Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

DOMINADA POR DELÍRIOS

Autor: NYNA
Categoria: Heterossexual
Data: 11/03/2009 00:59:45
Última revisão: 11/03/2009 06:02:42
Nota 10.00
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Não estava nos meus planos passar feriado prolongado no meio do

mato.

Mas Clara me pediu com tanto carinho que fiquei numa situação

constrangedora para lhe dizer um não.

E na sexta feira lá fomos para o interior de Minas.

Para meu azar fomos eu, ela e seu marido, um casal de amigos dela e

o mala do irmão dela.

Ele não era um homem feio, tão pouco inculto, mas um sujeito estupido

e sarcastico.

Mal chegamos e ele começou a me provocar, me irritando profundamente.

Não perdendo a chance retruquei posso até ser uma chata de galoxa, mas

não fui trocada.

Neste instante ele ficou tão vermelho e furioso que se Clara não interferise

certamente ele teria voado no meu pescoço.

Para todos não era segredo que a esposa o havia deixado por um garotão

mas faziam disso um segredo que não poderia ser dito.

Passamos o final de semana a farpas trocando insultos e ofensas, enquan-

to os casais se divertiam romanticamente.

No domingo eu já estava frustrada por ter me deixado ser convencida por

Clara, estar sozinha num lugar detestável e sem companhia.

Resolvi ir cavalgar e mal entrei no estabúlo lá estava Guilherme.

Dei um profundo suspiro e o ignorei, não perdendo a chance ele foi dizendo,

hummm a safada deve tá no desespero, procurando um cavalo....

Mordi os lábios para não xinga-lo e fui até a baia pegar um dos cavalos, ele

não se dando por vencido se aproximou.

Recuei e neste momento ele me agarrou pelos braços, tentei me desvenci-

lhar, em vão sua força era descomunal.

Quando comecei a gritar ele me beijou, lhe mordi os lábios e abruptamente

ele me jogou sobre o femo.

Rindo diabolicamente foi dizendo, ah sua putinha ordinária eu vou te dar o

que nenhum macho te deu e veio pra cima de mim.

Apesar de estar beirando os quarenta anos era um homem ágil e forte.

Rapidamente me imobizou enquanto eu me debatia desejando sumir dali.

Estavamos ofegantes, suados e de algum modo ele havia me deixado

úmida e excitada.

Com uma das mãos ele me segurava com a outra foi arrancando minha

regata, minhas botas, minha calça de montaria.

Ao mesmo tempo que eu queria fugir dali, eu o queria e quando ele me

deixou nua.

Eu tremia um tanto assustada com sua brutalidade e um estranho desejo

fazia minha fenda latejar.

Naquele instante que fiquei nua e ele começou a me lamber, a chupar meus

seios fui relaxando e curtindo o calor de sua boca.

Um tanto estúpido ele arreganhou minhas pernas e cmeçou a lamber mi-

nha fenda, a passar a língua no meu grilinho frenéticamente.

E como ele me chupou gostoso, provocando meus gemidos alucinados,

meu gozo.

Eu extremecia cada vez que sua língua entrava na minha bocetinha e meu

corpo se incendiou.

Alucinada comecei a arrancar suas roupas e despudoramente abocanhei

seus grãos, punhetando seu mastro.

Guilherme ria me dizendo, é disso que gosta cadela oridinária de um ma-

cho para abrandar seu cio, vem chupa, chupa gostoso minha rola.

Hipnotizada por suas palavras abocanhei e comecei a mamar aquele ca-

cete grande, metendo ele na minha boca que o ar chegava a me faltar.

Mamei alucinada até que ele me pegou pelos cabelos forçando todo seu

pau na minha boca e esporrando seu mel.

Engoli tudo lambendo os lábios e ele me disse muito bom vadia, mas

ainda não acabou.

Me encolhi no femo pensando no que ele pretendia.

Neste instante notei que um dos cavalos estava agiitado, relinchando e

talvez pelo cheiro de sexo no ar ele tenha ficado excitado.

Me pegando pelos cabelos ele me arrastou até a baia dizando, veja sua

putinha, como o pau dele tá grande.

Quando olhei que surpresa era enorme, anormal e saia uma gosma.

Extremeci pensando este maluco vai me oferecer para o cavalo.

Ele parecia se divertir diante da minha reação e foi dizendo ele tá bem

amarrado quero que entre e o toque.

Recusei e ele furioso foi me dizendo, hoje vocè é a minha puta, minha e

vai fazer o que mando.

Me pegando pelos braços abriu a porta e me empurrou, entrando junto.

Um tanto constrangida toquei o pau do cavalo, ele se agitou.

Com voz firme me ordenou continua vadia, quero ve-la punhetando,

adora porra na boquinha, então, terá.

Me excitei e contineu acariciando, Guilherme enfiava os dedos na minha

racha, no meu rabinho, se esfregava no meu corpo enquanto eu punhetava

o cavalo.

De repente o pau do cavalo foi ficando enorme, salivando já não mais

aguentava e comecei a lambe-lo.

Rindo ele me dizia isso puta, vai vadia mama, mama este cacetão e eu

o obedecia chupando alucinada.

Me pegando pelos cabelos ele me disse impina a bunda, deixa ele roçar

seu pau na sua boceta.

Neguei e ele me deu um tapa na cara dizendo, sua piranha vai fazer o que

mando.

Diante de sua força e do tesão que sentia o obedeci.

Quando ele começou a passar aquele pau enorme na minha racha extreme-

ci prevendo o pior.

