Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu pai saciou meu tesão. (03)

Autor: Mortiça
Categoria: Heterossexual
Data: 18/04/2009 01:25:06
Última revisão: 21/08/2010 17:08:01
Nota 8.76
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é FLAVIA, tenho 24 anos, mas o meu relato se passa aos meus 18 anos e meu pai 37 anos ok.

Depois do último relato, era para tomar vergonha na cara, mas não aconteceu por obra do destino me apaixonei pelo RICARDO, aos 18 anos nunca me apaixonei por ninguém já estava tarde demais, este foi o segundo cara que conheci mesmo RICARDO sendo casado ficamos juntos um bom tempo, mas isso é outra história que contarei em outra oportunidade.

Certo dia acordei com tesão, como não tive aula acordei por volta das 10:00hs. RICARDO tinha viajado pra São Paulo para realizar um curso de aperfeiçoamento de segurança (já que ele trabalha em carro forte), no segundo dia ja estava com saudade dele, por isso acordei com tesão e coloquei na cabeça que tinha que fazer algo, tamanha era minha vontade, estava frio e em casa estava apenas eu e meu pai, ele se encontrava na garagem, mexendo em seu carro, logo após o almoço arrumei toda a casa, deixei tudo limpinho, levei as roupas suja pra máquina de lavar, nisso encontrei uma cueca do meu pai meia suja com cheiro de mijo, antes de colocar na máquina dei uma cheiradinha, nossaaaaa!!!, Ao mesmo tempo em que a roupa batia, eu ia até a garagem pra ver se ele precisava de alguma coisa, na última vez que fui deparei com ele embaixo do carro, ficando so seu corpo de fora, se encontrava com um short um pouco largo nas coxas e sem cueca, deixando aparecer seu pau, ele estava mole sobre o saco, passava das 15:00hs., passei a puxar assunto ele e chegava mais perto para ver melhor, falamos coisas excitantes.

- Pai, ta um friozinho, isso me deixa bem molinha.

- È filha ta um pouco frio. Um tempinho muito bom para namorar.

- Eu estou com vontade de ficar bem enroladinha debaixo da coberta.

- E por que você não vai, minha filha.

- Ah pai sozinha não tem graça e fico com mais frio.

Como sou abusada inicie logo algo e no meio da conversa enfiei minha mão entre seu short pela coxa direita e comecei a alisar sua coxa e depois o cacete.

– Estou ocupado minha filha.

- Pai, e só um carinho.

Já excitado e de pau super duro, passei a mão no seu cacete com mais força e no seu saco, depois coloquei pra fora o seu magnífico pau, encostei meu rosto dei uma cheiradinha, logo enfiei minha boca e sentia o gosto salgadinho, passava minha língua de leve apenas na cabeça, ele fazia movimentos com seu corpo, enfiava todo na minha boca e eu já estava super molhada com aquela situação, passei a chupar com mais força, ele passou a responder abrindo suas pernas, quando dei um cuspindinha no seu pau e vi que escorreu pelo seu saco duro, não via sua reação, pois ainda estava naquela posição embaixo do carro, depois tirei seu short ele deixou e não se importou, abri suas pernas e me abaixei de frente, passei a chupar com mais força, dei uma cuspidinha no seu pau que percorreu pelo seu saco e indo para no cuzinho, passei a língua para limpar o cuspe e cheguei até lá (no cuzinho), ele ficou excitado a ponto de gemer, sem poder se mexer direito gemia como um adolescente resolveu sair de baixo do carro, suas mãos estavam sujas de graxa, resolveu tirar o excesso com uma estopa velha e veio até em minha direção, nos beijamos ligeiramente e ao mesmo tempo tirando minhas roupas, me deixando apenas de calcinha, na seqüência abocanhou meus peitinhos, chupando com desejo e eu passei a chupar o bico do seu peito também (ele gostou), enfiei a língua no seu sovaco, que estava com cheiro de macho misturado com cheiro de graxa, um cheiro enigmático, subindo ainda mais o meu tesão, passei a percorrer minha língua com volúpia pelo seu corpo, chegando até seu umbigo, meti a cara nos seus pentelhos suados, abocanhei outra vez seu pau, o sabor era ainda melhor, parei um pouco pois retirei um pentelho entre meus dentes, voltei diretamente para o saco, ele estava de pernas meia abertas e consegui passar minha língua no seu cuzinho de macho e assim me falava.

- Filha sua língua é saborosa, que delicia.

Minhas mãos abriram suas nadegas para enfiar ainda mais minha língua, em seguida me agarrou pelos ombros me subiu e em virou de costa para ele, encostei já encurvada no seu carro e passou a me chupar minha buceta sobre minha calcinha e cheirava meu cuzinho, enfiava sua língua ia bem fundo tipo assim (aqui quem manda sou eu!), seus dedos entravam na minha buceta e tirava, levava até minha boca para lamber seus dedos, sugando assim meu liquido, fui surpreendida com um jato de cuspi e depois uma lambida forte, com isso gozei na sua boca que ficou toda melada, se levantou e enfiou seu pau grosso na minha bucetinha que ainda gritava de tesão, sua boca ainda suja pelo meu gozo me beijava como uma vontade fatal, iniciou uma penetração bem carinhosamente, a cada prazer seu ritmo aumentava, suas mãos esfregava no meu grelo inchado e com o pau fazia movimentos, não podíamos gemer alto, ja que a garagem dava pra rua e era separada apenas por um portão de ferro, sem poder gemer alto o meu prazer era mais excitante, ele sabia do meu gosto em ouvir seus palavrões, com isso me chingava nomes exagerados, sua mão largou meu grelo, indo em direção ao meu peito e com a outra segurava minha cintura, de repente seu celular que estava em cima do carro toca, olha para o visor para identificar quem era e ja atendendo sem parar de meter e fala.

