Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A Ex-namorada de meu melhor amigo

Categoria: Heterossexual
Data: 28/10/2008 10:42:59
Nota 8.67

A Ex-Namorada de meu melhor amigo

Ola, tudo bem? O relato descrito abaixo é um pouco grande e aconteceu recentemente, e por motivos óbvios tive que trocar os nomes.

Me chamo “Renato” tenho cabelos e olhos castanhos claros, pele branca, 1.80 de atura, tudo começou quando meu grande amigo (“Lucas”)surgiu com sua nova namorada á aproximadamente 4 anos atrás, marcamos um shopping e fomos (ele, sua namorada, minha namorada e eu) chegando no local combinado fomos apresentados, ela se chamava “Mônica”, morena pele clara mais ou menos 1,70 de Altura, olhos verdes, na época ela era aquelas gordinha gostosas, com um belo rabo e peitões.

Enquanto estávamos comendo percebia que ela me encarava cuidadosamente, mas deixei pra lá, passado algumas semanas ouve uma briga entre minha namorada e eu, nesse dia resolvi ir a um show de Rock que estava rolando em nossa cidade, chegando lá eu encontrei Lucas e Mônica, junto com eles estavam mais 4 amigas de Mônica, uma delas em especial me chamou a atenção era (“Bruna”) uma linda mestiça, com seios fartos, barriguinha zerada, lindo rostinho bem meigo e uma bundinha linda, fiquei louco quando a vi, chegando ao final do show, já estávamos todos pra la de Bagdá devido as bebidas, quando Mônica veio até mim e disse:

- Eu sei que você esta louquinho pra pegar a Bruna, mas esta com receio pelo fato de eu conhecer sua namorada? Não esquenta vai la segredinho nosso.

Não perdi tempo, cheguei nela e começamos a conversar, o show já estava no final então resolvemos sair de la, fomos caminhando e conversando em direção e sua casa, eu fui jogando aquele velho papo furado de homem dizendo que assim que a vi não consegui mais prestar atenção no show, que ela é muito linda, ela nem esperou eu terminar minhas lorotas e me tacou um beijo, nos beijamos ardentemente e depois de terminar ela me disse:

- Eu também gostei de você assim que te vi, minha casa já esta bem perto e minha mãe foi a uma festa, vamos pra lá.

Nossa eu não estava acreditando que seria tão fácil assim, então fomos, assim que entramos já fomos nos beijando, eu já fui alisando aquele lindo corpinho e comecei a beijar seu pescoço e mordiscar sua orelhinha, consegui soltar um suspiro bem intenso dela, deslizei minhas mãos de sua cintura até aquela linda bundinha por cima da calça jeans, dei uma boa apertada naquela bundinha e ela soltou um gemidinho e tacou a mão no meu pau e disse:

- Ai que delicia, da ele pra mim?

- já é seu (respondi)

Ela se abaixou desabotoou minha calça e começou a mamar meu instrumento, não fui uma das melhores mamadas que já recebi mais tava bom, a levantei pus ela de costas pra mim tirei sua calça e fui encoxando e empurrando ela em direção ao sofá, ela se apoiou no encosto do sofá fincando de quatro e empinando bem aquela bundinha, meu Deus que visão dos céus aquela bundinha bem empinada com a pele bem lisinha e um fio dental socado no rabo chegava a sair uma das bandas de sua bucetinha pra fora, coloquei a calcinha de lado, fui quando pude ver pela primeira vez aquele cuzinho rosado sem nenhuma marquinha bem lisinho, e sua xoxota bem carnuda lisinha sem pelos, não resisti a cai de boca naquele bucetinha rosa, lambendo e alisando seu traseiro ela começou a gemer, enfiava a língua e sugava todo aquele mel, ela já estava ensopada, quando comecei a lamber seu cuzinho, ela disse:

- Ai não, por favor!

Fingi não ter ouvido, pois pelo jeito ela era virgem do cú, enfiei um dedo em sua buceta e meti a língua naquele cuzinho, ela se desmanchou começou a gemer forte, e eu a lamber forte também, não conseguir me conter e comecei a introduzir meu dedo em seu rabo, então ela disse:

- Vai logo enfia esse pau gostoso em minha buceta que eu não agüento mais.

Posicionei meu mastro naquela gruta e comecei a enfiar bem de vagar, tava apertada aquela xaninha, e ela fechou os olhos, e começou a gemer, a cada centímetro que eu colocava e gemia com mais intensidade, depois que estava tudo dentro, comecei a tirar e por tudo em uma estocada só, comecei a fuder bem rápido com ela, agarrava em sua cinturinha de boneca e descia o aço sem dó, nessa hora ela já hurrava de tesão, gritava mesmo, quando de repente ela ficou toda mole, olhei em suas coxas e via escorrendo seus líquidos percebi que ela estava gozando, não agüentei e gozei como um porco dentro dela, caímos no sofá, e eu a beijava bem gostoso, quando olho no relógio já estava dando meia noite, ela viu e disse para eu ir embora logo, pois a mãe dela iria chegar logo, me vesti dei um beijo nela e fui embora.

