Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A Obra

Autor: Marcelo Cold
Categoria: Homossexual
Data: 18/10/2008 20:27:16
Última revisão: 20/10/2008 10:40:27
Nota 5.40

Quando eu tinha uns doze anos de idade sempre era levado pelo meu pai para ajudá-lo em algum trabalho perto de casa. Ele era pedreiro, e dos bons.

Certa vez num desses trabalhos, não pude deixar de notar um certo volume entre as pernas do Dão...Ah, que homem...um moreno cor de pecado, de corpo esculpido pelo trabalho pesado.

Enquanto ele e meu pai cimentavam uma parede, eu me pus bem embaixo do cavalete, uma peça de madeira muito usada nas obras para elevar os trabalhadores às alturas.

Nossa, que visão do paraíso. Aquele homem no auge de sua beleza bruta, suado, cheio de músculos, e com todo aquele volume quase saltando na minha boca. Hum, ainda me delicio só de lembrar...

O Dão me perseguiu por muitos anos até cair no esquecimento, afogado pelo gozo de tantos machos que tive durante meus futuros anos de vida.

Dezesseis anos depois, meu pai havia falecido e eu tivera de voltar para minha terra natal, deixando para trás muitas histórias e tantas alegrias vividas em tantas camas quentes.

De volta ao lar, logo de cara, necessitei de um pedreiro que recomeçasse a obra deixada por meu pai. A casa precisava ser terminada.

Não acreditei quando bem na minha frente estava aquele homem moreno, já marcado pela vida dura do trabalho ao sol, ainda de um olhar negro que me fez corar de tanto tesão.

Meu pedreiro e amigo do meu pai estava bem alí só de calçãozinho branco, esperando fechar o negócio com o agora bem crescido dono da casa.

Perguntei de cara se ele bebia, sim, claro! A resposta me saltou aos ouvidos atentos. Em minutos estávamos sentados na varanda lembrando de histórias do meu pai. Uma lágrima aqui, um sorriso alí e, de repente, uma revelação, em tom de segredo.

Já comi um cara, quando era novo. Ele me disse. Eu arrepiei os olhos com cara de incrédulo, enquanto ele me detalhava a foda que teve lá pelos vinte anos de idade com um segurança de puteiro pelas bandas do Acre.

Conversa vai e depois vem, eu revelei também um segredo...sempre quis dar pra você. Ficava te observando sempre que você abria essas suas pernas gostosas na minha frente.

Assim, ele me perguntou safadamente se abrindo todo pra mim. Isso, assim mesmo, eu fui logo caindo de boca nas coxas, no monte que se erguia em cima do calção.

Ele direcionou minha boca sedenta para o meio de suas pernas. Eu me coloquei em sua frente e quase arranquei fora seu calção para mamar aquele mastro de cincoenta e nove inacreditáveis anos.

Ele me colocou de quatro numa rapidez espantosa e me enterrou com força. Minha boca foi tapada por uma de suas mãos fortes, enquanto a outra explorava cada recanto de minha boca, mamilos, coxas...

Sua boca grudou em meu pescoço mordendo e sugando minha força vital.

Tudo passava pela minha cabeça num giro frenético. E as posições orquestradas pelo meu pedreiro erguiam em mim sua mais perfeita obra. Aos poucos os alicerces do meu ser foram levantados.

Eu me fundia a ele como uma peça de encaixe perfeita. Nossos corpos rangiam ao toque, ardiam, queimavam. Quando meu pedreiro jorrou em mim, senti-me como uma parede sendo cimentada. Renovada, retocada em seus mínimos detalhes.

Logo em seguida, eu o acompanhava num gozo apoteótico. Nos banhamos, nos beijamos, repetimos a doze com mais calma debaixo do chuveiro e depois ele me deixou arrombadinho, molhadinho, ainda tremendo por dentro.

A obra daqui de casa ainda não foi terminada. Meu pedreiro me visita toda semana. Não temos pressa, pois cada detalhe da construção tem de ser discutido, avaliado entre patrão e empregado.

