Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

COMEÇOU NO VIRTUAL ACABOU NO REAL

Um conto erótico de CASAL LIBERAL
Categoria: Heterossexual
Data: 16/12/2008 19:43:15
Nota 5.00

Era para ser mais uma tarde tranquila de quinta-feira. Eu estava na internet acessando o bate-papo quando me deparei com a mensagem de um homem que estava desejando conhecer uma mulher para passar a tarde em um motel.

Sou casada, tenho 35 anos e aquela mensagem me deixou excitada principalmente pelo fato de naquele dia eu estar de folga.

Entrei em contato no bate-papo e e passei meu msn para ele. Imediatamente apareceu a janelinha pedindo para adicioná-lo e eu de pronto adicionei. Começamos a teclar e ele se mostrou educado e simpático, apesar de estar excitado com a idéia de que eu poderia aceitar seu convite. Mas em nenhum momento forçou a barra e isso me deixou mais segura.

Meu marido ainda ia demorar para chegar e eu estava lá, batendo papo com um desconhecido. Resolvi marcar, pois um dia eu e meu marido já havíamos pensando na fantasia de que eu saísse com um estranho e depois contasse a ele.

Meu amigo ainda virtual tinha cerca de 30 anos, boa aparência (pela foto que vi no msn) e me pareceu meio nervoso, pois apesar da mensagem na sala de bate-papo, era bem diferente partir do virtual para o real de um momento para outro.

Convencida que seria legal partilhar momentos de prazer com aquele homem que nunca tinha visto. Agendamos em um motel que ambos conheciamos já.

Nós nos encontramos na sala de espera do motel. Meu amigo que agora era "real" se mostrou muito educado e após os cumprimentos, conversamos uns minutos e ele me perguntou se eu queria que ele pegasse uma suite. Eu dei um sorriso e disse que sim... Ele foi até a recepção e pediu uma suite e subimos para o que seria nosso refúgio de prazer naquela tarde.

Ao fechar a porta, meu amigo me abraçou e me virou de costas para ele. Fiquei encostada naquele homem, sentindo o calor do seu corpo. Ele começou a deslizar as mãos pelo meu corpo, por cima da minha blusinha, ao mesmo tepo que roçava os lábios em meu pescoço. Suas mãos no meu corpo e sua boca fizeram com que eu tivesse arrepios de prazer e os meus mamilos se enrijeceram na hora. Ele percebeu e levantou minha blusinha, passando as mãos em meus seios. Com a sensação deliciosa que eu estava sentindo, me virei de frente para ele e imediatamente senti sua boca indo de encontro aos bicos que neste momento estavam quase implorando para serem beijados. Quando ele encostou a língua nos meus mamilos, eu dei um gemidinho de prazer e comecei a descer minhas mãos, pelos seus ombros, peito e fui descendo até o momento que me deparei com um volume que já se pronunciava no meio de suas pernas, por cima da calça. Ao sentir minhas mãos em seu pau, ele sugou com mais força o biquinho dos meu seio e ambos estavámos compenetrados no prazer que estávamos sentindo. Não haviam se passado nem 5 minutos e já estávamos entregues à luxúria absoluta que nossos corpos impunham.

Após cada um de nós sentir o corpo do outro de uma forma deliciosa, ele começou a tirar minha roupa. Primeiro a blusinha, depois se abaixou e tirou minha mini-saia e quando fiquei só de calcinha, ele foi tirando delicadamente, beijando as partes que estavam ficando nuas. Estava começando a me sentir molhada de desejo. Ele encostou a língua em meu clitóris e novamente delirei de prazer, soltando um gemidinho de satisfação. Disse a ele então que era minha vez.

Ele se levantou e eu fui desabotoando sua camisa e depois de tirá-la, pendurei-a em um tipo de cabide que havia do nosso lado.

