Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Negro Mal

Autor: JULY
Categoria: Heterossexual
Data: 22/10/2008 02:50:43
Nota 7.67
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá! tudo bem?

vou contar a história de quando perdi minha virgindade, espero que gostem!

na época eu tinha 15 anos, sou morena, cabelos lisos negros, olhos verdes...na época eu já tinha uma bundinha arrebitada e carnudinha, e com um belo par de seios, não tão grandes, mas redondinhos e bicudos por natureza. Eu morava em um condomínio, e lá era muito legal, eu tinha bastante amigos lá, e sempre rolava umas pegaçoes entre a turma, mas era só beijinhos e abraços. Eu sempre fui considerada a mais bonita do condominio, mas nunca fui igual as outras, nunca tinha ficado com ninguem naquele predio desde quando cheguei, sempre fui muito séria e correta em relação a isso, e só pretendia perder a virgindade quando casasse e tudo mais, mas o pior ainda estava por vir, quer dizer, o melhor!.

Certa vez estava eu e umas amigas tomando banho de piscina, quando eu vi aquele monumento negro entrando na piscina...fiquei estática, era uma verdadeira delícia: devia ter 1,85 de altura, era musculoso e dividido, era possivel ver todos os musculos do seu corpo bem definido, lindo de rosto e com um pauzão eeenooorme!, um Deus de ébano perfeito!. Eu não conseguia parar de olhar para aquele corpão sarado, principalmente pra o seu pau, que quase pulava de sua sunga. Na época eu era muito bestinha e fiquei muuito tímida, minhas amigas, que eram mais velhas e mais experientes que eu, também babavam aquele monumento que acabara de entrar na piscina. Ele estava com uns amigos, conversando, e de vez em quando ele me olhava, com aquele olhar de lobo faminto, louco pra comer sabe...eu disfarçava morrendo de vergonha, mas minhas amigas sacaram a dele, e foram logo se chegando no rapaz, perguntando se queria me conhecer. Eu fiquei louca de medo, pois nunca tinha conhecido um menino com tais intenções, e aquele cara mais velho que eu, e nem se comparava aos meninos da minha idade.

Ele se aproximou de mim e com um sorriso faceiro, me perguntou:

- Oi, gatinha, tudo bem? como é o seu nome?

Eu, morta de vergonha, respondi quase gaguejando:

- Juliana...

- Lindo nome - Disse ele, se aproximando mais - assim como ´também é a sua dona.

Nesse momento a minha vontade era de me enfiar num buraco e nunca mais sair, nossa, aquele principe me cantando, fiqui sem ar. Palavras me faltaram, e eu respondi com um sorriso. Eu nunca fui chegada nos negros, mas esse mecheu comigo, era muito lindo, e o seu pau então, nunca mais esqueço, sempre ouvi dizer que os negros são bem dotados, mas o daquele cara era demais!. A gente passou a tarde toda conversando, minhas amigas já estavam nos amassos com os amigos dele, e eu, morta de vergonha, conversava com o rapaz, que tentou me beijar uma vez, mas resisti e virei o rosto, deixando ele beijar minha face. O tempo passou e estava anoitecendo, me despedi dele e disse que tinha que ir pra casa, ele insistiu para que eu ficasse, o papo estava ótimo, ele tinha uma lábia incrível, e eu que na época era muito boba, cai diretinho...me despedi dele e sai da piscina junto com minhas amigas, o rapaz marcou comigo de se encontrar na praça do condominio pela noite, junto com minhas amigas, aceitei e logo entrei no elevador junto com elas...fofocamos um tempo e fui pra minha casa tomar banho. No chuveiro, a imagem do pau daquele rapaz não saia de minha cabeça...eu nunca tinha visto um, tudo bem que estava de sunga, mas dava pra ver o tamanho daquilo tudo, senti uma coisa estranha na minha xaninha, estava excitadissima.