- Me liga outra hora, agora estou comendo minha putinha.

Sem falar quem era, desligou o celular e continuou a meter, eu já estava quase gozando, quando te falei que ia gozar, ele pra me irritar finge que ia tirar seu pau da minha buceta, ficando apenas com a cabeça do seu pau, a sensação foi ótima, de repente ele da um estocada de uma vez, puxa meus cabelos, seus palavrões aumentava mais, rapidamente tirou seu pau, se abaixou na minha buceta dando uma línguada nela, a sensação foi de alívio, passou com a língua no meu cuzinho, encharcando com saliva, meteu sem errar o buraquinho, começando a me comer com fome, suas palavras eram legíveis.

- Minha putinha ta levando no cuzinho.

Eu gritava baixinho, ele abria minhas nádegas e enfiava mais no fundo e seu odor me invadia meu nariz, nessa altura já não fazia mais frio, em fração de segundos ele tira seu pau e gozou no meu rego, aquela porra quente escorregava na minha buceta, depois me obrigou a limpar seu pau.

- Vem filha, limpa meu cacete, o deixa limpinho.

- Deixarei papai esta pica bem limpinha pra você.

Se passaram uns minutos e fui tomar banho, estava realizada, ele continuou na garagem, mexendo no carro. Na próxima vou contar o primeiro ciúme que tive do meu pai. Beijos a todos.

Comentários

03/09/2010 21:40:30
ESTA CADA VEZ MELHOR...
21/08/2010 17:45:01
senmsacional
12/08/2009 12:50:52
FANTÁSTICO! gozei, nota 10
16/07/2009 15:27:31
bom muito bom gata me
27/05/2009 08:32:29
bom gostei..
14/05/2009 08:28:07
Nossa to cm a buceta pegando fogo aqui.....que tesão garota...se foi fantasioso eu não sei...mais que foi bom....há isso foi... bjs
19/04/2009 18:38:00
eu num tenho a sorte de ter uma filha assim
19/04/2009 01:13:40
ótimco
18/04/2009 14:28:01
hummmmmmmmmm
18/04/2009 12:04:22
UM DOS SEUS MELHORES CONTOS,
18/04/2009 10:03:53
muito bom gata fabio23cmfortaleza2hotmail.com
18/04/2009 10:02:25
otimo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos com policial civil experientecontos eroticos climax daputinha amigosXvidio enfindo.o peconto coroa bunda gigante sodomizadaver vidio reau casada levou uma pica tao grande na buceta ela chorroumulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadorcontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeuvídeo pornô da cachorro satisfazê-lo cachorro satisfazendo sua donaComo devo uza vazelina navagina para lubrifica?fui so dar uma alisadinha nao deu mandei pra dentro video casero pornomeu cachorro me fode todo diaconto erótico de novinha q transou em acampamento evangélicosexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoistoria da netinha qui o banhava lavando su cuwww.negao metie na velha porno.comseduzida por um estranho contos pornominha esposa me falou q quer sentir outro pau na sua bucetaatacada em estrada deserta pornodoidoir:ma virge fudendo com irmao do piru gigamtevideos porno pai e filha novinha viperinaPorno doido hosexualimoxvideo contos sexual espiando atras da portacontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.meu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videoContos eroticos com o dono da verdureirocontos eroticos desejo de uma mulher tomar porra de negros na frente do parceirotaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contoscontos pai atolou tudo no cuzinho d filha.com fotosVisinhas taradas ousadas rekatos eriticos recentesdando jatos de porra na Bunda da colegialpornodoido.pai.aretando.filra.darmindocontos por causa do meu picao fude todas amigas da minha mãevídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiçavadia casada dano d quatro q bagunca todo cabelo safada xvideosmae punhetando filho quietinho no sofacontos eroticos ele esfolou meu rabinhodespidida de solteiro e muito sexotva bucetacontos aiiiii hum aiaiaconto gay cacetao tiocoroa mais safada q conhesocomi a pmcoloquei um fil dental e dei meu filho video pornosadomasoquismo c arrombadas e peitos esmagadoscontos sexo minha esposa nossa vizinhachupeicontoscontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksapornodoido dividio namorada com amigo do execitoconto dupla penetracaotirando o cebinho da cetinha com a linguacontos sexo anal concunhado concunhadaWwwcasa dos contos enquilina pagando alugelFOTOS DE FODA RIJA NEGRAO BIGcontos erticos novinhos roludos comendo coroasutimu vídeos d mulher famosa fudeno e gosandosafado dando pirocudo vídeo xxvbconto erotico transei com o irmao do meu esposomulher sadica conto eroticoThaiana xvideos sabiaMas que dor horrível conto pornomarido embebeda a esposaminha mae e a travestis contosrelato erotico padrasto pauzudoconto erotico gay meu pai vendeu meu cu por 100 reais pro seu/amigocorno tomou leite corno contosporno-fodas no quarto e o vinnho malcontos eróticos fodendo o cu de Julinho minha mãe irmã vovó conto eróticoEu tava em casa com meu amigo no sofá ai minha esposa saiu do quarto peladinha ai ela deu a buceta a nois dois casa dos contosbaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandoporno contos alberto comeu minha mulherPornô homem músculosó fodendo