No caminho fui pensando, que azar de não ter conseguido fuder aquele rabinho delicioso, passado alguns dias voltei com minha namorada, desde então nunca mais havia conversado com Bruna, pois não tinha seu telefone e nem ela o meu, quando um certo dia encontrei Mônica no MSN, e ela me disse:

- O que você fez com a Bruna?

- Como assim o que eu fiz? (Respondi)

- Ué, ela não fala em outra coisa a não ser você, acho que ela esta apaixonada,

vamos me diga o que fez ?

- Eu não fiz nada de mais, fui somente eu (respondi)

Ela então me disse, que Bruna queria que eu largasse de minha namorada pra ficar com ela, mas eu disse que isso eu não faria não trocaria o certo pelo duvidoso, ela deu o recado para a Bruna e ela ficou muito chateada e nunca mais quis falar comigo, depois de mais ou menos um ano do ocorrido nunca mais consegui falar até mesmo com Mônica, pois ele trocou seu MSN, e fiquei sabendo pelo meu amigo Lucas que ele avia terminado com Mônica.

Mais um ano se passou e eu já estava quase pra me casar com minha namorada, pois ela estava grávida, estava tudo ocorrendo muito bem, quando um certo dia rodando de carro pela cidade vizinha, eu avisto de costas uma garota muito gostosa, cintura fina, um belo e imenso rabo, belas coxas torneadas, pensei comigo: que maravilha de mulher!

Fui andando bem de vagar com o carro e quando cheguei ao lado parei o carro de disse:

- Ola princesa quer carona?

Ela olhou e foi ai que quase eu tive um piripaque, era a Mônica, meu deus o que avia acontecido com ela, estava gostosa de mais, de gordinha gostosa avia passado para cavalona, e respondeu:

- Oi quando tempo quero carona sim, e deu uma risadinha.

No caminho pra sua casa conversamos muito, ela me disse que estava voltando da academia, estava vestindo aquelas calças leg agarradinha no corpo, eu não consegui parar de olhar pra bucetona dela marcado por causa da calça, disse a ela que ela estava muito diferente, estava bem sexy, e deu uma risadinha e me olhou com uma cara de safada e disse:

- Você acha? Pois é mais o Lucas não me quis.

- O Lucas não era homem pra tudo isso (Respondi)

Avia chegado em frente sua casa, então ela disse:

- A é? E o que um homem pra tudo isso faria neste momento?

Eu dei uma boa secada naquele corpaço e taquei um beijo em sua boca e fui correspondido até perder o fôlego, o clima estava esquentando quando meu celular toca, e pro meu azar era minha namorada, tive que sair de la, mas dessa vez peguei o telefone e o MSN dela, ficamos um bom tempo teclando no MSN mas nunca tive a oportunidade de sair com ela.

Passou um ano a essas alturas eu já avia casado, meu filho já completava alguns meses, e agora minha vida se tornou um chatice muito grande, pois é de casa pro trabalho e do trabalho pra casa, eu não agüentava mais, não podia mais ficar no MSN, pois com esposa em casa não tem como.

Quase todos os sábados eu trabalhava e justamente em um sábado que folguei minha esposa foi pra casa da mãe dela, nesse dia resolvi entrar no MSN só pra dar uma olhadinha, assim que entrei Mônica já veio conversar comigo, ficamos conversando na boa, mais logo o papo começou a pegar fogo ela queria se encontrar comigo de qualquer jeito, então marcamos pra um dia de semana no meio do meu expediente pois assim não levantaria suspeitas, pra minha esposa eu estaria trabalhando e pro meu chefe eu inventei um desculpa esfarrapada, um dia antes eu já avia avisado minha esposa que provavelmente ficaria em reunião o dia todo no serviço e se ela tenta-se me ligar meu celular estaria desligado.

Pronto já tinha-mos marcado tudo, chegou no tão ansioso dia eu mal conseguia me concentrar no trabalho.

Quando deu a hora fui buscá-la na rua de sua casa, ela entrou no carro e me deu um gostoso beijo, fechei todos os vidros do carro, pois é isufilmado, liguei o ar condicionado bem gelado, pra ver os bicos de seus seios se enrijecer, ela estava com uma mini-saia, sandália de salto alto, e uma blusinha frente única, tava um tesão, no cominho pro motel ela foi alisando meu pau, como eu uso cueca boxer e trabalho de social, o volume em minhas calças já era muito grande e ela alisava tão gostoso que eu até estava perdendo a atenção no volante.