Comentários

19/11/2008 18:58:22
Gostei do conto
20/10/2008 10:35:03
Muito obrigado pelos comentários... MarcioLeandro, valeu pela força, prometo melhorar a medida que me familiarizo com o site... picudão...tem gente que não sai por aí dando o cu de primeira...demora uma segunda ou terceira... se parece bobeira, ok! Está registrada sua opinião...na próxima vou tentar não perder tempo... E bibica, uma história tem ou não graça, o meio termo me parece sim sem graça total...abraço! E vou continuar por aqui.
20/10/2008 08:25:26
Muitas palavras dificieis. Vc escreve muito bem, porem o conto nao foi la estas coisas, muito sem detalhes, nao da pra viajar na sua historia.
19/10/2008 10:28:11
Precisava tanta bobeira pra dar o cú pro pedreiro. Continho muito fraco...
18/10/2008 21:54:35
ops que historia meio sem grça hehehehe

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariocomadre milhadinha dando pra ocumpadre pornonegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxTia de calça leg conto eroticoContos eroticos com o dono da verdureiropatricia vizinha casada safada gemendoneta safada faz boquete embaixo da mesa de jantarsexoalvestransei com uma senhora crentenegona do zoinhao gritano na picaxvidiovadia deu o cu dos pauum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marravídeo pornô da negra olho torto sentando na pica e virando os olhos com tesãovidio disexe porno yotubeContos eroticos gay emgrachante onfavideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodanovinhas.abrir.buzentacontos Diretora de escola adora chupar a rola do vigiacontos deu o cu para o cachorraconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogoContos erotico arombei minha prima gordinhAver contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudosContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casacontos eróticos as amiguinhasvideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadadotado dando leite pra esposa gostosa do corno que tomatudoincesto com meu vô contoscontos eróticos de entregador de agua como dona de casaas navia perdebi cabaco"virei mulherzinha" cadeiaContos eroticos irmã gêmeasexo com as maos apoiadas no chao ela recebe uma delisiosa chapadapicudod/contosporno tirei o pau veio bosta bizarroconto erotico comendo rabo da dona da verdureiraporno. cazano muita no vinhamulheres nojona de tanto tesaovizinha do intestino curto fodendovídeo pornô de novinha do grelo apertadinho obrigada a chupar a rola do Vando14 centímetros conto heteroConto erotico fui cagar na moitavideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheirolésbica com p********* chuchada na garotinha gostosaConto erotico gay traficante funkfato real de noiada chupando rolaputaria brasileira posicao papai e mamae pra salvar no celularmulher transando com convidado do marido por baixo da mesalactofilia porno em sao carlos spminha concunha morena gostosa que arrobeiRelatos Zoofilia qual melos cadela para sexoporno gay morros dotados desvirginandorelatos de casadas que treparam e engravidaram dos seus amantesvídeo pornô de mulheres que não aguentaram levante 4 cenas14aninhos xotas lizinhaler contos eroticos de incesto mae carente ver o filho transando com a namorada fica com tesao fica adimirada com o pau do filhosexo anal sem compaixãoasistir video porno angolano de tia e sobrinho.casa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aiyoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuascontos dei p meu chefeComi meu tio macho virgem no motel contos com fotosvideos de bucetas intaladas na rola grossanovinha do priquito ruivo contosdoce nanda parte cinco contos eroticosminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.Contos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitocontos minha mae gravida do pedreiroeu e meu marido adoramos fazer sexo grupal contosxxvideos parada gay 2017 sao pauloContoeroticonovinhosafadocontos de sogro metendo pau na norameu filho me sondava deu cu do eu comtos eroticosme fode seu desgraçadobranquinha de cabelo preto baby doll da buceta inchadaque ver conto erotico imao es piano imao novinha pelada`conto erotico` Gabrieleu e meu marido adoramos fazer sexo grupal contosSo grafida sendo encochada no trem xvideo comfaz sua namorada ir ao ceu so com q sua linqua pornodoidocontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandeContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo ele e meu bad boy e eu sou dele parte 10 casa dos contos dosconto erotico corno na lua de melContos eroticos casais e pintudos fantasiasjovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosesposa do meu amigo me deu bola e eu comi ate seu cuzinhocontos eroticos/dois gorotos negros picudos fuderam minha namorada a forca