Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Os pais viajam, e o pintor faz a festa

Autor: Di
Categoria: Homossexual
Data: 13/10/2008 00:35:29
Nota 8.50

Lembra daquele pintor gostoso que fez meu rabinho? Pois bem, vou contar-lhes mais uma de nossas ficadas...

Depois da primeira vez que eu e Emerson ficamos juntos, não paramos de foder por um bom tempo.

Todo dia eu o via na construção do meu vizinho, e já ficava cheio de tesão e vontade. Passados uns dias da primeira vez que transamos, ele me chamou enquanto eu passava pela rua, era uma terça-feira a tarde, e me disse que não agüentava mais ver minha bundinha passando tão perto dele na rua, e que tinha que me foder. Então contei a ele que meus pais iriam viajar no fim de semana e que eu estaria sozinho em casa nestes dias, ele ficou mais doido e me disse que ia ficar comigo e me pediu pra dormir comigo nesse período em que meus pais viajariam, não respondi nada, disse apenas que iria pensar, disse isso só pra deixá-lo mais faminto por mim.

Os dias se passavam, e eu sempre provocava o Emerson passando de shorts por ele e rebolando. Pra quem não lembra, Emerson é o pintor da casa do meu vizinho, ele é todo sarado, alto, forte, másculo, é uma delicia, eu era mais normal, loiro, 1,82alt, encorpado, não magrinho e nem muito menos gordo, sempre me disseram que eu era gostosinho. Emerson ficava louco de me ver rebolando, e na sexta-feira ele percebeu uma movimentação na minha casa e viu que meus pais haviam saído de viagem, foi então que ele me chamou e perguntou se eu deixava ele posar comigo, eu disse que sim, desde que ele me desse muitas demãos mais.

Caiu a noite, já eram umas 07h30min e nada do meu pintor gostoso chegar, fui assistir TV e então ouvi o interfone tocando, corri atender e olhando pela câmera de segurança pude ver que ele havia chegado, lindo e gostoso como sempre, só de vê-lo fiquei todo eriçado, então mandei-o entrar e abri a porta da casa. Estava vestindo roupas normais, um calção, uma regata, calçava chinelos e segurava uma mochila, que pelo volume estava entupida de coisa. Fiquei imaginando o que eu encontraria dentro de sua maleta, mas deixei que ele me fizesse uma surpresa depois me mostrando o que trouxe.

A gente entrou na sala e sentou um pouco no sofá, eu então falei que havia preparado um jantar pra gente, então ele me disse que primeiro gostaria de tomar um banho e vestir-se melhor, pois disse que minha casa era muito chique e que eu merecia um macho muito bem arrumado. Levei-o até meu quarto, que tinha banheiro, e deixei-o só, enquanto ele tomava banho, corri pra cozinha e pra sala de jantar pra aprontar nosso jantar romântico. Eu adoro cozinhar, e desde pequeno me atrevo a fazer comida.

Fiz pra gente uma lasanha e alguns acompanhamentos, nada muito sofisticados para não deixar Emerson envergonhado. Pus a mesa, flores e velas e deixei a luz bem fraca, fiz um clima muito especial.

Terminados os preparativos fui à sala esperar pelo meu pintor. Ele gritou do meu quarto pra eu esperá-lo na cozinha, o que eu atendi prontamente. Fiquei em pé ao lado da mesa esperando Emerson, então escutei ele se aproximar, e o vi entrar pela porta da sala de jantar, quase morri, ele tinha posto um terno de risca de giz, com direito a colete por baixo, camisa e uma gravata, também calçava sapatos preto, tava uma delicia, e eu num deixei de notar seu volume. Eu fui até ele e dei um beijão naquele macho todo cheiroso e arrumado; fiz ele sentar-se a mesa e fui servir as comidas. Depois de tudo servido eu me aproximei da mesa e então ele levantou, puxou minha cadeira e me tratou como se eu fosse uma dama e ele um cavalheiro, me deu um beijo na nuca e uma mordidinha na orelha e foi se sentar novamente. Jantamos, e eu num parava de por meu pé nas suas coxas por baixo da mesa, isso o deixava com mais tesão, que eu percebi quando meu pé encostou no pau dele, tava duraço, e enorme.

