase nu, a não ser pela gravata que fiz questão de não tirar dele. Ficamos nos abraçando, encoxando, apalpando e beijando em pé, ele apertava minha bunda e me deu o dedo dele pra chupar, eu deixei bem molhado, pois sabia que ele ia me dedar a bundinha. Dito e feito, meteu o dedo e eu gemi, unhhhhhhh, daí ele me beijou e me pos de 4 em cima da cama, me deixou numa das pontas da cama, se ajoelhou e começou a me dar beijo grego, começou a me linguar como prefiro dizer, eu tava delirando, e então ele subiu na cama e começou a me bater com o pau pelo corpo todo. Eu pedia pra ele me comer, e ele disse que ia me foder tanto q eu num ia agüentar, discordei e fiz uma aposta que ele é que iria pedir arrego. Então ele me pos de frango assado e mandou ver no meu cuzinho, doeu um pouco mas eu pedia mais, ele bombou muito e me fez gemer muito e gritar, daí me pos de lado e socou a vara em mim, eu ficava mais doido ainda e pedia mais, ele então me colocou de 4 e me comeu mais e mais, nós estávamos doidos de tanto tesão e gemia demais, me virou de frango novamente, mas dessa vez me pegou no colo e me levantou da cama com seu pau no meu rabinho e eu abraçando ele com as pernas, me levou até a parede e começou a bombar muito forte e fundo, eu pedia mais e mais e percebi que ele tava pra gozar mas segurava devido a nossa aposta, então eu fiz uma coisa que os ativos adoram, comecei a morder o pau dele com meu anelzinho, ele ficou doido e gozou na hora. Me levou até a cama e despencou em cima de mim, quase desmaiado. Então só de sacanagem eu sai debaixo dele e falei:

- Quero mais, muito mais, a e eu ganhei a aposta... Ele olhou pra mim e me pediu pra dormir de conchinha porque estava exausto. Tirei mais uma da cara dele e disse, que eu já sabia que ia ganhar a aposta, pois sei que sou insaciável...

Comentários

20/10/2009 01:19:11
Cara... espero o telefone do pintor... minha casa é grande e ele vai ter muito trabalho pra dar uma pintada em todos os cômodos...
24/10/2008 11:37:45
Muito bom... gostei
13/10/2008 21:35:16
delícia! adoro pegar trabalhadores. não deixo nenhum escapar.parabéns!
13/10/2008 20:54:51
Viado safado 0
13/10/2008 20:20:51
uma sensação de perigo as vezes eh bem excitante
13/10/2008 18:44:49
muito gostoso esse conto e sai do vulgar, mas ficar fazendo muitas apostas não é perigoso?
13/10/2008 16:26:58
Eu li e tou comentando! Até que gostei!
13/10/2008 12:32:09
Ninguem le e nem comenta...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


porno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaopeões de obras para Dudu f****** v******* contos eróticos gayscontos de sexo raspei minha bucetaas navia perdebi cabacoConto erotico: o playboy e o malandroEncoxada no transporte público contos eróticodoidoporno vrlho fudendo filha gozando dentrodoce nanda parte cinco contos eroticosporno socorro meu genro fode malnovinha de chinelo havaianas contosflagras escolas picantecasado sendo penetrado no seu cuzinho pelo amigo,devagar e suave.videos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismoquero ver mulher g****** gostoso monografia g****** gostoso XVídeoserotico filha da um beijinho nelecontos corno e meus amigos pegamos minha esposa rabuda de fio contosbuctao tod c gazandxvideos sogras de pernas abertas em frente dos genroscontos de sexo raspei minha bucetaxvideos cunhadinha nao resistiu amassagemminha mae me iniciou na zoofiliaver vidios porno da xvidio mulher veste marido com langeri e deixa ele para o amante fudersoraia carioca soca com negao picudocontos eroticos com padrasto estupro gosteiconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistiaa cabasso fodedoracontos eroticos traindo o corno cdp ele assistindopassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisvídeo de pornô senta na minha pica rebola Dodôfilmepotnouseio exitadocontos anais + caminhoneiro enrabador da jeba grandeporno a mulhe na parede e o homem a tras e saindo gosmalevei a minha noite também nua da filha me trata nua mandando minha pelada nua e vizinha tá na loja com meu pequenoconto adoro ser cadelinhaamassos eroticos na aguavídeo pornô da cachorro satisfazê-lo cachorro satisfazendo sua donatravestis bem dotado sendo errabados realprofessora para niguei botar defeito tao gostoza pelada linda buceta greludapornodoido dividio namorada com amigo do execitoContos eróticos de mães evangélicas e filhascomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?criando uma putinha contoscontos eroticos corno bebado esposa com fogo no rabo amigo roludopornodoido dividio namorada com amigo do execitocontos irma criaçao fudendo namoradofotos incetos do sexo com entiadas pau gigantes comendo novinhasestupro chupando grelo grande até ferirela deixando alisar o grelomeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesmae gozou loucamente no pau de 25cm dp filho dotadpfeminização forçada contospornofamilhasacanamulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuxvidio mulher com dedo na buceta chamando jairocasa dos contos meu marido contratou mestre de obra negro comempreggadas tesudas escitando patrao no youtubefoto pai fudendo com filha filho fudendo com mae e irma todas meladinhas com bastante punhetada e gozada na caramuiler da buseta ixada levamo varaporno safada batendo punheta pro ricardão na cama com o corno dormindo porno[email protected]vidros prno insetos fodendo mae emprensadaBabá velha finge dormir e e emrrabada pelo novinho contos eróticostathy ellen contoscontos eroticos menage bitravestis negra brasileira dotada no motel ganha punheta tremendo muitoincesto com meu vô contosconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi elá"virei mulherzinha" cadeianegao pasado opau na bumda da kasadaXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primavideos porno mulher goza muito se afrouxa as pernascontos gay babydool maepaicomeu eu minha irmazoofilia cachorro engatado com mulher g************* de dias corridosmae icestuosa desabafo de mae