Depois, comecei a abrir os botões de sua calça e sempre sentindo aquele volume, que ficava intumescido e latejava quando eu roçava minhas mãos nele. Após abrir todos os botões, deixei a calça cair aos seus pés. Imediatamente ele se desvencilhou dela e ficou só de cueca. Eu já estava meio abaixada por que estava desabotoando a calça e então me abaixei de vez. Fiquei com o rosto de frente com o volume que estava ainda escondido dentro da cueca.. Fui passando a mão, sendindo o contorno e comecei a colocar minhas mãos dentro da cueca. Senti a carne quente e dura e puxei para fora. Estava de frente com um pau de tamanho regular, duro, quente, macio e, já molhadinha de desejo, comecei a dar leves beijinhos na cabeça.. Meu amigo começou a gemer. Devagarzinho comecei a lamber toda a extensão daquele pau duro e coloquei tudo que cabia para dentro da minha boca, iniciando um movimento gostoso de entra e sai. Escutava acima de mim os gemidos de prazer do meu amiguinho. Depois de ficar um tempo saboreando aquele pau quentinho, dei um beijinho bem na pontinha da cabeça e com um sorrisinho, me levantei. Estavámos ainda na entrada, parados quase na porta da suite. Nús. Excitados. E tudo isso aconteceu em um intervalo de apenas 10 minutos desde que chegamos. A tarde prometia.

Disse a ele que iria tomar um banho rápido. Ele sorriu, me deu um beijo na ponta de cada um dos meus seios e me deixou ir para o banheiro. Deixei a porta aberta para que ele visse meu corpo enquanto tomava banho. Sai e foi a vez dele. Antes dele ir, retribui dando um beijinho de leve na cabeça daquele pau duro. Depois dele sair, começamos a nos tocar já na cama. Enquanto ele passava as mãos em meu corpo, eu aproveitava e passeava minha mão pela extensão daquele pau quente e duro, dando leves apertos nas bolas, subindo as mãos, chegava à cabeça, descia de novo e assim íamos nos excitando. Ele também estava tocando minha bucetinha depilada e que naquele momento já estava começando a ficar molhada de novo. Gentilmente ele pediu para que me virasse e colocasse minha bucetinha em sua boca, me deixando livre pra fazer o mesmo. Iniciamos um delicioso 69. Ele enfiava a língua bem dentro da minha bucetinha, abrindo-a com a língua..Sentia sua língua se mexer dentro dela e me deliciava com isso. De meu lado, usava as mãos e a boca, batendo punhetinha e chupando ao mesmo tempo, em um vai-vem que estava fazendo meu amigo gemer alto de tanto tesão. Ficamos sentindo o sabor um do outro durante um bom tempo e depois, pedi a ele que ficasse relaxado, pois eu iria fazer uma massagem sensual nele.

Ele na hora adorou a idéia e comecei a passar as mãos pelo seu corpo todo, dando atenção especial ao peito, às coxas e, claro, ao seu pau que estava latejando de desejo. Colocava as mãos naquele membro, deslizava minhas mãos por ele e retornava fazendo carinho na barrig, no peito e retornava, em um delicioso ir-e-vir das minhas mãos. Notei que o pau dele estava babando e eu adoro quando isso acontece, pois significa que o homem está peparado para qualquer coisa. Em vez de usar as mãos, usei a boca e lambi a cabeça do pau dele e senti aquele líquido que saia do pau dele entrar na minha garganta. Fiquei sentindo latejar dentro da minha boca e depois, tirei-o delicicadamente e comecei a passar meus seios no pau dele. Ele estava com a respiração acelerada, gemendo de prazer. Passei os biquinhos na cabeçinha e fiquei fazendo movimentos de sobe-desce indo da cabeça até as bolas. Eu estava deitada abaixo dele e depois dos seios, fui subindo, passando minha barringuinha devagarzinho pelo pau, depois fui subindo, subindo e em um determinado momento, o pau dele encostou na minha bucetinha. Deixei aquele pau ficar ali, acomodado, roçando de leve minha bucetinha. Fiquei esfregando o pau dele um pouco e ele foi à loucura. Estávamos tendo um prazer incrível, e aquele pau nem tinha entrado em mim. Aquele membro quente e duro ficava só se movimentando por fora, como se fosse um dedo passeando pela pele lisinha da minha bucetinha e nos levava à loucura. Levantei-me pelos braços e fiquei apoiada para oerecer meus peitinhos para ele. Ele mamou com sofreguidão, deixando os biquinhos enrijecidos. Deixei ele ficar sugando à vontade.