Terminado o jantar ele se levantou, eu também e então me pegou no colo e me perguntou onde queria que ele me levasse, eu disse q no meu quarto, na minha cama, que já era nossa. Ele me conduziu até lá e me deitou na cama, me beijou e me acariciou muito e eu retribuía tudo. Ai ele começou a tirar a roupa, e eu pedi pra ele tirar só o paletó e abrir o zíper, ele fez isso, e eu então eu me ajoelhei diante dele e cai de boca naquele membro delicioso.

Eu lambia desde a base até a ponta da cabeça, abocanhava a glande e chupava, ai eu começava a engolir, mas como o mastro era realmente muito grande (25 cms) eu ia só até a metade e com minhas mãos pegava no resto que não entrava. Fiquei chupando até ele me pedir pra parar se não ele ia gozar, então eu parei e ele me levantou me beijou e começou a me apalpar. Devagar ele foi tirando minhas roupas me deixando nu, e eu tirando as roupas dele também deixando ele quase nu, a não ser pela gravata que fiz questão de não tirar dele. Ficamos nos abraçando, encoxando, apalpando e beijando em pé, ele apertava minha bunda e me deu o dedo dele pra chupar, eu deixei bem molhado, pois sabia que ele ia me dedar a bundinha. Dito e feito, meteu o dedo e eu gemi, unhhhhhhh, daí ele me beijou e me pos de 4 em cima da cama, me deixou numa das pontas da cama, se ajoelhou e começou a me dar beijo grego, começou a me linguar como prefiro dizer, eu tava delirando, e então ele subiu na cama e começou a me bater com o pau pelo corpo todo. Eu pedia pra ele me comer, e ele disse que ia me foder tanto q eu num ia agüentar, discordei e fiz uma aposta que ele é que iria pedir arrego. Então ele me pos de frango assado e mandou ver no meu cuzinho, doeu um pouco mas eu pedia mais, ele bombou muito e me fez gemer muito e gritar, daí me pos de lado e socou a vara em mim, eu ficava mais doido ainda e pedia mais, ele então me colocou de 4 e me comeu mais e mais, nós estávamos doidos de tanto tesão e gemia demais, me virou de frango novamente, mas dessa vez me pegou no colo e me levantou da cama com seu pau no meu rabinho e eu abraçando ele com as pernas, me levou até a parede e começou a bombar muito forte e fundo, eu pedia mais e mais e percebi que ele tava pra gozar mas segurava devido a nossa aposta, então eu fiz uma coisa que os ativos adoram, comecei a morder o pau dele com meu anelzinho, ele ficou doido e gozou na hora. Me levou até a cama e despencou em cima de mim, quase desmaiado. Então só de sacanagem eu sai debaixo dele e falei:

- Quero mais, muito mais, a e eu ganhei a aposta... Ele olhou pra mim e me pediu pra dormir de conchinha porque estava exausto. Tirei mais uma da cara dele e disse, que eu já sabia que ia ganhar a aposta, pois sei que sou insaciável...