Chegamos ao motel, entramos no quarto e ela já foi me atacando de beijando, eu a joguei na cama como se fosse uma puta, deitei sobre ela, fui a beijando, comecei a alisar seu corpo, quando cheguei em sua buceta que pus a mão, estava super quente e molhadinha, me levantei e terminei de tirar minha roupa, e ela fez o mesmo, meu deus que corpaço que ela tinha, meu pau que estava duro quando a vi nua quase que estourou, quando ela viu o tamanho do meu pau, ela veio e caiu de boca dele, começou a lamber e a tentar colocar ele inteiro na boca, estava se esforçando mesmo, nossa eu já estava delirando pois foi o melhor boquete que alguém me fez até a época, não agüentei agarrei em seus cabelos e forcei ela contra meu pau fazendo ela engolir tudo, ela até deu uma engasgada, puxei ela novamente e peguei meu mastro e comecei a bater na cara dela com ele, fui quando ela me mostrou como ela gostava de ser tratada como uma puta:

- aaiii que delicia isso bate na minha cara, mas eu quero que você me de tapas.

Não precisou pedir duas vezes puxava ela contra meu cacete, fazia ela engolir tudo de pois tirava meu cacete dela e enchia a cara dela de tapas e falava:

- É assim que você gosta sua putinha, vagabunda?

Ela gemia e disia que sim, que adorava ser tratada como um putinha, joguei ela na cama, ela abriu bem as pernas e eu cai de boca naquela bucetona carnuda, enfiava a língua la no fundo e chupava seu grelo, descia mas um pouco e lambia seu cuzinho, quando eu lambia seu cuzinho ela gemia mais forte e pedia mais, enfiei meu dedo em sua buceta e depois de bem lubrificado comecei a introduzir em seu cuzinho, enfiei bem de vagar enquanto chupava sua xana, depois que meu dedo entrou inteiro, comecei um vai e vem de vagar, ela se contorcia toda e gemia como uma puta no cio, comecei a aumentar o ritmo ate que chegou um momento laciou um pouco e enfiei dois dedos em seu cú, nesse momento e anunciou que iria gozar, então eu parei e posicionei meu mastro na portinha de sua buceta e dei uma estocada, entrou rasgando aquela bucetona, e arregalou os olhos e deu um grito, comecei a fuder ela na posição de frango assado, a safada apertava minha bunda e cravava as unhas, não deixei barato e dei um tapa em sua cara, pus ela de quatro e comecei a fuder sem dó, enquanto metia puxava ela pelos cabelos e enchia aquele rabão de tapas, e ela gemia muito e falava:

- Ai gostoso, é isso ai, me comi gostoso me fode como uma puta, ai vou gozar ai.....

Começou a gritar e a tremer toda fui uma delicia ver aquela cavalona gozando em meu mastro, ao ver aquela cena eu não agüentei e anunciei o gozo, ela correu e se abaixou em minha frente e começou a mamar, gozei tudo dentro de sua boca, ela não desperdiçou nenhuma gota.

Liguei para a recepção e pedi um vinho, tomamos um pouco e fomos para o banho, no banho eu comei a passar sabão pelo seu corpo, e meu amiguinho começou a despertar, não demorou muito já tava duro como rocha, peguei ela por trás e comei a beijar seu pescoço enquanto passava as mãos uma em seus seios e a outra em sua barriga e xana, e meu pau encostado na portinha de sua xana, ela se debruçou na parede e eu só forcei meu pau, entrou bonito naquela gruta quente, começamos a fuder em pé mesmo, eu puxava ela pelas ancas e metia bem gostoso, mandei ela se debruçar mais um pouco pra bunda dela ficar bem empinada, peguei um condicionador e despejei em seu rabo, e enquanto eu fodia sua buceta com o polegar massageava seu anus, ela já havia enlouquecido tava gemendo bem gostoso, meu polegar já havia entrado todo, então ela disse:

- Poe no meu cuzinho, quer sentir seu pau nele.