Ele pediu que eu fosse subindo meu corpo e fiz o que ele pediu e rapidamente, eu estava sentada no rosto dele, que imediatamente começou a enfiar a língua na minha bucetinha de forma deliciosa. Ele percorria o clítóris, depois descia a língua e enfiava dentro. Eu adoro sentir uma linguinha dentro dela. Ele começou a fazer movimentos de vai-vem com a língua e como eu já estava muito excitada, não demorei muito para avisar que se ele continuasse assim eu iria gozar. Ele soltou um gemidinho de prazer como quem diz "é isso mesmo que eu quero" e então nem pensei...comecei a sentir aquela língua e avisei que iria gozar. Ele então enfiou mais a língua e eu gozei sentindo como se fosse um pequeno pau dentro dela. Todo meu corpo ficou arrepiado e ele ficou lambendo ainda durante um tempo, sorvendo todo meu gozo. Foi muito bom. Eu estava com as pernas moles e estava muito satisfeita. Sai de cima do rosto dele e me deitei ao seu lado. Ficamos assim por uns 5 minutos, até eu me recuperar daqueles momentos de luxúria.

Então fiquei passeando de novo a mão pelo seu corpo, mas agora, indo rapidamente ao seu pau, que estava duro e novamente babando. Fui dando beijinhos em seu peito, em sua barriga, em suas coxas e por último, fui dar beijinhos nas bolas, passei minha língua pelo seu saco e coloquei um bola na boca e fiquei passando a língua, sugando de leve e sentindo meu amigo gemer de prazer. Fiz o mesmo com a outra bola e depois, fui dando beijinhos e subindo minha boca,,,de baixo par cima, até chegar à cabeça do pau, que estava toda lubrificada. Lambi todo aquele líquido e engoli tudo que podia daquele pau, inciando um movimento de entra-e-sai na minha boca. Não usava as mãos, Ea só minha boca e aquele pau. Depois tirei a boca, desci minha língua e fui fazendo movimentos de subir e descer, da cabeça do pau até as bolas. Fiquei assim durante um tempo e percebi que meu amigo já não estava aguentando mais de tanto prazer. Então, subi pela última vez e aboanhei tudo que pude enchendo minha boca totalmente com aquele mebro quente e duro. Comecei a movimentar minha língua por ele e usando as mãos, fui batendo uma punhetinha ao mesmo tempo que chupava. Comecei lentamente e fui acelerando. Entre gemidos e arrepios, meu amigo me avisou que iria gozar.

Olhei para ele, bem em seus olhos, tirei o pau da boca e disse, carinhosamente, que era isso mesmo que eu queria. Coloquei o pau dele na boca e iniciei um movimento rítmico com as mãos e a boca. Não demorou muito e ele disse: "VOU GOZAR !!!". Diminui imediatamente o movimento e senti jatos de esperma indo para dentro da minha boca. Engoli o que pude e comecei o movimento de novo e ele foi gozando, gemendo e me dando mais leitinho. Parei então e fiquei com seu pau dentro da minha boca, sem fazer movimento e senti ainda umas gotas que saiam daquele pau. Depois de algum tempo, tirei da boca e dei um beijinho, agradecendo o leitinho que ele tinha me dado. Não haviam se passado nem 40 minutos e parecia que tinha sido uma maratona sexual.

Depois de descansarmos um pouco, já refeitos daqueles momentos de extremo prazer, eu recebi uma ligação importante de trabalho e avisei que tinha de ir e que poderiamos marcar um outro momento para terminarmos o que haviamos começado naquela tarde. Com um sorriso de satisfação, ele me disse que havia adorado e que aquela foi uma hora que valeu por 3, mas que não esparava a hora de podermos nos deliciar de novo com momentos de prazer. Eu e meu amigo nos aprontamos e descemos, nos despedimos com um beijinho, cada um entrou em seu carro e, claro, foi o início de uma longa amizade, que dura atá hoje. Meu nome é Michelle casada safada meu blog profissional é http://muitogostosa.blogspot.com/ somente pessoas afim de sexo real!!!