Mas Guilherme era esperto e só brincou na minha bocetinha me deixando

endoidecida.

E nem precisou ele mandar eu mamar de novo naquele pauzão, o fiz com

desejo.

De repente o cavalo se agitou e gargalhando ele foi dizendo vai vadia faz

gostoso que ele vai te lavar de porra.

Frações de segundo e o cavalo esporrou tanta porra que fiquei toda me-

lada.

Ele me olhou dizendo agora delicia sou eu que vou dar o que gosta.

Me puxou para fora e me mandou ficar de quatro, pegou uma das peças

de roupa me limpou.

Sem pudor me pegou pelo quadril estocando seu cacete no meu rabinho

sem dó, me arrombando todinha.

Dei um grito de dor e tesão, ele bombava forte, rapido, me deflorando toda.

Sentia suas bolas baterem, seu cacete não era grosso mas com a força

com que ele metia na minha bunda me arrombava todinha.

Urrando selvagemente senti sua porra quentinha preencher todo meu

oríficio apertado.

Neste instante senti alguém me sacudir com força...

Abri os olhos e dei de cara com o Guilherme.

. Ele me olhava toda suada, trêmula e um tanto frio foi dizendo xiiii não

sei se é da febre ou da gripe mas você estava gemendo e alucinando.

O olhei sem graça, e o sonho que eu havia vivenciado veio nitidamente

a minha mente.

Não bastava estar no meio do mato e ainda ficar gripada e de cama e ter

um pesadelo tão excitante justo com ele......

NYNA

.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


taradona nivinha loca pra dar oacuzin mas o pausudo nao esta dando conta de te comer num enta o caceteConto erotico: o playboy e o malandrotitia batendo punheta sobrinho rola cabeçudacontos eróticos eu vi minha tia amamentandoO Ativão do Morro 2 - Casa dos Contosmeu sogro queria dupla penetracao com minha sogro veridicosexo gay preparar novinhos a perder o cabacoconto gay tio e promo safaosEu tava em casa com meu amigo no sofá ai minha esposa saiu do quarto peladinha ai ela deu a buceta a nois dois casa dos contoscontos eroticos vovôeu quero ver as fotos da morena que dançava o Créu ela nua pelada porque sabendo que eras no site que ela ficou feio uma foto de pornô homem para a gente ver aquinovinha bonziado n picadoce nanda contos eroticosContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludaputinha tres coraçõesconto erotico corno na lua de meltitia safada gozando esquirt contosdepositando esperma na buceta a forçamulher não transa com pauzãoooocontos eroticos gay dormindo com o tioA buceta da minha mãe soniaesposa crente e muito timida foi ajudar o marido no aluguel contos eroticosmenos viciada novinha molhada cracudos pornôse masturbando com sexechop ate gosarfudida por um tio pirocudo contocontoseroticos-estuprada por 2 cachorros roludoCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contoscontos levei minha mulher pra fuder com o kid bengalapornodoidocoroa deitad na cama so de calcihaXxvideo so a cabeci.ha nela dormindocontos meu cunhado tinha um pau gigante e eu quis experimentarxvideos primo cheira po mas prima e nao resistiporno casada adorando ao senti um estranho te alizando e esfre o pau nela no onibos na frente de seu maridomeu bundao esta seduzindo meu filho filmeconto fui estuprada por pauzudocontos erotivos apostando baralho com sogra e cunhadanovinhas.abrir.buzentasoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôso fotos da namorada do traficanti nem de chortinho disconto xota formigando paicontos eroticos minha mae com aminesiaconto erotico esposa liberadavideo de sexo levei gaia e chamei minha amiga e dois amigo pra fazer sexo gostozoamigos d filho fpde mcu da minha.maecontos eroticos usando camisola pro meu filhopornô grátis só contos eróticos sogra cozinhasou puto e quero comedor em esteio rsporno com mãe e filha bucetudas de guaianazescontos erotico vovô taradoesposa crente novinha gostosa e o segurança do predio roludo contos eroticosso cu fudidos de diaristasfudeno bucetas e gozando nas entradinhasXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saisTravesti fica olhando sua amiga recebe crempe analFotos de travesti novonho trazandohomemsexo homen em esteio rsquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortocasa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aifilhinha provocando o pai e mostrando a piriquitinha só de calcinhavideo porn foi arrombada com negao ate cagou e vomitouxvidiopornô doido meu padastroA buceta da minha mãe soniaconto erótico se masturbando com calca legeum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marrax pono de bundas arotando galaPorno anal queroeu vou cagaXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogoQuero assistir filme pornô brasileiro das Panteras pai vendo a filha tomando banho no banheiro e fica olhando ela nua de espinhascoroa q sabi dexa dozelo de pau duroporno marido esguelha a garganta profunda da esposa e gosa no fundopatricia vizinha casada safada gemendodois viadinhos e uma mulher contos eroticosCONTO EROTICO FILHO CARALHUDO ARROMBA MAE TODA NÕITEvelhopintudocontosvovô taradaporsexosPorno contos incesto maes ensinam suas meninas como chuopar bucetas paus dos pais dar os cuzinhiosver uma crente casada casano um pauzudo pra dar o cucontos eróticos escritos de lactofiliatitia safada gozando esquirt contoscomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAhistorias eroticas com saúnas masculinasconto gratis branquelo chupou a buceta da mulatacontos sou um rainha do analmulher se decepciona por pegar o marido d********* pro negãocontos eroticos entre irmas e irmaos de montes claros mgContos encontrei minha filha no puteiroContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa ele