Enquanto tirava meu dedo, ia despejando o condicionador no seu buraquinho pra ficar mais fácil, tirei meu pau de sua buceta e coloquei na portinha de seu cuzinho, comecei a forçar a passagem, ela começou a gemer e a empurras a bunda pra traz, quando entrou a cabeça ela deu um gritinho, comecei a empurrar ela fechou o olhos e a gemer, via que deveria estar doendo mas isso me deu mais tesão. Quando entrou tudo eu deixei um tempinho parado pra ela acostumar, era maravilhoso sentir o calor daquele cuzinho no meu cacete, ela começou a se masturbar e a mexer aquele rabo e a gemer, tava acostumando, depois de eu tempo ela já estava rebolando no meu pau e gemendo igual a uma puta, era minha vez, peguei ela pegos quadris e comecei um vai e vem, tirava meu pau quase todo de dentro de seu cú e empurrava de uma vez, e comecei a aumentar a velocidade dos meus movimentos, ela já urrava de prazer, meti com vontade naquele cú,

Tirei meu pau de seu cú e abri bem sua bunda e apreciei a visão de ver seu cú arrombado se fechando devagar, enfiei novamente meu pau em seu cú, eu vi que não agüentaria por muito tempo então comecei a fuder com bastante força, ela começou a gritar igual a umas cadela, não agüentei e inundei seu rabo com porra, ela gozou também, tomamos banho e a levei embora, nos despedimos com um caloroso beijo retornei ao trabalho, isso faz menos de um mês, estamos marcando uma próxima vez, mas eu adorei fuder a ex-namorada de meu melhor amigo.

A garotas que se interessar me escrevão [email protected]

Comentários

28/10/2008 17:53:27
Muito bom, parabéns. [email protected]
28/10/2008 10:55:58
Muito bom seu conto. Com uma gostosa dessas, é difícil ser fiel.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


gay cunete otima visao pornopornô mãe dando o cuzão dando para o filho de regaço combinação pelo cão carinhoxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitoChupadoras mãe e filhinho contoseroticosiniciou programa travesti cuzinhocontos eróticos gosei no pal do sogro taradocontos mae filho lambe cona esporradalidabucetacontos eroticos o magnatacontos eróticos mulher endividadaseduzida por um estranho contos pornosou tarado rasgo cu zapcontos de putaria sou puta de dois primo negrovi minha mãe gritar na vara do meu padrasto Eu gostei muitomulhermetendo a mão rodunha na bucetaconto erótico buceta azedinhaMe chamo Carlos e sou casado com Márcia uma loirinha linda pequenina apenas 1,52m magrinha apenas 49kg contos eroticosfudida por um tio pirocudo contocontos eroticos me entreguei p meu genro k me fez d putaContos erotic eunovinha escondida vendo irmao menor se mastubandoxporno novinha tomando banho de porta aberta ai o seu irmão entra e ver ela e fica de queixo caído com o que ta vendo video de homens que ficaram garrados depois que homen enfiou o pinto e seu saco dentra do cu de homen porno e ficaram grudadosvídeo pornô ginecologista idoso não resiste a bucetinha apertadinha da paciente e a estrupa forçabaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandoporno doido chochotinascontos eroticos minha mulher nadando com os/mulekes virgensconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoxvideos sentando no pau gostasentesolandoa bucetinha virgem da gatinha cm o picapegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornoporno so vidio reral tiramo a vingidademarido pintinho e cu gulosomulher bonbando sua buceta ate seu grilo ficar grande e homem fica louco x videoliloca faz ananl pa ter akele rabotransei com minha visinha casada no quintal delagangbang silvio santos porno doidovidioporno/fodanaconstrucaocasa do contos eróticos publicadosconto erotico comendo o cu de minha mulher com neutroxpatricia vizinha casada safada gemendoporno tirando roupa itrando na picaensopando o cuzinho com gelmulher fazendo sexo e o cara comendo a bucetinha e o cuzinho dela empurrando a picona ela gemendo respirando fundo e ele empurra toda na bucetinha e filmando escondido ela vermulher buceta apertada chora fudendo ç negro dotadocontos eróticos mulher transando com negãocontos eroticos corno bebado esposa com fogo no rabo amigo roludohttp//mulheres de camisola sem calcinha da.bucetinha peludinhaSexoloucoanimalcontos eroticos estuprada pelo garicontoseróticospublicadosemcontos eróticos transformação marquinha biquíniwattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto musculosoContos vendo os cavalos treparem sexo Contos eroticos das mamae que ensina seu filhinho a namorara vida de um mauricinho apaixonadovendo minha esposa se esfregar noutro macho no forro contos pornocontos cu da tiaGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresfudendo com dorso de peniscomo q estourar as bolinhas sexchop sexuais na relacao sexomulher convulsiona de tesao no pinto monstropicudod/contosbuceta de evangelica arrombada na igrejapornou homem nao aguenta e goza na burcerta da putao tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dorcontos eu meu padrasto fodemos gostosonalvinha fudendo com homem mas velhormulheres bostas scatbunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxcontos eróticos filhinha novinha gostosa delirando no colo do papaiconto caralhudoas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadowwwxxvideo filhinha meche o bumbumtiara do cu ta doendo pornomaetrepando com a sua filha e ela goza a jatocontos eroticos dei a bundinha por balasXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saispornodoido meu pai me consola depois deu chorarurologista conto gay