Pela noite, me encontrei com ele na praça, junto com minhas amigas. Conversamos, uma conversa gostosa, e não demorou muito pra rolar um beijo. Nos pegamos por um boooom tempo. Foi meu primeiro beijo, ele sacou que eu era BV, e se encantou mais ainda por mim, e com seu jeito e sua lábia conseguiu me levar até a sua casa. Ele estava hospedado na casa de sua irmã, que saiu a trabalho, ele tinha 20 anos, 5 anos mais velho que eu, fiquei bestinha, me achando a mulher por estar com um cara mais velho, e foi isso que me iludiu, ele fez o que quis comigo. Logo quando entramos no AP, ele me deu um super beijo. Fiquei fogosa, e beijei com vontade, chupando a língua dele feito um picolé, apesar de nunca ter beijado, sempre treinei com a mão, e via minhas amigas beijando, sei que não é o suficiente, mas ja dava pra ter uma noção de beijo. Eu estava com um tomara que caia e um short jeans bem curtinho. Ele foi passando a mão na minha bunda, apertando e apalpando carinhosamente com as duas mãos...fiquei louca, eram sensações que eu nunca tinha sentido antes, aquele corpo colado ao meu, meus seios roçando no dele, aquelas mãos enormes e fortes alisando minha bunda, aquele acocho que ele dava, que me fazia sentir o seu grande pau na minha barriga, era incrivel, me molhei todinha, estava louca de prazer. Logo ele foi dando chupoes no meu pescoço, e tirando meu tomara que caia bem devagarinho. Eu, com o tesão ás portas, meti minha lingua no corpo dele, lambendo feito uma cadela no sil. Ele tirou meu tomara que caia, eu estava sem soutien, meus mamilos pareciam uma arma de tão duros que estavam, e ele se acabou neles, lambendo, chupando e mordendo de leve os meus seios e meus mamilos. Nessa hora eu senti um fogo subindo em meu corpo, minha xaninha pulsava, molhadíssima, e comecei a esfregá-la naquele pauzão, que estava o dobro do tamanho, duro. Estava em extase, sentindo a lingua dele passeando ao redor dos meus mamilos, e alisava os cabelos dele sem parar, com os olhos fechados de tanto tesão. Ele foi descendo, agora beijando minha barriguinha, e com as mão foi abrindo os botões do meu shortinho, e foi descendo ele devagar.

senti uma fraqueza nas pernas, e me sentei no sofá. Ele levantou minhas pernas e tirou o meu short. Meu coração disparou na hora, nuca tinha ficado naquela posição, naquele estado pra ninguém. Ele logo caiu de boca na minha calcinha, tirando-a com os dentes, revelando minha bucetinha virgem, pequenina, mas inchada e molhadérrima de prazer. Ele encheu os olhos quando viu a minha xaninha, rosadinha e suculenta na sua frente. Começou a chupá-la, parecia que estava tomando leitinho numa tigela de leite, como um gato. Sua língua penetrava minha xaninha, com uma velocidade incrivel, quase me matando de tesão. Segurei os braços do sofá com muita força, sentia cosquinhas e tesão ao mesmo tempo, fechei minhas pernas entre a cabeça dele, sem resistir, e ele quase que me invadia pela xaninha. Ao tocar e lamber o meu grelinho avantajado, juro a vocês que quase desmaio de tesão, subiu aquela sensação estranha, aquela coisa dentro de mim, comecei a gemer, a urrar feito uma louca, segurei os cabelos dele com força, tentando empurra-lo para longe da minha bucetinha, e ele esfregava toda sua cara nela, enfiava sua lingua ao máximo, deixando minha xaninha toda molhada. Eu gritava "para, para!!" e ele continuava com as chupadas, era uma sensação agonizante, mas boa, muito boa, e log me acostumei, até que ele terminar, era possivel ver sua baba descendo da minha buceta, misturada com minha goza, era a primeira vez em que eu tive um orgasmo. Mas ele ainda continuou, com rapidez tirou o seu short. O pau saia pela cueca, eu fiquei traumatizada quando vi aquela cena: aquela cabeçona que mais parecia um chapéu de cogumelo, enorrrme, aquele pau grande, grosso, negro, a coisa mais linda do mundo. Sem pensar duas vezes, enfiei a mão e puxei pra mim, passando-o pelo meu rosto, pelo pescoço, pelos seios, que delícia, aquele cheirinho agradável, excitante. Comecei a beijá-lo, não sabia mais o que estava fazendo, deixei o extinto me levar, e ele me surpreendeu, pois comecei a chupar aquele picão. Como num picolé, enfiava ele todo na minha boca e tirava-o na base da linguada, o rapaz gemia, enquanto segurava minha cabeça. Fiquei naquela por muito tempo, até que ele segurou forte minha cabeça e começou a bombar na minha boca!. Sentir aquilo tudo entrando em minha garganta foi um pouco desagradavel, mas ele logo tirou quando fiquei prestes a vomitar, o troço tocou minha garganta!. O rapaz, bastante excitado, com ferocidade me deitou no sofá, abriu minhas pernas e as colocaram emcima do seus ombrors. Eu, assustada, pedi a ele que fosse devagar, que eu ainda era virgem, e que o pau dele me dava medo. Ele só fez sorrir, e foi colocando devagarzinho seu pau na minha xaninha. Senti aquela coisa babenta batendo na porta de minha bucetinha, ele enfiava a cabecinha com delicadeza, e só quando entrou a metade e eu já estava gemendo de dor e mandei ele parar, tentativa inútil, o homem virou bicho e enfiou tudo de uma vez!. Foi a pior dor que eu senti em toda minha vida!!!, parecia que ele tinha me varado ao meio, parecia ter furado meus orgãos internos. Gritei como uma louca, e chorei bastante também, que dor miserável, nunca mais me esqueço. Daí pra frente ele me bombou até gozar na minha cara, não demorou muito, e eu senti mais dor do que prazer, que pau desgraçado!. Melei o sofá da irmã dele com meu sangue, depois da transa, fui para casa sem calcinha e toda aberta, ardia como nunca!. fui ao banheiro e abri as pernas em frente ao espelho para ver o estrago: estava toda melada de sangue, parecia que tinha menstruado, so enxergava o vermelhão, passei um bom tempo colocando gelo e pedaços de pano na minha bucetinha, para poder sentar e não sentir muita dor...aindabem que ele não fodeu meu cusinho!.

