Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A Obra

Autor: Marcelo Cold
Categoria: Homossexual
Data: 18/10/2008 20:27:16
Última revisão: 20/10/2008 10:40:27
Nota 5.40
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando eu tinha uns doze anos de idade sempre era levado pelo meu pai para ajudá-lo em algum trabalho perto de casa. Ele era pedreiro, e dos bons.

Certa vez num desses trabalhos, não pude deixar de notar um certo volume entre as pernas do Dão...Ah, que homem...um moreno cor de pecado, de corpo esculpido pelo trabalho pesado.

Enquanto ele e meu pai cimentavam uma parede, eu me pus bem embaixo do cavalete, uma peça de madeira muito usada nas obras para elevar os trabalhadores às alturas.

Nossa, que visão do paraíso. Aquele homem no auge de sua beleza bruta, suado, cheio de músculos, e com todo aquele volume quase saltando na minha boca. Hum, ainda me delicio só de lembrar...

O Dão me perseguiu por muitos anos até cair no esquecimento, afogado pelo gozo de tantos machos que tive durante meus futuros anos de vida.

Dezesseis anos depois, meu pai havia falecido e eu tivera de voltar para minha terra natal, deixando para trás muitas histórias e tantas alegrias vividas em tantas camas quentes.

De volta ao lar, logo de cara, necessitei de um pedreiro que recomeçasse a obra deixada por meu pai. A casa precisava ser terminada.

Não acreditei quando bem na minha frente estava aquele homem moreno, já marcado pela vida dura do trabalho ao sol, ainda de um olhar negro que me fez corar de tanto tesão.

Meu pedreiro e amigo do meu pai estava bem alí só de calçãozinho branco, esperando fechar o negócio com o agora bem crescido dono da casa.

Perguntei de cara se ele bebia, sim, claro! A resposta me saltou aos ouvidos atentos. Em minutos estávamos sentados na varanda lembrando de histórias do meu pai. Uma lágrima aqui, um sorriso alí e, de repente, uma revelação, em tom de segredo.

Já comi um cara, quando era novo. Ele me disse. Eu arrepiei os olhos com cara de incrédulo, enquanto ele me detalhava a foda que teve lá pelos vinte anos de idade com um segurança de puteiro pelas bandas do Acre.

Conversa vai e depois vem, eu revelei também um segredo...sempre quis dar pra você. Ficava te observando sempre que você abria essas suas pernas gostosas na minha frente.

Assim, ele me perguntou safadamente se abrindo todo pra mim. Isso, assim mesmo, eu fui logo caindo de boca nas coxas, no monte que se erguia em cima do calção.

Ele direcionou minha boca sedenta para o meio de suas pernas. Eu me coloquei em sua frente e quase arranquei fora seu calção para mamar aquele mastro de cincoenta e nove inacreditáveis anos.

Ele me colocou de quatro numa rapidez espantosa e me enterrou com força. Minha boca foi tapada por uma de suas mãos fortes, enquanto a outra explorava cada recanto de minha boca, mamilos, coxas...

Sua boca grudou em meu pescoço mordendo e sugando minha força vital.

Tudo passava pela minha cabeça num giro frenético. E as posições orquestradas pelo meu pedreiro erguiam em mim sua mais perfeita obra. Aos poucos os alicerces do meu ser foram levantados.

Eu me fundia a ele como uma peça de encaixe perfeita. Nossos corpos rangiam ao toque, ardiam, queimavam. Quando meu pedreiro jorrou em mim, senti-me como uma parede sendo cimentada. Renovada, retocada em seus mínimos detalhes.

Logo em seguida, eu o acompanhava num gozo apoteótico. Nos banhamos, nos beijamos, repetimos a doze com mais calma debaixo do chuveiro e depois ele me deixou arrombadinho, molhadinho, ainda tremendo por dentro.

A obra daqui de casa ainda não foi terminada. Meu pedreiro me visita toda semana. Não temos pressa, pois cada detalhe da construção tem de ser discutido, avaliado entre patrão e empregado.