Preste atenção: SOU CASADA !! Tenho amigos que NÃO sabem o que faço ! JAMAIS me exibiria na CAM ou mostraria meu rosto. NÃO INSISTA !!

Sou carinhosa, bonita e acho que pelas fotos dá para perceber meu corpo. Não gosto de gente mal educada, que fala palavrão no msn, QUE ESCREVE TUDO ERRADO ou com nicks e frases ridículas meu MSN é [email protected] só add pessoas do RIO GRANDE DO SUL

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/12/2008 17:21:17
nao precisa mostrar seu rosto quero ver seu corpo add ai




Online porn video at mobile phone


xvideos minotauro tarado chupando tetascontos eroticos de traição no escurinhoconto porno provoquei meu filhogostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai treparconto erotico gay gury chupador de dedoMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaogibi troca troca com família pornomulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosocontos eroticos viajei com meu genro e fiz boquete a viajem todaContos eroticos seios machucados tio sobrinhaGostosas de. Shortinho super detalhando a s partes intimas fotoscontos eroticos. bi femininoler conto erotio descabaçando irma peludapinto muito mais muito grosso mulher nao aguenta epede aregoconto comi minha eguakuero.ve.lorinha.mahiha.nupornoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhotem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendocontos ineditos de sexo entre primas primos e tiasvídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****contos meu amigo foi em casa e minha mulher o chavecoumamada babentachorou na dupla penetracao com amantes mega cacetudosnão coube tanta porra dentro da buceta da gostosanovinha deixando esperma escorer da boceta debrucocontos eroticos sexo oralcontos heroticos cao doidao para chupar a donaxvidios outros purai favoritosconto erótico muitos orgasmos com lsdcontos novinho bundudo virou menina dos molequescomo encostar o penis no clitorislargandoo cu com um pepino grosso pornodoidopopa.da.bundagozagarotas punhetando incesto online dabuceta das gostosa da novela das 9:00corno que gosta de ouvir da sua esposa como ela aguenta uma rola de25 cm no cucolokando o pau na boca da irmanzinhq dormindoentiadinha ficou babedol transeicorno manso otario contosfilmes pormo irmar prima irmor bracileropassando a mao no peitoral beijando o ouvido beijando o pescoco porncibele bucetonaporno de lingua dençendo a guelaginecologista gemendo baixinho pra ninguém escutar porno doidocasa dos contos meu marido contratou mestre de obra negro comcontos eróticos vovó transando com cavalocontos eróticos​, praia de nudismoO filme corno manso de verdade existir pornoporno.padrasto.esculacha.panteras.xxdoce nanda parte cinco contos eroticosxv homens encoxando em mulheres 2017www.seduçao e satisfaçao porno incesto italianoXsvideos timida depilando o super dotadominha prima contoWww xvideo.com depiladora ñ resistiu a picavídeo pornô da cachorro satisfazê-lo cachorro satisfazendo sua donahomem goando muito na buca do viado mundo bichaxxvideosamoContos eroticos me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinho finalxxx vídeo Pai percebe qui sua filha ta virando mulher e sente vontade de comer -youtube -site:youtube.com"a história de betinha"mulher transando na subida do Ilha Porchat São Vicenteporno vai casa com porra de.outroabaixar porno gratis amor no cu nao amor vai doer eu vou botar so a metadecomedo a tia de xortiu xvideonegona rindo com uma boconaContos pedi pro meu marido me levar no puteiro pra dar o cucontos de sexo raspei minha bucetaRelatos de zoofilia cao estrupaleitinho do papai contosporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhoboafodasangueanalcagandosograContos d casada com cu arrombad por negroes traficantair tira o pau do cu dela , ela vai caga pornomulher com priquito grande fazendo sexo com Renata tudo mudassecontos eróticos fui da o cu e cagueideixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwmãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novosgosada dentro da buceta de surpresa.sexo em famíliarabaonegrotemto core mais eu pegeibrasilera xvideo