Comentários

20/10/2009 01:19:11
Cara... espero o telefone do pintor... minha casa é grande e ele vai ter muito trabalho pra dar uma pintada em todos os cômodos...
24/10/2008 11:37:45
Muito bom... gostei
13/10/2008 21:35:16
delícia! adoro pegar trabalhadores. não deixo nenhum escapar.parabéns!
13/10/2008 20:54:51
Viado safado 0
13/10/2008 20:20:51
uma sensação de perigo as vezes eh bem excitante
13/10/2008 18:44:49
muito gostoso esse conto e sai do vulgar, mas ficar fazendo muitas apostas não é perigoso?
13/10/2008 16:26:58
Eu li e tou comentando! Até que gostei!
13/10/2008 12:32:09
Ninguem le e nem comenta...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos erotico abusando da irma pequenaXVídeos a comadre de vestido bem curtinho com a boca fica do lado de fora no ônibuscontos de sexo depilando a sograwww.xvideos.bucetaovirgensgostosa novinha virgem orgasminhocabeção cantando xeretandopeguei na cinturinha e soquei tudo sem ela perceber no cuzinho ai amor nao quero mais vc me maxhucou xvideosdescreva como se sente ao esfregaren seu clitorescontos erotico papai vai caberfavelenta xvideoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariocasa do conto meu irmao me encoxouconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sunganegão caralhudo fudendo loira cinquentona de todo jeitopornô doido comadre entre pica grande negãofilha a reda causilha e pai empura rolapornodoidocalçinhasconto de insetos de rasgando o cu apertadoestrupa filha e confessa yotubeconto erotico gay perseguiçaopirulito do titio contos inocenteContoeroticonovinhosafadocontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciaconto erotico gay colega de quartograças a um cano estourado comi minha irmãvideos de sexo fodi ela de ladinho ela fechava as pernas e gemia muitoTHeo eTonny"padre não é homem"Contos eróticos de traindo o noivo no capô do carromuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na mataolhando a vizinha gostosa de shortinho depois pula o muro e mete a piroca na vizinhacomo encostar o penis no clitorisminha mulher domestica comida pelo cacetudopornosacana traindo o marido com entregadorvidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidogorda girando o cu na rola jigante videos caseirossou casada e dei o cu para outro homemXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhacontos eróticos representadosmulher bundona camsola curtinha trepand pornodoidoXVídeos gay com truculênciarapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elecontos me comeu a força e eu gosteiPorno conto mae no msnnovinhas grupalweb cam xvideosgenro e sogra contoporno mulher malabarista da o cu no circosanporno irma louca pra da o cu pro irmao provoca ele ate ele come cu delamolhes pela porno vida de meninas de 19 anos contos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioxvideo professora lecionando de shortinho atolado no cumulher querendo fazer zoofilia no Rio de Janeirocunhada safada e a mulher alisando o cunhado caralhudo ,contos e relatos eroticosBundinha lisinha da filhinhacasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaler conto erotico de deficientechantageei e comi minha avo contopau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhaconto erótico gaay sonbra de gaelBundinha lisinha da filhinhameniina lavano abuctafilme casal insurportavel pornodoidomorena fofinhado rabao fudendo com dotadovirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensfilhinha da a buceta para irmao e padrastofilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..mae obriha filha virje perde o cabasdo com o padrastosou puto e quero comedor em esteio rsmarido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machocontos minha tia nick 2fui comer e fui comidomontei um armario pra uma coroa ela me atacou e chupou meu pau tv bucetapunheteiras vadias sujas socandoteens paus cabeçudos grandes gozando fortes jatos porraWww xvideo.com depiladora ñ resistiu a picaeu quero ver vídeo mulher tomando banho com aquelas calcinha largacontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornosou viciada em boquete nao posso vet um pau qur ru chuporelato meu prazer analcontos de putaria sou puta de dois primo negromeu marido me chupava enquanto outro me gosava vidionovinha dando pauzudi com cazelinapatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornovideos de cornos que aguarda ansioso sua esposa voltar pra casa escorrendo porra de outro toda melada na bucetaconto erótico isentomulher caga incontrolavelmente no sexose voce fizer sexo nova e depois so mais velha fazer o cabacinho fexabaixa xvideo coroa venhia nao gueto pica darrombando o cu da luzia contosXVídeos caseiro eu te empurro com fosse eu não aguenteiesposa fudida por sobrinhos e sogros contos eróticosvídeo pornô com homem enfiando o braço todo no ânus da mulher despejando muito líquidomulheres de 28 anos com muito tesão só puxa calcinha de lado pró kidbengala metevideos onde maridos batem no grelo pelado com chineladas fortesputa no hoteldo bucetao loca de tesao