Comentários

19/11/2008 18:58:22
Gostei do conto
20/10/2008 10:35:03
Muito obrigado pelos comentários... MarcioLeandro, valeu pela força, prometo melhorar a medida que me familiarizo com o site... picudão...tem gente que não sai por aí dando o cu de primeira...demora uma segunda ou terceira... se parece bobeira, ok! Está registrada sua opinião...na próxima vou tentar não perder tempo... E bibica, uma história tem ou não graça, o meio termo me parece sim sem graça total...abraço! E vou continuar por aqui.
20/10/2008 08:25:26
Muitas palavras dificieis. Vc escreve muito bem, porem o conto nao foi la estas coisas, muito sem detalhes, nao da pra viajar na sua historia.
19/10/2008 10:28:11
Precisava tanta bobeira pra dar o cú pro pedreiro. Continho muito fraco...
18/10/2008 21:54:35
ops que historia meio sem grça hehehehe

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


videos gay pissing dominação humilhaçãoesposa de fio dental enterrado no eo amante arebenta.o cu dela.e corno olhandoincesto no colo do papai tomando cafe sem calcinhavvgg sexoguri ñ aguentou pau grande, contosesposa fica brava amate gosa dentro xvidioputinha gostosa de blusinha regatinha e shortinho socado na ruapornodoido travesti do brasil dano leite fartoninfeta de fio atolada no fundilContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheirabotei gozei tirei gozei soquei gozeiMinha esposa centou no colo de outro cera que eu sou corno manssoMulher andando de fildental arredor do homem ai depois o homem aranca no dente e gosa na buceta delaContos erotico gozando dentro tendo aidsmulher tira prega do cu do macho com straponContoeroticonovinhosafadojorjao roludo porno video peladacamisinhasubornei meu primo gay pra comer elevideos esposa convida a comadre pra fazer suruba com maridocontos gay uma viagem inesquecível para o novinhocontos eróticos de mulheres que foram f***** por bem dotados na grossura de caramba sua b***** arrombadamarisa cm sede de pica grande chamo um negao para foder gostoso em conto o marido trabalhaporno.milene ceribeleContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaesses irmaos tem uma ligacao muito forte pornodoidocontos eroticos de damon salvatorever videos de travestis dotadas acariciando o penis dentro da roupafilme porno home reprodutocontos de filho encoxando mae no onibuscarolzinha santos trepano no churrascoIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsoporno gay com vendedor de porte e portaporno família favelasexo bengostoso uma lambida no grelo bem gostosocaete na porca pornofilha fica brava ao levar gosada dentroConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinamãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novospornocontoincestoMae e puta fudeu filio estoriamulheres gostosas fazendo garganta profunda com penis muito grandes e enfindo todo na sua guela e ele vai e gozavídeos caseiro noiada no anal dói não dodemorou mas minha esposa aceitou e aproveitoucrossdress historia betinha 25porno conto erótico apaixonada pelo filho da minha madrastaVideos de sexo sogras peitos muchosincesto com meu vô contoscontos eróticos de loirinha dp interracialperdeno as prega saino bosta caseiroesperei meu tio viajar para comer o cuzinho da minha tia gostosonagretchen mua chopano 2007virando a buceta do averso com pauzao monstronovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedoscontos de sexo depilada na praiaconto erotico boquete bokete mamadamulher transando com picasdeborrachacontos eróticos de Lucy dando pro caseiro na frente do maridoincesto encaixada no colo do pai perto da mamãeposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularEle me fodeu gostosoContos eróticos teens pai vendo q a rola do filho estava bem grandinha conto gaydoce nanda parte cinco contos eroticosapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analxoxota as gordinhas mais tocadas e mais gostosas gordinhas bem feitas discursos e transando e gemendoquero ve os telefoni das mulhe de curitiba casada que gosta di da a buceta para oto omhe deixa teu telefoneGozei na buceta da crente velha contosolhar a buceta das julhersXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadamamilos da minha mae contos eroticosDormindo e pai comendoxx.comvidio porno das dimenores fasendo sexo da buceta apertadinhapornocontoincestosfilme porno minha sogra me enxeu o saco ate eu come elaseduzindo você a bater punhetaesposas pedem para estranhos tirar camizinha pra gozar bucetao delasContos de loiras taradas por mendigos negros