depois desse dia nunca mais o vi, acho que ele se assustou quando saí chorando, mas eu quis faer aquilo, ele era demais, doeu doeu, mas que foi bom foi!! e hoje em dia eu namoro um negrão lindo, e ele vive me bombando, pra quem não gostava de um negrão, eu agora só como chocolate dos bons...hehe

bjksss!

Comentários

22/10/2008 12:35:43
que delicia de conto, espero corresponder com vc, e talvez te mando umas fotos minhas...bjs [email protected] aguardo dei 10 p conto
22/10/2008 08:22:09
Também acho, mas valeu. Paula das Monografias <http://diggitamos.sites.uol.com.br>
22/10/2008 03:38:38
fala sério, vc é bem galinha né!? esse conto parece mais conto de gay.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


moreno sarado de sunga de bombeironeguei sexo ao meu marido e ele me pegou a força sexocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarcorno puxa o grelo e mamacontos eroticos/dois gorotos negros picudos fuderam minha namorada a forcacontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticosobesa da virilha toda assada pornôzoofilia com animais iniciaçaolactofilia com leite materno feticheVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradoserotico filha da um beijinho nelevídeo sexomoleque aquimulheres loucas de tesão que deixa a melhoria de tesão com a b******* buseta colchão gostosaquero assistir mulher do berço carnudo de sexo chupando rola na boca todapedreiros caminhoneiros e peões de obras c********* comendo v******* contos eróticos gaysas duas bundinha para o macho contopornô vai consertar geladeira e ela transa com Letíciaporno caseiro amiga não acredito q o pau do meu marido é grande e pago pra verFoda agressiva ponodoidopatroa pega peao comendo egua e fica toda excitada pornocontos anais + caminhoneiro enrabador da jeba grandecontos eróticos san e dean incestoincesto com meu vô contostransando cm amigo do namorado sem na morado peeceber sexo pornosinhazinha estrupada por escravos pornovideo na praia de jericoacoara ceara sexo porno na praiaporno gay morros dotados desvirginandocorno chamou negao pra fuder mais nao gostou de ver a mulher adorandoxvidio patroa provoca so toalha rola nelamulher falando juramento de gemido vídeos pornôconto erotico pedreiro mauroseduzida por um estranho contos pornoXVídeos pornô mobile peitões colchones com doisForcei minha mae e ficar nua conto incestocorno manso otario contosprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornogaroti gay pauzudp ttansar c homem cacetudo e grisso vidio pirnonovinhas so gost de negraopornofoto de muie com bucetas largasolhando a vizinha gostosa de shortinho depois pula o muro e mete a piroca na vizinhaMulher fasendo croche e dano cu pornofime porno pai infindo a mão no cu da filhaconto de insetos de rasgando o cu apertadocontos e historias de sexo de meninas de 8 a 12 aninhos reaisnovinhos na academia recebendo massagem fudendo chupando levando gozada na boca e no cu pra porra ficar escorrendovideo pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamafotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntoscontos uma delicia de vizinha 8aninhoscontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anospornô dois negão chega na porta de uma mulher com cheque de r 1000Conto.erotico sogra tatoadaver vidio pitudo dando uns amasso na novinha que nunca vio rolacontos eroticos feminizaçao do garotinho maeTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticoContos eroticos gay o engraxateBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAesposa bunda ggg conto com negaoVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulhera mulher e amante apertalas bolas pornoCorniei em cabine eroticacontos recentes de mulheres que descobriram que o marido queria ser corno e ainda gosta de um fio terraver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontoincesto lendo no colo do papaiconto erodico fodir com o namorado da minha amiga e ela chega na oracontos eroticos minha irma novinha peidou quando tirei o cabaco delaContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheiracontos roludo arregaçando recem casadinhaquando beijo meu marido umagino que e uma bucetacontos eroticos so no cuzinho da gordinhagranny de 69 chuoando cokc grandetavinhomg casa dos contosContos eróticos de incesto entre familias aonde todos mamam e foden em todas as posiçoes possiveis e de todo o jeito em orgiascomtos papai me fez a pita do analencoxada casa dos contosquero ver a xoxotinha da minha irmã de Lurdinhaputas peladas meladas de margarina no cucasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêsotodiz pornoVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulherconto erotico viado afeminado chora na piroca do negao dominadorconto erótico assim nasce uma travestiIniciando uma bixinhaabriu bunda cu buceta dançarinas distraidaspornor doido batendo poleta na varanda homem